Tag: neste domingo

Nokia Music+: escute o quanto quiser por US$ 4

Acesse:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2013/01/nokia-anuncia-o-music-com-download-ilimitado-de-musicas-por-4-dolares.html

A Nokia surpreendeu e trouxe uma novidade para o público neste domingo (27). A companhia finlandesa anunciou uma atualização do seu atual serviço de música, o Nokia Music, disponível em dispositivos Lumia com Windows Phone. A nova versão da ferramenta, agora chamada Music+, oferece streaming ilimitado de canais de músicas, com opção de sincronizar para ouvi-las offline, por apenas US$ 3,99 por mês.

Nokia anuncia o Music+ com downloads ilimitados de músicas por 4 dólares. (Foto: Reprodução)Nokia anuncia o Music+, com streaming ilimitados de músicas por 4 dólares (Foto: Reprodução/WP Central)

Ainda não há informações sobre a chegada do serviço ao Brasil, mas é possível que ele seja lançado junto com os novos Lumias ainda neste primeiro trimestre.

O Music+ trouxe uma grande lista de funcionalidades, que inclui a melhoria da qualidade de streaming musical — pelo menos 8x superior à oferecida pelo Nokia Music —, letras das canções e a opção de pular de faixa à vontade. Entretanto, um dos itens que mais chamaram atenção foram os “downloads ilimitados”: semelhante ao Rdio e o Spotify, o serviço permitirá que os usuários baixem seus canais preferidos para escutar offline.

De acordo com as informações fornecidas pela própria Nokia, o lançamento do novo serviço deverá ocorrer nas próximas semanas. Entretanto, não ficou claro ainda se a Music+ estará disponível para outros aparelhos com Windows Phone ou apenas para Lumias. O preço deve variar de acordo com o território, mas o esperado é que esteja disponível por aproximadamente US$ 3,99 (cerca de R$ 8)

Curiosidades na internet

Kim Dotcom lança Mega e promete muitos serviços gratuitos na web

Acesse:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2013/01/kim-dotcom-lanca-mega-e-promete-muitos-servicos-gratuitos-na-web.html

Acabou o mistério. Neste domingo (20), foi lançado o Mega, novo site de Kim Dotcom, fundador do extinto Megaupload, com serviços premium e muitos outros gratuitos. O portal entrou em serviço às 6h48 (horário local, 15h48 do sábado em Brasília), exatamente um ano após as forças de segurança da Nova Zelândia invadirem a mansão de Dotcom em Auckland, obedecendo a um comando do FBI.

Novo Mega, site de Kim Dotcom, promete revolucionar armazenamento em nuvem (Foto: Reprodução / Mega)Mega, site de Kim Dotcom, promete revolucionar o
armazenamento em nuvem (Foto: Reprodução)

Com 50GB iniciais de armazenamento online grátis, o Mega vai muito além dos 5GB gratuitos oferecidos pelo Drive (Google), ou dos 7GB do SkyDrive (Microsoft). O Dropbox, outro concorrente, oferece apenas 2GB. O Mega conta ainda com três opções de assinatura mensal: Pro I, por €9,99 (para 500GB), Pro II, por €19,99 (para 2TB), e Pro III por €29,99 (para até 4TB). Em reais os valores são R$ 27, R$ 54 e R$ 81.

Parecido com os concorrentes no modelo de negócio, o Mega chama a atenção em vários outros aspectos e promete revolucionar o setor de nuvem. Sua interface é simples e oferece uma ferramenta de arrastar e soltar para fazer o upload de arquivos. Extremamente rápidos, o upload e o download são processados diretamente na plataforma online do Mega, pelo próprio site, sem o uso de softwares adicionais.

É possível ainda compartilhar pastas inteiras, gerar links de download e enviar para os contatos, entre outras ações, em poucos cliques, num simples gerenciador de nuvem.

Ainda em versão beta, o Mega tem muito a melhorar. Na lista de atualizações pós-lançamento se encontram ambições como acesso móvel, ferramentas de processamento de texto e planilhas estilo Office, mensagens instantâneas, calendário e muito mais. Está previsto também para o Mega o suporte a outras línguas além do inglês.

Mais seguro e mais rápido

Baseado em criptografia, o serviço ficou também mais seguro e à prova de disputas de por direitos autorais. O objetivo é não repetir os erros do Megaupload.com, fechado em janeiro de 2012 pelo governo americano, numa caça às bruxas contra a pirataria digital.

