Tag: google de

Google Maps disponibiliza consulta de rotas de ônibus intermunicipais no Brasil

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/google/Google-Maps-disponibiliza-consulta-de-rotas-de-onibus-intermunicipais-no-Brasil/

Google maps e onibus

O Google anunciou nesta quinta-feira (27) que passará a disponibilizar rotas de ônibus intermunicipais que ligam algumas cidades brasileiras através do Maps. Com o novo recurso, os usuários poderão programar suas viagens e visualizar o trajeto dos ônibus que ligam cerca de 800 municípios no Brasil.

“O Google Maps oferece informações úteis, precisas e de fácil consulta para um número cada vez maior de usuários. É possível encontrar locais e rotas de um ponto ao outro rapidamente, além de conferir quanto tempo esse deslocamento pode levar”, afirma a empresa em seu blog oficial. “Agora temos mais uma novidade: está disponível no Brasil a consulta de rotas de ônibus entre diversas cidades do país, na opção Transporte Público”.

As informações, fornecidas pela Netviagem, incluem 37 viações de ônibus que fazem cerca de 650 rotas que ligam diversos municípios no país. A ferramenta permite que os usuários chequem dados sobre uma viagem entre São Paulo e Curitiba, incluindo informações como rota, horário de partida e previsão de chegada ao destino, viações que fazem o percurso, preço e onde comprar passagens.

Rota ônibus Google MapsReprodução: Canaltech

Além das rotas intermunicipais, o Google também adicionou novas informações do transporte público em outras cidades brasileiras no Maps, como Curitiba (PR), Itajaí (SC), São José dos Campos, Santos e Sorocaba, estas últimas localizadas no estado de São Paulo.

Curiosidades na internet

Google e LG anunciam queda de preço do Nexus 4 no Brasil

Acesse:http://www.oficinadanet.com.br/post/10808-google-e-lg-anunciam-queda-de-preco-no-nexus-4-no-brasil

LG Nexus 4, smartphone produzido em parceria com o Google, teve redução de preços no Brasil, a queda de valor chega a 12%, ou seja, passando de R$ 1.699,00, para R$ 1.499,00, mesmo assim, bem longe do R$ 630,00 que é cobrado nos Estados Unidos.

Conforme matérias escritas na internet e confirmadas pelo próprio Google nesta terça-feira, 04 de junho; informam que o Nexus 4, smartphone produzido em parceria com a LG, irá ficar mais barato no Brasil.

O novo dispositivo móvel que possui Android Puro será comercializado por aqui, ao preço de RS 1.499,00 e além desta novidade, o Google ainda informou  que o mesmo será encontrado já a partir deste mês de junho nas lojas do ramo, em duas cores; branca e preta. O Nexus 4 que na data de seu lançamento no final de março, teve o preço fixado em R$ 1.699,00, teve um queda de 12%, tudo isso graças a nova Lei do Bem (Lei nº 11.196), que reduz as alíquotas de PIS e Cofins para aparelhos fabricados e montados no Brasil.

Mesmo antes do anúncio, algumas lojas já comercializavam o Nexus 4 a esse novo valor, isso claro em promoção, enquanto outras lojas iam ainda mais longe na promoção, chegando a cobrar R$ 1.250,00 pelo aparelho

O Nexus 4 é encontrado facilmente nas lojas do Ponto Frio, Fast Shop, Saraiva, Submarino, Fnac, Colombo, Magazine Luiza, Eletromar, Pernambucanas e Novo Mundo. Sendo que a partir de agora, as “novas promoções” deverão baixar ainda mais o valor cobrado pelo aparelho, que está muito longe do valor cobrado pelo smartphone nos Estados Unidos; por lá, o Nexus 4 da LG custa cerca de R$ 630,00, ou seja, a meta do valor cobrado aqui no Brasil.

Curiosidades na internet

Apps para iOS: Homem de Ferro 3, Winzip e outros tops da semana

Acesse:http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2013/04/apps-para-ios-homem-de-ferro-3-winzip-e-outros-tops-da-semana.html

O especial de apps para iPhone e iPad desta semana veio recheado de dicas úteis para transformar seu iGadget em um verdadeiro computador: o descompressor de arquivos WinZip, o navegador do Google, Chrome, e o app de buscas por imagens CamFind são os destaques. Nos jogos, Cut The Rope Time Travel trouxe uma temática bem louca para este megassucesso, e Homem de Ferro 3 chega bem a tempo de você se viciar com o novo filme. Confira!

*Aplicativos por Edivaldo Brito e jogos por Dário Coutinho.


– HOMEM DE FERRO 3 – JOGO OFICIAL (Grátis)

Baixe de graça o game de um dos filmes mais aguardados de 2013 (Foto: Divulgação)Baixe de graça o game de um dos filmes mais aguardados de 2013 (Foto: Divulgação)

O game oficial novo filme do Homem de Ferro, que estreia nesta sexta (26), traz para o seu iPhone, iPod Touch e iPad 18 armaduras para conhecer e colecionar. O game segue o estilo do Temple Run, mas com combates contra drones de batalha e inimigos saídos dos quadrinhos para enfrentar o bilionário Tony Stark. O jogo é gratuito para baixar e jogar.

Download do Homem de Ferro 3 – O jogo oficial | iOS 5.0+
– OLDIFY (Grátis)

Quer saber como ficará daqui a alguns anos? (Foto: Divulgação)Quer saber como ficará daqui a alguns anos? (Foto: Divulgação)

Já imaginou como você será daqui a trinta, quarenta, cinquenta anos? O Oldify pode responder esta pergunta. Ele é um app que envelhece rostos a partir de fotos recentes, criando até versões 3D de sua face, com direito a efeitos de piscar os olhos, mexer a boca e interações pelo toque na tela, como bocejos, sorrisos, tosses e outras ações engraçadas.

Download do Oldify | iOS 4.3+
– XCAMERA (Grátis)

xCamera esconde suas fotos de invasores (Foto: Divulgação)xCamera esconde suas fotos de invasores (Foto: Divulgação)

Essa app foi feito para proteger suas fotos e vídeos contra invasões de hackers. Com o xCamera você pode ocultar e proteger suas fotos e vídeos privados por trás de uma câmera funcional e 100% discreta. Para achar o compartimento secreto onde estão seus arquivos é preciso passar o dedo na tela em um movimento de cima para baixo. Já para acessar, é necessário digitar uma senha que só você saberá.

Download do xCamera  | iOS 5.1+
– CLASH OF CLANS (Grátis)

Clash of Clans é um dos jogos mais viciantes de toda App Store (Foto: Divulgação)Clash of Clans é um dos jogos mais viciantes de toda App Store (Foto: Divulgação)

Clash of Clans é um jogo viciante onde você construirá sua aldeia para encarar outros jogadores em divertidas batalhas online. O game impressiona pelo visual sem deixar de lado a “matemática” e os cálculos das provisões necessárias para manter seu exército. Combinando e gerenciando os recursos da forma mais eficiente possível, a atualização liberada essa semana ainda trouxe uma nova funcionalidade para criar ligas com seus amigos.

Download do Clash of Clans | iOS 4.3+
– CAMFIND (Grátis)

Descubra várias informações sobre um objeto, apenas fotografando (Foto: Divulgação)Descubra várias informações sobre um objeto, apenas fotografando (Foto: Divulgação)

Com esse app você simplesmente aponta seu gadget para um objeto, fotografa e deixa o resto com ele. Usando uma conexão de Internet, o app identificará e fornecerá informações para você sobre praticamente qualquer objeto fotografado. Não é preciso digitar palavras, nem mesmo saber dados sobre o que se quer buscar: basta fotografar. Ele tem também algumas funções que lhe ajudam a economizar tempo, como tradutor, leitor de código QR e código de barras, pesquisa de texto e pesquisa de voz.

Download do CamFind | iOS 6.0+
– WINZIP (Grátis)

Visualize e manipule arquivos RAR e ZIP no iOS (Foto: Divulgação)Visualize e manipule arquivos RAR e ZIP no iOS (Foto: Divulgação)

Se você recebeu um arquivo ZIP ou RAR como um anexo de e-mail, ou se quiser baixar e visualizar o conteúdo de um arquivo ZIP ou RAR da web, apenas toque na opção “Abrir com o WinZip”. Com esse app você poderá procurar e visualizar o conteúdo de arquivos comprimidos, extrair esses arquivos para ver ou editar em outro aplicativo, copiar seu conteúdo para a área de transferência, abrir arquivos em serviços de webmail (Yahoo, Gmail, Hotmail, etc) e também abrir alguns tipos ZIP criptografados. Ferramenta extremamente útil para quem já começou a deixar seu PC de lado.

