Sistema permite controlar robôs usando apenas o poder da mente

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/sistema-permite-controlar-robos-usando-apenas-o-poder-da-mente-28022014

Cientista explica como podemos controlar próteses, casas e robôs com as ondas do cérebro

Getty Images

Um projeto para controlar robôs usando apenas a mente atrai a atenção de qualquer amante de ficção científica de cara. Principalmente, quando um cientista está disponível para explicar como é possível transformar um boné em uma espécie de controle adaptado para mover robôs.

O projeto de robôs controlados apenas pelo pensamento é uma das novidades do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE), maior organização técnico-profissional do mundo. Formado em Engenharia Elétrica e Física na Universidade Técnica de Aachen (Alemanha), professor da Universidade Estadual de Michigan e diretor da MANTL  (Micro and Nano Technology Lab), Dean Aslam é o líder do projeto.

Desvendamos a tecnologia do Homem de Ferro

Com mais de 18 anos na profissão, Aslam transformou um brinquedo em um controle capaz de enviar comandos para um robô. Ao contrário do que se possa imaginar, a nova tecnologia não vai transformar as pessoas em super-heróis, ciborgues ou coisa do tipo. A ideia é que o dispositivo funcione com diferentes aparelhos, casas inteligentes e pode até ser usado no ramo da saúde, para detectar doenças como Parkinson, por exemplo.

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet

Carros que dispensam motoristas: veja a evolução dessa tecnologia

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/veiculos/Carros-que-dispensam-motoristas-veja-a-evolucao-dessa-tecnologia/carros que podem dirigir para você

Até 2040 a maioria dos veículos irá circular pelas ruas sem motorista. Essa previsão já foi realizada pelos membros do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE), uma das maiores organizações profissionais de engenharia do planeta.

O cofundador do Google, Sergey Brin, também acredita que os carros sem motoristas serão muito mais seguros do que aqueles controlados por humanos. Mas você confiaria em uma máquina para te levar para cima e para baixo em meio a esse trânsito caótico das cidades?

Conforme a BBC News ressaltou em uma reportagem, cerca de 90% dos acidentes envolvendo veículos são causados por erro humano, isso leva as montadoras de carros a crer que veículos que se ‘auto-dirigem’ são um ótima solução para aumentar a segurança no trânsito.

O psicólogo Dr. Graham Hole, da Universidade de Sussex, publicou alguns trabalhos sobre a psicologia na condução. Ele diz que as pessoas normalmente têm uma visão muito inflada de suas próprias habilidades, tanto que a maioria dos motoristas pensa que é melhor do que os demais.

Atualmente, um grande número de empresas está investindo em tecnologias de condução autônoma. General Motors, Volkswagen, Volvo, BMW, Audi, Mercedes e muitos outros estão em estágios bem evoluídos de desenvolvimento desse tipo de ‘veículo do futuro’.

Carro autônomoImagem: Reprodução / BBC News

O próprio Google de Sergey possui um protótipo que envolve uma tecnologia que mescla radares, lasers e o nosso querido Google Maps para que o veículo se mova até o ponto desejado sem o auxílio de um condutor.

A Volvo, atual fabricante do carro mais seguro testado na Europa, está envolvida no projeto autônomo Sartre (Safe Road Trains for the Environment), testando um comboio de carros em uma estrada aberta – todos eles adaptados ao sistema que não precisa do auxílio do motorista. Enquanto viajam pela rodovia, os motoristas podem relaxar, ler um jornal etc.

Os carros sem motorista da empresa são controlados automaticamente, seguindo um veículo líder e interagindo sem acidentes com os demais automóveis da rodovia, que não faziam ideia do que estava acontecendo. O teste pioneiro, realizado na Espanha, foi um sucesso.

Mesmo assim, alguns psicólogos estão preocupados com a segurança absoluta de ter um computador no controle da direção. “A realidade da situação é que os ambientes de condução são muito complexos e envolvem vários tipos de decisões a serem tomadas – de níveis estratégicos a níveis operacionais da prevenção de colisão”, disse o Dr. Hole.

Mas, além das questões de segurança, os profissionais também acreditam que as pessoas não estejam preparadas psicologicamente para largar o controle da situação e soltar as mãos do volante.

E você, gostaria de ter um carro autônomo?

Curiosidades na internet