O usuário terá seus arquivos criptografados de forma local antes que sejam enviados aos servidores do serviço. Isso quer dizer que o Mega não é responsável pelo que armazena já que não sabe do que se tratam os pacotes enviados pelos usuários – sejam eles fotos e arquivos pessoais ou músicas, filmes, livros ou conteúdo protegido por direitos autorais.

Mas como o Mega não sabe? Simples: o Mega não tem a chave necessária para “descriptografar” os arquivos. Apenas o dono, que enviou os pacotes, tem o acesso. Ao Mega restam apenas pastas trancadas, e cabe ao usuário controlar o acesso a elas.

Tal medida de segurança sugere que, mesmo cooperando com a lei ou mediante ações judiciais, a empresa pouco possa fazer quando forem solicitados os dados dos usuários. Diferente de serviços rivais, o Mega não tem conhecimento dos arquivos, não consegue abri-los e, mesmo que os entregue para autoridades, haverá dificuldade para decifrá-los.

Múltiplos datacenters

A criptografia dos arquivos interfere também na velocidade de acesso ao que já foi enviado ao Mega. Antes, serviços como o Megaupload operavam com datadcenters gigantes, que costumavam ser caros. Graças à criptografia, é possível conectar um grande número de parceiros de hospedagem em todo o mundo, sem se preocupar com violações de privacidade. “Nossos servidores vão estar mais perto de nossos clientes e a transferência de dados será mais rápida”, defende o Mega, na nova página do serviço.

Novo Mega, site de Kim Dotcom, lança novo modelo de armazenamento grátis em nuvem (Foto: Reprodução / Mega)Novo Mega, site de Kim Dotcom, lança novo modelo de armazenamento grátis em nuvem (Foto: Reprodução / Mega)

A Instra Corporation, uma investidora do Mega que fornece hospedagem, disse em um comunicado que está preparada para suportar os acessos diante da forte demanda. Brian Clarkson, CEO da Instra, disse que, durante a fase de lançamento, a empresa dará o apoio técnico necessário no dia a dia as operações, até que o serviço se estabilize.

Curiosidades na internet

CES 2013: Nova versão do USB 3.0 promete dobrar capacidade de transferência

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/ces/CES-2013-Nova-versao-do-USB-30-promete-dobrar-capacidade-de-transferencia/

USB 3.0

* Em Las Vegas, EUA

O UBS 3.0 Promoter Group anunciou neste domingo que deseja dobrar a velocidade de transferência de dados do SuperSpeed USB, conhecida como USB 3.0, para taxas de até 10Gbps. O grupo é formado por gigantes da tecnologia como a HP, Intel e Microsoft, e promove o uso do USB 3.0 como input padrão da indústria de eletrônicos.

Atualmente, a velocidade padrão do USB 3.0 é de 5 Gbps e, quando dobrada, chegará à mesma velocidade oferecida por dispositivos com a tecnologia Thunderbolt. Para efeito de comparação, o USB 2.0 que os computadores comuns utilizam é de 480 Mbps.

A atualização exigirá o desenvolvimento de novos controles de hardware para suportar a velocidade. A vantagem é que o formato utiliza o mesmo conector atual, o que garante compatibilidade com dispositivos com a tecnologia USB 3.0. O grupo afirma que cabos USB 3.0 à disposição no mercado atual podem ou não funcionar nas novas velocidades, dependendo de suas capacidade de operação.

A tecnologia ainda está em desenvolvimento e só deve ficar pronta em meados de 2013, com os primeiros produtos chegando ao mercado ao final de 2014. O desenvolvimento do SuperSpeed USB, também conhecido como USB 3.0, foi concluído em 2008, mas aparelhos com a tecnologia só chegaram às prateleiras no ano passado. Hoje, o grupo estima que já existam cerca de 720 dispositivos que utilizam o padrão 3.0.

Curiosidades na internet

Anatel suspende promoções de operadoras até janeiro com medo de sobrecarga

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/telecom/Anatel-suspende-promocoes-de-operadoras-ate-janeiro-com-medo-de-sobrecarga/

Celular

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) suspendeu neste domingo (23) todas as promoções das operadoras de telefonia móvel até janeiro de 2013, com medo de uma sobrecarga na rede que venha a afetar a qualidade das chamadas no final deste ano.

A decisão é decorrente do aumento do número de reclamações de clientes nos últimos meses e o temor de que o aumento do tráfego de dados móveis e de voz durante as festas de final de ano prejudique as operações, acarretando uma sobrecarga nas redes de telefonia móvel. Com base nisso, em novembro a agência suspendeu a promoção da TIM Infinity Day, que permitia que os usuários realizassem ligações ilimitadas para outros números da operadora por tarifa diária de R$ 0,50.

“Nessa época de Natal é quando temos o maior tráfego na rede de telefonia, por isso não seria o melhor momento para promoções que possam gerar impacto ainda maior. A partir de janeiro, por conta das férias, o tráfego tem uma queda e então essas promoções podem ser liberadas”, afirmou Bruno Ramos, superintendente de Serviços Privados da Anatel.

SmartphoneAs operadoras estão sendo monitoradas pela Anatel desde julho

O superintendente ainda afirmou que a agência também bloqueou em novembro os pedidos para o lançamento de promoções parecidas junto à TIM, Claro e Oi. A operadora Oi chegou a lançar as ofertas para seus clientes, mas voltou atrás com receio de alguma medida ser tomada pelo órgão regulador.

Desde julho, as operadoras estão sendo monitoradas pela Anatel, com base nas novas regras da telefonia móvel estipuladas depois de a agência ter tomado medidas para diminuir as reclamações de clientes. Oi, Claro e TIM ficaram proibidas de habilitar novas linhas e chips em alguns estados brasileiros antes de enviarem à Anatel um plano para os próximos dois anos de melhorias em redes e atendimento aos clientes em call centers.

Curiosidades na internet

Índia lança nova versão do Aakash, o tablet mais barato do mundo, por R$ 42

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/1184492-india-lanca-nova-versao-do-aakash-o-tablet-mais-barato-do-mundo-por-r-42.shtml

O governo da Índia apresentou neste domingo a nova versão do tablet mais barato do mundo, o Aakash 2.0, que inclui uma série de melhoras e será vendido a um preço subsidiado a cerca de 220 milhões de estudantes do país nos próximos cinco anos.

Segundo um comunicado oficial, a versão atualizada do Aakash (que significa “céu”, em sânscrito) foi apresentada pelo presidente indiano, Pranab Mukherjee, em cerimônia realizada em Nova Déli por causa do Dia Nacional da Educação.

Gurinder Osan/Associated Press
Estudante indiana exibe a primeira versão do tablet Aakash, iniciativa governamental, em Nova Déli
Estudante indiana exibe a primeira versão do tablet Aakash, iniciativa governamental, em Nova Déli

O tablet tem um processador de 1GHz, 512 MBytes de memória RAM, uma tela de 7 polegadas e uma bateria de três horas de duração nominal. O preço inicial é de 1.130 rúpias (cerca de R$ 42) para os estudantes indianos, e exatamente o dobro no mercado, o que representa um custo quase idêntico ao da primeira versão, lançada no final de 2011.

O aparelho foi desenvolvido pela companhia britânica Datawind, que controla a indo-canadense Suneet Singh Tuli, em colaboração com o Instituto Indiano de Tecnologia de Mumbai.

As autoridades indianas ofereceram durante o último ano cursos de formação a um total de 15 mil professores de 250 escolas e institutos do gigante asiático para que possam utilizar o tablet em suas aulas.

Em sua estreia, em 2011, o Aakash recebeu centenas de milhares de pedidos em poucas semanas, inclusive de países estrangeiros, embora em seguida tenham surgido críticas negativas quanto ao rendimento do tablet.

Curiosidades na internet

Escritor Marcelo Rubens Paiva pede ajuda pelo Twitter para sair de avião

Acesse:http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/escritor-marcelo-rubens-paiva-pede-ajuda-pelo-twitter-para-sair-de-avi%C3%A3o

 O escritor e colunista do Estado Marcelo Rubens Paiva, cadeirante, pediu ajuda pelo Twitter neste…

Escritor Marcelo Rubens Paiva pede ajuda pelo Twitter para sair de avião

“‘Vou roubar este Airbus. Será que é fácil pilotar?’, ironizou Marcelo Rubens Paiva”

São Paulo, 22 – O escritor e colunista do Estado Marcelo Rubens Paiva, cadeirante, pediu ajuda pelo Twitter neste domingo, 22, para conseguir sair de um avião da TAM no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. O primeiro pedido de socorro foi escrito por volta de 18h30 e o escritor foi retirado do avião cerca de uma hora depois.

Ao Estado ele contou que que esse tipo de incidente costuma ocorrer com frequência. “Em 30 anos que eu ando de avião, isso já me aconteceu umas dez vezes, mas ultimamente fazia tempo que não ocorria”.

“Os cadeirantes já sofriam um pouco. Agora, com esse ‘boom’ da indústria de aviação, piorou.”

O escritor disse que esperou por 45 minutos. “Aí aproveitei para tirar um sarro. Mas não sabia que ia dar essa repercussão”, acrescentou.

A TAM informou que seu elevador especial estava atendendo outros voos no momento em que Paiva esperava. Afirmou que o escritor precisou esperar por 25 minutos. A empresa disse, ainda, que em nenhum momento ele ficou esquecido.

Curiosidades na internet

Arqueólogos descobrem antigo carimbo em Jerusalém

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/turismo/1026182-arqueologos-descobrem-antigo-carimbo-em-jerusalem.shtml

Arqueólogos israelenses disseram neste domingo ter descoberto um carimbo de argila de 2.000 anos, perto do Muro Ocidental, também conhecido como Muro das Lamentações, de Jerusalém, confirmando relatos escritos de rituais que eram realizados no templo sagrado judaico.

Mas o objeto do tamanho de um botão tem as palavras inscritas em aramaico “puro para Deus”, indicando que era usado para certificar alimentos e animais usados para cerimônias de sacrifício.

O Muro Ocidental faz parte de um complexo conhecido pelos judeus como o Monte do Templo e pelos muçulmanos como o Nobre Santuário, onde a mesquita islâmica al-Awsa e o Domo da Rocha estão localizados.

“Parece que o objeto era usado para marcar produtos ou objetos que eram trazidos para o Templo, e era imperativo que fossem puros segundo rituais”, disse a Autoridade de Antiguidades de Israel, em comunicado para divulgar a descoberta.

A entidade disse acreditar ser a primeira vez que tal selo foi escavado, oferecendo uma prova arqueológica direta de rituais que eram realizados no templo e que eram descritas em textos antigos.

Menahem Kahana/France Presse
Objeto tem as palavras inscritas em aramaico "puro para Deus", indicando que era usado para certificar alimentos e animais
Objeto tem as palavras inscritas em aramaico “puro para Deus”, indicando que era usado para certificar alimentosCuriosidades na internet

Arqueólogos descobrem antigo carimbo em Jerusalém

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/turismo/1026182-arqueologos-descobrem-antigo-carimbo-em-jerusalem.shtml

Arqueólogos israelenses disseram neste domingo ter descoberto um carimbo de argila de 2.000 anos, perto do Muro Ocidental, também conhecido como Muro das Lamentações, de Jerusalém, confirmando relatos escritos de rituais que eram realizados no templo sagrado judaico.

Mas o objeto do tamanho de um botão tem as palavras inscritas em aramaico “puro para Deus”, indicando que era usado para certificar alimentos e animais usados para cerimônias de sacrifício.

O Muro Ocidental faz parte de um complexo conhecido pelos judeus como o Monte do Templo e pelos muçulmanos como o Nobre Santuário, onde a mesquita islâmica al-Awsa e o Domo da Rocha estão localizados.

“Parece que o objeto era usado para marcar produtos ou objetos que eram trazidos para o Templo, e era imperativo que fossem puros segundo rituais”, disse a Autoridade de Antiguidades de Israel, em comunicado para divulgar a descoberta.

A entidade disse acreditar ser a primeira vez que tal selo foi escavado, oferecendo uma prova arqueológica direta de rituais que eram realizados no templo e que eram descritas em textos antigos.

Menahem Kahana/France Presse
Objeto tem as palavras inscritas em aramaico "puro para Deus", indicando que era usado para certificar alimentos e animais
Objeto tem as palavras inscritas em aramaico “puro para Deus”, indicando que era usado para certificar alimentos

Curiosidades na internet

%d blogueiros gostam disto: