Nasa divulga fotos de alinhamento entre Marte, Sol e a Terra

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/fotos/nasa-divulga-fotos-de-alinhamento-entre-marte-sol-e-a-terra-09042014#!/foto/1

Fenômeno acontece a cada 26 meses e deixará o planeta vermelho mais perto do nossoNessa terça-feira (8) astrônomos puderam observar a oposição de Marte, um evento que ocorre uma vez a cada 26 meses

Nessa terça-feira (8) astrônomos puderam observar a oposição de Marte, um evento que ocorre uma vez a cada 26 meses

Foto: Divulgação

.
Curiosidades na internet

Nasa tentará ‘fabricar’ água e ar na Lua

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/40165/40165

(Foto: Reprodução)
 inShare8

A Nasa pretende lançar um robô à Lua para criar água e oxigênio com elementos presentes no satélite natural da Terra. O projeto está previsto para 2018, quando a missão RESOLVE pousará por lá.

A máquina coletará punhados de terra lunar e os aquecerá a tal ponto que hidrogênio, oxigênio e vapor de água sejam expelidos. Os dois componentes, então, podem ser combinados para a formação da água, conforme explicado pela Wired.

De acordo com a revista, um experimento assim também será feito em Marte, mas só em 2020. Lá o robô extrairá dióxido de carbono, filtrando o pó para depois processar o CO2 em oxigênio.

Será a primeira vez que se tenta converter lugares fora da Terra em habitáveis sem a ajuda de equipamento especializado. Se der certo, missões futuras poderão tentar industrializar o método para, quem sabe, um dia os humanos possam morar fora de seu próprio planeta.

Curiosidades na internet

Missão seleciona mais de mil candidatos para morar em Marte

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/missao-seleciona-mais-de-mil-candidatos-para-morar-em-marte-02012014

Serão enviadas 24 pessoas para “colonizar” o planeta vermelho

Candidatos serão submetidos a testes rigorososReprodução/Daily Mail

Uma missão que pretende levar humanos a Marte e que atraiu 200 mil inscrições selecionou mais de mil pessoas que serão testadas para se chegar a uma lista final de 24 candidatos a morar naquele planeta.

O projeto Mars One foi lançado em 2011 por dois holandeses com o objetivo de estabelecer uma vida humana permanente no planeta em 2025. Eles esperam que o projeto seja financiado por investidores e pelos direitos de transmissão de documentários sobre os testes, o treinamento e a seleção final. O projeto promete uma colônia no planeta vermelho até 2023.

Descoberta de vida em Marte está cada vez mais próxima, afirma especialista

Os 1.058 candidatos que estão nesta primeira rodada são do mundo inteiro. De longe, o maior número de concorrentes – 297 – é de norte-americanos, seguidos de 75 canadenses e 62 indianos.

Eles precisam se submeter a testes rigorosos, incluindo simulações da vida em Marte e lidar com o isolamento, disse um dos fundadores da missão, Bas Lansdorp.

— O desafio com os 200 mil inscritos é separar aqueles que sentimos estar física e mentalmente preparados para serem embaixadores humanos em Marte daqueles que obviamente estão levando a missão muito menos a sério

Curiosidades na internet

VIAGEM TRIPULADA A MARTE JÁ PODE TER DATA CERTA PARA ACONTECER

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/viagem-tripulada-marte-ja-pode-ter-data-certa-para-acontecer

Jonatan Peris é estudante de Engenharia Industrial, na Universidade de Zaragoza e um dos seis tripulantes selecionados a participar de uma das simulações de viagem a Marte. Em seu livro, recentemente publicado, ele afirma que a primeira viagem tripulada ao planeta vermelho ocorrerá por volta do ano 2030 e deve durar em torno de 2 anos e meio, incluindo os 14 meses do trajeto de ida e volta.
A viagem começaria com diversos lançamentos espaciais, realizados antes de os astronautas serem enviados. Ainda segundo o autor, que fará parte dos ensaios a serem realizados no deserto de Utah, nos Estados Unidos a partir de 2015, chegar a Marte seria o primeiro passo da humanidade na corrida pela colonização do planeta.
marte-the-history-channel
O rápido avanço da tecnologia já possibilita levar a Marte uma missão de exploração tripulada, entretanto os riscos seriam bastante altos. Contudo, em 15 anos, esses riscos deverão ser muito menores. Para isso, será necessário desenvolver a pesquisa dedicada a solucionar os principais inconvenientes de uma viagem destas proporções: os efeitos musculares produzidos pela ausência de gravidade, os riscos de superexposição ao excesso de radiação cósmica e outros fatores. Na verdade, algumas das soluções previstas incluem o implante de robôs nanométricos na corrente sanguínea, capazes de detectar doenças antes mesmo do surgimento de sintomas ou até mesmo consertar músculos e ossos afetados pela ausência de gravidade do espaço. Outro aspecto fundamental a ser estudado se refere ao estado psíquico dos tripulantes quando submetidos a condições extremas, especialmente quando devem responder rapidamente em um ambiente provavelmente hostil.

