Tag: baterias

Apple testa carregamento solar para aparelhos móveis

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/40079/40079

Até agora o tão falado relógio inteligente da Apple não deu sequer um sinal de vida, mas os rumores sobre o aparelho não param de chegar. Desta vez o New York Times diz ter conversado com funcionários da empresa e eles prometeram novidades em termos de bateria.

A Apple trabalha com várias possibilidades para evitar que o usuário precise recarregar o smartwatch com muita frequência, ou mesmo que tenha de parar de usá-lo para isso.

Uma das alternativas seria a adoção de painéis solares. A tela do relógio seria em vidro curvo e pode ser que uma camada solar seja adicionada para manter o dispositivo carregando durante o dia.

Outra possibilidade levada em consideração pela empresa é usar um sistema de carregamento por movimento, algo já presente em muitos relógios. Com isso, a própria oscilação do braço do usuário já serviria para dar carga.

Até carregamento sem fio, por aproximação, vem sendo considerado, segundo o NYT. Só que as fontes do jornal também dizem que deve levar até anos para que esses testes todos cheguem a ser transformados em possiblidades concretas.

Curiosidades na internet

Cientistas usam raio para carregar celular

Acesse:http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/10/130930_celular_raio_lk.shtml

Experimento recria raio em laboratório (foto: divulgação/Nokia)Desenvolvimento de novas tecnologias para carregar celulares é prioridade do setor.

Mais de 200 anos depois de Mary Shelley escrever sobre a energia de um raio dando vida ao monstro Frankenstein, cientistas copiaram sua ideia para alimentar um telefone.

A experiência foi realizada na Universidade de Southampton, na Grã Bretanha, em colaboração com a Nokia.

A fabricante de celulares alertou seus clientes para “não tentar isso em casa”. Aproveitar a natureza dessa forma poderia fornecer fontes de energia em que o suprimento de eletricidade é pequeno, explicaram os especialistas.

Grande passo

Usando um transformador, a equipe de cientistas recriou um raio dentro do laboratório. Eles fizeram 200.000 volts cruzarem o ar em um espaço de 30 centímetros.

“Essa descoberta prova que aparelhos podem ser carregados por meio de uma corrente que passa pelo ar. Isso é um grande passo em direção ao entendimento de uma força natural como o raio e o aproveitamento de sua energia”, disse Neil Palmer, do laboratório de alta voltagem da Universidade de Southampton.

O raio é uma descarga de eletricidade que ocorre quando ocorre um desiquilíbrio da carga elétrica entre a núvem e a superfície da terra.

Em média três pessoas morrem por ano ao serem atingidas por raios na Grã-Bretanha, de acordo com a Sociedade Real para a prevenção de Acidentes.

Encontrar novas formas de carregar telefones celulares e extender a vida útil de suas baterias é a prioridade das indústrias do setor.

“É certamente uma ideia impressionante”, disse Ben Wood, da empresa de análise CCS Insigh.

“Se você vive em um vilarejo remoto na Índia pode se beneficiar do desenvolvimento de um aparelho comunitário que carrega telefones”, disse.

Curiosidades na internet

Microsoft apresenta nova geração do Surface no dia 23 de setembro

Acesse:http://imasters.com.br/noticia/microsoft-apresenta-nova-geracao-do-surface-no-dia-23-de-setembro/

A Microsoft começou a distribuir ontem convites à imprensa dos Estados Unidos para realizar um evento de apresentação em Nova York no dia 23 de setembro. Nele, são esperadas as exibições dos aparelhos Surface RT 2 e Surface Pro 2.

surface

Em relação ao design, a expectativa é de que os produtos sejam bastante parecidos com seus predecessores, mas o Surface Pro 2 deverá ter um “pezinho” para apoio mais refinado. Rodando sob o capô, porém, o novo Pro deve trazer um processador com a nova microarquitetura Haswell da Intel, com 8 GB de memória RAM. A melhoria do processador deve aprimorar o consumo de bateria do dispositivo, aumentando a capacidade de uso em cerca de duas horas.

O Surface RT 2 deve abandonar o “RT” da marca e será chamado apenas de “Surface 2″. Ele terá o Windows RT 8.1 e deve usar o processador Nvidia Tegra 4, com uma tela de 1080p, com uma bateria com duração de 8 horas.

Novos acessórios como uma nova Power Cover, capa que garante maior duração de bateria para os dispositivos, também deverão ser mostrados no evento

Curiosidades na internet

Apple desenvolve bateria flexível e smartwatch pode estar a caminho

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/apple/Apple-desenvolve-bateria-flexivel-e-smartwatch-pode-estar-a-caminho/

iwatch

Os rumores sobre um possível smartwatch da Apple já existem há alguns meses e ficam cada vez mais próximos de se tornarem fatos. Nesta semana, foi divulgada uma patente da Apple que traz o projeto de uma bateria flexível que serviria tanto para relógios inteligentes quanto para dispositivos flexíveis.

O documento oficial, divulgado pela United States Patent and Trademark Office, órgão responsável pelas patentes norte-americanas, mostra um sistema formado por diversas  smartwatchunidas por uma camada laminada. Para juntá-las, um adesivo especial seria usado.

Uma bateria assim poderia ser utilizada em dispositivos de qualquer formato e não teria sua função prejudicada caso dobrada – o que acontece hoje nas baterias convencionais

Apple cria bateria flexível

Fonte: Reprodução/USTPO

O lançamento de um smartwatch poderia colocar a Apple de volta à briga por produtos inovadores – o último grande lançamento foi o iPad. Além disso, com o Google Glass, a categoria dos dispositivos de vestir é um nicho a ser explorado.

