Um por carro — Depressão com Poesia

Quanta insanidade Presos no tráfego Um por carro/ Na estrada construída Para correr Um por carro/ No estacionamento pago O que não é pago Um por carro/ No chão Corre com o vento Poluição Todos por um carro/ Mobilidade Passageira Corro/ Cara Ilusória Destruidora/ Nos rastros Dos carros queimamos Nosso combustível mais raro A liberdade.

via Um por carro — Depressão com Poesia

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.