Carro de corrida elétrico bate recorde mundial de velocidade

Acesse:http://inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=recorde-mundial-velocidade-carro-corrida-eletrico&id=010170130701

Carro de corrida elétrico bate recorde mundial de velocidade

O carro elétrico Lola B12 69/EV atingiu uma velocidade de 328,6 km/h. [Imagem: Lola]

Recorde de velocidade de carro elétrico

O protótipo de carro de corrida elétrico fabricado pela Drayson Racing Technologies, um consórcio de 10 empresas do setor automobilístico, quebrou o recorde mundial de velocidade dessa categoria emergente.

O carro elétrico Lola B12 69/EV atingiu uma velocidade de 328,6 km/h.

O recorde anterior era de 281 km/h, estabelecido em 1974 pelo Battery Box, fabricado pela General Electric.

A empresa anunciou que irá inscrever o veículo recordista nas 24 Horas de Le Mans do próximo ano, afirmando que a competição vai funcionar como um “banco de testes desafiador” para tecnologias que poderão ser adotadas futuramente nos carros de rua – elétricos ou híbridos.

Fórmula E

A fim de se qualificar para a quebra do recorde mundial de velocidade perante a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) o carro de corrida elétrico precisava pesar menos de 1.000 kg, sem o motorista.

Para isso, os projetistas adaptaram um carro da série Le Mans que havia sido projetado originalmente para usar um motor a bio-etanol, substituindo esse propulsor por um conjunto de baterias capaz de fornecer 20 quilowatts-hora, gerando 850 cavalos de potência.

Foi necessário também adaptar o chassi do veículo, feito inteiramente de fibra de carbono reciclado.

A Drayson Racing afirmou que vai centrar sua atenção agora no lançamento do campeonato mundial de Fórmula E, uma espécie de Fórmula 1 dos carros elétricos, que deverá começar em setembro de 2014.

A primeira corrida de carros elétricos da Fórmula E será realizada em Londres. Roma, Miami, Pequim e Rio de Janeiro estão entre os outros sete locais.

Carro de corrida elétrico bate recorde mundial de velocidade

O Zeod RC, da Nissan, também participará das 24 Horas de Le Mans do próximo ano. [Imagem: Nissan]

Carros de corrida elétricos

A Drayson Racing não é a única fabricante que está apostando em carros de corrida elétricos para estimular a adoção da tecnologia.

A Spark, de Cingapura, e a McLaren, da Inglaterra, também estão construindo carros de corrida elétricos, bem mais parecidos com um Fórmula 1, para participar da primeira temporada da Fórmula E.

A própria Drayson anunciou que terá uma máquina para a competição em 2015, com alguns dos mesmos componentes utilizados no Lola B12 69/EV.

Na semana passada, a Nissan apresentou o seu Zeod RC (Zero Emission On Demand Car Racing), um híbrido que pode alternar entre energia elétrica e gasolina.

O Zeod RC “pode atingir velocidades acima de 300 km/h”, segundo a empresa, e também participará das 24 Horas de Le Mans do próximo ano.

Curiosidades na internet

Triumph lança novas Daytona 675 e Street Tiple no Brasil

Acesse:http://g1.globo.com/carros/motos/noticia/2013/05/triumph-lanca-novas-daytona-675-e-street-tiple-no-brasil.html

Daytona custa a partir de R$ 48.690 e naked Street Triple R$ 31.900.

Modelos chegam às lojas da marca britânica no país em junho.

Triumph Daytona 675 (Foto: Rafael Miotto/G1)Nova Triumph Daytona 675 fez estreia no Salão de Milão 2012 (Foto: Rafael Miotto/G1)

A Triumph apresentou nesta terça-feira (14), em Mogi-Guaçu, SP, as novas gerações de Daytona 675 e Street Triple. Ambos modelos receberam profundas alterações no final de 2012 e chegam ao Brasil, com a montagem de suas unidades em Manaus, na fábrica da empresa britânica. A esportiva Daytona custa a partir de R$ 48.690, enquanto a naked (sem carenagens) parte de R$ 31.900.

Street Triple chega ao Brasi por R$ 31.900 (Foto: Rafael Miotto/G1)Street Triple chega ao Brasil por R$ 31.900 (Foto: Rafael Miotto/G1)

De volta ao Brasil desde o ano passado, agora com subsidiária própria no país e fábrica em Manaus, a empresa terá com a chegada destas duas motos oito modelos à venda no Brasil. Durante o anúncio oficial da chegada da marca, em 2012, seis modelos foram apresentados:Tiger 800XC, Tiger Explorer, Speed Triple, T100 Bonneville, Thunderbird e Rocket III.

Daytona 675
A nova geração da esportiva da Triumph fez sua estreia no Salão de Milão 2012. Segundo a marca, desde o chassi da moto, passando por visual e motor, tudo foi alterado na Daytona. Ela chega ao mercado brasileiro mantendo o propulsor de três cilindros, configuração tradicional da fabricante britânica, mas com potência aumentada para 128 cavalos, 3 cv a mais que no antigo modelo – a geração anterior chegou a ser vendida no Brasil pelo Grupo Izzo

O torque também ficou mais forte, aumentando em 0,2 kgfm, e agora atinge pico de 7,64 kgfm. Pesando 1,5 kg a menos que sua antecessora, a nova Daytona pesa 184 kg em ordem de marcha (com fluídos e combustível no tanque). Com freios ABS de série, que é possível ser desligado, é ideal para pilotagem em circuito.

Daytona 675R e Street Triple (Foto: Rafael Miotto/G1)Daytona 675R e Street Triple (Foto: Rafael Miotto/G1)

Segundo a empresa, foram três anos desenvolvendo o modelo e o chassi é novo, com distribuição de massas melhorada. A estética da motocicleta ficou mais moderna é perdeu um pouco das linhas arredondadas, que passaram a ser mais retas.

Há ainda um sistema de embreagem anti-deslizante de série, que evita o travamento da roda traseira em reduções de marchas bruscas. As suspensões também são novas e possuem bengala invertida na dianteira e monoamortecedor na traseira – ambos com múltiplas regulagens. O câmbio é de seis velocidades e o tanque comporta até 17,4 litros.

Street Triple
De acordo com a empresa britânica, a naked Street Triple, que teve a nova versão lançada no Salão de Colônia 2012, ganhou novo chassi, melhorando o desempenho dinâmico da moto – a moto está 6 kg mais leve que o modelo anterior, com 183 kg. A Triumph informa que houve uma redistribuição das massas, por exemplo, o novo escape está agora em posição mais baixa, contribuindo para melhorar a estabilidade da moto. O motor tem a mesma base do tricilíndrico de 675 cm³ da Daytona, com refrigeração líquida e injeção eletrônica.

Triumph Street Triple (Foto: Rafael Miotto/G1)

Curiosidades na internet

Apple fará iPhone de plástico com preço mais barato

Acesse:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2013/01/apple-fara-iphone-de-plastico-com-preco-mais-barato.html

A Apple lançará um iPhone com chassi de plástico em breve. De acordo com as fontes do site iLounge, o modelo teria a missão de, num primeiro momento, melhorar a participação do smartphone da Apple dentro do enorme mercado chinês. Depois, ganharia o mundo com seu preço mais em conta.

Site apresenta imagem do que pode ser o protótipo do iPhone mais economico (Foto: Reprodução)Site apresenta imagem do que pode ser o protótipo do iPhone mais econômico (Foto: Reprodução/iLounge)

Segundo o rumor, o corpo em plástico não é sinal de um aparelho com qualidade inferior no hardware. As fontes garantiram que o modelo será comercializado com tela Retina e vidro Gorilla Glass. O aparelho já terá a nova porta Lightning para sincronização de dados e recarga de bateria. Além disso, o uso da tela de alta resolução reforça a ideia da aplicação do processador quad-core A6.

Na parte inferior do aparelho, haverá um microfone extra e o plug para o fone de ouvido. Já a parte traseira terá o mesmo desenho curvo do iPhone 3GS, além de um perfil mais espesso do que o atual iPhone 5.

iPhone mais em conta terá porta Lightning (Foto: Reprodução)iPhone mais em conta terá porta Lightning (Foto: Reprodução/iLounge)

No painel frontal, o usuário encontrará uma tela que salta um pouco do chassi, exatamente como no iPod Touch de quinta geração. Os cantos, mais arredondados, recuperam o desenho do iPod Classic e a construção com a junção da tampa traseira com a tela.

De acordo com o site, a iniciativa da Apple tenta barrar a crescente popularidade dos sistemas concorrentes na China. Num país onde a média salarial chega aos US$ 3 mil por mês, um iPhone 5 a US$ 849 não tem muita margem de competitividade contra os Windows Phone e Androids. Como o mercado da China representa um manancial ainda inexplorado pelas empresas de tecnologia, a Apple calcula que um iPhone 5 com corpo plástico e preço mais em conta seria um produto competitivo.

Curiosidades na internet