Categoria: Nuvem

Nokia quer levar computação em nuvem para dentro dos carros

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/37204/37204

(Foto: Divulgaç

A Nokia anunciou hoje ter desenvolvido, através da marca Here, um kit de aplicações que garantiriam uma experiência completa de “carro conectado”. A iniciativa tem o objetivo de ligar veículo e motorista à computação em nuvem.

O usuário terá acesso a mapas bem atualizados, mesmo se estiver offline. A solução fornece navegação curva a curva orientada por voz e com suporte em 95 países.

Quando estiver conectado, o carro recebe informações da nuvem sobre tráfego em tempo real. Assim, a pessoa fica sabendo sobre congestionamentos, fechamento de estradas ou qualquer tipo de bloqueio da rota. Também recebe dicas sobre lugares para comer, estacionar, encontrar combustível mais barato e até energia, se tiver um carro elétrico.

As novidades serão apresentados no Salão Internacional do Automóvel de Frankfurt, na Alemanha, a partir de 10 de setembro. Não foram adiantadas data de lançamento ou preços.

Curiosidades na internet

 

Oracle anuncia seu primeiro banco de dados desenvolvido para a nuvem

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/banco-de-dados/Oracle-anuncia-seu-primeiro-banco-de-dados-desenvolvido-para-a-nuvem/

oracle

A Oracle anunciou que seu primeiro banco de dados desenvolvido para a nuvem já está disponível no mercado. O  download do Oracle Database 12c pode ser feito no site da Oracle Technology Network (OTN).

Na semana passada, a empresa anunciou uma série de alianças com empresas-chave, incluindo a Microsoft, para aumentar seus esforços de competir com outras companhias no mercado de computação na nuvem.

O Oracle 12c promete um aumento na qualidade e no desempenho de aplicativos, redução no tempo gasto com a gestão de armazenamento e a obtenção da máxima disponibilidade. Confira as principais características do novo banco de dados.

Nova arquitetura Multitenant

O novo banco de dados conta com uma nova arquitetura Multitenant, que simplifica o processo de consolidação de bancos de dados na nuvem, permitindo que os clientes gerenciem vários bancos como um só, sem alterar seus aplicativos.

“Essa nova arquitetura oferece outros recursos de cloud computing, como provisionamento simplificado, clonagem e priorização de recursos, sem a necessidade de grandes alterações aos aplicativos”, disse Andrew Mendelsohn, vice-presidente sênior de Tecnologias de Servidor de Banco de Dados da Oracle, por meio de um comunicado.

O Oracle Multitenant também funciona com todos os recursos do Oracle Database.

Otimização automática de dados

O Oracle Database 12c traz novos recursos de otimização automática de dados. Um Heat Map monitora a atividade de leitura/gravação do banco de dados, possibilitando que os administradores identifiquem facilmente os dados hot (muito ativos), warm (somente leitura) e cold (raramente lidos) armazenados nas tabelas e partições.

Administradores de bancos de dados (DBAs) poderão definir facilmente as políticas gerenciadas dos servidores para automatizar a compactação e a colocação de dados de OLTP, Data Warehouse e arquivamento em camadas, com base na atividade e no tempo de existência dos dados.

“Entre os principais desafios que os gerentes de datacenters enfrentam estão o custo, a complexidade e a inflexibilidade impostos pelo grande número de bancos de dados de produção operando em configurações fixas de servidor, a maioria dos quais substancialmente subutilizada”, disse Carl Olofson, vice-presidente de Pesquisa de Software, Integração de Dados e Gestão de Bancos de Dados da IDC, por meio de comunicado.

Eficiência na gestão de bancos de dados e simplificação das análises de Big Data

A integração com o Oracle Enterprise Manager 12c Cloud Control auxilia os administradores a implementar e gerenciar a nova funcionalidade do Oracle Database 12c, que inclui novidades como a arquitetura Multitenant e a edição de dados.

Ele também aprimora os recursos MapReduce residentes no banco de dados para Big Data por intermédio da correspondência de padrões de SQL, que viabiliza a descoberta imediata e escalável de sequências de eventos empresariais, como transações financeiras, logs de rede e de sequência de cliques (clickstream). Novos algoritmospreditivos residentes no banco de dados também ajudam os analistas a analisar melhor as informações empresariais.

Segurança em camadas

O Oracle Database 12c inclui mais inovações de segurança que as versões anteriores, ajudando os clientes a enfrentar as crescentes ameaças e cumprir as regulamentações cada vez mais exigentes em termos de privacidade dos dados.

Os novos recursos de edição permitem que as empresas protejam dados confidenciais, como números de cartões de crédito, sem ter de fazer alterações nos aplicativos que os exibem, pois são editados de maneira simultânea a execução, baseados em políticas pré-definidas e nas informações da sessão da conta.

O novo banco de dados da Oracle inclui ainda o  o novo Run-Time Privilege Analysis, que permite identificar as funções e os privilégios que realmente estão sendo usados, ajudando a revogar privilégios desnecessários e aplicar o mínimo deles com a segurança de que as operações da empresa não serão prejudicadas.

