Redução de tarifas da telefonia fixa passa a valer neste sábado

Acesse:http://g1.globo.com/economia/noticia/2013/04/reducao-de-tarifas-da-telefonia-fixa-passa-valer-neste-sabado.html

Redução é para valores de ligação de telefone fixo para móvel.
Queda nas tarifas varia de 8,77% a 18,60%.

A redução no preço das tarifas de chamadas de telefones fixos para telefones móveis, determinada pela Anatel em fevereiro, passa a valer neste sábado (6).

A proposta de queda no custo das ligações foi aprovada em 28 de fevereiro, pelo Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

As operadoras Oi (Brasil Telecom), Telefônica, CTBC Telecom, Sercomtel e Embratel terão uma redução de 8,77% no valor das tarifas. A Telemar Norte Leste, pertencente à Oi, terá redução de 18,60%.

No ano passado, Oi (Brasil Telecom), Telefônica, CTBC Telecom, Sercomtel e Embratel tiveram redução de 10,78% nas tarifas de telefonia fixa. A Telemar Norte Leste S.A não reduziu tarifas, em função de determinações judiciais.

No início de fevereiro, a Anatel publicou as novas tarifas dos serviços de telefonia fixa local e de longa distância nacional. De acordo com a agência, as concessionárias Telefônica, CTBC e Sercomtel tiveram aprovado um aumento de 0,568% sobre a cesta de serviços, que inclui custo da tarifação por minuto, assinatura básica e taxa de habilitação. Os reajustes da Oi foram de 0,553%, e os da Embratel, de 0,554%, segundo a agência Valor Online.

O reajuste aprovado vale somente para as concessionárias que herdaram a estrutura do sistema Telebras, na privatização do setor. Portanto, os índices não recaem sobre os serviços de telefonia fixo oferecido pelas empresas autorizadas que atuam no regime privado – por exemplo, Net e GVT.

Outros reajustes
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta sexta-feira (5), o reajuste das tarifas de energia de empresas que atendem os estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Minas Gerais. As novas tarifas valerão a partir de segunda-feira (8).

 

Curiosidades na internet

Tarifa de ligação telefônica deve cair em 2013, com redução de taxa pela Anatel

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/telecom/Tarifa-de-ligacao-deve-cair-em-2013-devido-a-reducao-de-taxa-pela-Anatel/

ANATEL

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) aprovou nesta quinta-feira (1) um novo regulamento para o setor nacional de telefonia: as taxas cobradas pelas operadoras em ligações para outras empresas de telefonia móvel devem cair consideravelmente. A notícia saiu na Folha de S. Paulo.

O documento prevê que a taxa (que encontra-se atualmente em R$ 0,42) cairá para R$ 0,33 em 2013, R$ 0,25 em 2014 e R$ 0,16 em 2015. No ano seguinte, as empresas deverão seguir um novo modelo de custos, o qual ainda não foi regulamentado pela Anatel. Apenas para servir como parâmetro de comparação: nos Estados Unidos, esta taxa é inferior a R$ 0,10, e na Europa é de aproximadamente R$ 0,07.

Por enquanto é cedo para se determinar o impacto que tal medida causará na conta dos consumidores. De acordo com o conselheiro Marcelo Bechara, relator do processo, a medida oferece previsibilidade ao setor, fato positivo tanto para empresas quanto para consumidores. “Para que não haja uma queda brusca, nós propusemos uma escada [para os preços] até 2015”.

O conselheiro optou por acabar com o chamado ‘efeito clube’, que ocorre quando o preço de ligação para telefones de uma mesma operadora é bem menor do que para as outras. Ele prevê uma equiparação destes valores em todas as companhias telefônicas e acredita que, com a redução das taxas em escala gradativa, os preços já sejam reduzidos naturalmente pelas empresas.

Foi definido, ainda, que as operadoras pequenas que não possuem cobertura nacional deverão pagar uma menor taxa de roaming. Tal medida irá beneficiar empresas como a CTBC (que opera em Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul e interior de São Paulo) e Sercomtel (do Paraná). A Nextel, que possui licença para cobertura nacional mas não dispõe de rede em todas as regiões brasileiras, também será beneficiada. Os valores ainda não foram especificados.

Outra definição do novo regulamento obriga as empresas a compartilharem torres, dutos, valas e cabos. A fibra óptica não foi incluída nas regras de compartilhamento. Os valores cobrados por cada empresa ainda deverão ser apresentados à Anatel.

Curiosidades na internet