Curiosidades na internet

Celulares que não necessitam de bateria chegam ao mercado no próximo ano

Acesse:http://www.techmestre.com/celulares-que-nao-necessitam-de-bateria-chegam-ao-mercado-no-proximo-ano.html

Células solares super eficientes conseguem suprir a necessidade da carga encontrada nas baterias convencionais.

Uma nova tecnologia pode significar um avanço significativo para as baterias dos celulares. A expectativa é de que já em 2014 seja possível encontrar smartphones e tablets que funcionam por meio de captura de energia solar.

A novidade é possível devido aos módulos de células solares com espessura de 300 mícrons, os quais podem ser encaixados sobre ou sob a tela touch. Este foram desenvolvidos pela SunPartner, e custam apenas US$ 1 ou US$ 2.

Segundo o diretor de mercados internacionais da companhia, Mathieu Debroca, é possível usar a tecnologia para compensar totalmente o consumo de energia de um smartphone durante o standby. Ele ainda comenta que a novidade pode estender a vida útil da bateria em aproximadamente 20%.

Celulares sem bateria chegam em 2014
Em standby, os celulares poderiam ter uma vida útil eterna. A empresa trabalha atualmente com as 10 maiores fabricantes de smartphones do mundo, com expectativa de acordo de licenciamento para colocar a novidade no mercado em 2014.

Curiosidades na internet

Vírus de celular é igual a vírus de computador? Entenda as diferenças

Acesse:http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2013/05/virus-de-celular-e-igual-virus-de-computador-entenda-diferencas.html

Vírus e outros tipos de malwares já são problemas conhecidos por quem utiliza os computadores. Porém, as ameaças, antes restritas aos desktops e notebooks, têm agora um novo alvo: o seu smartphone. Em número crescente, esses aplicativos atrapalham o desempenho dos gadgets e tentam roubar dados pessoais dos usuários. Mas será que os vírus de celular agem igual aos de computadores? O TechTudo foi atrás da resposta.

Smartphones estão cada vez mais expostos à vírus (Foto: Elson de Souza/TechTudo)Smartphones estão cada vez mais expostos à vírus (Foto: Elson de Souza/TechTudo)

Diferenças entre infecções de computadores e de smartphones

Nos computadores, os programas são executados em diferentes níveis de seguranças dentro de camadas de atividades. Os mais importantes rodam em ambientes mais seguros e menos acessíveis do sistema operacional, já os menos essenciais ficam em um local mais exposto e sujeito à alterações.

É justamente na camada mais vulnerável que grande parte dos malwares começam a ser executados, podendo enviar cópias e estender suas ações a outros aplicativos, também situados neste grau de segurança. Já os programas mais agressivos conseguem burlar os níveis de segurança do sistema e se enraizar nas camadas importantes podendo comprometer o desempenho do computador e colocar em risco todo o seu funcionamento.

Enquanto isso, o processo de infecção é bastante diferente nos smartphones. Os sistemas Android e iOS possuem arquitetura com somente duas camadas: uma mais restrita, com as principais execuções e os apps nativos do sistema, e outra onde estão as informações, arquivos e programas baixados pelo usuário.

Quando um malware infecta um smartphone, suas ações irão se restringir ao nível mais exposto, limitando-se aos dados dos usuários e, raramente, tendo acesso às funções vitais do sistema. Porém, aparelhos desbloqueados via jailbreak ou root aumentam o risco de que malwares, mesmo inofensivos, comprometam as funções essenciais do sistema.

O malware atinge e-mails e pode comprometer contas de usuários (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)Infecções ocorrem através da troca de dados
(Foto: Marlon Câmara/TechTudo)

Como acontecem as infecções?

Atualmente, para contaminar seu smartphone com estas “pragas digitais” basta estar conectado a internet ou receber arquivos maliciosos por transmissões via bluetooth, SMS e MMS. Qualquer método que receba dados de outro aparelho é uma porta de entrada para estes programas danosos. A maneira mais segura para se utilizar o celular ainda é no “Modo Offline”.

Grande parte dos malwares para celulares encontram-se nas próprias lojas oficiais de aplicativos, como a Google Play. No entanto, um relatório recente mostrou que essas ameaças começaram a circular via spams. Alguns desses programas, uma vez baixados, roubam seus dados e alteram configurações do sistema, com a possibilidade de enviar cópias de si mesmo ou de outros malwares por diferentes meios de transmissão de dados.

As consequências de um smartphone infectado

Um dos primeiros sintomas da presença de um malware, tanto em smartphones quanto computadores, é o comprometimento do desempenho do sistema. Devido às operações desses aplicativos nocivos, o processamento de dados do sistema passa a ter um maior gasto de memória, o que acaba por deixar o sistema mais lento, propenso a erros e congelamentos.

Outro indício de “contágio” é o aumento significativo da transmissão de dados pela rede, além do envio de SMS, MMS, e-mails e outras mensagens pela internet sem o conhecimento dos usuários.

Essas duas características são comportamentos padrões de malwares. Como foram desenvolvidos para roubar e transmitir dados, sejam eles imagens, contatos, relatórios de navegação na web e até informações bancárias, esses softwares acabam comprometendo o funcionamento de seu smartphone.

Malware mais nocivos, no entanto, podem atrapalhar a performance do seu celular, interromper ou impedir ligações, podendo ainda contaminar outros aparelhos. Esses apps maliciosos são capazes também de transmitir mensagens, executar aplicativos, destruir o sistema operacional, aumentar o consumo da bateria de seu aparelho e até danificar o hardware.

O Android, uma das plataformas mais utilizadas no mundo, é também uma das mais vulneráveis a malwares (Foto: Reprodução/ TechTudo)O Android é uma das plataformas mais vulneráveis
a malwares (Foto: TechTudo)

Como se prevenir?

A primeira coisa a ser feita para manter o celular a salvo de aplicativos nocivos é estar atento aos dados enviados e recebidos pelo aparelho. Procure se assegurar sempre se os downloads tem uma procedência segura, observando comentários sobre comportamentos suspeitos e reclamações.