Webcast

Quem estiver interessado em aprender mais sobre o novo banco de dados da Oracle poderá acompanhar o webcast de lançamento do Oracle Database 12c, que será apresentado por Andy Mendelsohn, vice-presidente sênior de Tecnologia de Servidores de Bancos de Dados da Oracle, e Tom Kyte, arquiteto da Oracle. O webcast está programado para o dia 10 de julho de 2013, às 13h (horário de Brasília).

Curiosidades na internet

Novo experimento de Sugata Mitra não autodidatismo

Acesse:http://www.ted.com/talks/sugata_mitra_the_child_driven_education.html

Enviado por J A C A N I E L L O

O Cientista Educacional Sugata Mitra ABORDA hum dos Maiores Problemas da Educação – Os Melhores Professores e Escolas Localidade: Não existem Onde enguias São Mais precisos. Em UMA Série de Experimentos na vida real, de Nova Deli à África do Sul e Itália, elemento DEU Supervisionado Acesso à internet parágrafo children e Resultados Viu Que PODEM revolucionar a Nossa forma de Pensar sobre o ensino.

Pesquisador da educação Sugata Mitra, é o vencedor do TED Prize 2013. Seu desejo: construir uma escola na nuvem, onde as crianças podem explorar e aprender um do outro. 

Continue lendo clique aqui…

Curiosidades na internet

Microsoft lança atualização para Windows 8, com ‘falso’ botão Iniciar; veja as novidades

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/2013/06/1301606-microsoft-apresenta-windows-81-com-falso-botao-iniciar-saiba-o-que-muda.shtml

A Microsoft mostrou nesta quarta-feira (26), em San Francisco, a versão de testes do Windows 8.1, atualização gratuita de sistema operacional para PCs e tablets, já disponível para download em português brasileiro e em outras 11 línguas.

Em um PC com Windows 8, usuários devem acessar a página preview.windows.com, onde deve ser solicitada a instalação de um pequeno arquivo que permite a atualização do sistema por meio da Windows Store.

Ao final da instalação, deve-se reiniciar a máquina. No momento em que o sistema for acessado novamente, deve-se prosseguir com a instalação.

Nessa página, também estarão disponíveis a partir de amanhã arquivos para a instalação manual da atualização.

NOVIDADES

Entre as novidades estão a esperada volta parcial do botão “Iniciar”, uma reformulação no design da sua loja de aplicativos, a Windows Store, e o novo Internet Explorer 11.

Outras mudanças abrangem a ferramenta de buscas, o sistema de gerenciamento de janelas e a integração com o serviço de armazenamento na nuvem SkyDrive.

Na sua página de ajuda sobre a atualização, a Microsoft adverte que a versão ainda não está totalmente acabada, o que pode acarretar em alguns problemas de funcionamento, e que o pacote só poderá ser desinstalado com a restauração do sistema.

Divulgação
Imagem da versão atualizada do Windows 8, o Windows 8.1
Imagem da versão atualizada do Windows 8, o Windows 8.1

Veja o que mudou:

INICIAR

Quem queria o menu iniciar de volta, se decepcionará. Na verdade, o reformulado botão iniciar é apenas um atalho para levar o usuário da interface tradicional-chamada de “desktop”-para a nova -chamada Metro ou Modern.

Talvez até mais importante seja que agora o usuário pode escolher se que inicializar o computador na interface antiga ou na nova -o Windows 8 só permitia a Metro.

WINDOWS STORE

A principal mudança na loja de aplicativos do Windows até agora parece ser mesmo visual -o site abandonou a organização em blocos coloridos, deixando mais espaços brancos.

Ainda não está claro se (ou como) aplicativos feitos para o Windows 8 vão funcionar no Windows 8.1.

INTERNET EXPLORER 11

A Microsoft disse que o navegador “ficou mais rápido”, mas não deu detalhes técnicos. A interface sofreu alterações pequenas e o app ganhou o recurso “Reading List”, que permite marcar páginas interessantes para o usuário ler quando tiver tempo.

BUSCA

O sistema ganhou uma barra que usa o buscador Bing tanto para procurar tanto arquivos e apps do computador quanto para pesquisar na web.

No último caso, ao invés de serem abertos uma janela do navegador, os resultados são mostrados organizados em uma interface estilizada com cara de app.

SISTEMA DE JANELAS E MULTITAREFAS

O sistema de gerenciamento de janelas agora permite abrir até quatro aplicativos diferentes ao mesmo tempo, dependendo do tamanho e resolução da tela usada. O usuário ainda pode escolher a proporção do visor que cada app pode usar.

Divulgação
SkyDrive está mais profundamente integrado ao sistema operacional, podendo ser selecionado como destino padrão de documentos salvos
SkyDrive está mais profundamente integrado ao sistema operacional, podendo ser selecionado como destino padrão de documentos salvos

SKYDRIVE

O serviço de armazenamento na nuvem da Microsoft está mais integrado ao sistema operacional como um todo. Além de funcionar com o aplicativo de fotos, por exemplo, o SkyDrive pode ser configurado como destino padrão de documentos e imagens.