Download do WinZip | iOS 4.2+
– GEMINI RUE (US$ 4,99)

Gemini Rue é um adventure game imperdível para os fãs do gênero (Foto: Divulgação)Gemini Rue é um adventure game imperdível para os fãs do gênero (Foto: Divulgação)

Gemini Rue é um game indicado para os amantes de boas histórias e de filmes de ficção científica como Blade Runner. No comando de dois personagens em um futuro decadente, o jogador conhecerá a história de pessoas em busca de sua identidade. Gemini Rue impressiona pela qualidade nos diálogos dublado e na direção de arte que apostou em efeitos de áudio e enredo, ao invés de apenas “gráficos”.

Download de Gemini Rue | iOS 4.3+
– GOOGLE CHROME (Grátis)

Tenha a mesma experiência do Chrome no desktop, no seu gadget (Foto: Divulgação)Tenha a mesma experiência do Chrome no desktop, no seu gadget (Foto: Divulgação)

Quem já está acostumado com o Chrome no desktop ou quem não gosta de usar o Safari gostará da versão móvel do navegador do Google. Faça login em sua conta para sincronizar e ter a mesma experiência que você tem no computador, acessando seus favoritos e outras opções do PC. Dá até pra sincronizar as abas abertas, recomeçando seus trabalhos exatamente de onde você parou.

Download do Google Chrome | iOS 5.0+


– FISH OUT OF WATER! (US$ 0,99)

Fish of Water é dos mesmos criadores de Fruit Ninja e Jetpack Joyride (Foto: Divulgação)Fish of Water é dos mesmos criadores de Fruit Ninja e Jetpack Joyride (Foto: Divulgação)

O novo game dos produtos de Fruit Ninja pretende fisgar você. Fish out of Water é um jogo viciante, com vários animais marinhos (peixes, baleias, golfinhos) que devem ser lançados ao ar para alcançar a maior distância possível. A mecânica de quicar na água é muito divertida

Curiosidades na internet

Google confirma: Glass terá sistema de som transmitido pelos ossos, sem fones

Acesse:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2013/04/google-confirma-glass-tera-sistema-de-som-transmitido-pelos-ossos-sem-fones.html

O Google enfim revelou as especificações completas do Google Glass, e com ele uma surpresa ainda inédita no mercado: a gigante das buscas usará um sistema de áudio baseado na transdução por condução. Através das hastes dos óculos, o som será transmitido para o ouvido do usuário por meio de microvibrações em determinados ossos de sua cabeça, sem usar nenhum tipo de alto-falante.

Google Glass (Foto: Divulgação)Google Glass usará sistema de som sem alto-falantes (Foto: Divulgação)

A divulgação aconteceu nesta segunda-feira (15), em conjunto com a produção das primeiras unidades e a disponibilização da documentação da Mirror API para desenvolvedores.

Além da surpresa do áudio, a tela montada a frente do olho do usuário também chamou atenção. Serão 640 x 360 pixels de resolução que, em proporção, equivaleria a um monitor de 25 polegadas de alta definição colocado a 2,5 metros de distância do espectador.

Junto a isto, os recursos multimídia dos óculos incluem uma câmera de 5 megapixels para fotos, com possibilidade de gravar vídeos em 720p. Já a capacidade de armazenamento total é de 16 GB, dos quais 12 GB serão utilizáveis e sincronizados com o serviço de nuvem da Google. Para se conectar a Internet, ele usará o padrão 802.11 b/g ou o Bluetooth pareado a outros dispositivos.

Segundo o Google, os óculos será compatível com qualquer celular que possua Bluetooth, mas seu funcionamento pode variar de acordo com cada aparelho. Os recursos de SMS e GPS, por exemplo, só serão possíveis através do aplicativo “MyGlass Companion”, que requer Android 4.0.3 ou superior.

Para sustentar todos estes recursos, a bateria terá duração de um dia “de uso típico”, segundo o Google. A companhia lembra, nessa especificação, que recursos como Hangouts e gravação de vídeos podem pedir um uso mais intenso da bateria, que será recarregada via cabo microUSB.

Curiosidades na internet

Google lança serviço de anotações, o Google Keep

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/google/Google-lanca-servico-de-anotacoes-o-Google-Keep/

Google

O Google iniciou nesta segunda-feira (18) os testes de um novo serviço de anotações e recados online, o Google Keep, dentro do Drive. O novo produto funciona de forma muito parecida com outro antigo produto Google, o Notebook, permitindo que os usuários façam anotações, as marquem com cores diferentes, façam listas de tarefas e as armazenem. As informações são do Android Police.

O Keep, que roda no Drive, mas não possui integração com o produto, também permite que os usuários armazenem fotos juntamente com suas anotações. Assim como a maioria do serviços do Google, o novo produto também possui uma caixa de buscas na parte superior da tela e acesso à barra de navegação.

Screenshots Google Keep

Screenshots Google Keep

Screenshots Google KeepFotos: Reprodução: Android Police

No entanto, o Google Keep, poucas horas depois de entrar no ar, já não se encontra mais disponível para os usuários dos serviços da gigante da Web. Ao tentar acessar sua página, o usuário encontra um erro 404, indicando que a empresa decidiu tirar o produto do ar por conta de alguma falha ou mesmo de mudança de estratégia.

Curiosidades na internet

Google Glass deve chegar ao mercado ainda em 2013

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/google/Google-Glass-deve-chegar-ao-mercado-ainda-em-2013/

Sergey Brin

Finalmente o Google Glass deve começar a ser vendido no mercado, e por menos de US$ 1.500 (cerca de R$ 3 mil). Segundo fontes do site CNET, o tão esperado gadget do gigante da tecnologia deve dar as caras ainda em 2013.

Quando liberou uma versão dos óculos para desenvolvedores, o Google disse que ele deveria ser lançado em sua versão final apenas em 2014, mas parece que o processo foi adiantado. Essa notícia coincide com os rumores recentes de que a empresa está planejando abrir algumas lojas de varejo para apresentar seus produtos.

Leia também: Rumor: Google estaria planejando o lançamento de lojas físicas

O CNET ainda afirma que o Google Glass possuirá conexões Bluetooth (para Androids e iPhones), Wi-Fi, 3G e 4G – quando conectadas a um smartphone. O Google também planeja lançar atualizações mensais para os primeiros usuários a fim de refinar a experiência inicial.

Agora, a empresa de Mountain View lançou uma página na web para que pessoas interessadas no produto realizem uma inscrição até a próxima quarta-feira (27).

Os candidatos devem usar o Google+ ou Twitter para dizer o que fariam se tivessem o Glass, e as mensagens devem começar com a hashtag # ifihadglass. Os “exploradores” que forem selecionados devem pagar os US$ 1.500 para receber o Google Glass e participar de uma experiência em Nova York, São Francisco ou Los Angeles.

Na última semana o Google divulgou um vídeo em seu canal oficial do YouTube que mostra como o Glass funciona e qual a sensação de quem utiliza o acessório. A empresa garante que as imagens abaixo foram gravadas com seu novo dispositivo:

Curiosidades na internet

Disney e Google lançam jogo em HTML5 de “O Mágico de Oz”

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/1226222-disney-e-google-lancam-jogo-em-html5-de-o-magico-de-oz.shtml

Em parceria com a Disney, o Google lançou nesta quarta (5) o jogo “Encontre o caminho até Oz” (findyourwaytooz.com, em português), inspirado no ainda não lançado filme “Oz: Mágico e Poderoso” e desenvolvido com a tecnologia HTML5.

“O jogo é uma jornada interativa em um circo do Kansas que te leva à terra de Oz”, disse Alex Komoroske, gerente de produto do Chrome, navegador do Google, em entrevista por e-mail à Folha.

Reprodução
Google lança game inspirado no filme "Oz: Mágico e Poderoso", disponível em "[www.findyourwaytooz.com]":http://www.findyourwaytooz.com
Google lança game inspirado no filme “Oz: Mágico e Poderoso”, disponível em http://www.findyourwaytooz.com/

Tridimensional, o game tem gráficos elaborados e demanda bastante do computador –é recomendável selecionar a versão “otimizada para velocidade” no menu que aparece antes do jogo em PCs que não têm placa gráfica dedicada.

O game, que teve colaboração da empresa unit9 é um dos “experimentos” que exploram as capacidades do HTML5, novo padrão de desenvolvimento na web, e que são capitaneados pelo Google.

“O HTML5 é o futuro da web”, diz Komoroske. “Esperamos que outros desenvolvedores se espelhem neste projeto para elevar ainda mais o patamar da web, criando aplicações ricas e melhorando a experiência do usuário.”

A empresa divulgou também nesta terça uma espécie de “making of” do projeto (em inglês), mostrando alguns trechos do código que faz funcionar o jogo.

“Nosso objetivo era combinar a riqueza do cinema com as capacidades técnicas do navegador para criar uma experiência imersiva, divertida e que criasse uma forte conexão com o jogador”, diz a empresa.