Curiosidades na internet

COMETA DE SEIS CAUDAS SURPEENDE CIENTISTAS

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/cometa-de-seis-caudas-surpeende-cientistas

cometa-seis-caudas-the-history-channel
O cientistas ainda não conseguiram se recompor da surpresa causada por uma recente descoberta feita pelo telescópio espacial Hubble: um cometa com seis caudas foi avistado sobre as órbitas de Marte e Júpiter. Segundo especialistas, trata-se de uma rara formação rochosa situada no cinturão de asteróides localizado entre os campos orbitais de Marte e Júpiter. Além de ser o primeiro cometa com seis caudas divisado até hoje, o P/2013P5 surpreende ainda mais, pois essas caudas vão mudando de tamanho e extensão com o passar dos meses produzindo mais ou menos poeira, em virtude de sua rotação. Os pesquisadores da Universidade da Califórnia asseguraram que o asteróide se encontra a uma velocidade superlativa, portanto sua superfície apenas solta partículas, que são expulsas no espaço em forma de traços brilhantes.
Curiosidades na internet

Nasa divulga imagem de dunas formadas por ferro em Marte

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/nasa-divulga-imagem-de-dunas-formadas-por-ferro-em-marte-20130924.html

Sonda registra região de cânions com mais de 4 mil km no planeta vermelho

Nasa registra dunas formadas de ferro em MarteNASA/JPL/University of Arizona
A sonda Mars Reconnaissance Orbiter capturou uma imagem de cânions com dunas escuras formadas por ferro em Marte. A imagem foi registrada em agosto, mas só foi divulgada nesta terça-feira (24) pela Nasa (agência espacial norte-americana).

 

O ferro das dunas marcianas é derivado de minerais contidos em rochas vulcânicas. Para motivo de comparação, as dunas de areia da Terra são feitas de quartzo. A Mars Reconnaissance Orbiter orbita Marte desde 2006 e tem como principal missão buscar evidências de que existiu água no planeta.

O equipamento usado na captação da imagem é operado pela equipe da Universidade do Arizona, em Tucson (EUA). A imagem mostra a interação dos sedimentos trazidos pelo vento na superfície de Marte.

A foto mostra o chamado de “Labirinto da Noite”, que fica na região vulcânica de Tharis Rise. O local tem mais de 4 mil km de extensão, cerca de 200 km de largura e 7 km de profundidade.

Curiosidades na internet

Imagens inéditas de um eclipse das luas em Marte

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/imagens-ineditas-de-um-eclipse-das-luas-em-marte

Imagens inéditas de um eclipse das luas em Marte
Esta maravilhosa e inédita imagem é de uma sequência acelerada, em 15 segundos, da passagem de Fobos, a maior lua de Marte, em frente Deimos, o segundo satélite natural do planeta vermelho. As imagens foram obtidas pelo rover Curiosity, e os cientistas da NASA explicaram que através dessa seqüência puderam ser vistas pela primeira vez, de forma muito clara, as grandes crateras de Phobos. Além disso, é a primeira vez que uma imagem de um eclipse entre as luas de Marte é captada da superfície do planeta.
.
Este grande feito aconteceu coincidentemente no aniversário de um ano do Curiosity em marte – o rover chegou ao planeta no dia 22 de agosto de 2012. Talvez como uma forma de celebrar o saldo amplamente positivo desde primeiro ano de trabalho, os oficiais da NASA estão planejando uma nova missão para Marte em 2020.
..
Veja o vídeo abaixo:

Curiosidades na internet

Mais de 100 mil se inscrevem para viagem sem volta a Marte

Acesse:http://f5.folha.uol.com.br/estranho/2013/08/1325656-mais-de-100-mil-se-inscrevem-para-viagem-sem-volta-a-marte.shtml

 BBC BRASIL

Mais de 100 mil pessoas se inscreveram para uma viagem sem volta à Marte, dentro de um projeto que pretende colonizar o planeta a partir de 2023.

As inscrições online, que ainda estão abertas até o dia 31 de agosto, fazem parte do Mars One, iniciativa liderada pelo cientista holandês Bas Lansdorp, que participou de uma conferência no último dia 9 por meio do Twitter, para responder perguntas dos candidatos e jornalistas.

Lansdorp, que confirmou o número de inscritos aos principais jornais americanos esta semana, disse que a quantidade de candidatos tende a crescer ainda mais nas próximas semanas.

“Existe um grande número de pessoas que ainda está trabalhando nos próprios perfis, decidindo se pagam ou não pela inscrição ou continuam preparando os vídeos de apresentação, preenchendo os formulários e seus currículos”, explicou Bas em entrevista à rede de TV CNN.

Os candidatos que decidem se inscrever pagam uma taxa que, de acordo com os organizadores do Mars One, ajudará a financiar o custo do projeto, orçado em Us$ 6 bilhões (ou quase R$ 14 bilhões).

O valor da inscrição, que só pode ser feita por quem tem 18 anos ou mais, varia de acordo com o país. Nos EUA a taxa é de US$ 38 (ou cerca de R$ 86), sendo que no México o valor é menor –US$ 15 (ou aproximadamente R$ 34).

  Mars One  
Ilustração do que seria a colônia em Marte
Ilustração do que seria a colônia em Marte

Patrocínio

O site oficial do Mars One iniciou no começo do mês a exibição de um documentário –o One Way Astronaut (Astrounata sem volta)– que explica o projeto em detalhes para aqueles que se dispuserem a morar em Marte. No entanto, para assistir ao filme, o internauta também precisa pagar –US$ 2,95 (R$ 6,79) para visualização online ou US$ 4,95 (R$ 11,32) para download.

Todos os valores são justificados como doações para financiar os quase R$ 14 bilhões descritos como necessários para construir as estações para habitação em Marte, além de financiar o custo da própria viagem, que de acordo com o site da missão, levará sete meses e será “o próximo grande passo da humanidade”.