RESPOSTA ÀS CRÍTICAS

Desde que foi lançado, há menos de um ano, o Windows 8 vem sendo criticado por usuários e pela imprensa especializada por funcionar melhor em dispositivos com tela sensível ao toque do que em PCs tradicionais, que ainda são a maioria dos usuários Windows.

As mudanças mostradas nesta quarta são uma resposta a essas críticas. Durante a apresentação, executivos da empresa fizeram questão de justificar cada novidade anunciada dizendo que “ouviram o feedback dos usuários”.

Curiosidades na internet

Erupção solar lança radiação rumo a Marte e Nasa vai ‘desligar’ Curiosity

Acesse:http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2013/03/erupcao-solar-lanca-radiacao-rumo-marte-e-nasa-vai-desligar-curiosity.html

Desativação é temporária e visa preservar robô, diz agência.
Nuvem de gás superaquecido segue rumo a Marte a 3,2 milhões de km/h.

Uma grande erupção solar detectada nesta semana pela agência espacial americana Nasa lançou um fluxo de radiação em direção a Marte, informaram nesta quinta-feira (7) agências de notícias internacionais.

O jato solar também lançou uma nuvem de gás superaquecido que está se movendo em direção ao planeta vermelho a uma velocidade de 3,2 milhões de km/h, diz a Nasa. Para evitar danos ao robô Curiosity, a agência vai desativá-lo temporariamente, desligando suas atividades principais, diz a Associated Press.

Concepção artística divulgada pela Nasa mostra erupção solar de agosto de 2012 semelhante à ocorrida nesta semana (Foto: Nasa/AP)Concepção artística divulgada pela Nasa nesta quinta-feira (7) mostra erupção solar de agosto de 2012 semelhante à ocorrida nesta semana (Foto: Nasa/AP)

“Nós estamos sendo cuidadosos”, disse o coordenador do Laboratório de Propulsão à Jato da Nasa, Richard Cook. Apesar de o robô estar no planeta vermelho desde 2012 e ser projetado para resistir a efeitos atmosféricos de Marte, os cientistas optaram pela cautela.

Três outros equipamentos da Nasa – o robô Opportunity, que está em solo marciano, e duas sondas espaciais – continuarão com suas atividades normais, segundo a agência.

Sem efeitos sobre a Terra
Os pesquisadores não esperam que a radiação tenha efeitos sobre Terra. No passado, erupções como esta causaram “tempestades solares” que afetaram o funcionamento de aviões, satélites e serviços de GPS, diz a Nasa.

Erupções solares podem prejudicar o funcionamento de equipamentos em Marte, ponderam os cientistas. Em 2003, uma tempestade solar desativou o detector de radiação da sonda Odyssey. A agência, no entanto, não espera que o mesmo ocorra com o robô Curiosity.

Os cientistas estavam tentando solucionar um defeito ocorrido recentemente no Curiosity quando a tempestade solar foi detectada. Um dos computadores de bordo do robô havia apresentado problemas por um erro na memória. Com a chegada da radiação, a Nasa decidiu esperar a radiação passar para resolver o problema.

*Com informações da Associated Press

Curiosidades na internet

Estudo: smartphones e tablets substituirão os consoles de games

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/mercado/Estudo-aponta-que-dispositivos-moveis-devem-ser-o-principal-hardware-para-games/

garoto  jogando no iPad

Uma pesquisa recente divulgada pela empresa de inteligência de mercado Juniper Research mostrou que smartphones e tablets serão os dispositivos primários para os gamers. A empresa projeta que 64,1 bilhões de downloads de aplicativos de jogos para dispositivos móveis sejam realizados em 2017, em comparação a 21 bilhões baixados em 2012.

A pesquisa indica que os dispositivos móveis vão se tornar a tela principal para os jogadores, e isso deve acontecer graças ao crescente número de games mais sofisticados que permitem uma jogabilidade multiplataforma através do uso de computação na nuvem. O fato de a memória dos dispositivos móveis aumentar cada vez mais também é um elemento muito importante, já que oferece mais espaço para os jogos.

O relatório da Juniper também observou que os consoles portáteis, como o Nintendo 3DS, estão sendo afetados diretamente pelo aumento de smartphones e tablets. Isso refletiu na previsão de vendas do 3DS anunciada pela Nintendo, que caiu 14%. Os resultados da pesquisa também mostraram que os usuários de tablets são jogadores mais ansiosos, pois eles baixam duas vezes o número de games dos proprietários de smartphones.

A Juniper projeta que os jogadores de tablets vão gastar US$ 3 bilhões em compras in-app (compras realizadas dentro do aplicativo) em 2016, o que significa dez vezes o valor calculado pela empresa para as vendas em 2012. Ainda assim, smartphones continuam a ultrapassar tablets no quesito receitas provenientes de games, com mais de US $ 6 bilhões projetados para serem gastos com eles em 2016.