Divulgação
Cena do game "Encontre o caminho até Oz", um "experimento" em HTML5 para o navegador Google Chrome
Cena do game “Encontre o caminho até Oz”, um “experimento” em HTML5 para o navegador Google Chrome

Curiosidades na internet

Crianças procuram novo Pokemón na internet e encontram pornografia

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/criancas-procuram-novo-pokemon-na-internet-e-encontram-pornografia-20130122.html

A letra X, que define a edição do game, está relacionada a conteúdo adulto

sexypokemonReprodução/Facebook

Jessica Nigri é famosa no Facebook por fazer versões sensuais do Pikachú

A Nintendo lançou a mais nova edição de uma de suas franquias mais bem sucedidas, Pokemón. Mas não esperava que o nome dela fosse criar constrangimento nas crianças.

Depois de Red, Blue, Green, Yellow, Silver, Gold, Ruby, Crystal, Black, White… surgiu a nova geração, batizada de Pokemón X.

Só que, ao procurarem por Pokemón X no Google, as crianças davam de cara com várias paródias pornográficas dos monstrinhos de bolso.

Autores de A Viagem de Chihiro criam game com “cara de obra de arte” 

Atari pede falência, mas deixa legado de clássicos

Isso porque o X costuma estar relacionado à pornografia. O termo “X-rated” é usado para rotular filmes adultos, assim como a combinação XXX.

Segundo o tabloide britânico The Mirror, vários internautas estavam frustrados com a pesquisa. “Jogue o nome no Google antes de escolhê-lo”, disse um deles, no Twitter.

Um porta-voz do órgão que monitora o conteúdo impróprio na internet disse que nenhum sistema de filtro é 100% eficiente, e que os pais precisam monitorar as buscas dos filhos

Curiosidades na internet

Samsung afirma que começará a vender smartphones com Tizen em 2013

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/samsung/Samsung-afirma-que-comecara-a-vender-smartphones-com-Tizen-em-2013/

Samsung Tizen

A Samsung anunciou nesta quinta-feira (3) que começará a vender os primeiros modelos de smartphones equipados com o sistema operacional Tizen em 2013. A empresa não revelou detalhes sobre o hardware, especificações do software e nem o possível valor de mercado dos novos aparelhos.

Executivos da Intel, Samsung, NTT DoCoMo e Vodafone formaram a Tizen Association para apoiar o novo sistema open-source no último ano. Acredita-se que os planos da empresa sul-coreana de lançar dispositivos com a nova plataforma fazem parte dos seus esforços para se tornar independente do Google e do Android, principalmente após a compra da Motorola Mobility pelo Google em maio de 2012 por US$ 12,5 bilhões (R$ 25,6 bilhões).

“O Tizen surgiu no momento em que a Samsung planejava reduzir sua dependência do Google, já que está muito preocupada de que sua liderança no mercado de smartphones possa estar comprometida com o acordo Google-Motorola”, afirmou ao Business Week Byun Han Joon, analista da KB Investment & Securities. “E a Intel sempre quis aumentar sua presença no mercado de processadores móveis”.

No terceiro trimestre fiscal de 2012, a Samsung distribuiu 56,9 milhões de unidades de smartphones ao redor do mundo, o que lhe garantiu 35% do mercado de smartphones contra os 17% registrados pela Apple, sua principal concorrente. E ainda no último ano, a empresa sul-coreana registrou lucro recorde em três meses seguidos graças às vendas dos dispositivos Galaxy e do seu carro-chefe, o Galaxy S III.

Curiosidades na internet

Apple e Google fecham parceria para a compra das patentes da Kodak

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/mercado/Apple-e-Google-fecham-parceria-para-a-compra-das-patentes-da-Kodak/

Kodak filmes

A Apple e o Google teriam fechado uma nova parceria para a compra do portfólio de patentes da Kodak, parceria esta estimada em US$ 500 milhões (R$ 1 bilhão), segundo informa reportagem publicada pela Bloomberg. A Kodak planeja vender suas patentes para evitar a falência completa de seu negócio, que começou a entrar em decadência com a chegada do mercado de fotos digitais.

As duas empresas, que buscam a liderança no mercado móvel, decidiram se unir no processo de compra de patentes depois de liderarem dois grupos opostos na disputa pela compra das tecnologias, afirmam fontes confidenciais ligadas ao projeto.

O grupo liderado pela Apple incluía a Microsoft e a Intellectual Ventures Management LLC, e o grupo do Google incluía a empresa de agregação de patentes RPX Corp e fabricantes asiáticos de smartphones equipados com o sistema operacional Android. Separadamente, os dois grupos ofereceram menos do que US$ 500 milhões (R$ 1 bilhão) pelo portfólio da empresa de soluções fotográficas.

Parcerias improváveis como estas são muito comuns nos casos de compra de patentes, pois desta forma neutraliza-se possíveis litígios por violação. No último ano, um grupo liderado pela Apple e composto por Microsoft e RIM comprou as patentes da Nortel Networks Corp. por US$ 4,5 bilhões (R$ 9,5 bilhões) para evitar sua falência. O Google perdeu a disputa no leilão de patentes depois de uma oferta inicial de US$ 900 milhões (R$ 1,9 bilhão).

“A Apple e o Google aprenderam uma lição com o leilão da Nortel”, afirmou Richard Ehrlickman, antigo vice-presidente da International Business Machines Corp. e presidente da IP Offerings, corretora de patentes. “Eles decidiram se unir neste processo para reduzir os custos de aquisição das patentes da Kodak, respeitando suas necessidades de negócios”.

Por enquanto, nenhuma das partes envolvidas no processo confirmou a negociação. No último mês, a Kodak obteve um financiamento de US$ 830 milhões (R$ 1,7 bilhão) para cumprir com alguns de seus compromissos financeiros e aguardar a venda de suas patentes.

Curiosidades na internet

Google Play permite que empresas criem suas próprias lojas internas de apps

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/google-play/Google-Play-permite-que-empresas-criem-suas-proprias-lojas-internas-de-apps/

Google play

O Google lançou nesta semana um novo recurso dentro da sua loja de aplicativos, a Google Play, que permite que empresas criem suas próprias lojas de apps para dispositivos equipados com Android para a distribuição interna entre seus funcionários, o Private Channel (Canal Privado, em português).

“Nós estamos expandindo a loja Google Play para os nossos consumidores de aplicativos, ajudando-os a distribuir aplicativos internos a seus funcionários através do Private Channel”, escreveu a empresa em seu blog oficial. “Se você desenvolveu um aplicativo personalizado de criação de relatórios de despesas ou um localizador de sala de conferências, o Private Channel é criado para fazer com que seus aplicativos internos e organizacionais sejam encontrados pelos seus empregados de forma mais fácil e rápida”.

A nova ferramenta é controlada pelo Google Play Developer Console e assim que um novo aplicativo interno é disponibilizado na loja através do Developer Console, os funcionários poderão ter acesso às aplicações usando seu e-mail empresarial. O sistema ainda permite que os administradores selecionem os funcionários que estão autorizados a acrescentar novos aplicativos no Private Channel e quais podem realizar o download das ferramentas.

Google Play Private ChannelFoto: Divulgação

Segundo o Android Police, para ativar os novos recursos o administrador dos aplicativos deverá realizar seu login no painel de controle da loja. Logo em seguida, ele deverá clicar sobre o ícone ‘Organizações & Usuários’ e depois deverá ativar o Developer Console no menu de ‘Serviços’. Para tornar a loja privativa basta ativar a opção em ‘Configurações’.

O Private Channel está disponível para os clientes Google Apps do ramo de Educação, Negócios e Governo por uma taxa de inscrição de R$ 25 (R$ 53).

Curiosidades na internet

Serviços do Google ficaram fora do ar nesta segunda-feira por até duas horas

Acesse:http://www.oficinadanet.com.br/post/9410-servicos-do-google-ficaram-fora-do-ar-nesta-terca-feira-por-ate-duas-horas

Os serviços do Google ficaram nesta segunda-feira, 26 de novembro, fora do ar por quase duas horas

Serviços do Google ficaram fora do ar nesta terça-feira por até duas horas

Os serviços do Google ficaram nesta segunda-feira, 26 de novembro, inacessíveis por quase duas horas. O maior site de pesquisa do mundo da internet esteve fora do ar para alguns usuários entre as 16 horas até próximo às 18 horas.

Mas não somente o site de buscas do Google ficou fora do ar e sim outros recursos da companhia também estiveram inacessíveis, entre eles: Google Maps, Gmail, You Tube e outros. O problema do Google chegou a ser um dos mais citados no Twitter, onde seus usuários publicaram o termo “O Google”.

Já a assessoria do maior site de buscas do mundo,informou que não houve problema algum nos sites.

A falta de acesso ocorreu devido a problemas de rota entre seu provedor e os servidores do Google, diversas pessoas continuaram com acesso normal. Porém diversos portais anunciaram que o Google em si estava com problemas, que de fato não foi o ocorrido. Teve sites até criando posts com ferramentas alternativas ao Gmail e ao próprio buscador.

Tudo está normal novamente. Assim que tivermos mais informações reais sobre o fato vamos publicar aqui.

