“É mais fácil criar empregos que ressuscitar os mortos” — Superinteressante

O Brasil está em uma encruzilhada retórica: de um lado, os governos estaduais, hospitais, centros de pesquisa, universidades públicas, órgãos de imprensa etc. são unânimes em seguir e recomendar as medidas tomadas em outros países da Europa e da Ásia – e implementar uma política severa de distanciamento social para desacelerar a disseminação da Covid-19…

via “É mais fácil criar empregos que ressuscitar os mortos” — Superinteressante