EUA DESENVOLVE AVIÃO NÃO TRIPULADO CAPAZ DE VOAR 5 ANOS SEM PARAR

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/eua-desenvolve-aviao-nao-tripulado-capaz-de-voar-5-anos-sem-parar

avião-drone-eua-the-history-channel
Uma empresa norte-americana especializada em engenharia aeroespacial está desenvolvendo um avião de controle remoto ultraleve, capaz de voar a 200 mil metros de altura utilizando propulsão a base de energia solar, com uma autonomia de voo de cinco anos. Trata-se de uma nova geração de drones denominada Solara, composta por aeroplanos de diversos tamanhos, alimentados por energia solar e altamente resistentes à atmosfera.
avião-drone-eua-the-history-channel
Os aviões são capazes de transportar equipamento de comunicação, sensores e sondas de reconhecimento de grande alcance. Os aparelhos estão cobertos por aproximadamente 3 mil painéis solares, capazes de geral 7 kW de energia elétrica e são totalmente auto-suficientes. Voando a velocidades que podem alcançar até 65 km/hora, os aparelhos carregam suas baterias com a luz do dia, para voar tranquilamente a noite. O custo de manutenção dos aviões Solara são bem mais baixos do que os de um satélite e o objetivo com a criação dos novos aparelhos é de que atuem em tarefas de vigilância, supervisão e climatologia.

Curiosidades na internet

Uso de eletrônicos durante pouso e decolagem é liberado em voos nos EUA

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/38582/38582

Aos poucos, usar seus eletrônicos em aviões vai ficando mais fácil. Os Estados Unidos deram um grande passo nesta direção, nesta quinta-feira, quando a FAA (Administração de Aviação Federal) divulgou que alguns produtos poderão ser usados durante o momento de pouso e decolagem e não apenas quando ele está no ar.
.
Há algumas exceções, mas de uma forma geral, as pessoas não terão mais de desligar seus aparelhos durante o voo. Os celulares, no entanto, deverão permanecer em “modo avião”, para evitar uma possível interferência de sinal.A medida para liberação gradual dos eletrônicos é um pedido grande da sociedade, que cada vez mais se via frustrada, à medida que os tablets e celulares tomam o lugar de revistas durante os voos.

A implementação da novidade pode variar entre as empresas aéreas, já que elas possuem autonomia sobre seus procedimentos de segurança. Até o fim do ano, no entanto, a agência espera que até o fim do ano a maioria das companhias consiga cumprir a nova orientação.

Contudo, as companhias continuarão tendo liberdade para solicitar que os clientes desliguem o aparelho em casos específicos. Em caso de visibilidade baixa, os comissários poderão realizar o pedido.

Curiosidades na internet

Empresa lança aviões domésticos que atingem 7 mil quilômetros por hora

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/empresa-lanca-avioes-domesticos-que-atingem-7-mil-quilometros-por-hora

aviao-virgin-atmosfera-rapido-the-history-channel
A Virgin Galactic está prestes a lançar uma nova geração de aviões orbitais, capaz de fazer o trajeto Inglaterra-Austrália em apenas duas horas e meia.
O segredo está em um avião que voará por fora da atmosfera terrestre, o que minimiza o impacto das forças gravitacionais, facilitando o atingimento de uma velocidade de até 7 mil quilômetros por hora. Isso permite com que o avião orbital cubra 17 mil quilômetros da órbita terrestre em menos de 3 horas. Apesar do positivos resultados obtidos durante os voos de prova, espera-se que a viagem inaugural ocorra apenas no ano que vem, quando Richard Branson, o proprietário da companhia, deverá ir ao espaço acompanhado de sua família.
Os voos orbitais turísticos fazem parte de um ambicioso projeto, que prevê a ainda a construção de hotéis no espaço e viagens a Lua. O preço de uma passagem Londres-Sidney custara em torno de 100 mil dólares.
aviao-virgin-atmosfera-rapido-the-history-channel

Veja o vídeo do avião abaixo (EM INGLÊS):

Curiosidades na internet

Tarifas aéreas subirão cerca de 40% até o final do ano, prevê consultoria

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2013/08/1333015-tarifas-aereas-subirao-cerca-de-40-ate-o-final-do-ano-preve-consultoria.shtml

O preço das passagens aéreas deverá subir cerca de 40% até o final de 2013, de acordo com a projeção da consultoria LCA.

A alta será consequência da desvalorização do real, que ampliará os custos das companhias, em especial com combustível.

“Parte desse aumento também poderá ser atribuído à sazonalidade. As passagens no fim do ano, principalmente em novembro e dezembro, costumam vir mais caras”, diz Fernando Sampaio, sócio da empresa.

“Se fosse depender da demanda, que continua fraca, não haveria alta”, acrescenta o economista.

A queda de 26% no preço das tarifas registrada desde o início do ano até este mês, porém, deve suavizar o resultado anual.

Editoria de Arte/Folhapress

Com o avanço dos valores das tarifas, o setor deve fechar 2013 com um crescimento menor do que o previsto, segundo a consultoria.

No mês passado, a LCA projetava uma expansão de 3% no volume de passageiros no acumulado do ano.

Esse número foi revisto agora para 2,5%.

O crescimento deverá ser o menor registrado nos últimos anos pelo setor. Em 2012, a alta foi de 5,2%.

No primeiro semestre, a elevação já havia sido fraca, de 1,2%, segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). O segmento doméstico avançou apenas 0,1%.

Lente de aumento

A Shamir, empresa israelense especialista em lentes oftálmicas corretivas, deve começar a fabricar seus produtos no Brasil a partir do primeiro trimestre de 2014.

A companhia vai investir cerca de R$ 30 milhões na compra de laboratórios no Estado de São Paulo para poder iniciar a produção.

O grupo atua no país desde agosto do ano passado, mas a fabricação das lentes é feita, desde então, por meio de empresas parceiras.

Leonardo Soares/Folhapress
O israelense Amos Netzer, CEO da companhia

O israelense Amos Netzer, CEO da companhia

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na interrnet

 

Agora, é possível passear dentro de um A380 com a ajuda do Street View

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/google/Agora-e-possivel-passear-dentro-de-um-A380-com-a-ajuda-do-Street-View/

Airbus A380

Viajar a bordo de um Airbus A380, o maior avião do mundo, não é para qualquer um. Mas, agora, você poderá ver o interior luxuoso da aeronave graças às imagens em 360 graus produzidas pelo Google Street View.

A equipe do Street View entrou em uma das aeronaves da companhia estacionada no Aeroporto Internacional de Dubai, nos Emirados Árabes. O A380 tem 72,7 metros de comprimento, pesa 252 toneladas podendo decolar com peso total de 592 toneladas, e custa a “pequena bagatela” de US$ 404 milhões (R$ 924 milhões). Ao todo, a Airbus vendeu 106 unidades do avião e tem encomenda de mais 262 unidades.

Google Street View Airbus A380

Google Street View Airbus A380

Google Street View Airbus A380Fotos: Reprodução: Australian Business Traveler

Os “passageiros virtuais” poderão conferir todos os compartimentos do avião, suítes de primeira classe com direito a chuveiro (algo que apenas os passageiros que pagam muito por seus lugares podem conferir),

Curiosidades na internet

Após prejuízo bilionário, só a água será gratuita nos voos da Gol

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1253054-apos-prejuizo-bilionario-so-a-agua-sera-gratuita-nos-voos-da-gol.shtml

A fim de reduzir custo e obter mais receita, a Gol acabará até maio com o serviço de bordo gratuito em todos os seus voos domésticos. De graça, só um copo de água será oferecido -ainda assim, a quem pedir.

A medida é tomada no momento em que a Gol anuncia prejuízo de R$ 1,5 bilhão no ano passado, o dobro das perdas registradas em 2011.

No quarto trimestre de 2012, a empresa registrou perdas de R$ 447,1 milhões em meio a alta nos custos de combustível e gastos adicionais com o fim da Webjet.

Zanone Fraissat/Folhapress
Gol acabará até maio com o serviço de bordo gratuito em todos os voos domésticos
A companhia aérea Gol acabará até o mês de maio com o serviço de bordo gratuito em todos os voos domésticos

O resultado negativo anunciado ontem ocorreu apesar do avanço de 7,5% nas receitas no ano passado, para mais de R$ 8 bilhões.

A informação sobre o fim do serviço de bordo gratuito está em comunicado distribuído a pilotos e comissários, a que a Folha teve acesso.

Os voos nacionais correspondem a 95% da operação da companhia, que é a única a oferecer venda a bordo no Brasil. O processo começou em 2009 e hoje abrange metade dos voos nacionais. Na TAM, na Avianca e na Azul, o serviço é grátis.

Desde segunda-feira, o cardápio pago foi estendido para os voos da ponte aérea entre os aeroportos de Congonhas e Santos Dumont. Isso significa que, neles, a opção grátis se restringe a água.

Até a semana passada, os passageiros da ponte aérea recebiam, de graça, amendoim, suco e refrigerante.

Também anteontem a Gol estreou quatro novos kits de cardápio: café da manhã e lanche nas versões “saudável” e “tradicional”. Cada kit custa R$ 10 e só é aceito pagamento em dinheiro.

Um café da manhã saudável, por exemplo, traz suco de caixinha, queijo processado light, pãozinho, barra de cereal e geleia light. Não há sanduíches entre as opções.

Por enquanto, cada voo terá apenas 26 kits -para uma média de 150 passageiros.

No mundo, a venda a bordo é prática comum; companhias de baixo custo, como Ryanair e Easyjet, foram as precursoras do modelo.

Nos últimos anos, mesmo as companhias aéreas que oferecem serviço gratuito passaram a reduzi-lo.

“Acreditar no sucesso deste serviço é o início de tudo. Tenham certeza de que estamos disponibilizando um produto de qualidade. Sejam multiplicadores dessa ideia”, disse a Gol no texto destinado aos funcionários.

O combustível, que subiu 18% anuais em dois anos, é um dos motivos para o prejuízo. Outros fatores citados pela Gol são a alta do dólar e o aumento acima de 30% nas tarifas aeroportuárias.

Curiosidades na internet

Combustível de plantas em aviões é opção para reduzir gases poluentes

Acesse:http://www.techtudo.com.br/curiosidades/noticia/2013/01/combustivel-de-plantas-em-avioes-e-opcao-para-reduzir-gases-poluentes.html

O Conselho Nacional de Pesquisa do Canadá divulgou um estudo que mostra reduções drásticas na emissão de gases poluentes em voos abastecidos por combustíveis produzidos a partir de plantas. Os testes, que incluíram até voos transatlânticos, foram realizados em aeronaves abastecidas tanto com combustíveis convencionais quanto biocombustíveis e apresentaram reduções que iam de 25% até 50% na emissão de partículas poluentes.

Aeronave T33 acompanhou voos para colher amostras das emissões de carbono (Foto: Divulgação)Aeronave T33 acompanhou voos para verificar taxa
de emissão de carbono (Foto: Divulgação)

No futuro, o objetivo do órgão canadense é trazer ao mercado um novo tipo de combustível sustentável a partir de vegetais para a aviação comercial. Em outubro de 2012, o avião Falcon 20 desenvolvido pelo instituto canadense, foi a primeira aeronave a voar apenas com biocombustível proveniente de uma planta.

Em 2008, a Virgin Atlantic foi a primeira companhia aérea a usar biocombustíveis parcialmente em seus aviões. A holandesa KLM também realiza testes com combustíveis sustentáveis e já aplicou a tecnologia em um voo comercial entre Amsterdã e Paris.

Uso do combustível baseado em planta é controverso

Ambientalistas alertam para os riscos potenciais do uso excessivo de biocombustíveis formados a partir de plantas. Apesar da comprovação de que eles reduzem as emissões de gases poluentes, estudos do MIT mostram que a busca por matéria-prima pode causar desmatamentos.

Além disso, se não for produzido da maneira correta, um biocombustíveis pode criar até dez vezes mais monóxido de carbono do que um combustível fóssil convencional.

De acordo com Steven Barret, professor do MIT, a situação é bem mais complexa do que simplesmente adaptar as aeronaves ao biocombustível. Há vários tipos de biomassa que podem ser usadas para a criação de combustível e vários métodos de conversão dessa biomassa. Cada um deles tem resultado, custo e eficiência diferentes. “Precisamos nos sofisticar ainda mais para determinar quais fazem mais sentido para o meio ambiente”, afirmou, em entrevista à BBC.

Curiosidades na internet