Os malwares também pode estar camuflado em vídeos, músicas, aplicativos e fotos enviadas por e-mails, SMS, MMS e em transmissões via Bluetooth. Portanto, confirme o conteúdo com a pessoa que lhe enviou o arquivo, antes de abri-lo.

Além desses cuidados, é bom ter em seu smartphone um bom antivírus para garantir que seu sistema está seguro e evitar futuras infecções. Nas lojas de aplicativos online, há uma boa quantidade de diferentes antivírus gratuitos, que poderão ser muito uteis na proteção de seu aparelho.

Fique atento aos sites que visita, pois, caso seu celular não tenha um antivírus ou firewall, você estará mais sujeito a infecções por pequenos malwares que poderão abri portas para softwares mais perigosos. Lembre-se de agendar varreduras periódicas com os antivírus instalados em seu aparelho. Isso pode evitar o aparecimento de pequenos erros e impedir instalações que possam camuflar infecções mais sérias.

Como os smartphones são dispositivos desenvolvidos para transmitir e receber informações de forma intensa, estes aparelhos se tornaram ambientes muito mais vulneráveis a vírus e malwares do que os computadores. Por isso, mantenha-se informado a respeito de novos tipos de infecções e sobre o funcionamento de seu smartphone. Caso seu celular esteja apresentando algum comportamento suspeito, instale ou troque seu antivírus e, se o problema continuar, leve-o a assistência técnica.

Curiosidades na internet

Intel afirma que processadores Haswell garantirão 50% de vida extra às baterias

Acesse:http://www.canaltech.com.br/noticia/intel/Intel-afirma-que-processadores-Haswell-garantirao-50-de-vida-extra-as-baterias/

Haswell CHIP

A Intel se prepara para lançar sua próxima geração de processadores, intitulados Haswell, e promete que o componente garantirá 50% a mais de vida útil para as baterias dos laptops em comparação aos processadores Ivy Bridge. A nova linha foi desenvolvida pensando em tablets e laptops, e seu foco principal é na diminuição do consumo de energia. As informações são do PC World.

Segundo Rani Bokar, vice-presidente corporativo e gerente geral do Intel Architecture Group, o aumento da vida útil da bateria não irá comprometer o desempenho dos laptops e, tanto no modo inativo como no standby, os processadores serão capazes de aumentar a duração das baterias em até 20 vezes.

A companhia deverá lançar os processadores Haswell durante a Computex 2013, que acontece entre os dias 4 e 8 de junho em Taipei, Taiwan, e eles fazem parte da estratégia de atualização da empresa em seus componentes a cada dois anos. Os novos chipsets pretendem diminuir a lacuna existente entre tablets e laptops com melhorias na duração da bateria, em displays sensíveis ao toque e também em seu desempenho gráfico.

Os processadores Haswell conseguiram atingir melhor eficiência energética graças a uma unidade de gerenciamento de energia construída no próprio chip, que garante um ajuste dinâmico do consumo de energia em diversas partes do processador. Reguladores de voltagem também foram aplicados na arquitetura do novo modelo de chipset da Intel, que permite que eles sejam empregados em dispositivos menores, e interconectores mais rápidos ajudam o chip a transmitir dados a uma velocidade maior, reduzindo o tempo de trabalho do processador e, claro, seu consumo de energia.

Curiosidades na internet

Prius: o famoso veículo híbrido da Toyota chega ao Brasil

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/veiculos/Prius-o-famoso-veiculo-hibrido-da-Toyota-chegou-ao-Brasil/

Prius

Nesta quinta-feira (17) a Toyota anunciou a chegada do seu carro híbrido ao Brasil. Segundo a montadora, as vendas do Prius começaram ontem nas 139 concessionárias da marca japonesa no país. O preço? R$ 120.830. O carro já havia visitado o Brasil ano passado, quando apareceu no Salão do Automóvel em São Paulo.

O modelo é o carro híbrido mais vendido do mundo, algo em torno 3,5 milhões de unidades, e faz muito sucesso nos Estados Unidos, Europa e Japão. O Prius é um veículo “amigo da natureza” que funciona com dois motores, um elétrico e outro a combustão, mas ele não precisa ser carregado na tomada. A energia gerada pela desaceleração e acionamento do freio do veículo, em vez de ser dissipada em forma de calor, é aproveitada para alimentar o motor elétrico.

O motor a combustão 1.8 é movido a gasolina e possui 98 cv. Somado ao motor elétrico de 80cv, proporciona ao automóvel uma potência combinada de 138 cv. Segundo a Toyota, o carro pode realizar 25 km por litro de gasolina, o que o torna um carro extremamente eficiente.

Mas também existe a opção de zerar esse número, já que ele pode funcionar apenas com o propulsor elétrico, alimentado por baterias de íon lítio. Mas essa última opção fica para passeios mais tranquilos, já que, nesse caso, ele atinge apenas a velocidade de 50 km/h.

