São Paulo registra menos de 10 mil internados em enfermaria por covid-19 após 120 dias

O Estado de São Paulo registrou nesta sexta-feira (dia 2) menos de 10 mil pacientes internados em enfermaria pela covid-19 depois de 120 dias dias com balanços acima desta marca. Hoje há 9.818 pacientes em leitos clínicos, contra 9.910 no dia 4 de março.

Atualmente, há 9.460 pacientes em leitos de UTI (unidades de terapia intensiva), número que baixou do patamar de 10 mil a partir da última semana de junho.

Consumo de álcool aumenta na pandemia, revelam pesquisas; hábito piora a ansiedade e a qualidade do sono.


Em toda pandemia, o Estado de São Paulo registrou 3.762.758 casos de covid-19 e 128.921 mortes.

Do total de casos, 3.335.237 tiveram a doença e já estão recuperados, sendo que 396.424 foram internados e receberam alta hospitalar.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado é de 73,5% e, na Grande São Paulo, de 67,5%.

Fase de Transição
O governo do Estado de São Paulo prorrogou até o dia 15 de julho a Fase de Transição do Plano São Paulo.

Nela, estabelecimentos comerciais, galerias e shoppings podem funcionar das 6h às 21h. O mesmo expediente é seguido por serviços como restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias, clubes e espaços culturais como cinemas, teatros e museus. Para evitar aglomerações, a capacidade máxima de ocupação nos estabelecimentos continua limitada em 40%.

Permanecem liberadas as celebrações individuais e coletivas em igrejas, templos e espaços religiosos, desde que seguidos todos os protocolos de higiene e distanciamento social.

O toque de recolher continua nas 645 cidades do Estado, das 21h às 5h, assim como a recomendação de teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores do comércio, serviços e indústrias….

Matéria extraída de NewsBreak