Curiosidades na internet

Google deverá lançar cartão de crédito físico

Acesse:http://www.oficinadanet.com.br/post/9272-google-devera-lancar-cartao-de-credito-fisico

De acordo com informações do site Android Police, o Google deverá lançar um cartão de crédito físico, este, que irá substituir todas as bandeiras já usadas pelos consumidores para realizar pagamentos

Google deverá lançar cartão de crédito físico

De acordo com informações do site Android Police, o Google deverá lançar um cartão de crédito físico, este, que irá substituir todas as bandeiras já usadas pelos consumidores para realizar pagamentos. O site disse também que já recebeu cópias da versão do Wallet, serviço de pagamentos móvel do Google.

O site informou que o Google Wallet, que inicialmente surgiu como uma alternativa para efetuar pagamentos por meio do celular, irá usar o tradicional plástico para atrair um novo público, já que, o anterior, ainda enfrenta uma certa resistência por parte dos consumidores.

O Google não se pronunciou sobre os rumores, porém, estima-se que o usuário poderá escolher qual bandeira irá querer  usar através de um aplicativo de smartphone equipado com a tecnologia NFC. O cartão deverá ser usado inicialmente somente nos Estados Unidos e , através dele, as pessoas poderão realizar qualquer tipo de transação bancária, como saques, envio de dinheiro e pagamentos.

Curiosidades na internet

Gmail ganha novo sistema de visualização e escrita de mensagens

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/google/Gmail-ganha-novo-sistema-de-visualizacao-e-escrita-de-mensagens/

Gmail

O Google introduziu nesta quarta-feira (31) um novo sistema de visualização e escrita de mensagens no Gmail, baseado nas janelas laterais dos tradicionais bate-papos online. O novo recurso permitirá que o usuário visualize as novas mensagens em sua caixa de entrada enquanto escreve um e-mail.

“Estamos sempre trabalhando para tornar o Gmail mais rápido e fácil de usar, por isso, hoje estamos apresentando uma nova composição de mensagens e nova experiência de resposta que torna o serviço mais ágil”, afirmou a empresa em seu blog oficial.

Visual mensagens Gmail

A mudança no visual da caixa de entrada trará mais mobilidade ao usuário, que poderá acompanhar as novas mensagens que chegam enquanto escreve um e-mail em um caixa posicionada no canto da tela. Os usuários também poderão realizar buscas em sua caixa de entrada enquanto escrevem sua mensagem, utilizando o recurso de minimizar presente na janela lateral.

O serviço de e-mail ainda ganhou um recurso de ‘expansão automática’, que aumenta ou diminui o tamanho da janela de leitura ou escrita de e-mails com base nos conteúdos disponíveis como, por exemplo, fotos ou vídeos. Além disso, a partir de agora, os usuários poderão visualizar uma pequena foto ao lado do endereço de e-mail na sua listagem de contatos, quando ele estiver adicionando os endereços à sua nova mensagem.

Visual mensagens Gmail

Neste primeiro momento, os novos recursos estarão disponíveis para um seleto grupo de usuários, mas o novo visual deverá estar disponível a todos nas próximas semanas. E o Google ainda afirmou que continuará acrescentando melhorias ao Gmail.

Curiosidades na internet

YouTube vai lançar modelo de canais pagos até o fim do ano

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1171956-youtube-vai-lancar-modelo-de-canais-pagos-ate-o-fim-do-ano.shtml

O YouTube, site de vídeos do Google, vai lançar um modelo de canais pagos ainda neste ano. No Brasil, o serviço está disponível no começo do ano que vem.

Semelhante ao modelo de venda de aplicativos usados em tablets e smartphones, os canais por assinatura do YouTube devem estar disponíveis nos EUA até dezembro.

No resto do mundo, Brasil inclusive, a estreia do serviço está prevista para o primeiro trimestre no ano que vem.

O modelo permitirá aos produtores de conteúdo cobrar por vídeos individuais ou pela assinatura de canais.

“O sistema de cobrança poderá ser adotado por qualquer produtor de conteúdo”, disse o diretor do YouTube Brasil, Álvaro Paes de Barros.

O executivo participou nesta sexta-feira (19) do seminário da INMA, associação internacional de marketing de empresas jornalísticas, em São Paulo

Curiosidades na internet

Google e a Samsung o novo Chromebook por US$ 249

Acesse:http://www.oficinadanet.com.br/post/9156-google-e-a-samsung-o-novo-chromebook-por-us-24900

O Google e a Samsung anunciaram ontem um novo modelo do Chromebook, o netbook que roda sistema operacional Chrome OS. O aparelho traz um processador dual-core A15 da ARM, 2GB de RAM, Wi-Fi, Bluetooth e 16GB de armazenamento em flash e 100GB de espaço disponível

Google e a Samsung o novo Chromebook por US$ 249

O aparelho traz um processador dual-core A15 da ARM, 2GB de RAM, Wi-Fi, Bluetooth e 16GB de armazenamento em flash e 100GB de espaço disponível gratuitamente no Google Drive, serviço de armazenamento em nuvem do Google.

O novo Chromebook tem tela de 11,6 polegadas, somente dois centímetros de espessura e pesa pouco mais de um quilo. Ou seja, é ideal para quem precisa carregar o computador para qualquer lugar e não aguenta mais conviver com laptops grandes e pesados. Além de prático, ele conta com visual minimalista e hardware interessante. A bateria dura 6,5 horas de uso.

E preço divulgado foi de US$ 249,00 dólares, aproximadamente R$ 500,00 reais (sem os impostos).

“Mesmo com seu layout compacto, ele tem ótima performance – inicia em menos de 10 segundos e pode ser ativado instantaneamente depois de bloqueado”, diz a nota do Google em seu blog oficial. O design do produto, um dos pontos fortes, inclui um acabamento prateado, além de teclado completo em formato “ilha”, que oferece mais espaço para a digitação.

Chrome OS

O sistema operacional do Google baseado no navegador Chrome foi lançado pelo Google em maio de 2012. A proposta do sistema é que o usuário execute todas as tarefas no ambiente web, ou seja, crie e armazene arquivos em aplicativos que não estão instalados no computador, mas que são processador a partir de um servidor que pode ser acessar por meio da web (nuvem). Todos os arquivos do usuário, como textos, fotos e vídeos, podem ser armazenados no Google Drive, serviço de backup em nuvem da empresa, ou em serviços similares, como o SkyDrive, da Microsoft.

Curiosidades na internet

Sony anuncia primeiro dispositivo com Google TV do Brasil por R$ 899

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/1166584-sony-anuncia-primeiro-dispositivo-com-google-tv-do-brasil-por-r-899.shtml

A Sony e o Google anunciou hoje a chegada ao Brasil de uma central de internet para televisores baseada na Google TV, plataforma desenvolvida pelo Google para o consumo de conteúdo em televisões.

O aparelho, batizado de Internet Player Sony (ou NSZ-GS7) chegará às a lojas em primeiro de novembro, com a pré-venda começando em 15 de outubro. Custará R$ 899 –a  Blu-ray e receptores de TV a cabo, um dos concorrentes do dispositivo, sai por R$ 399.

Lançado em junho nos EUA (por US$ 200), o Internet Player ganhou conteúdo local por meio de parcerias com canais de TV (Band, Globo, Record e SBT) e portais de internet, como o UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

Divulgação
Sony Internet Player (NSZ-GS7), aparelho com Google TV, que entra em pré-venda no Brasil no dia 15 por R$ 899
Sony Internet Player (NSZ-GS7), aparelho com Google TV, que entra em pré-venda no Brasil no dia 15 por R$ 899

Além disso, ele dá acesso a uma versão da loja virtual Google Play, com centenas de aplicativos desenvolvidos especificamente para televisores, segundo a Sony. A empresa diz que outros “milhares” de aplicativos da loja também funcionam no dispositivo.

Porém, a compra de músicas e vídeos pelo Google Play continuam indisponíveis no país, bem como os serviços Sony Entertainment Network, loja virtual de vídeos, filmes e música da companhia japonesa.

Além disso, o dispositivo não armazena arquivos localmente, como o nome sugere.

A Sony espera atingir fãs de tecnologia e consumidores que compraram nos últimos anos televisores sem conectividade à rede.

“O mercado brasileiro é muito importante para a Sony”, disse Tiger Imamura, vice-presidente sênior de home entertainment & sound business group, que veio ao país para o lançamento.

O Internet Player roda Android 3.2, e ainda não há previsão para que aconteça a atualização para Android 4, embora, diz a Sony, o Google esteja trabalhando nisso. Ele se conecta à TV por uma porta HDMI e à internet via Wi-Fi ou rede cabeada (Ethernet). A velocidade mínima de conexão para um bom funcionamento é de 2,25 Mbps.

BROWSER E CONTROLE

Como acontece no mundo dos smartphones com Android, o Internet Player aposta em serviços do Google para atrair o consumidor. O navegador de internet Google Chrome 11, com suporte a HTML5 e Flash, é um dos chamarizes da central de internet.

Outro destaque é o controle remoto, que tem em um dos lados um touchpad (como ocorre em notebooks) e no outro um teclado QWERTY. Ele funciona como controle remoto universal, comandando diferentes dispositivos como TV, aparelhos de Blu-ray e receptores de TV a cabo.

A função que permite fazer buscas que cruzam informações de diversas fontes (chamada de “cross search”) chega limitada ao país. Na versão americana, por exemplo, a busca pelo título de um seriado retorna resultados da internet, do YouTube, de aplicativos e do receptor de TV a cabo. No Brasil, contudo, não há resultados originados nos receptores de TV

Curiosidades na internet

Futuro tablet Google Nexus terá tela melhor que a do iPad, diz site

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/1166490-futuro-tablet-google-nexus-tera-tela-melhor-que-a-do-ipad-diz-site.shtml

O hipotético tablet Google Nexus 10 será fabricado pela Samsung (em vez da Asus, que faz o Nexus 7 ) e terá tela com resolução superior à da do iPad, segundo o site da revista “Fast Company”.

  • Densidade de pixels é o segredo do novo iPad; entenda

A “Fast Company” cita o analista Richard Shim, da consultoria NPD Search, que diz que a tela do Nexus 10 terá 299 pixels por polegada de densidade, ante 264 pixels por polegada do iPad de terceira geração (tela Retina).

Por conta dessa característica, as imagens apresentadas pelo tablet seriam mais nítidas que as do rival fabricado pela Apple, cuja tela de 9,7 polegadas é preenchida por uma resolução de 2.048 x 1.536 pixels.

A Samsung fabrica seus próprios tablets, incluindo o Galaxy Note 10.1 e o Galaxy Tab 10 –fruto de reviravolta judicial quanto à legalidade de sua venda nos EUA.

O jornal taiwanês “DigiTimes” diz que o Google vai lançar um tablet pela metade do preço pelo qual é vendido nos EUA: US$ 99 (cerca de R$ 200), ante US$ 199 (R$ 400).

O periódico asiático não cita uma versão de 10 polegadas do aparelho do Google.

Divulgação
O tablet Nexus 7, fabricado pela Asus para o Google; 'Nexus 10' terá tela melhor que a do iPad atual, diz site
O tablet Nexus 7, fabricado pela Asus para o Google; ‘Nexus 10’ terá tela melhor que a do iPad atual, diz site

O Nexus 7 foi anunciado pelo Google no final de junho e posto à venda nos EUA no mês seguinte.

O aparelho concorre com o Kindle Fire, da Amazon, e pode ser um alvo direto da Apple, que desenvolve uma versão menor do iPad, dizem publicações internacionais.

Curiosidades na internet

Para concorrer com ‘iPad mini’, Google lançará tablet de US$ 99, diz jornal

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/1160173-para-concorrer-com-ipad-mini-google-lancara-tablet-de-us-99-diz-jornal.shtml

O Google, que lançou em julho o tablet Nexus 7, está desenvolvendo uma versão mais barata do aparelho para concorrer com o especulado tablet da Apple com tela menor, até agora não anunciado e referido pela imprensa como iPad mini. As informações são do jornal taiwanês “DigiTimes”.
.
O dispositivo custaria US$ 99 (cerca de R$ 200) nos EUA e seria lançado ainda neste ano, junto de uma versão de US$ 199 –mesmo preço pelo qual é comercializado o Nexus 7 atual.
.
  Mathew Sumner – 27.jun.12/Getty Images/France-Presse  
Nexus 7 (foto) pode ganhar um sucessor ainda neste ano; tablet custaria US$ 99, metade do preço do atual
Nexus 7 (foto) pode ganhar um sucessor ainda neste ano; tablet custaria US$ 99, metade do preço do atual

Acredita-se que a Apple vá apresentar um iPad com tela de 7,85 polegadas no mês que vem.

Empresa que fabrica o tablet do Google, a também taiwanesa Asus foi consultada pela publicação e negou os rumores.

Segundo o periódico, que cita “fontes da indústria” não identificadas, os tablets seriam equipados com telas feitas pela HannStar Display.

Curiosidades na internet

Cuidado com os vídeos que você sobe na internet: o Google sabe o conteúdo deles!

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/videos/Cuidado-com-os-videos-que-voce-sobe-na-internet-o-Google-sabe-o-conteudo-deles/

Reconhecimento automático de objetos em larga escala. É com essa tecnologia que o Google está de olho nos vídeos que são colocados diariamente na internet. A novidade foi patenteada pela gigante da tecnologia, e não adianta disfarçar: o conteúdo dos vídeos será desmascarado. Saiu na CNET.

Essencialmente, é uma inteligência artificial para imagens. Essa nova tecnologia descreve um software capaz de realizar “diminuição de dimensionalidade e aprender, de maneira consistente, a identificar itens visuais”. Em outras palavras, o reconhecimento se dá pela simplificação de formas em números e posterior comparação entre eles.

A nova tecnologia auxiliará o Google a saber, além do conteúdo do vídeo, onde ele foi filmado. Por exemplo: se o Congresso Nacional aparecer no cenário, o Google descobrirá que foi filmado na capital do nosso país.

Outra vantagem desta tecnologia está nas buscas por vídeos, já que o Google não precisaria mais se preocupar com metadados perdidos, como tags ou descrições, para saber o teor ou assunto da filmagem. O próprio vídeo geraria seus dados para ser reconhecido (se o Google aplicasse seus ad-senses com base nas informações contidas em cada vídeo, seria uma excelente maneira de fazer dinheiro. As pessoas tendem mesmo a comprar coisas relacionadas com aquilo que estão assistindo ou vendo na internet).

O banco de dados de imagens do Google conta, no mínimo, com uns 50.000 objetos diferentes, incluindo telefones, rinocerontes, tobogãs, Boeings e Mahatma Gandhi.  Isso significa que você poderia buscar por vídeos no YouTube nos quais Mahatma Gandhi estivesse montado em um rinoceronte, descendo num tobogã (certamente, eles existem!).

A tecnologia parece muito interessante e, sem dúvidas, inteligente – até alguém começar a hackear o algoritmo para incorporar elementos desejados em seus vídeos e driblar o funcionamento do software.

Curiosidades na internet

Óculos de realidade aumentada: Google registra patente

Acesse:http://www.vocesabia.net/tecnologia/oculos-de-realidade-aumentada-google-registra-patente/

galssbanner

A gigante de buscas Google patenteou a tecnologia dos seus óculos de realidade aumentada, conhecida como “Glass Project”.

O que é RA?

Realidade Aumentada (RA) é a integração de informações virtuais a visualizações do mundo real, como, por exemplo, através de uma câmera. Atualmente, a maior parte das pesquisas em RA está ligada ao uso de vídeos transmitidos ao vivo, digitalmente processados e ampliados pela adição de gráficos criados pelo computador. Pesquisas avançadas incluem o uso de rastreamento de dados em movimento, reconhecimento de marcadores confiáveis, utilizando mecanismos de visão, e a construção de ambientes controlados, contendo qualquer número de sensores e atuadores.

A definição de Realidade Aumentada, dada por Ronald Azuma, é a mais aceita. A definição ignora um subconjunto do objetivo inicial da RA, mas é entendida como uma representação de todo o domínio da RA: Realidade Aumentada é um ambiente que envolve tanto a realidade virtual quanto elementos do mundo real, criando um ambiente misto em tempo real. Por exemplo, um usuário da RA pode utilizar óculos translúcidos e, através destes, poderia ver o mundo real, bem como imagens geradas por computador projetadas no mundo. Azuma define a Realidade Aumentada como um sistema que:

  • Combina elementos virtuais com o ambiente real.
  •  É interativa e tem processamento em tempo real.
  • É concebida em três dimensões.

Esta definição é utilizada em algumas partes da literatura de pesquisa em RA (Azuma, 1997). Já existem vários sistemas de manipulação da Realidade Aumentada, disponíveis gratuitamente. Existem aplicações educacionais, jogos e aplicações de RA nas mais variadas áreas, como: bioengenharia, física e geologia.

Mudando a visão da realidade
Óculos para realidade aumentada poderão ser colocados à venda até o fim do ano. Há muito tempo se fala de RA, que nada mais é do que acrescentar camadas de informação, extraídas da Internet, à realidade ao nosso redor. Segundo os especialistas, esta tecnologia pode ter, no futuro, uma infinidade de utilidades – desde ensinar a consertar o motor de um avião, até ver legendas em tempo real, se alguém falar conosco em chinês, por exemplo. Mas, ainda que a proliferação dos smartphones, nos últimos anos, nos tenha permitido vislumbrar o que é a RA, ainda não apareceu uma tecnologia que a faça deixar de ser uma simples curiosidade para entretenimento e que não nos obrigue a tirar o aparelho do bolso a todo momento.

