Criado o primeiro mouse controlado por respiração

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/38600/38600

Mouse japonês

(Foto: Divulgação)
Pessoas com limitações motoras ganharam um aliado para acessar a internet. Cientistas japoneses dizem nesta sexta-feira terem desenvolvido o primeiro mouse do mundo controlado por respiração para facilitar a interação com a máquina.
.
O cursor é comandado a partir da intensidade e duração do sopro, que passa por um tubo até clicar nos botões direito e esquerdo do mouse. A tecnologia permite ainda que o usuário ative comandos específicos no teclado, que é projetado na tela do computador.”O uso das redes sociais e outros serviços online permitem que pessoas com deficiências motoras possam ampliar suas formas de comunicação e, inclusive, realizar certas atividades de trabalho”, disse o professor encarregado do desenvolvimento do aparelho, Ichiro Kitayama, à EFE.

Os responsáveis pelo projeto conversam com fabricantes para avaliar a possibilidade de colocá-lo à venda nos próximos anos com preço estimado em US$ 508, acima de R$ 1 mil. Segundo o professor Kitayama, o objetivo futuro do grupo é desenvolver um robô que ajude deficientes físicos a realizar tarefas básicas do dia a dia por meio da respiração.

Curiosidades na internet

Adolescente ganha braço biônico controlado por aplicativo de celular

Acesse:http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/04/130427_adolescente_britanico_app_braco_bionico_lgb_rn.shtml

Braço biônico / Getty

Patrick Kane perdeu braço esquerdo ao contrair meningite quando bebê

Um adolescente britânico tornou-se a primeira pessoa no Reino Unido a receber um braço biônico que pode ser controlado por meio de um aplicativo de celular.

Natural de Londres, Patrick Kane, de 16 anos, perdeu o braço esquerdo e a perna direita ao contrair meningite quando ainda era bebê.

Segundo ele, não há “dinheiro que pague” o seu “i-braço”.

O aplicativo permite aos usuários do braço biônico a programar as posições dele durante as 24 horas do dia.

Assim, os movimentos podem ser controlados ora por meio da escolha das posições da mão usando o aplicativo, ora pela contração dos músculos.

Patrick já vinha usando uma versão anterior do braço biônico, que foi desenvolvido pela empresa de tecnologia Touch Bionics, desde 2010.

Segundo ele, a nova versão lhe dá maiores movimentos com o polegar.

Ao visitar a sede da companhia em Livingston, na Escócia, Patrick disse que, antigamente, tinha de pedir as pessoas para amarrar os seus sapatos.

“Eu ainda me viro bem quando eu não estou usando o braço biônico, mas é inegável que ele me dá maior flexibilidade. Hoje posso fazer tudo o que quiser com ele”.

“O braço também me permitirá fazer coisas de forma bem mais rápida”.

O novo membro foi acoplado ao braço de Patrick e possui dois sensores, que, localizado sobre os músculos, identifica quando os tecidos se contraem.

Isso permite que Patrick controle o movimento do braço e de seu polegar, o que, antigamente, não era possível sem a ajuda do seu braço direito.

A rotação do polegar também possibilita que o dedo se vire automaticamente quando direcionado pelo aplicativo do celular ou pela contração muscular.

Patrick afirma que ele não conseguiu se adaptar ao braço protético, mas ressalva que com o biônico é diferente.

“Adoro falar sobre isso com as pessoas. Tenho muito orgulho do meu braço biônico”.

Ian Stevens, CEO da Touch Bionics, diz que a tecnologia dá aos usuários “controle e destreza sem paralelo”.

Ele acrescentou que o braço biônico também torna as atividades diárias “menos difíceis, o que aumenta a qualidade de vida” daqueles que o usam.

Curiosidades na internet