Curiosidades na internet

Sustentabilidade: oito carregadores de celular que usam energia solar

Acesse:http://www.techtudo.com.br/curiosidades/noticia/2013/04/sustentabilidade-oito-carregadores-de-celular-que-usam-energia-solar.html

Smartphones e sustentabilidade estão na moda. Então, por que não juntar as duas coisas? É o que propõe esses oito carregadores, que utilizam a luz solar para carregar o seu iPhone,Android e Windows Phone. Todos os dispositivos já estão à venda e podem ajudar naquele momento de “desespero” em que a bateria do celular acaba, alguns deles podem até ser utilizados para decorar a sua casa. Confira a lista:

1. SLXtreme

Snow Lizard SLXtreme Case é à prova d'água e faz recarga pela luz solar (Foto: Divulgação)Snow Lizard SLXtreme Case é à prova d’água e faz recarga pela luz solar (Foto: Divulgação)

Compatível com iPhone 4, 4s e 5, o SLXtreme tem as laterais emborrachadas e é o carregador ideal para quem gosta de fazer trilhas. O acessório é à prova d’agua e pode ser utilizado em até dois metros de profundidade, com direito a botão obturador integrado para fotos subaquáticas. A bateria integrada dobra o tempo de vida útil do smartphone e é revestida por uma caixa de policarbonato. Ela é mesmo poderosa: aguenta sete horas de conversa e 11 de reprodução de vídeos. Tantos adjetivos compensam o preço: R$ 129,99

2. Altoids Solar USB Charger

 Altoids Solar USB Charger parece uma lata de sardinha, mas mantem o celular ligado por dois dias (Foto: Divulgação)Altoids Solar USB Charger parece uma lata de sardinha, mas mantem o celular ligado por dois dias (Foto: Divulgação)

O Altoids Solar não tem múltiplas funções como o SLXtreme. No entanto, o ponto forte do aparelho está no tempo em que ele mantém o celular ligado: dois dias ou mais! Portátil, o dispositivo usa baterias AA e quase lembra uma lata de sardinha, só que bem mais charmosa. Mas e se faltar sol? Não é problema para ele. Duas pilhas recarregáveis o acompanham e servem como fonte de energia. Preço: R$ 34,99

3. SunVolt Gomadic

Gomadic SunVolt tem duas versões e pode ser utilizados até na piscina (Foto: Divulgação)Gomadic SunVolt tem duas versões e pode ser utilizados até na piscina (Foto: Divulgação)

O SunVolt não carrega apenas o celular, mas vários aparelhos ao mesmo tempo. O painel solar lembra um notebook e até já existe uma versão plus do produto: o SunVolt Max. A diferença é que a versão Max funciona como uma estação solar, que permite uma absorção de energia até 50% maior. O preço também muda: US$ 99,95 (R$ 200) a versão simples e US$ 129,95 (R$ 260) no equipamento mais completo. Quer levar para piscina? Tudo bem. Ele é a prova d’água e a sua capa protetora tem um sistema antiderrapante.

4. XD Design Solar Window Charger

XD Design Solar Window Charger pode ser utilizado no carro para dispositvos USB (Foto: Divulgação)XD Design Solar Window Charger pode ser utilizado no carro para dispositvos USB (Foto: Divulgação)

O XD Window é ideal para quem anda muito de carro. Pequeno, elegante e leve, pesa só 195 gramas, o aparelho carrega qualquer dispositivo USB, mas não é recomendado para tablets. O preço é de aproximadamente US$ 65 (R$ 130).

5. Electree Charging Sculpture

Electree Charging SculptureElectree Charging Sculpture

O Electree Charging Sculpture tem a forma de um bonsai e lembra bem o conceito de “fotossíntese”. O design curioso faz dele um item de decoração, que pode ser customizado de acordo com o gosto do cliente. Suas 27 “folhas”, armazenam a energia em suas “raízes” – uma base oculta. O preço é tão chamativo quanto o carregador: cerca de 450 dólares (R$ 900).

6. WakaWaka Power Compact Solar Charger

WakaWaka Power Compact Solar Charger traz luz com autonomia de 40 horas (Foto: Divulgação)WakaWaka Power Compact Solar Charger traz luz com autonomia de 40 horas (Foto: Divulgação)

O WakaWaka Power tem um nome estranho, mas promete carregar totalmente o seu smartphone após um dia de sol. O dispositivo traz também uma lanterna que fornece até 40 horas de luz, caso o usuário queria fazer uma leitura em um ambiente escuro, por exemplo. De acordo com a fabricante, o produto garante 200% de eficiência sobre qualquer outro do mercado. Além disso, a cada aparelho vendido, a empresa promete doar um WakaWka Power aos refugiados do Haiti e da Síria, regiões que enfrentam graves racionamentos de energia. Preço US$ 79 (cerca de R$ 160).

7. Solio CLASSIC2

Solio CLASSIC2 funciona como um relógio solar, além de ser um carregador (Foto: Divulgação)Solio CLASSIC2 funciona como um relógio solar, além de ser um carregador (Foto: Divulgação)

O design do Solio Classic é icônico: se você colocar um lápis no meio dele o dispositivo vira o relógio de sol. Além disso, o dispositivo carrega qualquer aparelho eletrônico em 90 minutos: tablets, Smartphone, GPS, e-readers e até luzes de bicicleta. Preço: R$ 100.

8. XD Design Solar Sunflower

XD Design Solar SunflowerXD Design Solar Sunflower imita um girassol e recarrega qualquer dispositivo USB (Foto: Divulgação)

 

Sabe aquela ideia de que os carregadores solares fazem “fotossíntese”? Não é à toa que o XD Sunflower tem design de um girassol. Segundo a fabricante, proposta dele é irradiar energia, otimismo e alegria, tal como a flor. As duas folhinhas verdes são simpáticas o bastante para fazer isso. Além de servir como objeto de decoração, o acessório carrega qualquer dispositivo USB. Preço: US$ 62 (R$ 124).

Curiosidades na internet

Universidade cria carro de corrida que pode ser montado em casa

Acesse:http://www.techtudo.com.br/curiosidades/noticia/2013/04/universidade-cria-carro-de-corrida-que-pode-ser-montado-em-casa.html

Desenvolvido pela Universidade de Birmingham e pela Westfield (uma preparadora de carros de competição), o iRacer pode ser o primeiro veículo de corrida elétrico a que pessoas comuns tenham acesso. O projeto permite que um kit seja adquirido pelo consumidor para montá-lo em casa. O preço estimado é de R$ 40 mil.

