Onda de frio faz nevar em pelo menos 128 cidades do Sul do país

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/07/1315665-onda-de-frio-faz-nevar-em-pelo-menos-128-cidades-do-sul-do-pais.shtml

o país já provocou neve em ao menos 128 cidades da região nesta semana e fez com que Curitiba e Florianópolis vivessem um dia histórico nesta terça-feira (23).

Na capital paranaense, nevou pela primeira vez em 38 anos. Florianópolis ganhou um visual andino por algumas horas pela manhã, quando o morro do Cambirela, na cidade vizinha de Palhoça, ficou com o topo coberto pela neve.

São Paulo registra a tarde mais fria dos últimos 9 anos
Brasileiros aproveitam neve e fazem bonecos; veja fotos

Só em Santa Catarina, ao menos 92 municípios registraram o fenômeno nos últimos dois dias. A mínima atingiu -7,7ºC na serra do Estado ao amanhecer desta terça.

O Ciram (Centro de Informações de Recursos Ambientais e Hidrometeorologia) de Santa Catarina não soube precisar a última vez em que uma mesma onda de frio provocou neve em tantas cidades. Mas ao menos desde a década de 90 não nevava em tantos municípios do Estado.

Em Curitiba, a neve foi tímida: durou minutos, surgiu em apenas alguns bairros e não chegou a acumular em carros e telhados.

A expectativa era grande na cidade e levou muita gente a passar a noite acordada. Alguns moradores foram ainda cedo aos parques da cidade na esperança de vê-la cair.

A neve chegou por volta das 8h, com mais intensidade na parte sul da capital paranaense. Mesmo assim, não durou mais do que dez minutos e derreteu ao tocar o solo. Quem mora na região central ficou no grupo dos “sem neve”, ou só viu chuva congelada.

Na região metropolitana de Florianópolis, o morro em Palhoça não registrava neve desde 1984. Moradores da capital catarinense correram para cidades próximas para observar melhor as paisagens cobertas de branco.

Neve na região sul do Brasil

 Ver em tamanho maior »

AnteriorPróxima
Selmo Fajardo/Leitor

AnteriorPróxima

Neve em Guarapuava, Paraná

TRANSTORNOS

A neve inesperada gerou também prejuízos e contratempos nos dois Estados.

Em Guarapuava (centro-sul do Paraná), onde nevou por três horas na noite de segunda (22) e o acúmulo foi de até 12 cm, a BR-277 ficou fechada por até nove horas em alguns trechos.

Antes da interdição, um carro e um caminhão bateram após uma derrapagem e duas pessoas morreram.

Três estradas estaduais catarinenses e outras três BRs também tiveram que ser fechadas na noite de segunda-feira em razão da neve. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a pista escorregadia provocou acidentes sem vítimas.

No norte de Santa Catarina e no sul do Paraná, o grande volume de neve danificou dezenas de imóveis. Em Guarapuava, três estabelecimentos comerciais e dois ginásios foram destruídos devido ao acúmulo dos flocos nos telhados, que desmoronaram.

Depois das ocorrências, os bombeiros orientaram os comerciantes e indústrias a desligar sons e ficar atentos a qualquer ruído que indicasse colapso de estrutura.

No norte de Santa Catarina, a Prefeitura de Papanduva decidiu decretar situação de emergência devido aos prejuízos.

Bonecos de neve brasileiros

 Ver em tamanho maior »

AnteriorPróxima
Reprodução/facebook/bonecosdenevebrasileiros

AnteriorPróxima

Boneco fashionista

Telhados de galpões, madeireiras e depósitos desabaram com o peso acumulado. Animais de granjas morreram. O município estimou as perdas em ao menos R$ 11 milhões. Na cidade vizinha de Canoinhas, galpões e o ginásio de uma escola também foram danificados.

Também no norte catarinense, o peso da neve provocou quedas de árvores sobre a rede de energia elétrica. Ao menos 35 mil imóveis ficaram sem energia na região.

A previsão do tempo aponta frio ainda mais intenso para a madrugada desta quarta (24) pelo Sul, mas com menor possibilidade de neve. (FELIPE BÄCHTOLD e ESTELITA HASS CARAZZAI)

Curiosidades na internet