Luva musical ajuda pacientes com lesões na medula a retomarem a sensibilidade

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/ciencia/Luva-musical-ajuda-pacientes-com-lesoes-na-medula-a-retomarem-a-sensibilidade/

Mobile Music Touch Luva

Uma luva sem fio foi desenvolvida no Georgia Tech – Centro de Música e Tecnologia, nos EUA – para ensinar os usuários a tocar piano e, além disso, melhorar a sensibilidade e mobilidade das mãos de pessoas que sofreram danos na medula espinhal, segundo pesquisadores.

O estudante de graduação Kevin Huang, a professora Ellen Yi-Luen Do e o professor Thad Starner fazem parte do projeto “Piano Touch”, que utiliza uma luva equipada com pequenos sensores de vibração para ajudar os usuários a aprender a tocar músicas em um teclado.

O dispositivo chamado “Mobile Music Touch” trabalha ao lado de um computador e um teclado. Graças a ele, pacientes que sofreram traumas na medula há mais de um ano já apresentam bom desenvolvimento. Segundo a líder do projeto, Tanya Markow, os resultados foram além de suas expectativas, já que alguns pacientes conseguiram, inclusive, sentir a textura de suas roupas pela primeira vez após o trauma.

MMT Teclado

Quando uma música está programada em um computador, smartphone ou MP3 Player, o usuário aprende a tocá-la atráves de pistas táteis (que vibram na região dos dedos que devem pressionar as teclas) e visuais (que acendem as notas corretas nas teclas). Com o tempo, os usuários começam a memorizar as músicas e expandem seus repertórios.

Neste estudo, alguns participantes foram instruídos a praticar com a luva por 30 minutos, três vezes por semana, e também utilizar o aparelho por duas horas diárias, durante cinco dias na semana, para sentirem suas vibrações. Outros participantes praticaram as músicas e fizeram suas tarefas do dia-a-dia sem usar a luva.

Os pesquisadores avaliaram os participantes com vários testes de sensibilidade, e também segurando objetos, para mensurar o progresso. O resultado foi satisfatório: aqueles que usaram a luva ao piano apresentaram melhoras estatisticamente significantes.

Tanya Markow diz que as melhorias poderiam ser o resultado de uma atividade renovada no córtex sensorial da mão, que leva ao disparo do estímulo ao córtex motor cerebral. Tudo isso era uma reação de gatilho causada pelas vibrações na luva. Ainda não está claro se utilizar a luva fora do piano melhora os resultados. Para isso, mais pesquisas necessitam ser feitas e Markow pretende utilizar ressonância magnética para incluir resultados funcionais na próxima etapa.

Curiosidades na intermet

Tecnologia promete trazer a cura da cegueira até 2014

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/noticias/tecnologia-promete-trazer-a-cura-da-cegueira-ate-2014

Implante no cérebro aliado a câmera faria pessoa reconhecer objetos
Reprodução
Cegueira

Monash Vision, projeto da australiana Monash University, promete trazer a cura para a cegueira. A tecnologia consiste em implante no cérebro que, associado a uma câmera, promete projetar imagens no córtex da pessoa.

A câmera captura e envia os dados a um processador digital implantado próximo ao crânio. O chip estimula o córtex visual via eletrodos e ajuda o cérebro interpretar as imagens.

“É o sistema mais avançado já criado para auxiliar pessoas a reconhecerem diferentes objetos e cores”, disse Arthur Lowery, diretor do projeto, aoGuardian australiano. “Isso significa que pessoas podem ir a um encontro e saber quem está lá e quantos estão lá. Elas poderão sair de casa tranquilamente, pois saberão onde há árvores, por exemplo”, continua.

A visão não será completa, ela deve funcionar mais como um radar, mostrando apenas algumas centenas de pixels. “Se você tem um pouco de visão, talvez não seja muito útil para você”, explica Loweri. A inovação é voltada a pessoas completamente cegas – mesmo as que não têm globo ocular.

Os pesquisadores responsáveis pretendem lançar protótipo até a primeira metade de 2014. Se tiver sucesso, a tecnologia deverá se popularizar ao longo da próxima década. O projeto recebeu US$ 8 milhões do governo australiano.

Curiosidades na internet

Google lançará Nexus 11 com octa-core em maio, durante Google I/O

Acesse:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2013/04/google-lancara-nexus-11-com-octa-core-em-maio-durante-google-io.html

O Nexus 11, novo sucessor na linha de tablets Android “puro” do Google, será apresentado na edição 2013 do evento Google I/O, que acontece em maio. De acordo com as especificações, divulgadas pelo site Sam Mobile, ele será o primeiro tablet a vir com um processador de oito núcleos.

Nexus 10 pode ganhar um sucessor em breve (Foto: TechTudo)Nexus 10 pode ganhar um sucessor em breve (Foto: Rodrigo Bastos / TechTudo)

Nas especificações vazadas, o Nexus 11 aparece com um processador Samsung Exynos 5410 de oito núcleos (sendo que quatro são Cortex-A15 e quatro Cortex-A7), um display de 11 polegadas Super PLS TFT (resolução de 1.920 x 1.080, ou 2.560 x 1.600), além de câmera de 8 megapixels traseira e de 2 megapixels frontal. Uma expansão microSD, inédita nos aparelhos Nexus, também foi revelado.

O tablet não chega a ser uma novidade, já que é comum o Google revelar novos Nexus nas edições anuais de sua feira para desenvolvedores, o Google I/O. Ainda assim, para quem não havia deixado vazar rumores sobre o produto, estes primeiros detalhes se mostram bem interessantes.

Curiosidades na internet

Vazam novos detalhes do NVIDIA Tegra 4

Acesse:http://www.baboo.com.br/2012/12/vazam-novos-detalhes-do-nvidia-tegra-4/

Novos detalhes do NVIDIA Tegra 4

Com informações obtidas de um slide publicado no site, o Tegra 4 será desenvolvido em um processo de 28nm e terá cinco núcleos, quatro deles principais e um denominado “Battery Saver Core”.

O chip terá potência suficiente para renderizar uma resolução de 2560×1600 ou 1920×1080 em 120hz. De acordo com especialistas, é possível que este processador utilizará um design similar ao Cortex-A15. Ele também terá suporte a portas USB 3.0 e memória Dual Channel DDR3L.

Agora em relação ao desempenho, o slide aponta que ele será 20 vezes mais potente que o Tegra 2 e cerca de seis vezes do atual Tegra 3. Caso se leve em consideração que o atual processador da Apple, o A6X, chega a ser somente quatro vezes mais potente do que o Tegra 3, o Tegra 4 possivelmente tomará o reinado.

Ainda não existe uma data específica para a NVIDIA anunciar o Tegra 4. Rumores apontam que os primeiros detalhes oficiais do chip serão revelados durante a CES 2013, que ocorrerá em Las Vegas durante 8 e 11 de Janeiro

Curiosidades na internet