Monoposto pode ser construído com motores elétricos ou a combustão (Foto: Reprodução)Monoposto pode ser construído com motores elétricos ou a combustão (Foto: Divulgação/Birminghan City University)

O carro de apenas um lugar foi projetado para ser construído com um conjunto de motor e câmbio que permitem aceleração de 0 a 100 km/h em apenas cinco segundos. O motor, cuja potência é de 132 cavalos, oferece torque de 76 mkgf, o que explica a aceleração vigorosa, a despeito da potência relativamente baixa. Na configuração original, o iRacer alcança 185 km/h, limitados eletronicamente (correndo solto, chega a 225 km/h).

Um grande problema de automóveis pensados em torno de sistemas de propulsão elétricos é o peso. As baterias costumam ser bem pesadas, o que compromete o desempenho de veículos de corrida. O carro tem 780 Kg, carga relativamente alta para um motor de 132 cavalos e baterias que permitem apenas 25 minutos de diversão.

Ciente destes problemas, a Westfield pretende vender o iRacer sem motor e câmbio, para que os consumidores os adaptem às suas necessidades. No contexto inglês, onde o automobilismo é um esporte mais popular e acessível, a ideia de ter seu próprio monoposto para acelerar nos diversos autódromos da região é bastante interessante. Além disso, a Westfield tem em vista vender o modelo para interessados em promover uma categoria que use apenas carros elétricos.

Curiosidades na internet

Anatel quer que operadoras bloqueiem o sinal de telefones piratas em 2014

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/telecom/Anatel-quer-que-operadoras-bloqueiem-o-sinal-de-telefones-piratas-em-2014/

Celular xing ling

Agora é oficial: a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deu aval para que, a partir de 2014, as operadoras de telefonia móvel bloqueiem chamadas feitas por celulares piratas.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, as teles devem usar a tecnologia a seu favor para bloquear o uso desse tipo de aparelho. A solução vai envolver o número de identificação internacional do equipamento móvel, mais conhecido como IMEI, e o código de registro do chip habilitado pela operadora, o IMSI.

Um cadastro nacional de IMEIs vai ajudar as teles a cruzar o número do IMEI com o IMSI, o que permitirá que as empresas saibam quem está realizando a chamada e em que aparelho. Logo, elas vão descobrir se o aparelho é original ou “xing ling”, pois caso ele não seja legítimo, o IMEI será igual ao de outro telefone, ou então constará como inexistente no catálogo mundial de celulares, já que o novo sistema das operadoras cruzará a lista de registros nacionais e internacionais.

Esses aparelhos piratas geralmente são contrabandeados e acabam vendidos em camelôs ou sites brasileiros, e seu uso tem gerado reclamações dos fabricantes de celulares que trabalham legalmente no país. A nova medida da Anatel visa melhorar a segurança dos usuários, pois esses aparelhos piratas não são submetidos aos devidos testes e podem causar riscos de exposição a radiação em excesso ou até mesmo explosão das baterias.

Além disso, os índices de qualidade do serviço das operadoras de telefonia também devem aumentar, já que uma análise recente mostrou que cerca de 10% das chamadas caem porque são realizadas por aparelhos piratas, prejudicando assim o índice de qualidade das teles.

Curiosidades na internet

Medida obriga que baterias de notebooks nacionais sejam fabricadas aqui

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/mercado/Baterias-de-notebooks-produzidos-no-Brasil-tambem-devem-ser-fabricadas-no-pais/#ixzz2MZz1lf1V

Notebook com bandeira do brasil

Uma alteração no Processo Produtivo Básico de computadores foi anunciada nesta terça-feira (26) no Diário Oficial da União (DOU). Agora, o governo exige que baterias para computadores portáteis montados aqui passem a ser fabricadas no Brasil. A porcentagem de baterias nacionais na produção será aumentada gradualmente.

O Processo Produtivo Básico (PPB) é o conjunto de regras que definem quando o Governo pode deixar de recolher os impostos sobre determinados produtos. Desde o início do ano, novas portarias têm sido publicadas no DOU visando ampliar o percentual de componentes eletrônicos de fabricação nacional em produtos como servidores, desktops e tablets. Agora foi a vez de estipular metas para notebooks, netbooks e Ultrabooks.

Em suma, as mudanças nas regras concedem benefícios fiscais a empresas que produzem notebooks no país. As placas-mãe, que já estavam inclusas no PPB, receberam um reajuste em seus percentuais de nacionalização. Antes o Programa previa 50% de placas-mãe fabricadas no Brasil, agora os índices aumentaram para 60% em 2013 e 80% em 2014.

Em relação às baterias para computadores portáteis, a meta a ser incorporada na fabricação nacional é de 10%, 20% e 30% dos equipamentos, em 2013, 2014 e 2015 respectivamente.

Curiosidades na internet

HP lança novos notebooks da família Pavilion Sleekbook na CES 2013

Acesse:http://www.techtudo.com.br/lancamentos/noticia/2013/01/hp-lanca-novos-notebooks-da-familia-pavilion-sleekbook-na-ces-2013.html

A HP lançou dois novos Pavilion durante a CES 2013. Integrantes da linha Sleekbook, os dois novos portáteis são finos e leves o suficientes para serem considerados ultrabooks. Só que não são. Ambas as unidades usam APUs da AMD, o que não permite o título ultrabook. A HP aposta em telas de 15,6 polegadas (1366 x 768 pixels), baterias removíveis e dispõem de teclados grandes o suficientes para acomodar os teclados numéricos completos.

Pavilion Sleekbook e o quase ultrabook da HP (Foto: Reprodução)Pavilion Sleekbook e o quase ultrabook da HP (Foto: Reprodução/Engadget)

Os dois modelos são, praticamente, o mesmo. A única diferença é que um deles usa tela touchscreen. O modelo com tela comum será comercializado com uma APU Trinity A6, 4 GB de RAM e 500 GB de espaço no disco rígido. O modelo com tela sensível ao toque terá hardware mais potente: APU A8, 6 GB de RAM e 750 GB de espaço em disco. A versão com tela touch tem espessura de 23 mm, ao passo que o irmão, com tela convencional, mede 21 de mm de espessura.

