Primeira multa por dirigir usando o Google Glass é aplicada nos EUA

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/google-glass/Primeira-multa-por-dirigir-usando-o-Google-Glass-e-aplicada-nos-EUA/

Google Glass

Enviar por Email

O fato, um tanto quanto inusitado, aconteceu com a desenvolvedora Cecilia Abadie, quando ela diriga usando seu Google Glass por San Diego, na Califórnia. Segundo a desenvolvedora, que usou seu perfil no Google+ para contar o ocorrido, ela trafegava acima da velocidade permitida na autoestrada e, quando abordada pelo policial, pensou que a multa seria por esse motivo.

“Um policial acabou de me parar e me deu uma multa por usar o Google Glass enquanto dirigia! A frase diz exatamente isso: ‘dirigindo com monitor visível para o motorista (Google Glass)’. É ilegal dirigir com o Google Glass na cabeça ou esse policial está errado? Qualquer conselho legal será agradecido! Isso aconteceu na Califórnia. Vocês conhecem outros Glass Explorers que tenham levado uma multa parecida em qualquer outro lugar dos EUA?”, desabafou na publicação.

Ao que tudo indica, o oficial enquadrou Abadie na lei de trânsito de número 27602 da Califórnia. Nela, o Estado proíbe os motoristas de assistirem a vídeos enquanto dirigem:

“Uma pessoa não deverá dirigir um veículo motorizado caso um receptor de televisão, um monitor de vídeo, uma TV, uma tela de vídeo ou qualquer outra forma de exibição de conteúdo televisivo ou sinal de vídeo que exiba entretenimento ou aplicações de negócios opere e esteja localizado no veículo motorizado em ponto à frente do encosto do assento do motorista ou esteja visível para o motorista”.

De acordo com Abadie, o gadget estava desligado no momento em que dirigia e a multa foi aplicada e, claramente, isso não seria suficiente para puní-la. O fato é que, inocente ou culpada, a desenvolvedora parece ter sido a primeira pessoa a receber uma multa de trânsito por usar o Google Glass enquanto dirigia.

O julgamento do caso deverá acontecer em janeiro.

Curiosidades na internet

Estúdio dos filmes Toy Story e Monstros SA, Pixar abre vagas nos EUA

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/estudio-dos-filmes-toy-story-e-monstros-sa-pixar-abre-vagas-nos-eua-20131203.html

Oportunidades são para Seattle, em Washington, e Emeryville, na Califórnia

PixarMontagem R7

De acordo com a Pixar, as vagas são para as cidades de Emeryville, na Califórnia, e Seattle, em Washington

O estúdio de filmes de animação de sucesso como Toy Story, Monstros SA e Procurando Nemo está com vagas abertas em suas filiais em Washington e na Califórnia. A Pixar, cujo um dos fundadores foi Steve Jobs, procura programador para RenderMan, seu software para imagens 3D, e sub-chefe de cozinha, o sous-chef.

De acordo com a Pixar, as vagas são para as cidades de Emeryville, na Califórnia, e Seattle, em Washington.

Segundo o site do estúdio, o candidato a sous-chef deve ser compromissado, ter boa comunicação e bom gerenciador de equipe. Já o procura programador para RenderMan, do setor de artistas técnicos, a vaga é parar diretor técnico/set modeling e o candidato deve ter habilidades para criar ambientes reais e ser criativo.

Brasileiros passam quase três horas por dia jogando no celular, aponta pesquisa

Para mais informações sobre as vagas, basta consultar o banco de vagas da Pixar no site.

Curiosidades na internet

Mulher é multada por dirigir usando óculos inteligentes do Google nos EUA

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/2013/10/1364892-mulher-e-multada-por-dirigir-usando-oculos-inteligentes-do-google-nos-eua.shtml

No que parece ser o primeiro caso do tipo, a uruguaia Cecilia Abadie foi multada na quarta-feira (30) por dirigir seu carro enquanto usava os óculos conectados do Google, chamados Glass, em San Diego, Califórnia, cidade onde mora.

A empresária, que usa o dispositivo atualmente restrito a desenvolvedores do programa Explorer, divulgou uma foto do documento de autuação, que diz que a infração é “conduzir com um monitor visível ao motorista (Google Glass)”.

Reprodução/Google+
Cecilia Abadie
Foto de perfil de Cecilia Abadie na rede social do Google

A norma infringida é a 27602 do código de trânsito californiano, que proíbe pessoas de dirigirem um veículo motorizado “se um receptor de televisão, um monitor de vídeo, uma TV ou uma tela de vídeo, ou qualquer outro meio similar de exibição de sinal de vídeo que produza aplicações de entretenimento ou de negócios estiver operante e localizado em um ponto à frente da parte traseira do banco do condutor.”

Diversas pessoas que comentaram a postagem de Abadie na rede social Google+ em que ela descrevia o ocorrido a orientavam a recorrer da multa em um tribunal.

Abadie, que é dona da empresa 33 Labs, disse que estava com o aparelho desligado.

A repercussão por parte de outros usuários do Glass foi imediata, com uma “hashtag” criada para o assunto, #freececilia.

Reprodução/Google+
Multa recebida por Cecilia Abadie em San Diego, Califórnia, por dirigir usando os Google Glass
Multa recebida por Cecilia Abadie em San Diego, Califórnia, por dirigir usando os Google Glass

Curiosidades na internet

Coca-Cola e Pepsi mudam fórmula para evitar câncer

Acesse:http://www.megacurioso.com.br/culinaria/20474-coca-cola-e-pepsi-mudam-formula-para-evitar-cancer.htm

(Fonte da imagem: Redaccion)

A Coca-Cola e a Pepsi anunciaram que vão mudar a fórmula dos seus refrigerantes de cola de forma a evitar uma alerta de risco de câncer. A medida foi tomada depois que o estado da Califórnia incluiu na lista de substâncias cancerígenas um elemento químico que pode ser encontrado no corante caramelo, presente nos refrigerantes.

O centro de Ciência para Interesse Público e entidades de proteção ao consumidor também pressionaram as empresas a repensar a utilização da substância em suas bebidas. Segundo as entidades, o 4-metilimidazol pode ser associado com o desenvolvimento do câncer se consumido em quantidade excessiva.

O FDA, órgão norte-americano que regula remédios e alimentos, havia avaliado que para correr risco de desenvolver câncer a partir do uso de refrigerantes seria preciso consumir nada menos do que mil latinhas por dia.

“Embora acreditemos que não haja risco para a saúde pública que justifique as mudanças, pedimos aos fornecedores de caramelo que alterem as substâncias para que os produtos não estejam sujeitos à exigência de um aviso sem fundamento científico”, destacou Diana Garza, representante da Coca-Cola.

 

Curiosidades na internet

Peixe raro e gigante é encontrado na Califórnia

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/peixe-raro-e-gigante-e-encontrado-na-california

 peixe-remo-raro-gigante-the-history-channel
Um peixe enorme e raro, semelhante a uma serpente marinha, com cinco metros de comprimento, surpreendeu biólogos do Instituto Marinho da Ilha de Santa Catalina, na Califórnia (EUA). Também chamado de rei-dos-arenques, o corpo do animal sem vida foi encontrado por uma instrutora de mergulho que estava nas águas da baía de Toyon, a aproximadamente dois quilômetros ao sul da costa da ilha.
Foi preciso um intenso trabalho para a retirada do animal da água, que contou com a ajuda de 20 pessoas. Tanta mobilização é justificada pelo fato de que este peixe é muito difícil de ser encontrado. Cientificamente conhecido como regalecus glesne, o animal habita águas profundas de até mil metros de profundidade. O peixe-remo sempre foi um mistério para a ciência e, antigamente, acreditava-se que ele era uma espécie de monstro marinho.
peixe-remo-raro-gigante-the-history-channel
Segundo os especialistas, este peixe seria um filhote, já que um animal adulto pode medir mais de 17 metros. Os biólogos retiraram amostras do tecidos do animal que serão analisadas na Universidade da Califórnia/Santa Bárbara. O cadáver do peixe será enterrado na areia durante dois meses, até que se decomponha, para a obtenção do seu esqueleto.
Curiosidades na internet

Jovem de 21 anos vende aplicativo ainda não finalizado por quase R$ 56 milhões

Acesse:http://www.techmestre.com/jovem-de-21-anos-vende-aplicativo-ainda-nao-finalizado-por-quase-r-56-milhoes.html

Rapaz recém-formado trabalhou com uma equipe de 50 pessoas no projeto.

Lucas Duplan, de 21 anos, recebeu US$ 25 milhões (quase R$ 56 milhões) de investidores do Vale do Silício por conta de um aplicativo que desenvolveu juntamente com uma equipe de 50 pessoas.
.
O mais curioso nessa história é que o aplicativo ainda não está pronto. O engenheiro da computação conseguiu o dinheiro apenas com o protótipo do aplicativo testado por estudantes da Universidade de Stanford, onde o rapaz se formou recentemente.
.
Batizado de Clinkle, o aplicativo ainda não está bem definido sobre o que pode fazer. O site oficial ainda fornece poucos detalhes, mas se sabe que ele reconstrói uma carteira analógica do zero para levar o usuário ao pagamento do futuro. A ferramenta deve ser lançada no final do ano para versões Android e iOS.
.
“Nosso objetivo é modernizar a forma de pagamento. Queremos fazer com que seu telefone, pela primeira vez, rivalize com dinheiro e cartão de crédito”, relatou Duplan.
.
Jovem de 21 anos vende aplicativo ainda não finalizado por quase R$ 56 milhões
.
O estudante resolveu criar o aplicativo quando ainda era calouro e fazia uma viagem ao Reino Unido. Ele percebeu que podia utilizar aplicativos para diversas funções, menos para pagar um sanduíche. Depois que voltou para a Califórnia, o rapaz alugou uma casa em Palo Alto e liderou dez alunos no projeto.

Curiosidades na internet

Bar proíbe entrada de clientes que não o curtem no Facebook

Acesse:http://www.techmestre.com/bar-proibe-entrada-de-clientes-que-nao-o-curtem-no-facebook.html

Proprietário tem como intenção diminuir o índice de brigas no local.

O pub Finnegan’s, bar situado na cidade de Stockton (Califórnia, Estados Unidos), inovou ao limitar a entrada de pessoas em seu estabelecimento. Ele utiliza o Facebook para saber quem curte ou não o bar, liberando a entrada apenas para os “amigos”.

.. 
Tony Mannor, proprietário do exótico estabelecimento, permite que as pessoas entrem normalmente até as 21 horas. A partir deste horário só podem adentrar as pessoas que forem “amigas” do bar na rede social.
 .
“O que nós fizemos, primeiramente, foi aplicá-la nas noites de sexta, quando havia muitas brigas. Após as listas, não houve mais problemas. O mesmo ocorreu aos sábados”, relatou Mannor que explicando que a intenção é diminuir as brigas no local.
Bar proíbe entrada de clientes que não o curtem no Facebook
A lista do bar já possui mais de 7.000 nomes na lista, e agora a ideia é fazer com que os funcionários conheçam o máximo de nomes que conseguirem, para assim criarem um laço mais afetivo entre o bar e os clientes.

Curiosidades na internet