Talvez por isso, a Google está aplicando grande parte da sua criatividade para o desenvolvimento dos óculos de RA. O produto final ainda é um mistério, mas já está gerando uma onda de rumores no mundo tecnológico. A última informação sobre o produto foi publicada em um blog do jornal americano The New York Times, no qual se afirma que os óculos poderiam ser colocados à venda até o final do ano, a um preço entre US$ 250 e US$ 600.

Ainda segundo o blog, funcionários da empresa informaram, anonimamente, que o dispositivo terá uma câmera de baixa resolução, para coletar imagens que seriam comparadas com dados online. Também seriam incorporados sensores de movimento e sistemas de posicionamento global (GPS). Outra mídia americana também publicou que a Google teria investido US$ 120 milhões em instalações para testar a “precisão de uma tecnologia ótica”. O projeto está sendo desenvolvido em total segredo pelo Google X, o laboratório para assuntos “top secret”, localizado na sede da companhia.

A Apple está no jogo

Comenta-se também a respeito de outro dispositivo portátil de RA em desenvolvimento pela Apple. Neste caso, seria algo parecido com o iPod Nano de pulseira, mas feito com cristal flexível. O usuário se comunicaria com o aparelho por meio do assistente virtual da Apple, o software Siri. Até agora, porém, a empresa não confirmou (nem desmentiu) nenhum dos rumores sobre esse dispositivo.

Aplicações da tecnologia

Desde 2008, os usuários já contam com aplicações de smartphones que permitem vislumbrar as possibilidades que a RA oferece. Com a aparição da computação de nuvem e o aumento das velocidades de transmissão de dados, os especialistas preveem um futuro brilhante para a RA, que poderá ter uso em âmbitos diversos, como educação, arquitetura, engenharia, indústria, publicidade e medicina. “Colocar camadas de informação adicionais sobre a realidade é incrivelmente útil”, afirmou Claudio Feijoo, subdiretor de investigação do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Universidade Politécnica de Madrid. “Imagine que alguém tenha que reparar o motor de um avião. Com a realidade aumentada, poderá saber como se chama cada peça, qual a sua função exata e o seu lugar exato no conjunto. Não seria a mesma coisa se ensinassem a você numa lousa”, ele comentou. “Numa cidade, alguém perdido pode colocar os óculos e eles indicarão como se chamam as ruas e qual o rumo correto a seguir”, acrescenta ele.

RA auditiva

Os pesquisadores já apontam para além da realidade aumentada visual e já falam da realidade aumentada auditiva. O cientista Jordi Janer explora o modo de incorporar elementos sonoros de RA na Universidade Pompeu Fabra, de Barcelona, na Espanha, e explica: “Nós estamos tentando desenvolver sistemas de áudio com realidade aumentada. Escutar mais coisas do que já escutamos. Isso criaria, por exemplo, a possibilidade de ir a um concerto e poder escutar mais um instrumento do que outro, ou estar em um ambiente com música alta e poder ‘aumentar o volume’ de alguém que fala conosco. Também se estuda incorporar sons a elementos reais armazenados na Internet. Isso permitiria, por exemplo, um Google Street View no qual se pudesse escutar o barulho dos carros e das pessoas ao passar.

Três patentes

Três patentes de um dispositivo de exibição para usar no rosto, com características dos tão falados óculos, foram submetidas a autoridades, pela Google, no último outono, no Hemisfério Norte. As patentes fazem referência a funções como a exibição de dados diante dos olhos do utilizador e reprodução de áudio. Em abril, a Google revelou detalhes de sua pesquisa sobre os óculos e mostrou um vídeo demonstrativo do protótipo. As patentes mostram imagens de diferentes versões de óculos de RA, alguns com lentes e outros sem elas. Os protótipos estão sendo testados por executivos da empresa, como Sergey Brin, co-fundador da empresa, e Gundotra Vic, executivo encarregado de redes sociais. O vídeo demonstrou uma simulação da visão dos óculos equipados com um microfone e uma pequena tela transparente sobre o olho direito do usuário. Além de exibirem informações sobre os arredores, os óculos possibilitariam a comunicação com outras pessoas, a navegação na web, a audição de músicas e a obtenção de fotos.

Outras empresas

Há outras empresas que pesquisam os óculos de RA, como, por exemplo, a californiana Oakley, que desenvolve óculos destinados a atletas. Outras empresas tentaram ser pioneiras do conceito, mas não foram muito longe porque, segundo analistas, as suas versões exigiam que os usuários carregassem uma bateria separada. Existem grandes oportunidades para a publicidade com os sistemas de realidade aumentada, principalmente se eles tiverem, embutido, o rastreio de localização GPS. As oportunidades de obter lucro seriam enormes, mas ainda há muitas questões envolvidas, como a diminuição das dimensões do aparelho e fazer com que o computador que recebe e processa os dados seja realmente portátil.

Curiosidades na internet

Google Play vai adotar vale-presentes como opção de pagamento

Acesse:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2012/08/google-play-vai-adotar-vale-presentes-como-opcao-de-pagamento.html

A loja virtual Google Play passará a oferecer vale-presentes para seus consumidores. Embora o recurso ainda não esteja disponível, ele foi identificado no código fonte da atualização do app Google Play para Android, e deve ser anunciado em breve. Com o crescimento na variedade de conteúdos oferecidos pelo sistema móvel do Google, já era de se esperar que a sua loja de aplicativos adotasse uma nova forma de pagamento.

Vale-compras do Google Play será lançado em breve (Foto: Reprodução/Android Central)Vale-compras do Google Play será lançado em breve
(Foto: Reprodução/Android Central)

Quem percebeu a novidade foi o site Android Police. Eles esmiuçaram o código da aplicação e encontraram referências à uma página onde seria possível descontar os vales por meio de um código. Acredita-se que os usuários poderão comprar os cartões de duas formas: fisicamente, a exemplo dos vales usados pelas redes de PlayStation 3 e Xbox 360, e digitalmente. Espera-se para breve um anúncio oficial do Google sobre a novidade.

O site Android Central, aliás, teve acesso aos vale-compras que serão utilizados pelo Google Play. Os cartões, ao que parece, estarão disponíveis nos valores de US$ 10 e US$ 25 para dar uma nova opção aos consumidores da loja virtual, que antes só podiam comprar aplicativos e jogos por meio do cartão de crédito. Além disso, os vales também podem servir como uma opção de presente para aqueles que gastam muito dinheiro com programas para Android.

Outra novidade entregue pelo código da atualização do Google Play é a presença de links e ícones que se referem à introdução de uma Lista de Desejos na loja virtual. Embora não se possa, no estágio atual, testá-la, presume-se que o recurso funcione de maneira semelhante às listas dos sites de lojas comuns, onde o usuário seleciona os produtos que deseja para compras posteriores ou para pedir como presente.

Curiosidades na internet

Google vai mudar resultados de busca para punir sites que promovem pirataria

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/google-vai-mudar-resultados-de-busca-para-punir-sites-que-promovem-pirataria-20120813.html

Medida indica acordo de paz entre o site e a indústria cultural de Hollywood

O Google está alterando seu sistema de buscas para tirar o destaque de sites “piratas”— que violam os direitos autorais de filmes, músicas e outros conteúdos — e deixar os sites oficiais em evidência nos resultados da pesquisa. A medida sela um acordo de paz com Hollywood e as gravadoras americanas.

Segundo o Daily News, o Google está seguindo a legislação do governo que facilita o fechamento de sites que promovem a pirataria.

Na próxima semana, o site vai usar o critério de violação de direitos autorais para classificar os resultados da busca, de acordo com comentário postado na última sexta-feira (10) pelo vice-presidente do departamento de Engenharia de Softwares, Amit Singhal, no blog oficial do Google.

O site costuma trazer nos primeiros resultados as páginas com maior número de hiperlinks, classificando-os como mais confiáveis e úteis. Mas, neste caso, por vezes estas páginas também são as que mais têm pedido de remoção de conteúdo.

A intenção é que internautas encontrem fontes seguras de informação e que tenham direito de reproduzir ou compartilhar o material, como a própria loja virtual Google Play.

Curiosidades na internet

 

Hiptype quer ser o Google Analytics para ebooks

Acesse:http://paidcontent.org/2012/07/31/hiptype-wants-to-be-the-google-analytics-for-ebooks/

Empresas de móveis de análise editores fornecer aplicativos com dados sobre seus usuários.Hiptype, uma startup Y Combinator, quer fazer a mesma coisa para ebooks. Isso poderia ser enorme para os editores sedentos de dados de livros – exceto que, por enquanto, Hiptype só funciona em plataformas que HTML5 apoio.

Screen Shot 2012/07/30 em 5.08.24 PM

Varejistas como Amazon e Barnes & Noble já estão coletando dados sobre como os usuários são ebooks consumidores sobre suas plataformas -, mas os editores de livros próprios não têm acesso a esses dados varejista, e muitas vezes eles não têm idéia de quem está lendo seus ebooks ou como os leitores estão consumindo-los . Os fundadores da Hiptype , uma startup em Y Combinator da classe Primavera de 2012, a esperança de resolver esse problema com um plugin que fornece aos editores com dados detalhados sobre como as pessoas estão lendo seus ebooks.

Depois do plugin Hiptype é adicionado a um ebook, que fornece insights como demografia leitor, lendo comportamento (onde as pessoas iniciar ou parar de ler, o que eles saltar), os padrões de conversão (que compra um ebook depois de ler uma amostra grátis); e à partilha e ressaltando o comportamento (que leitores destacar passagens ou tomar notas diante).Publishers, em seguida, registrar em suas contas Hiptype para ver um painel com visualização dos dados. Hiptype também ajuda os editores a executar campanhas Facebook e leitores-alvo com recomendações personalizadas.

Hiptype lança em beta esta semana e está trabalhando com um número limitado de editores, que 26-year-old fundador e CEO James Levy (co-fundador é 19-year-old Sohail Prasad) não nomear – através de um perfil de livro de amostra para 50 Shades de Grey  sugere Random House pode ser um cliente mais cedo.  Outras editoras – bem como a auto-publicados – pode solicitar o acesso no site Hiptype e serão convidados a participar de ondas. O primeiro livro é gratuito. Depois disso, Hiptype vai cobrar R $ 19 por mês por livro para um pacote básico (incluindo dados de até 1.000 leitores e conhecimentos básicos e tendências) ou US $ 99 por mês por livro para um pacote pro (incluindo dados de até 500.000 leitores, insights detalhados e tendências, gestão de anúncio e recomendações Backlist personalizados para os leitores).

Uma possível preocupação é a privacidade. “Nós não queremos desencorajar a conversa sobre privacidade”, disse Levy, ressaltando que, enquanto todos os dados coletados Hiptype é anônima, os usuários podem optar por sair completamente. A companhia também está procurando maneiras que podem melhorar seu serviço para os leitores. Em beta, os usuários finais solicitaram que Hiptype fazer seus dados disponíveis para eles. Por exemplo, disse Levy, um professor pode acompanhar como os alunos estão interagindo com os livros que foram atribuídas a ler.

Ele não funciona em todos os lugares ainda

Maior limitação Hiptype é que ele não funciona em todas as plataformas. O plugin só funciona em plataformas que suportam HTML5 e permitir que o Javascript para ser incorporado dentro de um livro. Apple, que suporta EPUB3 e HTML5, é dentro Mas e tinta de dispositivos, como Kindle e Nook e-readers, leitores baseados na Web como o Kindle, Cloud, e leitura e de desktop plataformas estão fora.

Maçã Estima-se que cerca de 10 por cento do mercado ebook, com Kindle, a 55 a 60 por cento e cerca de 25 por cento Nook. No caso do Kindle e Nook, não sabemos o quanto de seu uso vem de dispositivos contra aplicativos móveis, mas por agora Hiptype está faltando uma grande parte do mercado ebook.

Levy diz que obras Hiptype na maioria iOS e Android e leitura de apps, mas não esclarecer quais são além de “alguns dos mais populares e-reader aplicativos nos sistemas operacionais mais populares.” Ele diz Hiptype está em negociações com varejistas ebook e é “fundamental para o nosso sucesso que temos uma linha aberta de comunicação.”

Quando os editores vêem os dados sobre seus livros, “pode ​​ser um pouco deprimente”, disse Levy.Editores de testes Hiptype em versão beta, por exemplo, foram surpreendidos por “como baixas taxas de conversão são” – dados iniciais sugerem que apenas 3-4 por cento das pessoas que fazem download de uma amostra ebook livre ir para comprar o livro – e como poucas pessoas que fazem comprar um acabamento livro lê-lo. “Pode ser um pouco chato”, disse Levy. “Mas assim que começar a medir, você pode fazer testes e ver o que move a agulha. Nós já estamos fazendo uma pesquisa sobre os dados que estamos coletando. Como os hackers de dados, nós pensamos que há padrões subjacentes aqui mesmo que não está aparente à primeira vista. ”

Curiosidades na internet

Conheça o Google Fiber, a “internet de 1GB” do Google

Acesse:http://hypescience.com/conheca-o-google-fiber-a-internet-de-1gb-do-google

O Google acaba de lançar, em Kansas City (EUA), a primeira banda larga com velocidade de 1GB/s, o Google Fiber. O projeto será implantado gradualmente, baseado em pré-inscrições feitas pelos moradores. Além disso, haverá um serviço gratuito de armazenamento online com 1TB (!) de espaço.

O custo de instalação da fibra ótica (300 dólares, cerca de 600 reais) não será cobrado dos primeiros consumidores, que poderão fazer uma assinatura com mensalidade de US$ 70 (cerca de 140 reais).

Não bastasse a conexão de banda (“monstruosamente”) larga, a empresa criou também o Google Fiber TV, serviço de televisão por assinatura que aproveita a fibra ótica para transmitir conteúdo em alta resolução e permite gravar até 500 horas de vídeos em HD. O pacote de internet, TV e armazenamento online sairá por US$ 120/mês (aproximadamente 240 reais).

Levando em conta o histórico do Google, pode ser apenas questão de tempo até que os serviços sejam ofertados em outros países.

Curiosidades na internet

Nova ferramenta do Google para smartphones e tablets: fazer buscas com o dedo

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/mobile/Google-lanca-ferramenta-de-busca-com-escrita-a-mao-para-iOS-e-Android/

Busca Google com os dedos

Problemas na hora de digitar no minúsculo teclado do seu smartphone ou tablet? O Google acaba de anunciar o lançamento de uma nova ferramenta que permite que os usuários de aparelhos Android e iOS façam suas buscas no serviço utilizando sua escrita a mão.

As pessoas deverão validar a nova função diretamente no navegador dos seus dispositivos móveis acessando o site de buscas do Google. Na página inicial do serviço, basta clicar no botão “Configurações” e, em seguida, ativar a opção de “Pesquisa Escrita”.

Handwrite GoogleO Handwrite  roda perfeitamente no navegador nativo do Android e no Chrome

Depois de ativada a ferramenta, os usuários visualizarão um novo ícone na página inicial do buscador e uma vez que clicarem sobre ele, poderão fazer suas buscas como se estivessem escrevendo com caneta e papel de verdade na tela do seu aparelho.

“Escreva apenas algumas letras e você vai ver as opções de preenchimento automático aparecerem abaixo da caixa de pesquisa”, afirmou no blog oficial da empresa Rui Uyema, engenheiro de software. “Se uma das opções é aquilo que você está procurando, basta tocá-la. Para pesquisas mais longas, você pode continuar a escrever e usar as setas ao lado das opções de preenchimento automático para mover sua pesquisa para o caminho certo”.

A empresa também afirmou que o Handwrite funciona perfeitamente com o navegador nativo dos aparelhos Android com sistema operacional 2.3 ou superior e também nos dispositivos iOS 5 ou superior, além do Chrome para mobile, como não podia deixar de ser.

Confira abaixo um vídeo demonstrativo da nova ferramenta:

Curiosidades na internet

Google lança serviço de banda larga de altíssima velocidade

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/1126317-google-lanca-servico-de-banda-larga-de-altissima-velocidade.shtml

O Google apresentou nesta quinta-feira (26) o serviço de banda larga Google Fiber, prometendo uma velocidade de navegação mais de cem vezes superior à de algumas das melhores companhias tradicionais de telecomunicação e cabo dos Estados Unidos.

“A internet é uma força positiva enorme, e estamos em um beco sem saída”, disse o vice-presidente financeiro Patrick Pichette, que teve uma posição de destaque no projeto Fiber. Pichette disse que a velocidade de banda larga se estagnou por volta do ano 2000 e que o Google vai deixá-la mais de cem vezes maior.

“Nós do Google acreditamos que não há necessidade de esperar”, disse.

A velocidade de download será de quase 1 gigabit (mil megabits) por segundo, de acordo com executivos do Google que estavam na apresentação em Kansas City (Missouri).

O Google investiu na construção de redes de fibra em Kansas City em 2011 após pedido a cidades em 2010 que identificassem regiões que estariam interessadas em fazer parte do projeto.

O Google informou, ainda, que vai lançar o serviço de internet apenas com velocidade de 1 Gbps e armazenamento em nuvem de 1 terabyte por US$ 70 ao mês.

Curiosidades na internet

Malware inovador para Android usa sistema de ‘múltiplos estágios’

Acesse:http://idgnow.uol.com.br/mobilidade/2012/07/12/malware-inovador-para-android-usa-sistema-de-multiplos-estagios/

Aplicativos maliciosos foram encontrados na loja online e eram disseminados por meio de um app secundário, instalado após download

Pesquisadores em segurança da empresa de antivírus Symantec identificaram dois malwares em aplicativos do Google Play, que utiliza um sistema de entrega de vírus em múltiplos estágios, para que não fossem facilmente identificados.

Os apps, que já foram removidos pelo Google, se disfarçavam de jogos: “Super Mario Bros.” e “GTA 3 – Moscow city.”

“Ambos foram colocados no Google Play em 24 de junho e passaram a gerar uma média de 50 mil e 100 mil downloads”, disse o pesquisador em segurança da Symantec, Irfan Asrar, na terça-feira (10/7), em um post no blog oficial.

Uma vez instalados, os aplicativos baixavam um pacote adicional de uma conta do Dropbox chamado de “Activator.apk” e solicitava aos donos dos celulares que o instalassem.

O fato de os vírus serem entregues em múltiplos aplicativos talvez seja a causa para que eles tenham ficado tanto tempo no Google Play sem que fossem identificados, segundo Asrar.

No começo do ano, o Google começou a usar escaneamento automático chamado de Bouncer, para detectar malwares no Google Play. O Bouncer emula um ambiente Android e roda todos os aplicativos publicados, monitorando atividades suspeitas.

No entanto, baixando o app secundário de um servidor de desenvolvimento e solicitando que  usuário o instale, não significa que seja um malware.

Essa não é a primeira vez que crackers utilizam múltiplos aplicativos para produzir um malware. O Android.Lightdd e o Android.Jsmshider, descobertos em 2011, baixavam componentes adicionais depois da instalação inicial.

Segundo Asrar, há uma série de vantagens em utilizar esse esquema para disseminar vírus. Primeiro, o app malicioso inicial não precisa exibir uma lista extensa de permissões que possam deixar os usuários desconfiados.

Depois, se o app inicial for baixado do site oficial do Android, o Google Play, é mais provável que o usuário pressuponha que o aplicativo adicional também tenha vindo da mesma fonte.

A Symantec identificou os dois novos malwares como Android.Dropdialer. Segundo Asrar, a equipe de segurança do Android removeu imediatamente a ameaça depois de serem notificados pela empresa de antivírus.

Curiosidades na internet

PowerInbox, o serviço que executa direto dos e-mails os Apps, lança API

Acesse:http://techcrunch.com/2012/02/08/powerinbox-the-service-that-turns-emails-into-apps-launches-api/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+Techcrunch+%28TechCrunch%29

PowerInbox logo-

PowerInbox , a plataforma de e-mail que permite que você execute aplicativos para Facebook, Twitter, Groupon e Google + dentro de sua caixa de entrada, está anunciando hoje o lançamento de sua API .Com esta adição, as empresas que querem fazer seus próprios e-mails interativos podem agora fazê-lo.Para iniciar o lançamento, PowerInbox inscreveu dez sócios que usaram a API para criar aplicativos de e-mail através verticais múltiplos, incluindo vídeo, lojas, jogos e muito mais.

Como um lembrete, PowerInbox é um serviço que roda em cima do e-mail (Gmail, Hotmail, Yahoo Mail ou Outlook), aumentando as mensagens enviadas a você por vários serviços, como o Facebook ou o Twitter, por exemplo. Com PowerInbox instalado através de uma extensão do navegador (ou Outlook add-in), estes e-mails se tornar interativo. Em outras palavras, você não tem que clicar em um link em um e-mail para tomar uma ação específica, você pode fazê-lo diretamente no próprio e-mail.

De seus e-mails do Twitter, você pode seguir, a mensagem e os usuários de resposta @. De e-mails do Facebook você pode gostar e responder a mensagens. Você também pode adicionar pessoas para Google + círculos ou ver quanto tempo lhe resta para pegar o mais novo Groupon.

Com hoje API lançamento (beta), as empresas podem adicionar seus próprios elementos interativos para os e-mails que eles enviam, incluindo funções de comércio eletrônico, vídeos, fotos, atualizações em tempo real dentro do corpo do e-mail e muito mais.

Dez empresas se uniram com PowerInbox, e estão anunciando seus próprios e-mails interativos.Estes incluem:

  • Followup.cc : Permite um clique snoozing de e-mails para revisão posterior.
  • Angariação de fundos : Permite que as doações dentro e-mails.
  • NextWidgets : Procurar itens da loja dentro de e-mails.
  • OmniStrat : Permite resposta a SocialStrat atividade painel dentro de e-mails.
  • Senexx : Facilita a construção do conhecimento dentro da empresa e-mails.
  • Smak : Permite alertas de comunicação dentro de e-mails.
  • Symbyoz : Conecte-se com sua rede dentro de e-mails.
  • TimeTrade : Programar reuniões dentro de e-mails.
  • TumbleCube : Permite o gerenciamento de projeto dentro de e-mails.
  • Vsnap : Permite vídeos Vsnap para ser visto dentro de e-mails.

PowerInbox também está estreando suporte para Outlook hoje (2003, 2007, 2010), bem como extensões do navegador para o Safari e Internet Explorer. Anteriormente, apenas suportado Chrome, Firefox e RockMelt.

Embora possa não ser tão saindo como um IPO Facebook, e-mail ainda é a aplicação mais usada para muitas pessoas. “Gastamos mais de 1,5 trilhões de minutos de e-mail de um ano”, diz PowerInbox CEO Matt Thazhmon. “Esta é uma incrível quantidade de tempo e queríamos ter certeza de que foi tempo bem gasto.”

Apesar de ubiqüidade e-mail, ele não se transformou em uma plataforma. “Email não mudou nos últimos 20 anos”, diz Thazhmon. “Eu não tenho dúvida de que no futuro todos nós seremos capazes de fazer compras, jogar games, assistir filmes etc, mesmo em nosso e-mail.”

Métricas iniciais de primeiros usuários do serviço mostram que fazer e-mails mais interativo pode ter um efeito. Cerca de 30% dos usuários têm seguido alguém no Twitter, tuitou, DM’d ou gostou de alguma coisa no Facebook através da plataforma.

Indo adiante, a empresa vai se concentrar em melhorias na API, adicionando mais parceiros, e, no curto prazo, na manutenção, tutoriais e lançamento hackathons e concursos.

Leia mais…

Curiosidades na internet

Marvell chips ARM será o futuro de energia Google TV

Acesse:http://gigaom.com/video/google-tv-arm-marvell/

É oficial: Marvell ARM baseado em processadores de energia da próxima geração de aparelhos de TV do Google que vai ser apresentado na CES na próxima semana. A fabricante de chips anunciou na quinta pela manhã que seus ARMADA 1500 system-on-a-chip (SoC) vai estar no núcleo de novos televisores, Blu-ray e set-top boxes para ser lançado com a plataforma Google TV inteligente na próxima semana. Marvell sênior de produtos da gerente de marketing Edward Silva did’t revelar quaisquer detalhes sobre os produtos reais em uma conversa por telefone quarta-feira, mas relatos indicam que pudéssemos ver o novo Google TV dispositivos de Vizio, Samsung e LG .

Silva fez no entanto compartilhar algumas interessantes detalhes técnicos sobre o 1500 ARMADA SoC: O chip vem com uma CPU dual-core que é clocking 1,2 GHz por núcleo e que são capazes de decodificar duas transmissões de vídeo 1080p, ao mesmo tempo, o que permitirá picture- in-picture aplicações, bem como sobreposições de widget para o Google TV. Silva disse que a experiência global será “snappier” quando comparado com a primeira geração de dispositivos Google TV, que são equipados com o processador Intel Atom C4100.

Outras melhorias incluem melhor gerenciamento de energia, que deve cortar os requisitos de energia em comparação aos atuais  Google TV set-top boxes e suporte mais codecs de vídeo. Também digno de nota é que a nova geração de TVs Google será capaz de decodificar nativamente VP8, que está no cerne de abrir o Google é o formato de vídeo WebM fonte. A adição de VP8 para Google TV poderia ajudar o formato de ganhar força tão necessária, e possivelmente convencer o próprio Google para transmitir as versões de vídeos WebM sua YouTube para dispositivos Google TV.

E os finalmente, o maior ponto de venda para os consumidores: ARM dispositivos baseados TV Google será consideravelmente mais barato do que seus antecessores Intel. Revue Logitech Google TV set-top box vendido inicialmente por US $ 250 – ou melhor, não vendeu, levando a grandes perdas para o fabricante do CE. Vendas só começaram a pegar quando a empresa finalmente reduziu o preço para US $ 99.

Move Google TV em relação a uma arquitetura ARM baseada tinha sido alvo de rumores há mais de um ano, e Intel se oficialmente jogou a toalha e saiu do espaço Smart TV em outubro, cofragem seu grupo Digital Home para se concentrar em comprimidos em vez.

Silva disse-me que ele vê a transição para dispositivos Android-powered ARM como “parte da ruptura” que está prestes a misturar o espaço da TV. Ele comparou essa interrupção de tendências similares no espaço móvel, que tem sido dominado por chips ARM baseado, e acrescentou que os fabricantes, bem como a grandes distribuidores de televisão por assinatura set-top boxes são os próximos a despertar para essa tendência. A primeira onda de TVs baseados em ARM Google será seguido por Marvell-powered set-top boxes Android ainda este ano, explicou.

Curiosidades na internet

%d blogueiros gostam disto: