APÓS 50 ANOS, A HISTÓRICA KOMBI DEIXA DE SER FABRICADA

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/apos-50-anos-emblematica-kombi-deixa-de-ser-fabricada

Após 50 anos, emblemática Kombi deixa de ser fabricada

Depois de mais de 50 anos de produção ininterrupta e mais de um milhão e meio de unidades vendidas, a Volkswagen vai parar de fabricar a sua clássica Kombi, que se tornou uma “marca” registrada da empresa pelo mundo.

O anúncio partiu do Brasil, o único país que ainda fabricava a Kombi e que exportava o carro para o resto do mundo. Desde os anos 70, o carro era importado, principalmente, por países como Argentina, Chile, Peru, México, Nigéria, Venezuela, Argélia e Uruguai.

Acompanhe hoje à noite o programa Top Gear, no HISTORY, a partir de 23h.

De acordo com informações da montadora, o modelo começou a ser fabricado na Alemanha em 1950 e é o carro mais “longevo” da história do mundo do automobilismo. A partir de 1957, a Kombi começou a ser vendida na América Latina, onde obteve grande popularidade ao ponto de, em alguns lugares, seu nome significar, genericamente, microônibus para transporte em países como a Argentina. Contudo, suas vendas diminuíram nos últimos anos.

O nome Kombi vem da abreviação da palavra alemã Kombinationsfahrzeug que significa veículo adaptado tanto para carga quanto para passeio. Como despedida do célebre carro, a Volkswagen anunciou uma edição limitada de 600 unidades da Kombi, que serão numeradas e incluirão uma placa alusiva.

http://noticias.seuhistory.com/apos-50-anos-emblematica-kombi-deixa-de-ser-fabricada

Curiosidades na internet

Futurecom: Telefônica lança hoje, oficialmente, Firefox OS no Brasil

Acesse:http://corporate.canaltech.com.br/noticia/vivo/Telefonica-lanca-oficialmente-Firefox-OS-hoje-no-Brasil/

Futurecom

A Telefônica Vivo começou oficialmente a venda dos smartphones carregados com o sistema operacional móvel Firefox OS no Brasil nesta terça-feira (22). O anúncio foi realizado pelo presidente do grupo Telefônica do Brasil, Antônio Carlos Valente, durante uma coletiva de imprensa realizada na Futurecom 2013, no Rio de Janeiro. Os dispositivos já estavam disponíveis nas lojas da Vivo a partir de hoje e, segundo Valente, cerca de 25 aparelhos já foram vendidos só no período da manhã.

Os primeiros smartphones com o sitema móvel da Mozilla foram lançados em julho deste ano, na Espanha, e já estão em países como Venezuela, Colômbia e Alemanha. No Brasil, o Firefox OS chegará em dois dispositivos diferentes: o já conhecido LG Fireweb D300, que terá produção local em Taubaté, e o novo Alcatel OneTouch Fire – cujas primeiras unidades serão importadas, mas a produção local em Manaus não é descartada.

Os aparelhos serão vendidos em diferentes combinações de planos pela Vivo, com preços a partir de R$ 29 para o Alcatel OT Fire e R$ 99 para o LG Fireweb, ambos no pacote Vivo Smartphone Ilimitado 60 Completo. Segundo Valente, os o preço dos dispositivos receberam um pequeno subsídio da Vivo, mas os números não são revelados. Apesar de ser comercializado com exclusividade pela Vivo, os usuários podem colocar o chip de qualquer outra operadora no smartphone.

Os aparelhos terão pacote de dados básico 3G de 100 MB, que poderá ser somado a qualquer pacote que o cliente escolher. O produto deverá ter uma campanha de Natal especial e é considerado uma “chave” para a empresa. A Vivo, no entanto, não revela suas expectativas de venda.

O LG Fireweb é o primeiro aparelho da sul-coreana equipado com o Firefox 1.1 e possui tela de 4 polegadas, câmera traseira de 5 MP e frontal VGA, 4 GB de memória interna, Bluetooth 4.0 e processador de um núcleo de 1.0 GHz. O preço sugerido é de R$ 449. Já o OneTouch Fire da Alcatel vem com display de 3,5 polegadas, 256 MBde memória RAM, e processador de um núcleo de 1 GHz.

“Acreditamos que estamos fazendo uma coisa boa para usuários, para o desenvolvimento e para o ecossistema como um todo”, afirmou Jay Sullivan, Chief Operating Officer da Mozilla, também presente no evento. Segundo ele, o Firefox OS é um sistema ideal para mercados como o brasileiro, que passam por uma migração de usuários dos chamados feature phones para os smartphones, e reúne capacidades de navegação e de interatividade como redes sociais e games, mas com design simples, baseado em HTML5.

Jay afirma ainda que espera que, com o início das vendas dos dispositivos no Brasil, a comunidade local de desenvolvedores aumente a oferta de aplicativos para o Firefox OS. Atualmente, o sistema operacional já conta com apps para serviços como Facebook e Twitter, mas ainda não possui equivalentes a outros populares apps móveis, como o Skype. Em sua versão mais recente, o Firefox OS recebeu um protocolo de notificações, o que deve aumentar o interesse de grandes desenvolvedores no sistema, segundo Jay.

Ainda não há datas confirmadas, mas os smartphones com o Firefox OS também serão lançados pela Telefônica nos próximos dias no Peru, Uruguai e México. Países do leste europeu também receberão o dispositivo ainda em 2013.

Curiosidades na internet