‘Dormi a um metro de um cadáver por 8 semanas e não tinha ideia’, diz norte-americana em rede social | Mundo | G1

Em maio de 2020, a influenciadora digital Reagan Baylee começou a sentir cheiros desagradáveis vindo do bloco de apartamentos em que mora, em Los Angeles (EUA). Em quarentena devido ao auge da Covid-19, ela não sabia o que era, mas descrevia o aroma com peixe morto.

Ao descobrir que não tinha como ser alimento estragado, ela ficou preocupada. O cheiro era tão ruim que ela não conseguia dormir e ficava enjoada…

https://g1.globo.com/mundo/noticia/2021/10/17/dormi-a-um-metro-de-um-cadaver-por-8-semanas-e-nao-tinha-ideia-diz-norte-americana-em-rede-social.ghtml