O mito dos silicones

Os silicones não só não prejudicam os fios como são aliados na proteção e na beleza do cabelo.

Olá, bonequinhas!

Hoje vamos falar sobre os silicones para os cabelos! Eles tornaram-se polêmicos nos últimos anos e muita gente condena o seu uso sem nem entender o porquê.

Os silicones doam maciez e evitam que os óleos deixem os fios pesados
Os silicones doam maciez e evitam que os óleos deixem os fios pesados

Silicones são polímeros derivados da sílica e estão presentes em inúmeros cosméticos para a pele e cabelo. Sua estrutura de cadeiras independentes deslizam sobre a pele e fios, formando uma fina camada, uma espécie de filme protetor. Quando incorporados aos produtos de cabelo, eles aumentam a emoliência na aplicação sem deixar um aspecto gorduroso ou pesado (como o óleo mineral, por exemplo).

Quando adicionados às máscaras e óleos, os silicones diminuem a sensação pegajosa e gordurosa de outros ingredientes, como glicerina, ceras e óleos; garantindo fios extremamente sedosos e tratados, mas leves.

Por facilitarem a penteabilidade, são muito benéficos para os fios que já estão sensibilizados por agressões físicas ou químicas. A escova desliza mais facilmente e isso acaba diminuindo a quebra dos fios. Mas a principal função dos silicones é a proteção térmica, por conta do filme que forma ao redor dos fios.

Os silicones protegem os fios do calor das ferramentas térmicas
Os silicones protegem os fios do calor das ferramentas térmicas

Eles também protegem o cabelo de outras agressões externas como a própria poluição. Algumas famílias de silicones são hidrofóbicas e impedem que os fios percam água, o que é fundamental no processo de secagem.

Apesar de os silicones não serem considerados ativos de tratamento (nutrição, hidratação ou reconstrução), eles possuem um papel importante na proteção dos fios, seja por diminuírem a tensão na escovação e evitarem a quebra, seja por protegerem do calor das ferramentas térmicas, ou seja por evitarem que os fios percam água.

Além disso, eles doam extrema maciez, brilho, selam pontas, controlam o frizz deixando os fios com um aspecto mais bonito e saudável e um sensorial maravilhoso.

O ideal é escolher produtos que unem os silicones ao tratamento
O ideal é escolher produtos que unem os silicones ao tratamento

Quem deve evitar?
Os silicones não são recomendados para quem segue a técnica No Poo, pois essas pessoas não utilizam nenhum tipo de sulfato nos fios e alguns silicones acabarão acumulando e impedindo tratamentos futuros. Mas devemos lembrar que esta técnica não é indicada para todo mundo. Ela é benéfica para cabelos crespos (ou extremamente cacheados) que não possuem raiz oleosa, dermatite seborreica ou ovários policísticos. O cabelo crespo possui uma estrutura diferente dos demais, com mais queratina ao seu redor do que no interior, tornando os fios mais secos, frágeis e suscetíveis à quebra; por isso, evitar os sulfatos nesses casos específicos, pode ser benéfico para os fios.

Fora isso, todos os outros cabelos se beneficiam muito com o uso dos silicones que além de deixarem os fios mais bonitos e sedosos, deixam-nos também bem mais protegidos.

O mito dos silicones