Pescadora bate recorde mundial ao capturar um atum com 411 kg no valor de R$ 4,2 milhões!

Acesse:http://www.jornalciencia.com/meio-ambiente/animais/3794-pescadora-bate-recorde-mundial-ao-capturar-um-atum-com-406-kg-no-valor-de-r-42-milhoes

A pescadora se surpreendeu quando estava pescando no Pacífico e percebeu que a linha estava pesada demais.

Donna Pascoe, 56 anos, estava próxima das ilhas Três Reis de Reinga, na Nova Zelândia. O peixe capturado foi estimado em um valor incrivelmente alto: mais de R$ 4,2 milhões! Sua carne é suficiente para fazer mais de 4.116 sanduíches de atum.

Apesar do valor elevado que poderia deixá-la milionária, Donna preferiu empalhar o peixe e expô-lo em sua parede.

Ao total, foram necessárias mais de 4 horas de intensa “luta” para conseguir vencer a fúria do atum que tinha 2,7 metros.

Anteriormente, o recorde mundial era de 335 kg.

Curiosidades na internet

Britanico quer dar volta mais rápida ao mundo correndo

Acesse:http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/07/130729_britanico_voltaaomundo_corrida_fl.shtml

Kevin Carr | Foto: BBCKevin Carr pretende percorrer 51 quilômetros por dia

Um britânico pretende entrar para os livros dos recordes por dar a mais rápida volta ao mundo correndo.

Kevin Carr, de Devon, no sul da Inglaterra, partiu para a missão na tarde de domingo, em Haytor.

O personal trainer, de 32 anos, pretende percorrer cerca de 51 quilômetros por dia durante um ano meio, cruzando países da Europa e da Ásia na primeira etapa da viagem.

Em seguida, ele passará pela Austrália, Américas do Norte e do Sul, alguns locais da África e do Ártico.

Ele acredita que, ao todo, dará 36.480.000 passos.

Com isso, ele pretende superar Tom Denniss, que há um ano e meio partiu para o mesmo desafio mas ainda não completou a volta ao mundo. Denniss está atualmente na Austrália.

Resistência

“Eu espero quebrar o recorde mundial começando e terminando no mesmo lugar”, disse Carr.

“Será o meu maior teste de resistência. Terei de correr o mais rápido que conseguir sem ter ajuda de uma equipe ao meu lado”.

Durante a corrida, Carr receberá novos pares de tênis que serão enviados pelo correio por um patrocinador.

O britânico leva consigo um pequeno trailer onde carregará uma barraca, um fogareiro, comida, água e um carregador para um GPS via satélite abastecido a energia solar.

Após dois anos de treinamento, ele diz estar pronto para o desafio e espera estar de volta a Haytor em fevereiro de 2015.

Curiosidades na internet

Carro de corrida elétrico bate recorde mundial de velocidade

Acesse:http://inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=recorde-mundial-velocidade-carro-corrida-eletrico&id=010170130701

Carro de corrida elétrico bate recorde mundial de velocidade

O carro elétrico Lola B12 69/EV atingiu uma velocidade de 328,6 km/h. [Imagem: Lola]

Recorde de velocidade de carro elétrico

O protótipo de carro de corrida elétrico fabricado pela Drayson Racing Technologies, um consórcio de 10 empresas do setor automobilístico, quebrou o recorde mundial de velocidade dessa categoria emergente.

O carro elétrico Lola B12 69/EV atingiu uma velocidade de 328,6 km/h.

O recorde anterior era de 281 km/h, estabelecido em 1974 pelo Battery Box, fabricado pela General Electric.

A empresa anunciou que irá inscrever o veículo recordista nas 24 Horas de Le Mans do próximo ano, afirmando que a competição vai funcionar como um “banco de testes desafiador” para tecnologias que poderão ser adotadas futuramente nos carros de rua – elétricos ou híbridos.

Fórmula E

A fim de se qualificar para a quebra do recorde mundial de velocidade perante a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) o carro de corrida elétrico precisava pesar menos de 1.000 kg, sem o motorista.

Para isso, os projetistas adaptaram um carro da série Le Mans que havia sido projetado originalmente para usar um motor a bio-etanol, substituindo esse propulsor por um conjunto de baterias capaz de fornecer 20 quilowatts-hora, gerando 850 cavalos de potência.

Foi necessário também adaptar o chassi do veículo, feito inteiramente de fibra de carbono reciclado.

A Drayson Racing afirmou que vai centrar sua atenção agora no lançamento do campeonato mundial de Fórmula E, uma espécie de Fórmula 1 dos carros elétricos, que deverá começar em setembro de 2014.

A primeira corrida de carros elétricos da Fórmula E será realizada em Londres. Roma, Miami, Pequim e Rio de Janeiro estão entre os outros sete locais.

Carro de corrida elétrico bate recorde mundial de velocidade

O Zeod RC, da Nissan, também participará das 24 Horas de Le Mans do próximo ano. [Imagem: Nissan]

Carros de corrida elétricos

A Drayson Racing não é a única fabricante que está apostando em carros de corrida elétricos para estimular a adoção da tecnologia.

A Spark, de Cingapura, e a McLaren, da Inglaterra, também estão construindo carros de corrida elétricos, bem mais parecidos com um Fórmula 1, para participar da primeira temporada da Fórmula E.

A própria Drayson anunciou que terá uma máquina para a competição em 2015, com alguns dos mesmos componentes utilizados no Lola B12 69/EV.

Na semana passada, a Nissan apresentou o seu Zeod RC (Zero Emission On Demand Car Racing), um híbrido que pode alternar entre energia elétrica e gasolina.

O Zeod RC “pode atingir velocidades acima de 300 km/h”, segundo a empresa, e também participará das 24 Horas de Le Mans do próximo ano.

Curiosidades na internet