Em janeiro, o Mars One divulgou em anúncio oficial do próprio site que o Interplanetary Media Group –empresa que gerencia todos os investimentos de propriedade intelectual e mídia do projeto– também recebeu os primeiros investimentos privados cujo valor não foi divulgado. De acordo com o site da missão, o fundo irá financiar os custos de pesquisa e o processo de seleção do Mars One.

Seleção

Até agora, o site do projeto confirma ter recebido inscrições de mais de 120 países, incluindo o Brasil, EUA, China, Rússia, México,, Canadá, Colômbia, Argentina e Índia.

“O Mars One é uma missão representando toda a humanidade e seu verdadeiro espírito será justificado apenas se pessoas de todo o mundo estiverem representadas. Eu me orgulho de ver exatamente isso acontecendo”, disse Lansdorp em artigo publicado no site do Mars One.

Os futuros astronautas da missão serão escolhidos em 4 etapas.

Na primeira, a seleção é feita com base no currículo, carta de intenção e vídeo enviado pelo candidato. Na segunda fase, os candidatos devem apresentar atestado médico e físico e se encontrarão com comitês regionais da missão para entrevistas.

Na terceira etapa, o processo passa para o nível nacional, de onde sairá um candidato por país selecionado. Essa etapa será transmitida pela TV e internet em cada país participante e o público desses países decidirá o próprio representante dentre um grupo de 20 a 40 candidatos por nação.

Na etapa final, os candidatos restantes, que precisam se comunicar bem em inglês, participarão de um evento transmitido pela TV em todos os países participantes para selecionar apenas 24 astronautas.

Curiosidades na internet

Marte sofreu perda precoce da maior parte da atmosfera

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2013/07/1313327-marte-sofreu-perda-precoce-da-maior-parte-da-atmosfera.shtml

Enviado por Fabio Maia Vital

PUBLICIDADE

DE SÃO PAULO
Quando era um jovem com menos de 500 milhões de anos, Marte sofreu uma catástrofe que desligou seu campo magnético, deixou-o exposto a fortes ventos solares e o fez perder quase toda a sua atmosfera.

Essa é a história mais plausível para a infância do planeta, de acordo com as descobertas mais recentes do jipe-robô Curiosity.

A conclusão está em dois estudos publicados hoje na revista “Science”, que revelam com precisão inédita a composição do ar em Marte.

Já se desconfiava que o planeta tinha perdido ar no passado, mas ao analisar detalhes na composição de diferentes gases, cientistas se deram conta de que a erosão atmosférica inicial foi muito mais brusca do que se pensava, e só depois se amainou.

Após nascer com uma atmosfera espessa, com pressão centenas de vezes maior que a da Terra, Marte rapidamente perdeu quase todo seu ar e se tornou, talvez, parecido com nosso planeta. A erosão continuou, porém, e hoje o ar marciano é tão rarefeito que sua pressão é de menos de um centésimo daquela na superfície terrestre.

Os cientistas conseguiram deduzir esse histórico de perda de atmosfera porque os átomos mais leves de um gás se concentram no alto da atmosfera, e o vento solar os empurra para fora do planeta com mais facilidade. A proporção de gás argônio com pesoatômico 36 para o argônio com peso atômico 40, por exemplo, era maior antes de a atmosfera sofrer erosão.

Cientistas ainda debatem o que pode ter causado essa perda de atmosfera tão brusca, e isso deve ter a ver com o campo magnético do planeta, que dependia de um fluxo de magma em seu interior. Caso esse magma tenha se solidificado, o magnetismo se esvaiu e deixou o planeta exposto ao vento solar, que era mais forte naquela época. Outra hipótese é a de uma grande colisão ter desestabilizado o fluxo de magma.

Para Paul Mahaffy, líder de um dos estudos, impactos com asteroides e cometas podem ter dado conta de afinar a antiga atmosfera marciana.

Editoria de Arte/Folhapress

CONDIÇÕES AMENAS

A missão do Curiosity é investigar a possibilidade de Marte ter tido condições favoráveis à vida no passado, mas ainda não está claro se a história da perda precoce da atmosfera do planeta é notícia boa ou ruim para isso.

Certamente, não é um impeditivo, pois ao menos durante algum tempo a pressão atmosférica do planeta foi adequada para manter água líquida, cujo fluxo deixou sinais em rochas. “A questão é quanto tempo essa água durou”, disse Mahaffy à Folha. “É plausível que ela tenha persistido bastante tempo sob uma atmosfera não tão pesada quanto a inicial.”

Chris Webster, líder do outro estudo da Nasa que sai hoje, se diz otimista. Mesmo que a atmosfera de Marte tenha sido reduzida a um décimo do tamanho original logo no início, diz, ela ainda teria um valor razoável, e só ao longo do tempo teria sido encolhida para o valor atual.

“Houve um período em que a atmosfera de Marte era similar à nossa, e havia água líquida”, diz. “É preciso levar em conta, claro, que a superfície de Marte é muito cruel, com muita radiação ultravioleta, mas abaixo da superfície há a possibilidade de ter havido um monte de ingredientes necessários à vida.”

Essas condições amenas, porém, estariam com os dias contados, pois o fim do campo magnético de Marte o levaria a continuar a perder atmosfera e pressão.

Em novembro, a Nasa enviará a Marte a sonda Maven, que vai investigar a atual taxa de perda atmosférica.

Curiosidades na internet

LEGO irá lançar kit de montagem da sonda Curiosity

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/lego/LEGO-ira-lancar-kit-de-montagem-da-sonda-Curiosity/

Curiosity lego

A sonda Curiosity, enviada a Marte no ano passado, está se tornando um personagem muito popular, tanto que a LEGO decidiu lançar uma versão para montar do veículo espacial, dentro do projeto LEGO CUUSOO. A empresa escolheu um modelo criado por um fã dos tijolinhos depois que sua criação recebeu a maior quantidade de votos na página do CUUSOO. As informações são da NBC News.

“Nós entendemos que este produto tem um forte apelo e demanda pelas comunidades especiais e educacionais”, afirmou Tim Courtney, Community Manager da LEGO. “O produto se alinha perfeitamente com a missão do Grupo LEGO de ‘inspirar e desenvolver os construtores de amanhã’, incluindo aqueles que irão construir nosso futuro no espaço”. O projeto CUUSOO convida os fãs da marca a desenvolverem novos modelos que, se forem bem votados, poderão ser lançados comercialmente.

A Curiosity de LEGO foi desenvolvida por Stephen Pakbaz, que atende no site CUUSOO pelo apelido de ‘Perijove’, e ele apresentou seu protótipo da sonda em novembro de 2011, quando ainda trabalhava como engenheiro mecânico no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA em Pasadena, Califórnia, Estados Unidos. “Minha esperança era ter um set produzido enquanto a sonda real ainda estivesse viva em Marte, de modo que o modelo poderia ajudar as crianças a aprender sobre as verdadeiras descobertas da sonda enquanto elas aconteciam”, explicou Pakbaz.

O criador do modelo também teve muito cuidado na hora de colocar todos os detalhes possíveis da sonda Curiosity em seu modelo de montar, incluindo suspensão nas rodas, que são ideiais para a navegação da sonda sobre o solo de Marte, câmera principal e até um pequeno trecho do ‘solo’ do Planeta Vermelho com uma elevação, indicando a entrada da sonda nas crateras marcianas.

Por enquanto, a Curiosity da LEGO ainda está em desenvolvimento e não tem data prevista para seu lançamento no mercado.

Curiosidades na internet

Startup transporta Tricorder do universo ‘Star Trek’ para a vida real

Acesse:http://www.canaltech.com.br/noticia/gadgets/Startup-transporta-Tricorder-do-universo-Star-Trek-para-a-vida-real/

Tricorder

Os fãs do universo ‘Star Trek’ com certeza se lembram do Tricorder usado na saga, que era um dispositivo manual capaz de escanear uma determinada área ou foco para fornecer dados específicos como, por exemplo, os sinais vitais de alguém. E o que antes era só ficção acaba de ganhar uma versão real e bem condizente com o século XXI.

A startup norte-americana Scanadu desenvolveu um aparelho portátil que pode escanear em poucos segundos os sinais vitais de um paciente e enviar essas informações a um smartphone. O Scanadu Scout, como foi chamado, é capaz de medir a temperatura, pressão arterial, frequência cardíaca, oximetria (oxigenação do sangue), executar um exame de eletrocardiograma e analisar a urina do paciente, tudo isso, exceto a análise da urina, apenas com a aproximação do Scanadu Scout da testa do paciente.

“Um dos problemas com o atual sistema de saúde é que você só entra em contato com ele de vez em quando”, afirmou o Dr. Alan Greene, diretor do escritório médico da Scanadu, em vídeo promocional. “Com o seu smartphone, você pode descobrir qualquer coisa, em qualquer lugar, mas o que você não pode fazer é encontrar informações sobre o seu próprio corpo”.

Scanadu ScoutFoto: Divulgação

O dispositivo é equipado com sensores infravermelhos para medir a oximetria, bem como termômetros, sensores de medidas e microfones, que são capazes de captar os batimentos cardíacos e sons da respiração do paciente. A empresa garante que o Scanadu Scout foi desenvolvido com base na plataforma RTOS Micrium de 32 bits, usada pela NASA em análises das amostras coletadas pela sonda Curiosity no solo de Marte. Sua bateria leva menos de um hora para ser recarregada e seu aplicativo exclusivo está disponível para aparelhos móveis equipados com Android ou iOS, e se conecta ao dispositivo de análise via Bluetooth.

Scanadu ScoutFoto: Divulgação

O Scanadu Scout ainda está em fase de desenvolvimento e precisa da aprovação da Food and Drugs Administration (FDA) para ser comercializado. No entanto, seus criadores já iniciaram a busca por recursos para sua produção no IndieGoGo e, com menos de uma semana, haviam superado sua estimativa inicial de US$ 100 mil (R$ 200 mil). Confira abaixo o vídeo promocional do aparelho, em inglês:

.Curiosidades na internet

Sonda Mars coleta imagens de neve em Marte

Acesse:http://www.oficinadanet.com.br/post/8965-sonda-mars-coleta-imagens-de-neve-em-marte

De acordo com o a Agência Espacial Norte Americana – NASA, a mesma obteve informações coletadas pela sonda Mars de que há indícios de neve de dióxido de carbono no pólo sul de Marte

Sonda Mars coleta imagens de neve em Marte

De acordo com o a Agência Espacial Norte Americana – NASA, a mesma obteve informações coletadas pela sonda Mars de que há indícios de neve de dióxido de carbono no pólo sul de Marte.

Mais conhecido como gelo seco, o mesmo requer temperaturas acima dos 125ºC negativos. Mesmo o planeta vermelho tendo muitas semelhanças ao nosso, ele também é muito diferente.

Os dados captados pela sonda espacial Mars foram feitos entre 2006 a 2007 e somente agora revelados, onde as nuvens de dióxido de carbono de cerca de 500 km de diâmetro foram monitoradas a um longo tempo. Conforme, Paul Hayne do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA e principal autor do estudo declarou em entrevista que, “Estas são as primeiras detecções definitivas de nuvens de neve de dióxido de carbono”.

Os cientistas que realizaram os estudos analisaram as tais nuvens olhando as mesmas bem acima e lateralmente com a sonda, onde a Mars gravava o brilho em nove bandas de luz visível e infravermelha, como uma forma de examinar as partículas e os gases na atmosfera marciana.

De acordo ainda com os estudos, a neve teria se formado a partir das nuvens em torno do pólo sul do planeta vermelho; para a equipe de cientistas, as nuvens de dióxido de carbono são grossas, sendo elas suficientes para acumular neve na superfície. A questão na verdade, é como o gelo seco se acumula na superfície? Congela o nível da superfície como uma geada e também cai como neve? São perguntas que ficam no ar. Literalmente.

O estudo está publicado no Journal of Geophysical Research

Curiosidades na internet

Estados Unidos pretende rebocar asteroide até próximo a Terra

Acesse:http://www.oficinadanet.com.br/post/10357-estados-unidos-pretende-rebocar-asteroide-ate-proximo-a-terra

Barack Obama irá sugerir ao Congresso norte-americano nesta quarta-feira, 10 de abril, que o mesmo aprove uma verba de US$ 100 milhões para o próximo ano a fim de tirar do papel o projeto de capturar um pequeno asteroide e puxá-lo para a órbita da Lua.

Estados Unidos pretende rebocar asteroide até próximo a Terra
De acordo com anuncio feito pelo senador Bill Nelson na última semana, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, irá sugerir ao Congresso norte-americano nesta quarta-feira, 10 de abril, que o mesmo aprove uma verba de US$ 100 milhões para o próximo ano a fim de tirar do papel o projeto de capturar um pequeno asteroide e puxá-lo para a órbita da Lua.

 

Esse projeto tem por finalidade estabelecer postos tripulados permanentes no espaço. Conforme o comunicado, o senador democrata diz que, “Isto faz parte daquilo que será um programa muito mais amplo, o plano combina a ciência de mineração em um asteroide, o desenvolvimento de métodos para desviá-lo, bem como além de encontrar um lugar para desenvolver formas de viajar até Marte”.

O plano de captura deste pequeno asteroide prevê que uma nave robô capture o mesmo e o puxe em direção da Terra, deixando-o em órbita estável ao redor da Lua, próximo o suficiente para que astronautas possam ir a sua direção.

Para alguns especialistas, o objetivo de Obama de enviar uma missão tripulada até este asteroide é quase que impossível, pelo nível financeiro em que se encontra hoje a NASA, mas também para esses mesmos especialistas, se a NASA usar um veículo não tripulado para puxar esse asteroide de 500 toneladas para bem próximo da Terra, poderia se tornar em uma fonte de lucros, pois levaria os seres humanos a um asteroide até 2021, ou seja, quatro anos antes do final do prazo previsto.

Voltando ainda ao comunicado do senador Nelson, o mesmo diz que, “Uma vez que o asteroide esteja em órbita estável, haverá atividades de mineração, pesquisas sobre formas de desviar o asteroide da rota de colisão com a Terra e também o teste de desenvolvimento de uma tecnologia para uma viagem rumo ao espaço sideral e a Marte”, completa.

Curiosidades na internet

Para simular viagem a Marte, astronautas vivem um mês no deserto

Acesse:http://www.oficinadanet.com.br/post/10005-para-simular-viagem-a-marte-astronautas-vivem-um-mes-no-deserto

Uma missão inédita teve fim na última quinta-feira (28). Um grupo de dez astronautas e técnicos passaram um mês no deserto de Merzuga, no sudeste do Marracos para simular uma viagem e uma exploração em tempo real a Marte

Para simular viagem a Marte, astronautas vivem um mês no deserto

Uma missão inédita teve fim na última quinta-feira (28). Um grupo de dez astronautas e técnicos passaram um mês no deserto de Merzuga, no sudeste do Marracos para simular uma viagem e uma exploração em tempo real a Marte.

A missão, que iniciou em fevereiro, teve como objetivo principal tentar imitar uma exploração humana no Planeta Vermelho.  Trata-se de um projeto diferente do russo “Mars500”, que recebeu o apelido de “Big Brother Marte”, situação em que os astronautas ficaram 500 dias isolados simulando estar em uma expedição ao planeta.

A equipe que permaneceu um mês no deserto era composta por cinco astronautas, um técnico em telecomunicações, um médico e vários mecânicos especializados, a maioria deles austríacos.  A tripulação recebeu treino físico e também psicológico antes da missão.

Na simulação, a equipe de voluntários, em um acampamento montado, alteravam a roupa habitual com uniformes espaciais que usam para conduzir os veículos robóticos que foram desenvolvidos para participar da simulação sob condições de pressão de Marte.

Na experiência, ficou claro a grande pressão física e também psicológica que se sofre ao vestir as roupas espaciais, com movimentos limitados e um certo desconforto.

“É uma das maiores e mais complexas missões já realizadas”, explicou à Efe, de Merzuga, o cientista Gernot Grömer, diretor do Fórum Austríaco do Espaço (OEWF), centro que organiza e dirige esta missão em Marrocos.

De acordo com Grömer, o objetivo da missão, que tem colaboração da Nasa, é como obter um bom resultado durante uma exploração em Marte. Assim, testar os aparelhos, constatar possíveis falhas e também pensar em instrumentos e que podem ser usados em uma viagem a Marte.

O tempo também foi pensado na missão, assim, para imitar o tempo real, a tripulação recebeu sinais acústicos 26 minutos após sua emissão, um atraso artificial para se aproximar mais das condições reais que a distancia entre a Terra e Marte costuma ter.

A escolha de Marrocos para simular  a missão é bastante simples. De acordo com Grömer, “Marrocos apresenta uma combinação geológica interessante”. Marte, igualmente a Mercúrio, Vênus e Terra, possui superfície sólida composta por rocha e meta. O que difere é que sua atmosfera é formada principalmente por dióxido de carbono.

Assim, o local escolhido pela equipe, o deserto, está situado a 800 metros acima do nível do mar, com uma superfície bastante diferenciada, com dunas de areia fina e também superfícies planas e rochosas. Tudo muito parecido com Marte.

Os dados recolhidos na simulação serão analisados na base da OEWF na cidade de Innbruck, na Áustria.

Curiosidades na internet

Cientistas acham meteorito marciano rico em água de 2 bilhões de anos

Acesse:http://www.oficinadanet.com.br/post/9660-cientistas-acham-meteorito-marciano-rico-em-agua-de-2-bilhoes-de-anos

Um meteorito de mais de 2 bilhões de anos foi encontrado por cientistas no deserto do Saara. O meteorito não é só mais antigo dos que os que costumam chegar à Terra, mas também contém mais água

Cientistas acham meteorito marciano rico em água de 2 bilhões de anos

Um meteorito de mais de 2 bilhões de anos foi encontrado por cientistas no deserto do Saara. O meteorito não é só mais antigo dos que os que costumam chegar à Terra, mas também contém mais água. A pedra, do tamanho de uma bola de baseball, é muito semelhante ao material geológico da superfície marciana analisado pelos jipes-robôs Spirit e Opportunity, da Nasa.

“Aqui temos um pedaço de Marte que posso segurar em minhas mãos”, disse Carl Agee, da Universidade do Novo México, nos EUA, e autor do estudo publicado na revista “Science”.

A maior parte das pedras extra-terrestres que caem na Terra são partículas de asteroides, porém algumas são originárias da Lua ou de Marte. Este pedaço de pedra que caiu no Saara é proveniente de um provável impacto entre um asteroide contra Marte, acreditam os cientistas.

Cerca de 65 meteoritos marcianos foram descobertos na Terra, a maior parte na Antártida ou no Saara. Os mais antigos têm cerca de 4,5 bilhões de anos, quando o planeta era mais quente e úmido. Cerca de meia dúzia deles têm 1,3 bilhão de anos e o resto têm 600 milhões de anos ou menos.

Esse último meteorito, que recebeu o apelido de “Beleza Negra”, foi doado à Universidade do Novo México por um americano que o comprou de um vendedor marroquino no ano passado.

O administrador associado John Grunsfeld, do Diretório de Missões Científicas da Nasa, diz que esses resultados também podem servir de referência para o jipe Curiosity, que está em Marte desde agosto à procura de materiais orgânicos em minerais coletados na Cratera Gale.

Os pesquisadores realizaram uma bateria de testes no meteorito e, com base em sua assinatura química, confirmaram que ele veio de Marte e se formou numa erupção vulcânica, além de ter sido alterado pela ação da água

Curiosidades na internet

Galeria: As melhores fotos do espaço de 2012

Acesse:http://www.baboo.com.br/2012/12/galeria-as-melhores-fotos-do-espaco-de-2012/

O universo certamente é um território curioso e enigmático. Quanto mais a humanidade pesquisa ou encontra novas informações sobre planetas, estrelas, galáxias ou corpos celestes, mais dúvidas surgem. E as respostas continuam a pairar no ar. Por isso, reunimos uma galeria para você curtir as melhores fotos do espaço feitas neste ano.

As  melhores fotos do espaço de 2012Ao longo de 2012, foram divulgadas diversas fotos de planetas, luas, constelações e as mais variedades localidades do espaço. E a revista Wired Science Space as publicou ao longo do ano com o intuito de agraciar nós, meros mortais interessados nessa fonte de curiosidade.

Com isso, você confere logo abaixo uma galeria com as melhores fotos publicadas no ano de 2012 com o tema. Há imagens de planetas como Saturno e Marte, nosso satélite, a Lua, assim como o próprio planeta Terra. Tudo reproduzido de forma fantástica.

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet

O que aconteceria se os astronautas de Marte ficassem doentes?

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/saude/O-que-aconteceria-se-os-astronautas-de-Marte-ficassem-doentes/

Astronauta

Uma pesquisa recente descobriu que os astronautas podem estar sujeitos a contaminações se participarem de missões espaciais prolongadas, em microgravidade. Os resultados do estudo indicam que tais fatores predispoem a proliferação de bactérias.

A microgravidade não apenas enfraquece o sistema imunológico dos astronautas, mas  também aumenta os fatores de virulência e resistência de alguns microorganismos, diz o especialista em doenças infecciosas Dr. Leonard Mermel, da Universidade Brown e do Hospital de Rhode Island.

Astronautas Atlantis

E em um ambiente sem gravidade, os germes lançados por tosses e espirros não obedecem os princípios que conhecemos aqui na Terra, isto é, eles não são atraídos para o chão. Tais microorganismos continuam flutuando por toda a nave. Isso significa que as chances de serem inalados por outros astronautas são grandes, e, além disso, estes pequenos agentes causadores de doenças podem, perfeitamente, se instalar em vários tipos de superfícies.

“Então você suprime a resposta imunológica humana e aumenta a capacidade dos micróbios de causar infecção, e junta estes dois fatores a um terceiro, um ambiente confinado onde partículas transportadas por via aérea podem permanecer no ar por um período prolongado de tempo”, diz o doutor.

Infelizmente, o ar em uma nave espacial deve ser recirculado de tempos em tempos, o que significa que os astronautas não podem usar desinfetantes hospitalares nem produtos de higiene para as mãos, porque podem emitir vapores nocivos.

Mas de acordo com Mermel, ainda há algumas medidas que podem ser tomadas para reduzir o risco. A NASA já implementou a maioria delas, como vacinação de astronautas contra vários tipos de doenças, incluindo a gripe. E já está preparando novas vacinas contra doenças mais graves, como a tuberculose.

A comida é irradiada seletivamente e os astronautas precisam usar lenços desinfetantes, máscaras cirúrgicas e respiradores. E ainda carregam vários antibióticos a bordo.

Entretanto, Mermel sugere que as vacinas devem ser expandidas para incluir outros germes, como o Miningococcus e o Pneumococcus. Também é necessário realizar uma triagem mais ampla antes do voo. Os astronautas poderiam ser triados em busca de todas as variações de Staphylococcus aureus, incluindo algumas formas resistentes a antibióticos, e suas fezes deveriam ser examinadas em busca de Salmonella.

É preciso encontrar uma maneira de filtrar o ar de maneira que não excedesse os orçamentos de energia. Se isso fosse possível, seria um grande objetivo, senão o principal, a ser alcançado pela NASA nessas missões, diz o médico.

Uma das maiores medidas que a NASA deve tomar é saber se deve ou não irradiar mais alimentos para viagens maiores. Enquanto isso parecer ser uma boa solução para exterminar os  germes, pode acabar com bactérias benéficas que são necessárias à flora intestinal do ser humano.

“Nós evoluímos para ter estes micróbios no interior de nossos tratos gastrointestinais, nosso sistema imunológico interage com eles e é estimulado por eles, o que faz com que sejam parte de nosso mecanismo homeostático”, explica Mermel.

São detalhes e detalhes que podem acabar colocando uma missão inteira a perder. Do ponto de vista médico e salutar, é extremamente necessário que a NASA se coloque de prontidão a resolver tais questões, de maneira a oferecer aos astronautas um ambiente mais propício a seus sistemas imunológicos durante viagens longas pelo espaço.

.
Curiosidades na internet

Marte irá receber outro robô da NASA em 2016

Acesse:http://www.oficinadanet.com.br/post/8849-marte-ira-receber-outro-robo-da-nasa-em-2016

A NASA anunciou na última segunda-feira que irá enviar uma nova sonda a Marte em 2016.

Marte irá receber outro robô da NASA em 2016

A NASA anunciou na última segunda-feira que irá enviar uma nova sonda a Marte em 2016. O anúncio, que chegou após duas semanas do bem sucedido enviou do robô Curiosity, tem desta vez, a missão de estudar a área subterrânea do Planeta Vermelho.

O novo robô, que ao contrário do Curiosity, que conta com seis rodas que percorrerá por dois a superfície de Marte, o InSight, como está sendo chamada a sonda, não terá mobilidade, ele apenas irá perfurar a superfície do planeta.

De acordo com a NASA, após a sua chegada, prevista para setembro de 2016, o InSigth irá atingir “as profundezas de Marte para descobrir por que o Planeta Vermelho evoluiu de forma tão distinta da Terra”.

O Insight, igualmente ao Curiosity, será concebido como também fabricado no JPL (Jet Propulsion Laboratory) de Pasadena (ao leste de Los Angeles). O custo de sua fabricação irá girar em torno de 425 milhões de dólares, diferente do Curiosity, que custou 2,5 bilhões de dólares.

“O conhecimento do subsolo de Marte e sua comparação com a Terra ajudará os cientistas a entender melhor como se formam e evoluem os planetas rochosos”, assinalou a agência espacial americana, que tem como objetivo determinar se o núcleo de Marte é sólido ou líquido e também o porque de sua superfície não ter em sua composição placas tectônicas móveis, igualmente a Terra.

“A exploração de Marte é uma das prioridades da NASA e o InSight garante que vamos continuar decifrando os mistérios do Planeta Vermelho para estabelecer as bases de uma futura missão humana”, declarou o chefe do centro espacial, Charles Bolden.

Curiosidades na internet

Nasa define os primeiros passos e alvo do Curiosity em Marte

Acesse:http://revistaepoca.globo.com/Ciencia-e-tecnologia/noticia/2012/08/nasa-define-os-primeiros-passos-e-alvo-do-curiosity-em-marte.html

Os cientistas vão disparar cerca de 30 jatos de laser na rocha N165, a cerca de 2 metros do robô, em busca de hidrogênio na superfície do planeta. Depois, ele vai se movimentar por aproximadamente 400 metros

A bolinha azul representa o local em que se encontra o Curiosity. A vermelha, até onde ele vai se locomover (Foto: NASA/JPL-Caltech/MSSS/LANL)A bolinha azul representa o local em que se encontra o Curiosity. A vermelha, até onde ele vai se locomover (Foto: NASA/JPL-Caltech/MSSS/LANL)

 

Cientistas da agência espacial americana (Nasa) definiram o primeiro destino do jipe-robô Curiosity na excursão que fará em Marte em busca novas informações sobre o planeta. Além disso, escolheram o primeiro mineral que o explorador vai analisar na superfície. Os dados foram divulgados em uma teleconferência nesta sexta-feira (17).

Neutrons (DAN), um  gerador de nêutros que o Curiosity carrega em uma de suas laterais. Fornecido pela agência espacial russa ao projeto, o DAN é capaz de detectar hidrogênio. A presença de hidrogênio pode significar que há água em forma de gelo ou no subsolo, aumentando a chance de vida no planeta vermelho.
O diretor científico do Curiosity, John Grotzinger, informou que todos os instrumentos do robô continuam em bom estado. “As coisas estão indo bem. Todos os instrumentos que estamos testando estão funcionando e estamos orgulhosos de anunciar que o DAN foi ligado hoje e operou com sucesso”, disse ele.

O primeiro destino do robô é um lugar chamado Glenelg, uma interseção de três tipos de terrenos que causou especial interesse nos cientistas. Eles acham que o local, situado a cerca de 400 metros a leste do robô, pode se tratar de uma plataforma de rocha adequada para a primeira perfuração.

Foi definida também a primeira rocha que o laser do Curiosity vai examinar nos próximos dias. Batizada de N165, a pedra está situada a pouco mais de dois metros do robô.

A rocha N165, a primeira a ser explorada pelo robô (Foto: NASA/JPL-Caltech/MSSS/LANL)A rocha N165, a primeira a ser explorada pelo robô (Foto: NASA/JPL-Caltech/MSSS/LANL)

Um instrumento chamado ChemCam vai disparar cerca de 30 jatos de laser durante dez segundos para aquecer a rocha, até que suas moléculas se transformem em uma bola de fogo. Assim, outros instrumentos do Curiosity vão conseguir analisar os átomos que compõem o mineral.

“Nossa equipe esperou oito longos anos por este momento” disse Roger Wiens, o pesquisador principal da ChemCam. O cientista afirmou ainda que espera poder compartilhar no início da próxima semana os resultados dos primeiros disparos.

Curiosidades na internet

Empresa holandesa prepara viagem só de ida a Marte em 2023

Acesse:http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/empresa-holandesa-prepara-viagem-so-de-ida-a-marte-em-2023

Astronautas devem ser escolhidos por meio de um ‘reality show’. No entanto, projeto é questionado por especialistas

Primeiro passo: cientistas usarão o conhecimento na missão Curiosity para viabilizar futuras missões tripuladas a Marte

Planeta vermelho: astronautas enviados a Marte devem realizar pesquisas científicas e instalar colônia no planeta (Nasa)

Em 2023, voluntários poderão explorar Marte a partir de uma viagem de ida simples, que será financiada com a realização de programas de televisão e reality shows. Esses são os planos da empresa holandesa Mars One, criada pelo engenheiro mecânico Bas Lansdorp, de 35 anos. “A conquista de Marte é a etapa mais importante da história da humanidade”, afirma o empresário. Mas ele destaca que, por enquanto, não haverá viagens de volta — elas ainda são tecnicamente impossíveis. O anúncio foi feito ao mesmo tempo em que a Nasa retoma a exploração do planeta, com o jipe-robô Curiosity.

A empresa avalia que a viagem deve custar seis bilhões de dólares, uma vez e meia o valor (2,5 bilhões de dólares) gasto no Curiosity. O processo de seleção de astronautas, seu cotidiano em Marte e a viagem de sete meses serão filmados e transformados em programas de televisão destinados a financiar a aventura. Bas Lansdorp explicou ter tido a ideia do financiamento do projeto ao conversar com o compatriota Paul Römer, um dos criadores do Big Brother.

Lansdorp admite que falta concretizar vários aspectos do projeto. Só metade das missões das grandes agências espaciais lançadas desde 1960 teve sucesso ao pousar em Marte. Os próprios Estados Unidos haviam estipulado como prazo para enviar homens ao planeta o ano de 2030. No entanto, a Mars One prevê criar uma colônia no local já em 2023.

A seleção e o treinamento dos astronautas deve começar em 2013, e o envio dos módulos habitacionais, das provisões e dos veículos robotizados estão previstos para acontecer entre 2016 e 2022.

Em abril de 2023, os quatro primeiros homens e mulheres devem pousar em Marte. Outros astronautas se somarão ao projeto, que deverá levar ao planeta  21 pessoas até 2033.

Ceticismo — Os astronautas deverão instalar uma colônia no planeta e realizar pesquisas científicas. A temperatura média em Marte é de 55 graus Celsius abaixo de zero e a atmosfera é composta em sua maior parte por dióxido de carbono. Para sobreviver nesse ambiente, os exploradores terão de produzir oxigênio a partir da água presente sob a forma de gelo no subsolo.

O projeto enfrenta o ceticismo de alguns especialistas. “Penso que restam perguntas que não têm sido examinadas em profundidade”, avalia Chris Welch, professor de engenharia espacial da Universidade Internacional para o Espaço (ISU), sediada na França. Ele ainda diz que a produção de oxigênio a partir do gelo é “possível em teoria”, embora extremamente incerta. “De um ponto de vista técnico, diria que as chances são de 50%”.

Mesmo assim, o projeto tem recebido o apoio de cientistas importantes, como o holandês Gerard’t Hoofd, prêmio Nobel de Física em 1999, que apoia a empresa e é um de seus embaixadores. “Sempre houve aventureiros para lançar viagens ao desconhecido. Pensemos nos vikings que foram para a América ou em Cristóvão Colombo”, disse.

Curiosidades na internet

%d bloggers like this: