Aprovada em São Paulo uma lei que promete acabar com abusos na maternidade

Acesse:http://estilo.br.msn.com/demaepramae/blog/mariana-della-barba/post.aspx?post=3f9d939e-c06b-4052-8d12-72360ed826ad&_nwpt=1+

 Com a nova lei, hospitais públicos são obrigados, por exemplo, a dar anestesia para toda a gestante que solicitar

De todos os posts que já escrevi aqui no blog, lembro de um cujos comentários me fizeram chorar, de tristeza, de raiva, de pena, de revolta contra um sistema de saúde que maltrata as mulheres e torna traumatizante um momento que deveria ser absolutamente lindo: o parto.
Em “Eu fui maltratada na maternidade – e você?”, muitas mães e alguns pais abriram seus corações nos comentários e compartilharam experiências horrendas pelas quais passaram durante o nascimento de seus filhos.
Muitos dos comentários eram de mulheres que estavam em hospitais públicos e imploraram por uma anestesia. Imploraram por alguém que as ajudassem a se sentir melhor, fosse com uma massagem no ombro ou fosse pra subir na maca. Imploraram para terem seus maridos ao lado. E foram ignoradas completamente.
 .
Então, escrevo as informações abaixo pensando justamente nesses leitores aqui do blog – e em todas as mulheres que agora (se Deus quiser!) passarão a ser tratadas com dignidade nos hospitais públicos de São Paulo. E, espero, que em breve no Brasil todo. 
A boa notícia é que acaba de ser aprovada uma lei que obriga todos os hospitais da rede pública da capital paulista a oferecer um parto humanizado. 
Alguns dos direitos que agora toda a gestante terá (a partir de maio, que é quando a lei entra em vigor):
Direito à anestesia sempre que solicitarem, inclusive em casos de parto normal, algo que hoje não existe no SUS
 .
Direito de receberem auxílio para lidarem com a dor sem ser por meio de remédios. Ou seja, devem ter acesso a banho morno, local para fazer exercícios e massagens para aliviar a dor. Lembro de uma leitora que tinha um problema grave na coluna e que foi ignorado pelo médico. Ela conta ter implorado por uma massagem no ombro, que ardia de dor. Todos esses profissionais que a ignoraram agora são obrigados por lei a ajudá-la.
.
Direito a ter o chamado Plano Individual de Parto, no qual poderá deixar claro que tipo de parto tem preferência, o tipo de anestesia, além de determinar o nome do acompanhante. O grosso dos comentários reclamava justamente de terem proibido a entrada do acompanhante – algo que é previsto em lei, mas é ignorado em 64% dos hospitais (dados da Rede Cegonha).
 .
Direito de manter liberdade de movimento e de escolher a posição que lhe pareça mais confortável durante o trabalho de parto. Muitas mães reclamaram nos comentários do post que citei que tiveram suas pernas amarradas na maternidade.
Direito ingerir líquidos e alimentos leves. Outra reclamação constante, a de que foi obrigada a ficar em jejum por muitas horas e não tinha forças durante o parto em si.
Será favorecido o contato físico precoce entre a mãe e o recém-nascido, após o nascimento, especialmente para fins de amamentação. Por isso, deixe claro e aos quatro ventos que você quer amamentar seu filho logo que ele nascer. E se alguém tentar te impedir, a não ser que haja algum problema com o bebê, exija.
 .
Termino o texto com uma frase da vereadora Patrícia Bezerra (PSDB), autora do projeto que se transformou nessa promissora lei (se ela realmente for colocada em prática, claro!)
 .
“O objetivo principal do projeto é acabar com uma grande injustiça que tem ocorrido na rede pública de saúde, o desrespeito aos direitos da gestante. O maior exemplo disso é a negativa de anestesia em casos de parto normal. É necessário um tratamento digno desde a entrada no hospital até o momento do parto, o único choro da mulher nessa hora tem que ser o de emoção.”
.
Curiosidades na internet

Especialistas ensinam como prevenir as doenças respiratórias típicas do inverno

Acesse:http://noticias.r7.com/saude/fotos/especialistas-ensinam-como-prevenir-as-doencas-respiratorias-tipicas-do-inverno-24072013#!/foto/2

Queda brusca de temperatura é a situação propícia para crises de asma e rinite

A baixa temperatura é a responsável pelo aumento de
casos de gripes e resfriados. Segundo a pneumologista e clínica geral Andrea Sette, do Hospital e Maternidade São Luiz, as viroses respiratórias se
propagam mais nesse período porque as pessoas ficam em lugares fechados, sem
ventilação. — É importante que as pessoas fiquem em lugares mais ventilados para
diminuir as chances de contrair gripes e resfriados, além de se manter
hidratadas, pois a ingestão de líquidos facilita o tratamento desse tipo
doença.Próxima

A baixa temperatura é a responsável pelo aumento de casos de gripes e resfriados. Segundo a pneumologista e clínica geral Andrea Sette, do Hospital e Maternidade São Luiz, as viroses respiratórias se propagam mais nesse período porque as pessoas ficam em lugares fechados, sem ventilação.

— É importante que as pessoas fiquem em lugares mais ventilados para diminuir as chances de contrair gripes e resfriados, além de se manter hidratadas, pois a ingestão de líquidos facilita o tratamento desse tipo doença.

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet

Atadura na língua promete ‘milagre’ do emagrecimento

Acesse:http://oglobo.globo.com/blogs/pagenotfound/posts/2013/06/10/atadura-na-lingua-promete-milagre-do-emagrecimento-499611.asp

Para perder alguns quilinhos muita gente não mede esforços. Um novo e inusitado procedimento promete fazer com que os adeptos percam até 13 quilos em um mês! Trata-se do “Miracle Patch” (Atadura milagrosa).

O “milagre” funciona assim: uma espécie de atadura é “implantada” no meio da língua para fazer com que a ingestão de alimentos sólidos se torne dolorosa e a pessoa opte por líquidos.

O material usado é o marlex, uma atadura abrasiva geralmente utilizada para reparar hérnias. A atadura é presa à língua por seis pontos.

A técnica foi criada pelo médico Nikolas Chugay, cirurgião plástico de Beverly Hills (Los Angeles, Califórnia), que começou a desenvolver a técnica em 2009. O procedimento custa cerca de R$ 4.000.

Um alerta: entre os efeitos colaterais estão dificuldades na fala e no sono.

Fotos: Divulgação/Pacientes

Curiosidades na internet

Cientistas criam fio para fone de ouvido que pode ser esticado até 8 vezes

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/produtos/Cientistas-criam-fio-de-fones-de-metal-liquido-que-pode-ser-esticado-8x-mais/

Fones de ouvido

Cientistas da Universidade Estadual da Carolina do Norte, Estados Unidos, acabam de criar um fio para fones feito de metal líquido que é capaz de ser esticado até 8 vezes mais do que seu tamanho original sem interromper o som.

O método usado pelos cientistas preenche um tubo de polímero elástico com uma liga de metais em forma líquida, que proporciona a passagem da corrente elétrica. A solução é capaz de manter a condução elétrica e do som, e esticar o fio sem rompê-lo.

“Os esforços anteriores para criar fios elásticos focavam na incorporação de metais ou outros condutores elétricos em polímeros elásticos, mas isso gera um conflito”, afirmou em nota oficial Dr. Michael Dickey, professor assistente de engenharia química e co-autor de um artigo sobre a pesquisa. “Aumentar a quantidade de metal aumenta sua condutividade, mas diminui sua elasticidade. Nossa nova abordagem mantém os materiais separados para que você tenha o máximo de condutividade sem prejudicar a elasticidade. Resumindo, nossos fios são em ordem de grandeza mais elásticos do que os fios mais condutores, e pelo menos em uma ordem de magnitude são mais condutores do que os fios mais elásticos disponíveis atualmente”.

Fio eláticoFoto: Reprodução

Mesmo sendo produtos fáceis de serem produzidos, os cientistas afirmam que um problema em sua produção deve ser resolvido antes dos fios flexíveis estarem disponíveis no mercado. O principal problema do fio é que caso ele seja cortado, pode ocorrer o vazamento dos líquidos metálicos.

Confira abaixo um vídeo demonstrativo da elasticidade do novo fio:

Curiosidades na internet

Suor Emagrece: Verdade ou Mito?

Acesse:http://www.mulherbeleza.com.br/corpo/suor-emagrece-verdade-ou-mito/

Suar emagrece ou não faz diferença?

 É muito comum ver as pessoas dizendo que o suor está associado com a perda de peso. Apesar de fazer sentido, já que relacionamos suor com esforço físico, será que essa informação é verdadeira ou é apenas mais um mito popular que se espalhou por aí? A resposta para esta questão existe e é mais óbvia do que parece.

A verdade é que o suor não significa de nenhuma forma a perda de peso. A explicação é que o suor somente significa a perda de água e de sais minerais do organismo e não a perda de gordura. Ele está relacionado com o esforço físico, com a temperatura do local e demais características.

Mito: Suor Emagrece

Na realidade, suar não é um bom sinal, pois significa que seu corpo precisa repor os sais e os líquidos logo ou irá desidratar, o que obviamente ninguém quer. Para emagrecer é preciso gastar mais calorias do que é ingerido diariamente, o que não necessariamente precise ser suando.

Evite fazer exercícios debaixo do sol muito quente, para não cansar o corpo mais fácil e reponha sempre os líquidos bebendo água antes e depois das atividades. Caso o esforço físico seja mais prolongado, invista nos isotônicos, bebidas que hidratam e que são ricas em sais minerais. Portanto suar não emagrece, apenas desidrata. Dessa forma, a diferença na balança significa a perda de líquidos e não de gordura.

Curiosidades na internet