Próxima geração de DSL pode transmitir até 1 Gbps pelo fio de telefone

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/banda-larga/Proxima-geracao-de-DSL-pode-transmitir-ate-1-Gbps-pelo-fio-de-telefone/

internet

Enviar por Email

Uma nova tecnologia pode mudar a internet DSL como a conhecemos. Um novo padrão, chamado G.fast, promete entregar velocidades de transferência de até 1 Gbps, tudo isso utilizando os fios de cobre das linhas telefônicas comuns. Ou seja, nada de instalação de nova infraestrutura, tudo continua funcionando como já é hoje em dia, conforme explica o site Extreme Tech.

O VDSL2, padrão atual, permite velocidades de no máximo 100 Mbps em uma largura de banda de 30 MHz. Isso se deve à forma como as frequências são utilizadas, com diferentes valores para o transporte de dados ou voz, para os telefones convencionais. O G.fast mais do que triplica esse total e o leva a 106 MHz, aumentando assim a eficácia da conexão.

Por outro lado, a nova tecnologia ainda tem seus problemas. A faixa superior onde ela está localizada, por exemplo, entra em conflito com o espectro das rádios FM, o que pode gerar interferências. Além disso, como a frequência usada pela G.fast é muito mais ampla, aumenta a quantidade de linhas cruzadas entre os fios.

O G.fast também deixa as operadoras livres para realizarem cortes na velocidade ou moldar a largura de banda como preferirem, de forma a economizar infraestrutura ou adequar melhor a gama de clientes. Não é a melhor ideia para os consumidores, mas com certeza, uma possibilidade que pode tornar a tecnologia mais fácil de ser adotada em larga escala.

Por enquanto, a novidade ainda está em fase de testes e resolução dos problemas mais comuns. A expectativa é que o G.fast seja finalizado em 2014 e comece a aparecer por aí a partir de 2016.

Curiosidades na internet

Edite seus vídeos diretamente no YouTube

Acesse:http://canaltech.com.br/tutorial/youtube/Edite-seus-videos-diretamente-no-YouTube/

YouTube tablet PC

Postar vídeos no YouTube está se tornando cada vez mais fácil. Basta pegar o seu celular, gravar o que você quer, ter uma conexão razoável e pronto, seu vídeo já vai estar online para quem quiser assistir. Mas, às vezes, aquela filmagem pode não ter ficado exatamente do jeito que você imaginou e precisa de um pouco de edição.

Editar um vídeo não é uma das tarefas mais rápidas de se fazer em seu computador. Você precisa transferir o vídeo para o programa, escolher o formato ideal, fazer a edição e, principalmente, renderizá-lo antes de poder postá-lo no YouTube.

Para facilitar a edição e postagem de vídeos, o próprio YouTube agora conta com uma ferramenta de edição que permite que você edite-os online (basta ter um computador com acesso à internet).

O Editor de Vídeo do YouTube permite juntar vários clipes pequenos para que possa transformar em um vídeo maior no final. Você também pode marcar o começo e o final de um clipe, diminuindo o tamanho do vídeo ou cortar materiais não desejados. É possível, ainda, usar o editor para adicionar uma trilha sonora. Tudo isso a um clique da publicação final, sem precisar ficar subindo novamente o vídeo para a página.

Veja o nosso passo a passo para poder editar aquele vídeo das férias que você fez.

1. Abra a janela de edição

Antes de mais nada, você precisa de uma conta no YouTube. Se você já tiver uma conta, vá até o endereço www.youtube.com/editor

TutorialYouTube1

2. Suba os clipes

Continue lendo,,,clique aqui…

Curiosidades na internet

Polaroid apresenta câmera de 18 megapixels com Android na Eletrolar

Acesse:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2013/07/polaroid-apresenta-camera-de-18-megapixels-com-android-na-eletrolar.html

Polaroid reservou para a Eletrolar Show 2013 o lançamento da câmera iM1836, que traz 18 megapixels de resolução e sistema Android, no Brasil. A máquina fotográfica está em exposição na feira que acontece em São Paulo, mas não atendeu às expectativas de mercado.

Entretanto, com interface ainda em desenvolvimento e o corpo de um protótipo, a iM1836apresentou erros e bugs. Em um deles, a imagem tendia para uma cor – verde, no caso dos testes – e demonstrou baixa qualidade na captura de luz.

Confira as novidades que estarão na feira

polaroid1As lentes intercambiáveis prometem ser o grande diferencial da iM 1836 (Foto: Reprodução/André Fogaça)

O modelo da Polaroid foi apresentado pela primeira vez durante a CES, em janeiro. A câmera combina a resolução de 18 megapixels com o sistema operacional Android, em sua versão 4.2, e um importante diferencial: as lentes intercambiáveis.

O aparelho entra em um mercado que já conta com aparelhos como a Galaxy Camera da Samsung e Nikon Coolpix S800c, todas equipadas com o Android em uma interface modificada para a operação de uma câmera fotográfica.

polaroid3Interface ainda está em desesnvolvimento (Foto: Reprodução/André Fogaça)

No Brasil, o modelo será comercializado com uma lente zoom de 10-30 mm e abertura entre F3.0-5.6. As imagens podem ser gravadas em resolução de até 18 megapixels e os vídeos em Full HD (1920 x 1080 pixels). A tela é de 3,5 polegadas, sensível ao toque e a conexão com os aplicativos do Android (como Instagram e demais apps do Google Play) ocorre por meio de uma conexão Wi-Fi.

polaroid2Protótipo apresentado ainda apresenta problemas com captura de cores (Foto: Reprodução/André Fogaça)

Seu valor sugerido é de R$ 1.799 e o lançamento está marcado para o final de agosto. O pacote, inicialmente, trará a lente de 10-30mm, enquanto outras lentes devem ser comercializadas até o final do ano.

Curiosidades na internet

O3b lançará novos satélites e poderá trazer conexão do Google Fiber ao Brasil

Acesse:http://www.canaltech.com.br/noticia/banda-larga/O3b-lancara-novos-satelites-e-podera-trazer-conexao-do-Google-Fiber-ao-Brasil/

satélite

A O3b anunciou recentemente que irá lançar seus primeiros quatro satélites ao espaço em setembro deste ano, e a companhia tem como principal objetivo levar a áreas remotas conexão de alta velocidade e por preços mais acessíveis. A empresa também conta com investimentos do Google em seus projetos de envio de satélites. As informações são do Engadget.

O objetivo da O3b é enviar ao espaço um total de 16 satélites que devem levar conexão com a internet para mais de 3 bilhões de pessoas que habitam regiões remotas da América Latina, África, Austrália, Oriente Médio e Ásia. A empresa também planeja atingir velocidade máxima de download com seus satélites de até 1.2 Gbps, o equivalente ao distribuído pelo Google Fiber, disponível apenas para alguns moradores de Kansas City, Estados Unidos.

Os satélites serão lançados a partir da Guiana Francesa e, segundo o Google afirmou em 2008, os dispositivos espaciais da O3b podem contribuir para a redução dos custos com banda larga em até 95%, principalmente em regiões onde sua utilização é muito cara.

Curiosidades na internet

Com novo serviço, Claro, Net e Embratel elevam sinergia operacional

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/com-novo-servico-claro-net-e-embratel-elevam-sinergia-operacional-20130516.html

RIO DE JANEIRO, 16 Mai (Reuters) – As operadoras de telecomunicações Claro, Net e Embratel deram nesta quinta-feira um novo passo para a integração operacional das companhias, em um momento no qual o controlador América Móvil busca a união societária das três companhias.

As subsidiárias do grupo mexicano anunciaram um novo serviço convergente para banda larga, o que permitirá que os clientes das três operadoras tenham acesso a pontos de conexão à Internet via tecnologia de rede sem fio Wifi em diversas cidades.

Os investimentos totais nesse projeto de Wifi das companhias, feitos igualmente entre elas, já superam 100 milhões de reais, segundo executivos das empresas, e devem abranger principalmente capitais, com 6.000 pontos de acesso.

São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília já dispõem do serviço, ao passo que Belo Horizonte, Curitiba, Recife, Salvador, Porto Alegre e Campinas devem ser cobertas nos próximos dias.

O anúncio acontece após outras medidas semelhantes tomadas pelas companhias nos últimos anos, como um grande pacote combinado de serviços lançado em 2011 que envolve TV paga, telefonia móvel e fixa e banda larga.

Executivos salientaram nesta quinta-feira que o movimento é um trabalho contínuo das companhias para criar sinergias entre elas, enquanto a fusão societária das empresas do grupo ainda não acontece.

“Temos que continuar fazendo esse trabalho de sinergias para otimizar custos, para poder entregar com muito maior eficiência esses serviços”, afirmou a jornalistas o presidente da Claro, Carlos Zenteno.

Para o presidente da Net, José Félix, o desafio operacional é maior do que quaisquer dificuldades societárias que possam ser enfrentadas para a união das companhias.

“O grande desafio de integração das empresas dessa natureza está no que a gente está fazendo hoje… que é a integração de processos, de redes, de produtos”, disse Félix.

Os executivos, inclusive, minimizaram os efeitos de uma união societária entre as companhias.

“A integração acontece todos os dias, societariamente vamos chegar a ser a mesma companhia, mas na operação de todos os dias isso não é tão relevante”, afirmou Zenteno.

“É um trabalho de médio prazo, mas cada uma das companhias continuam com seu foco de negócio”, salientou o executivo, afirmando que as três marcas seriam mantidas.

A Embratel Participações havia anunciado em abril o início de análises internas para consolidar as operações da América Móvil no Brasil em uma única sociedade.

No ano passado, a Embratel não seguiu adiante com uma oferta pública de ações (OPA) para fechar o capital da Net, uma operação que, embora separada do processo de união das três empresas, simplificaria o processo de reestruturação acionária nesse processo.

Curiosidades na internet

YouTube começa a exibir vídeos para quem tem conexão lenta com a internet

Acesse:http://www.techmestre.com/youtube-comeca-a-exibir-videos-para-quem-tem-conexao-lenta-com-a-internet.html

Serviço do Google incluiu resolução 144p, de baixíssima qualidade mas muito leve.

O YouTube incluiu a resolução 144p, de baixíssima qualidade, para que os vídeos exibidos no serviço possam rodar em computadores que tenham conexão muito lenta com a internet. A resolução baixa da mínima, que era de 240p.
.
A novidade foi vista na última segunda-feira, e aos poucos está sendo implementada para todo o acervo do YouTube.
.
O serviço de vídeos do Google tenta se popularizar cada vez mais, visando mercados emergentes, onde a conexão com a internet, na maios parte, é lenta. Dessa maneira os travamentos ocorrem com menor frequência para que os usuários consigam assistir os vídeos mais facilmente.

Curiosidades na internet