Os dois modelos contam com a tecnologia HP CoolSense, que em resumo, visa melhorar o rendimento do sistema de refrigeração da máquina em diversas condições de uso, de forma a garantir o conforto do usuário. Integrantes da linha de entrada da HP, será possível comprar os Pavilion Sleekbook com três opções de cores diferentes.

De acordo com o fabricante, ambos deverão estar no mercado até o fim de fevereiro. O Pavilion Sleekbook sem tela touch custará US$ 499, aproximadamente RS$ 1020. O Sleekbook Touchsmart terá preço de US$ 699, algo próximo a RS$ 1425, levando-se em conta a cotação do dólar em 8/1

Curiosidades na internet

Ouya, o console Android, já está nas mãos dos desenvolvedores. Veja o unboxing

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/games/Ouya-o-console-Android-ja-esta-nas-maos-dos-desenvolvedores-Veja-o-unboxing/Ouya

Com lançamento agendado entre março e abril de 2013, as primeiras unidades do Ouya já foram enviadas a desenvolvedores, para que eles possam iniciar a produção de conteúdo para o aparelho. Agora, a equipe que trabalhou na criação do dispositivo divulgou um vídeo para mostrar o kit que esses desenvolvedores receberam.

Apesar de não ter o visual da versão final, o produto se mostra com um tamanho muito mais reduzido que outros consoles, cabendo com facilidade na palma da mão. O pacote ainda conta com dois controles feitos de plástico transparente, baterias, cabo de força, cabos USB e cabos HDMI.

Um novo tipo de videogame

O mais novo console de videogame, Ouya, começou a ser desenvolvido graças a um financiamento do site de arrecadação de fundos Kickstarter, que conseguiu angariar 8,6 milhões de dólares (quase 17,5 milhões de reais) para dar início ao projeto. Mais de 63.000 pessoas contribuíram nas doações.

O aparelho utiliza o sistema operacional Android Jelly Bean, que é a mais nova versão do sistema operacional móvel do Google. Já sua capacidade de armazenamento é algo em torno dos 8 GB, com 1GB de memória RAM.
Curiosidades na internet

Bicicleta elétrica com ‘cara’ de moto armazena carga para 320 km

Acesse:http://www.techtudo.com.br/curiosidades/noticia/2012/12/bicicleta-eletrica-com-cara-de-moto-armazena-carga-para-320-km.html

Hanebrinx lançou um modelo de bicicleta, a X-5, que conta com baterias e motor elétrico. Dependendo do ponto de vista, você pode classificá-la como uma moto elétrica com pedais, que permitem que o condutor pedale para se locomover e recarregar as baterias.

Bicicleta elétrica esbanja tecnologia e custa caro (Foto: Divulgação) (Foto: Bicicleta elétrica esbanja tecnologia e custa caro (Foto: Divulgação))Bicicleta elétrica esbanja tecnologia e custa caro (Foto: Divulgação)

A combinação de leveza da X-5 com baterias e a possibilidade de usar pedais, fazem da bike elétrica da Hanebrinx um veículo elétrico com desempenho empolgante: pode alcançar 120 km/h e, mais importante, oferece autonomia de 320 quilômetros, raio operacional raro em veículos elétricos.

A X-5 foi projetada levando-se em consideração conceitos de design que garantissem mais leveza e rigidez. A moto/bicicleta elétrica tem um chassi inteiriço, suspensão com bom curso para garantir um comportamento estável e confortável no asfalto e caixa de trocas com 14 marchas.

Comercializada nos Estados Unidos como bicicleta elétrica, a X-5 dispensa placas, impostos, registros legais e a obrigatoriedade de habilitação para o condutor. Toda a tecnologia, beleza e esportividade da X-5 está a venda por US$ 16.940, aproximadamente R$ 35 mil. Se você encomendar uma agora, deverá recebê-la apenas em março de 2013.

Curiosidades na internet

Norte-americanos criam ônibus elétrico recarregado por indução

Acesse:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2012/12/norte-americanos-criam-onibus-eletrico-recarregado-por-inducao.html

Pesquisadores da Universidade de Utah, Estados Unidos, criaram um ônibus elétrico que se recarrega quando parado, usando o sistema de indução magnética, basicamente igual ao sistema de recarga sem fio de um smartphone. O Aggie Bus, como foi batizado, já começou a ser testado no sistema de transporte de Logan, onde fica localizado o campus da universidade.
A cada ponto de parada, ônibus recarrega bateria com 90% de eficiência (Foto: Reprodução)A cada ponto de parada, ônibus recarrega bateria com 90% de eficiência (Foto: Reprodução)

Os criadores do Aggie Bus criaram uma plataforma, que é posicionada no asfalto nos espaços onde o ônibus deve parar. Ao parar para deixar e receber novos passageiros, o veículo é recarregado via indução. Para que isso funcione, é preciso que um tipo especial de transformador elétrico seja dividido entre veículo e plataforma. Ao estacionar na área determinada, a corrente começa a fluir.

Parar com precisão um veículo grande e pesado numa área pequena é uma tarefa ingrata para o motorista, sobretudo no tráfego pesado de uma grande cidade. Por isso há uma pequena margem de erro considerada pelos desenvolvedores do Aggie Bus. Se o motorista errar a plataforma por uma margem de 15 centímetros, em qualquer direção, ainda será possível carregar 25 kW de potência nas baterias com uma eficiência de transmissão de mais de 90%.

O interessante da proposta é a perfeita harmonia do projeto com a realidade dos ônibus. Como eles possuem rotas predeterminadas, é possível calcular com alguma precisão a autonomia das baterias e posicionar convenientemente as plataformas de recarga. Diante disso, o Aggie Bus possui um conjunto de pequenas baterias, em lugar de apenas uma enorme, que não precisam passar horas a fio pela madrugada em processo de recarga. Baterias menores reduzem custos e não comprometem o espaço interno dos veículos.

O projeto vem dando tão certo que uma companhia nasceu dentro da universidade e pretende comercializar os descendentes do Aggie Bus já em 2013. A WAVE, nome da empresa, foi contratada pelo governo de Utah para desenvolver um modelo que seja capaz de receber 50 kW de carga a cada parada e que possa ser colocado para funcionar já no próximo ano.

Curiosidades na internet

Nokia revela novos aparelhos com baterias que duram até 47 dias

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/nokia/Nokia-revela-novos-aparelhos-com-baterias-que-duram-ate-47-dias/

Nokia asha 205

A Nokia revelou nesta segunda-feira (26) dois novos celulares para sua linha Asha, o Asha 205 e 206, que possuem alguns itens que poderão chamar a atenção dos consumidores. Um deles é a bateria de longa duração, que pode durar até 47 dias. As informações são do The Next Web.

O modelo Asha 205 estará disponível em duas versões: com dois chips SIM ou entrada para apenas um SIM. Possui teclado QWERTY, botão nativo de acesso ao Facebook – sugerindo que este é o tão aguardado celular do Facebook -, tem suporte somente para a conexão 2G e sua bateria é capaz de durar 37 dias no modo standby com um único SIM ou 25 dias no modelo com dois chips.

O telefone é equipado com uma nova tecnologia da Nokia, a Easy Swap, que permite que os usuários verifiquem a cobertura de rede de cada um de seus chips e até alterne as linhas telefônicas sem precisar reiniciar o aparelho. Além disso, o Asha 205 possui memória interna expansível até 32GB com o auxílio de um cartão microSD e possui aplicativos nativos do Twitter, Facebook, do chat eBuddy, e suporte para contas de e-mail como o Gmail.

Nokia Asha 205 e Nokia Asha 206Reprodução: The Next Web

Para atender ao público jovem, a Nokia manteve sua parceria com a Electronic Arts, permitindo que os usuários do 205 baixem até 40 jogos gratuitos como Need for Speed, Medal of Honor e FIFA. E os usuários ainda terão acesso ao aplicativo na web Life+ com informações sobre entretenimento, saúde e educação.

O novo dispositivo ainda estará disponível em uma série de combinações de cores, incluindo ciano e preto, amarelo e branco e rosa e magenta.

Já o Asha 206 possui um visual mais simples e, segundo o The Next Web, parece uma clara homenagem da empresa aos modelos que vem produzindo há uma década. O aparelho é equipado com o tradicional teclado alfanumérico e também estará disponível em duas versões: com suporte para um chip SIM ou para dois. E a bateria do 206 também impressiona com sua capacidade de duração de até 47 dias no modelo de um SIM e até 28 dias com dois chips.

Nokia Asha 205 e Nokia Asha 206Reprodução: The Next Web

O dispositivo com display de 2,4 polegadas possui suporte para o chat eBuddy e também para o WhatsApp, que estará disponível apenas na versão para dois chips, e câmera digital de 1,3 megapixels.

Tanto o Asha 205 como o 206 utilizam o navegador Nokia XPress, que incorpora a tecnologia na nuvem da empresa para reduzir o consumo de dados em até 90%. O recurso é ideal para os usuários que utilizam a conexão 2G ou que possuem um plano de dados mais baixo.

Os dois aparelhos estarão disponíveis nos principais mercados mundiais no último trimestre de 2012 e poderão ser adquiridos por US$ 62 (R$ 128).

Curiosidades na internet

Peixe robô nada e tem reações como se fosse de verdade

Acesse:http://www.techtudo.com.br/curiosidades/noticia/2012/11/peixe-robo-nada-e-tem-reacoes-como-se-fosse-de-verdade.html

Fora d’água, o peixe robô do japonês Takara Tomy pode parecer apenas um brinquedo barato. Dentro do aquário, no entanto, ele consegue ser confundido com um peixe de verdade. Seus movimentos aleatórios imitam perfeitamente a forma de nadar e comer de um animal real.

A invenção foi apresentada no International Toy Show, em Tóquio, e está sendo vendida por US$ 37, cerca de R$ 76. Cada peixe robô é mantido por duas baterias de relógio, que permitem os movimentos da cauda.

Peixe robô é mantido por duas pequenas baterias (Foto: Reprodução)Peixe robô é mantido por duas pequenas baterias (Foto: Reprodução)

O robô pode ser uma boa opção para quem quer um animal de estimação, mas não deseja ter trabalho. Ao invés de alimentar o peixe e limpar o aquário, o único cuidado que o peixe robô exige é uma troca de baterias de vez em quando.

Apesar de enganar quem observa de longe, o brinquedo apresenta um mecanismo bastante artificial na cauda. No entanto, os desenvolvedores acreditam que, com alguns ajustes no design, o peixe robô poderá se passar facilmente por um peixe real em um futuro próximo.

Veja um vídeo do peixe robô japonês abaixo:

Curiosidades na internet

Robôs policiais entrarão em ação ainda este ano nas ruas da Flórida

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/curiosidades/Robos-policiais-entrarao-em-acao-ainda-este-ano-nas-ruas-da-Florida/

Robocop

Um robô utilizando um distintivo poderá patrulhar as ruas das cidades, escrever multas e correr atrás de bandidos em um futuro bastante próximo. Mas não se preocupe: eles serão inteligentes e, além do cérebro, terão os olhos e ouvidos de policiais treinados que os controlarão.

“Eles serão operados remotamente por profissionais. O robô não irá atirar aleatoriamente e cometer o engano de acertar a pessoa errada”, disse Nagarajan Prabakar, um cientista da computação da Florida International University à BBC News nesta terça (2).

O conceito combina duas tecnologias: robótica e telepresença, o que deu ao projeto o apelido de “telebot”. Ele pretende oferecer a oficiais deficientes e veteranos militares uma oportunidade de servir novamente. Os pesquisadores da Universidade estão utilizando dois robôs customizados do Institute for Human Machine Cognition, que foram construídos para guerra. O protótipo do robô-policial custará aproximadamente US$ 500.000 (cerca de R$ 1 milhão).

O início do projeto só foi possível depois de ganhar uma ajuda de custo de US$ 20.000 (cerca de R$ 40.000) de Jeremy Robins, tenente comandante das Reservas Armadas dos Estados Unidos, que queria oferecer aos veteranos uma chance de se reconectarem com o trabalho.

Robô PolicialProtótipo inicial de um telebot sendo desenvolvido no Discovery Lab, da Florida International University

(Foto: Florida International Univeristy)

A tecnologia de telepresença permitirá uma comunicação em duas vias, através de vídeo e de uma interface intuitiva entre o oficial e o robô. Assim, tudo que o oficial desejar fazer, o robô responderá em tempo real. Por exemplo: quando o oficial virar para a esquerda, o robô obedecerá ao comando e fará o mesmo. Em sua primeira interação, o robô se moverá sobre rodas e suas funções serão básicas, como vigiar as ruas da cidade e se comunicar com pessoas como turistas perdidos ou criminosos tentando arrombar uma fechadura.

“Muita gente está interessada no filme Robocop, esperando modelos com mãos e andando por aí como verdadeiros policiais, mas um robô bípede é muito difícil de construir”, disse Jong-Hoon Kim, diretor do laboratório de pesquisa da Universidade. A equipe foca em criar um protótipo até o final deste ano para conduzir seus primeiros testes de campo. Os principais desafios do projeto incluem a compreensão das limitações de um robô de duas rodas (uma perseguição de criminosos em escadarias seria impossível, por exemplo) e a duração aproximada das baterias instaladas.

Futuras versões pretendem incluir um braço e uma espécie de pegador que poderá, por exemplo, colocar uma multa em um parabrisas. Os pesquisadores também pretendem incluir uma arma, como um taser, dentro do corpo do robô, para que ele possa render os bandidos pelas ruas.

“Eles podem ser deficientes” disse Prabakar, se referindo aos oficiais que controlarão os robôs policiais. “Mas podem monitorar a situação e tomar decisões corretas em uma operação”.

Será que esses robôs policiais seriam eficientes para combater o crime aqui no Brasil?

Curiosidades na internet

Carregar o Celular ou o Notebook Antes da Bateria Acabar Pode Estragá-lo?

Acesse:http://www.mundodastribos.com/carregar-o-celular-ou-o-notebook-antes-da-bateria-acabar-pode-estraga-lo.html

Confira uma série de dicas que podem prolongar o tempo de vida do seu aparelho portátil.

275849 carga celular Carregar o Celular ou o Notebook Antes da Bateria Acabar Pode Estragá lo?

Você já deve ter ouvido falar do perigo das baterias viciadas e da série de cuidados que se deve ter com seu celular ou notebook para que ele não se deteriore com o tempo. Muita coisa mudou desde que os primeiros portáteis surgiram no mercado, mas existem dicas para aumentar o tempo de vida da sua bateria. Veja as dicas mais importantes:

A bateria vicia ou não?

Não! Embora o fenômeno ocorresse com as baterias de Níquel-Cádmio, amplamente empregadas há alguns anos atrás. Nesses aparelhos, era importante não carrega-lo na tomada antes do término completo da sua carga. Cada vez que isso fosse feito, a bateria gravava o ponto em que a recarga foi feita como sua carga mínima, reduzindo assim a autonomia do aparelho.

275849 Baterias1 Carregar o Celular ou o Notebook Antes da Bateria Acabar Pode Estragá lo?

Atualmente, a tecnologia mais empregada nas baterias está na liga Íon-Lítio. A nova tecnologia não possui o chamado efeito memória, fazendo com que os aparelhos possam ser recarregados a qualquer momento. Também é não é mais necessário deixar os aparelhos carregando por dias seguidos antes da sua primeira utilização.

Dicas para prolongar a vida útil da sua bateria

As novas baterias de Íon-Lítio trabalham com sua vida útil medida em ciclos de carga. Ou seja, uma bateria com 300 ciclos de vida deve deixar de funcionar depois que for carregada e descarregada completamente por 300 vezes. Baseado nisso, é fácil deduzir que quanto mais vezes você recarregar seu celular ou notebook, mais tempo deve durar sua bateria.

Por outro lado, também é importante que a bateria realize seu ciclo de vez em quando. Deixar um notebook eternamente ligado à tomada com sua carga ao máximo poderá prejudicá-lo. O ideal é utilizar a carga da bateria pelo menos uma vez a cada 15 ou 20 dias.

Cuidados complementares

Evite deixar o aparelho em locais quentes, principalmente a parte da bateria. Isso acelera os processos químicos do seu interior e reduzem o seu número de ciclos de vida. Quem possui uma bateria complementar para seu notebook ou celular também deve evitar guardá-la sem alguma carga.

275849 Baterias2 Carregar o Celular ou o Notebook Antes da Bateria Acabar Pode Estragá lo?

Vale lembrar que os cuidados acima se aplicam a praticamente qualquer aparelho portátil que utilizem baterias de Íon-Lítio (MP3 Players, netbooks, tablets, smartphones, videogames portáteis, pilhas recarregáveis e outros)

Curiosidades na internet

%d blogueiros gostam disto: