Neymar: um garoto-propaganda problemático

Em 2020, o brasileiro deixou a Nike e fechou com um novo fornecedor de equipamentos esportivos; jogador afirma que não sabia da denúncia

Neymar: um garoto-propaganda problemático