Curiosidades na internet

Google confirma: Glass terá sistema de som transmitido pelos ossos, sem fones

Acesse:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2013/04/google-confirma-glass-tera-sistema-de-som-transmitido-pelos-ossos-sem-fones.html

O Google enfim revelou as especificações completas do Google Glass, e com ele uma surpresa ainda inédita no mercado: a gigante das buscas usará um sistema de áudio baseado na transdução por condução. Através das hastes dos óculos, o som será transmitido para o ouvido do usuário por meio de microvibrações em determinados ossos de sua cabeça, sem usar nenhum tipo de alto-falante.

Google Glass (Foto: Divulgação)Google Glass usará sistema de som sem alto-falantes (Foto: Divulgação)

A divulgação aconteceu nesta segunda-feira (15), em conjunto com a produção das primeiras unidades e a disponibilização da documentação da Mirror API para desenvolvedores.

Além da surpresa do áudio, a tela montada a frente do olho do usuário também chamou atenção. Serão 640 x 360 pixels de resolução que, em proporção, equivaleria a um monitor de 25 polegadas de alta definição colocado a 2,5 metros de distância do espectador.

Junto a isto, os recursos multimídia dos óculos incluem uma câmera de 5 megapixels para fotos, com possibilidade de gravar vídeos em 720p. Já a capacidade de armazenamento total é de 16 GB, dos quais 12 GB serão utilizáveis e sincronizados com o serviço de nuvem da Google. Para se conectar a Internet, ele usará o padrão 802.11 b/g ou o Bluetooth pareado a outros dispositivos.

Segundo o Google, os óculos será compatível com qualquer celular que possua Bluetooth, mas seu funcionamento pode variar de acordo com cada aparelho. Os recursos de SMS e GPS, por exemplo, só serão possíveis através do aplicativo “MyGlass Companion”, que requer Android 4.0.3 ou superior.

Para sustentar todos estes recursos, a bateria terá duração de um dia “de uso típico”, segundo o Google. A companhia lembra, nessa especificação, que recursos como Hangouts e gravação de vídeos podem pedir um uso mais intenso da bateria, que será recarregada via cabo microUSB.

Curiosidades na internet

ASUS anuncia MemoPad e outros novos produtos no Brasil

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/asus/ASUS-anuncia-novos-produtos-no-Brasil/

Asus MemoPad

Em evento realizado em São Paulo, a ASUS fez o lançamento oficial de sua nova linha de notebooks, netbooks e tablets. Entre os mais aguardados está o MemoPad, tablet de entrada de 7 polegadas desenvolvido para competir com os modelos nacionais que temos atualmente com um preço sugerido de R$ 699. Trazendo um processador VIA de 1 GHz, 1 GB de memória RAM e tela com resolução de 1024×600, o produto se mostrou bastante interessante, e publicaremos um hands-on exclusivo a seguir.

Na área de notebooks com telas sensíveis ao toque, que a ASUS começou a produzir localmente para diminuir seu custo final, serão três modelos da linha VivoBook:

  • Vivobook S200E, modelo de 11,6 polegadas semelhante ao que foi testado aqui no Canaltech, com o preço sugerido de R$ 1.499.

S200E

  • Vivobook S400CA, modelo de 14 polegadas equipado com processadores Pentium, Core i3 ou Core i5 e 4 GB. Os preços variam entre R$ 1.649 até R$ 2.099.

S400CA

  • Vivobook U38N: ultrafino equipado com um processador AMD Fusion A8 de quatro núcleos, 6 GB de memória RAM e tela de 13,3 polegadas com resolução Full HD. Ao contrário dos modelos acima, o U38N é um modelo importado com um preço sugerido de R$ 3.999.

Os três modelos anunciados possuem dimensões de Ultrabooks, mas não podem ser considerados como tal pois não possuem um drive SSD. No caso do U38N, além da ausência do SSD, um modelo com processador AMD não não pode ser considerado como tal. Todos os produtos mostrados possuem sistema de som SonicMaster e têm acesso à ASUS Store, um programa que funciona de forma muita similar ao Skydrive e Dropbox com 32 GB de armazenamento na nuvem por 3 anos.

ASUS Webstore

Ficamos frustrados de não ver o Taichi em exposição ou qualquer informação oficial sobre ele, e a justificativa da empresa é que testes ainda estão em andamento para ver a reação do público. O estranho é que este produto – uma mistura de tablet e notebook – está sendo vendido na Fast Shop há tempos por R$ 5.999.

Curiosidades na internet

Kim Dotcom lança Mega e promete muitos serviços gratuitos na web

Acesse:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2013/01/kim-dotcom-lanca-mega-e-promete-muitos-servicos-gratuitos-na-web.html

Acabou o mistério. Neste domingo (20), foi lançado o Mega, novo site de Kim Dotcom, fundador do extinto Megaupload, com serviços premium e muitos outros gratuitos. O portal entrou em serviço às 6h48 (horário local, 15h48 do sábado em Brasília), exatamente um ano após as forças de segurança da Nova Zelândia invadirem a mansão de Dotcom em Auckland, obedecendo a um comando do FBI.

Novo Mega, site de Kim Dotcom, promete revolucionar armazenamento em nuvem (Foto: Reprodução / Mega)Mega, site de Kim Dotcom, promete revolucionar o
armazenamento em nuvem (Foto: Reprodução)

Com 50GB iniciais de armazenamento online grátis, o Mega vai muito além dos 5GB gratuitos oferecidos pelo Drive (Google), ou dos 7GB do SkyDrive (Microsoft). O Dropbox, outro concorrente, oferece apenas 2GB. O Mega conta ainda com três opções de assinatura mensal: Pro I, por €9,99 (para 500GB), Pro II, por €19,99 (para 2TB), e Pro III por €29,99 (para até 4TB). Em reais os valores são R$ 27, R$ 54 e R$ 81.

Parecido com os concorrentes no modelo de negócio, o Mega chama a atenção em vários outros aspectos e promete revolucionar o setor de nuvem. Sua interface é simples e oferece uma ferramenta de arrastar e soltar para fazer o upload de arquivos. Extremamente rápidos, o upload e o download são processados diretamente na plataforma online do Mega, pelo próprio site, sem o uso de softwares adicionais.

É possível ainda compartilhar pastas inteiras, gerar links de download e enviar para os contatos, entre outras ações, em poucos cliques, num simples gerenciador de nuvem.

Ainda em versão beta, o Mega tem muito a melhorar. Na lista de atualizações pós-lançamento se encontram ambições como acesso móvel, ferramentas de processamento de texto e planilhas estilo Office, mensagens instantâneas, calendário e muito mais. Está previsto também para o Mega o suporte a outras línguas além do inglês.

Mais seguro e mais rápido

Baseado em criptografia, o serviço ficou também mais seguro e à prova de disputas de por direitos autorais. O objetivo é não repetir os erros do Megaupload.com, fechado em janeiro de 2012 pelo governo americano, numa caça às bruxas contra a pirataria digital.

O usuário terá seus arquivos criptografados de forma local antes que sejam enviados aos servidores do serviço. Isso quer dizer que o Mega não é responsável pelo que armazena já que não sabe do que se tratam os pacotes enviados pelos usuários – sejam eles fotos e arquivos pessoais ou músicas, filmes, livros ou conteúdo protegido por direitos autorais.

Mas como o Mega não sabe? Simples: o Mega não tem a chave necessária para “descriptografar” os arquivos. Apenas o dono, que enviou os pacotes, tem o acesso. Ao Mega restam apenas pastas trancadas, e cabe ao usuário controlar o acesso a elas.

Tal medida de segurança sugere que, mesmo cooperando com a lei ou mediante ações judiciais, a empresa pouco possa fazer quando forem solicitados os dados dos usuários. Diferente de serviços rivais, o Mega não tem conhecimento dos arquivos, não consegue abri-los e, mesmo que os entregue para autoridades, haverá dificuldade para decifrá-los.

Múltiplos datacenters

A criptografia dos arquivos interfere também na velocidade de acesso ao que já foi enviado ao Mega. Antes, serviços como o Megaupload operavam com datadcenters gigantes, que costumavam ser caros. Graças à criptografia, é possível conectar um grande número de parceiros de hospedagem em todo o mundo, sem se preocupar com violações de privacidade. “Nossos servidores vão estar mais perto de nossos clientes e a transferência de dados será mais rápida”, defende o Mega, na nova página do serviço.

Novo Mega, site de Kim Dotcom, lança novo modelo de armazenamento grátis em nuvem (Foto: Reprodução / Mega)Novo Mega, site de Kim Dotcom, lança novo modelo de armazenamento grátis em nuvem (Foto: Reprodução / Mega)

A Instra Corporation, uma investidora do Mega que fornece hospedagem, disse em um comunicado que está preparada para suportar os acessos diante da forte demanda. Brian Clarkson, CEO da Instra, disse que, durante a fase de lançamento, a empresa dará o apoio técnico necessário no dia a dia as operações, até que o serviço se estabilize.

Curiosidades na internet

Nvidia anuncia seu próprio console portátil na CES 2013

Acesse:http://www.techtudo.com.br/jogos/noticia/2013/01/nvidia-anuncia-seu-proprio-console-portatil-na-ces-2013.html

Uma das principais fabricantes de hardware para computadores de gamers, a Nvidia agora resolveu investir no seu próprio console. Durante sua apresentação na feira de eletrônicos CES 2013, que acontece a partir desta segunda-feira (7) em Las Vegas, a companhia apresentou o seu primeiro dispositivo próprio para games, o Nvidia Shield.
Console portátil da Nvidia deve ser lançado no segundo trimestre (Foto: Reprodução CNET)Console portátil da Nvidia deve ser lançado no segundo trimestre (Foto: Reprodução CNET)

O “Project Shield”, que ainda é um protótipo, é bem pequeno (menor do que o controle do Wii U) e se parece um pouco com um joystick de Xbox 360, porém com uma tela que se abre na parte superior. Segundo o CEO da empresa, Jen-Hsun Huang, o aparelho “é Android puro” e vai utilizar toda a expertise da companhia para oferecer aos usuários a melhor experiência gráfica possível em seus games.

O Shield pode se conectar à nuvem para jogar games Android, TegraZone e até de PC, desde que os computadores em questão tenham placas GeForce compatíveis. O gadget ainda suporta jogos multiplayer. Segundo Jen-Hsun Huang, vai ser possível “jogar em qualquer aparelho, em qualquer tela, sem limites”.

Ainda não há uma data específica de lançamento do produto, apesar de fontes ligadas ao CNET apontarem uma possível chegada dele ao mercado para o segundo trimestre. É importante destacar ainda que o Shield pode mudar de nome e até mesmo de forma antes de ser lançado, pelo fato de ainda ser tratado pela Nvidia como um protótipo.

Tegra 4 e Grid: outros destaques

“O Tegra 4 é o processador móvel mais rápido do mundo”. Foi assim que o CEO da Nvidia apresentou o próximo processador da companhia. Conhecida por muitos especialistas como uma empresa “quieta”, a Nvidia não seguiu esta linha durante a apresentação na CES deste ano.

CEO da companhia aposta em jogos pela nuvem (Foto: Reprodução CNET)CEO da companhia aposta em jogos pela nuvem (Foto: Reprodução CNET)

E um de seus destaques foi o processador quad-core para smartphones que tem tudo para marcar presença em alguns dos melhores aparelhos do ramo em 2013. Segundo a empresa, ele vai apresentar uma evolução considerável em relação ao Tegra 3 – o que pode ser uma concorrência e tanto para Samsung, Qualcomm e outras fabricantes.

Além disso, a empresa demonstrou também o Nvidia Grid, um produto que tem como objetivo integrar diversos dispositivos e permitir experiências de games online pela nuvem. O serviço pode oferecer benefícios como a diminuição do armazenamento de jogos no seu gadget e a possibilidade de jogar o mesmo game em diversas plataformas.

Curiosidades na internet

[Vídeo] O que é Computação na Nuvem?

Acesse:http://canaltech.com.br/o-que-e/computacao-na-nuvem/Video-O-que-e-Computacao-na-Nuvem/

Computação na nuvem

Com certeza você já ouviu falar sobre Cloud Computing, ou simplesmente Computação na nuvem. Mas você sabe como ela funciona e quais são as suas vantagens?

Hoje tudo pode ser feito pela Internet, sem necessidade de instalar nada em seu computador. Quando você acessa sua conta do Google ou do Facebook, por exemplo, tem acesso a diversos serviços armazenados na nuvem. A grande vantagem é ter acessibilidade a qualquer tipo de software, dados ou plataformas utilizando apenas a web.

Para entender melhor os detalhes a respeito do funcionamento dessa tecnologia que está em alta, confira esse vídeo explicativo do Canaltech. E aqui, você vê uma série de reportagens relacionadas à computação em nuvem.

Curiosidades na internet

Alerta: pequenas e médias empresas são grandes alvos de ameaças virtuais

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/seguranca/Alerta-ameacas-virtuais-enfrentadas-por-pequenas-e-medias-empresas/

Hacker

As pequenas e médias empresas (PMEs) precisam dedicar-se a diversas atividades para desenvolver seus negócios. O crescimento da empresa se torna prioridade, e a segurança de seus dados e da rede não recebe a atenção merecida. As PMEs estão diante de um ambiente repleto de ameaças virtuais e de exigências de regulamentações e normas.

Os cibercriminosos continuam a concentrar sua atenção em pequenas e médias empresas por considerá-las alvos mais fáceis que as grandes corporações. Os golpistas sabem que as empresas de menor porte têm recursos limitados para lidar com a segurança da informação e, desta forma, direcionam seus ataques para essas organizações.

Assim sendo, as PMEs passaram a ser um alvo fácil e com dados valiosos, já que muitas delas prestam serviços e oferecem produtos a grandes empresas e ao setor público e, portanto, é provável que também trafeguem alguns dados dessas organizações. Com o rápido crescimento dos vírus, dos golpes de phishing e das violações de dados, as PMEs necessitam de medidas para se protegerem e permanecerem à frente dos cibercriminosos.

A McAfee, em seu último relatório trimestral sobre ameaças, identificou que os malwares atingiram a marca de 100 milhões de amostras em 12 meses e as violações de bancos de dados tiveram recorde histórico.

O nível de segurança de que as PMEs precisam depende do porte e da natureza da empresa; já a maneira de gerenciar essa segurança depende da preferência por adquirir ou contratar prestação de serviços de segurança, de gerenciá-la internamente com equipe de TI própria ou delegar a um provedor de serviços especializado em segurança.

A necessidade de segurança atual de uma PME pode ser a de manter ou reforçar a proteção contra malware, spyware, spam e uma infinidade de outras ameaças e vulnerabilidades. No entanto, as necessidades de negócios das PMEs se concentram na eficiência, no desempenho e na proteção sem obstáculos, com menos tempo, esforço e investimento da sua parte. Essas empresas podem aliar essas características com uma solução na nuvem que pode acompanhar o crescimento de seus negócios e proporcionar a proteção de que precisam, sem as complicações de gerenciamento que, muitas vezes, acompanham um projeto de TI de grande porte.

Confira um vídeo, em português, sobre dicas e soluções de proteção a pequenas e médias empresas, preparado pela McAfee

Curiosidades na  internet

Dell lança Ultrabook com sistema Linux

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/ultrabooks/Dell-lanca-Ultrabook-com-suporte-para-Linux/

Dell XPS 13 Developer Edition

A Dell lançou na última semana seu primeiro Ultrabook com suporte para o sistema operacional open-source Linux, o Dell XPS 13 Developer Edition. O aparelho faz parte de um projeto piloto da empresa, o Projeto Sputnik, que pretendia lançar um laptop genuíno e focado para desenvolvedores com Linux.

O XPS 13 Developer Edition traz algumas modificações em comparação ao seu projeto original como um processador Intel i5 ou i7 Ivy Bridge e 8GB de memória RAM – o projeto Sputnik planejava a criação de um modelo com CPUs Sandy Bridge e 4GB de memória RAM. O Ultrabook também conta com um display de 13 polegadas com resolução de 1366×768 pixels e com um SATA III SSD com 256GB de armazenamento.

O laptop é equipado com o Ubuntu LTS 12.04 entre outros recursos extras. A Dell também trabalhou em parceria  com a Canonical e outras fabricantes para garantir que o sistema estava bem escrito e integrado com as opções de hardware.

Segundo o Ars Technica, o Projeto Sputnik trabalhou duas ferramentas de código aberto que vêm pré-instaladas no dispositivo, com o objetivo de automatizar a criação de ambientes de desenvolvimento e tornar o processo mais simples: a Profile Tool e o Cloud Launcher. A Profile Tool é uma aplicação que facilita a instalação de ferramentas pré-configuradas de desenvolvimento, chamadas de ‘perfis’. Ela também é capaz de baixar ferramentas de várias fontes da nuvem para a estação de trabalho do desenvolvedor.

Dell XPS 13 Developer EditionReprodução: Ars Technica

Com a aplicação, os usuários do novo Ultrabook da Dell também poderão criar suas próprias ferramentas  ou perfis e compartilhá-las com outros desenvolvedores através da Profile Tools. Já o Cloud Launcher permite que os usuários enviem de forma rápida e fácil seus projetos a provedores na nuvem, e ele é apoiado no serviço na nuvem do Ubuntu, o Juju.

Os usuários do XPS 13 Developer Edition poderão criar seus ambientes e projetos, clicar em um ícone e, em poucos segundos, ter seu projeto duplicado e enviado para um provedor na nuvem. Ambas ferramentas foram lançadas recentemente no GitHub.

O Dell XPS 13 Developer Edition está disponível nos Estados Unidos e Canadá por US$ 1.549 (R$ 3.308) e deverá ser lançado em outros países a partir do primeiro semestre de 2013.

Curiosidades na internet

Nokia revela novos aparelhos com baterias que duram até 47 dias

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/nokia/Nokia-revela-novos-aparelhos-com-baterias-que-duram-ate-47-dias/

Nokia asha 205

A Nokia revelou nesta segunda-feira (26) dois novos celulares para sua linha Asha, o Asha 205 e 206, que possuem alguns itens que poderão chamar a atenção dos consumidores. Um deles é a bateria de longa duração, que pode durar até 47 dias. As informações são do The Next Web.

O modelo Asha 205 estará disponível em duas versões: com dois chips SIM ou entrada para apenas um SIM. Possui teclado QWERTY, botão nativo de acesso ao Facebook – sugerindo que este é o tão aguardado celular do Facebook -, tem suporte somente para a conexão 2G e sua bateria é capaz de durar 37 dias no modo standby com um único SIM ou 25 dias no modelo com dois chips.

O telefone é equipado com uma nova tecnologia da Nokia, a Easy Swap, que permite que os usuários verifiquem a cobertura de rede de cada um de seus chips e até alterne as linhas telefônicas sem precisar reiniciar o aparelho. Além disso, o Asha 205 possui memória interna expansível até 32GB com o auxílio de um cartão microSD e possui aplicativos nativos do Twitter, Facebook, do chat eBuddy, e suporte para contas de e-mail como o Gmail.

Nokia Asha 205 e Nokia Asha 206Reprodução: The Next Web

Para atender ao público jovem, a Nokia manteve sua parceria com a Electronic Arts, permitindo que os usuários do 205 baixem até 40 jogos gratuitos como Need for Speed, Medal of Honor e FIFA. E os usuários ainda terão acesso ao aplicativo na web Life+ com informações sobre entretenimento, saúde e educação.

O novo dispositivo ainda estará disponível em uma série de combinações de cores, incluindo ciano e preto, amarelo e branco e rosa e magenta.

Já o Asha 206 possui um visual mais simples e, segundo o The Next Web, parece uma clara homenagem da empresa aos modelos que vem produzindo há uma década. O aparelho é equipado com o tradicional teclado alfanumérico e também estará disponível em duas versões: com suporte para um chip SIM ou para dois. E a bateria do 206 também impressiona com sua capacidade de duração de até 47 dias no modelo de um SIM e até 28 dias com dois chips.

Nokia Asha 205 e Nokia Asha 206Reprodução: The Next Web

O dispositivo com display de 2,4 polegadas possui suporte para o chat eBuddy e também para o WhatsApp, que estará disponível apenas na versão para dois chips, e câmera digital de 1,3 megapixels.

Tanto o Asha 205 como o 206 utilizam o navegador Nokia XPress, que incorpora a tecnologia na nuvem da empresa para reduzir o consumo de dados em até 90%. O recurso é ideal para os usuários que utilizam a conexão 2G ou que possuem um plano de dados mais baixo.

Os dois aparelhos estarão disponíveis nos principais mercados mundiais no último trimestre de 2012 e poderão ser adquiridos por US$ 62 (R$ 128).

Curiosidades na internet

Versão 4.2 do Android é capaz de identificar e bloquear aplicativos com malwares

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/seguranca/Versao-42-do-Android-e-capaz-de-identificar-e-bloquear-aplicativos-com-malwares/

Jelly Bean 4.2

Os usuários Android acabam de receber uma boa notícia. O Google afirmou nesta semana que a versão 4.2 (Jelly Bean) do Android possui recursos de identificação e bloqueio de aplicativos com malwares, evitando assim que seus usuários tenham o sistema facilmente infectado por vírus.

“Agora, os dispositivos com Android 4.2 e Google Play instalados têm a opção de usar o Google como um verificador de aplicativos. Iremos verificar aplicações potencialmente prejudiciais, não importa a partir de onde elas foram instaladas”, afirmou em postagem no Google+ Michael Morrissey, membro da equipe de segurança do Android.

Segundo informações do Student News, o novo sistema é capaz de escanear e verificar a autenticidade de aplicativos de fontes desconhecidas, ou seja, desde aplicativos baixados pelo próprio usuário até os disponíveis em lojas de terceiros.

Escâner de aplicativos Android 4.2

Uma vez que o usuário optar pelo novo sistema, todos os aplicativos que forem instalados serão escaneados a procura de sinais de presença de malwares. Outra característica interessante é que, ao contrário dos antivírus, o sistema também funciona na nuvem.

O sistema capta o código do aplicativo que está sendo instalado e envia para uma central de verificação. Todo o processo leva apenas alguns segundos e não afeta o tempo total de download da aplicação. Caso encontre algum malware, o sistema irá alertar o usuário sobre o risco de continuar com a instalação e, somente em algumas situações, irá impedir a instalação do aplicativo suspeito.

Além disso, o recurso presente na nova versão do Android também identifica os aplicativos que estão tentando enviar mensagens de texto para servidores externos, algo que pode custar caro para o bolso do usuário. Se for identificado o aplicativo-vilão, o Google alerta o usuário.

Curiosidades na internet

Empresas agora podem testar o Google Cloud SQL gratuitamente

Acesse:http://www.baboo.com.br/2012/11/empresas-agora-podem-testar-o-google-cloud-sql-gratuitamente/

O Google anunciou nesta semana que o seu serviço de banco de dados em nuvem, o Google Cloud SQL, ganhará uma versão para testes de seis meses. Já iniciado, os interessados que se cadastrarem ganharão acesso ao sistema até 1º de junho de 2013 e terão 500MB de espaço em uma instancia SQL.

Google Cloud SQL

Aqueles que já possuíam o serviço de forma paga, também ganharão novas funcionalidades. Dentre elas, estão a adição de um maior espaço de armazenamento, de 100GB, o tamanho de uma instancia SQL para 16GB de RAM, um Data Center na Europa e melhorias na integração com o script do Google Apps.

Caso tenha interesse em conhecer mais a fundo o Google Cloud SQL, basta acessar o seu site oficial e seguir as instruções.

Curiosidades na internet

Nuvem é complexo lidar com isso

Acesse:http://gigaom.com/cloud/cloud-is-complex-deal-with-it/


Se você está olhando para a computação em nuvem para simplificar o seu ambiente de TI, eu tenho medo. Tenho más notícias para você.

Sim, você pode encontrar-se ter que se preocupar menos com infra-estrutura, menos sobre como funcionam os sistemas de armazenamento de rede ou o que usar para se conectar um pool de recursos virtualizados, ou mesmo quais as configurações de middleware são ideais para suas aplicações. No entanto, para cada problema eliminado, escolhendo nuvem, você vai encontrá-lo só cria mais problemas que permanecem responsáveis por-e pode até criar alguns problemas novos que você nunca teve de enfrentar antes.

Que é como deveria ser. Deixe-me explicar.

Quando descrevo a computação em nuvem como um modelo de operações centrada em aplicativos, uma das primeiras perguntas que devem vir à mente é “operações de quê, exatamente?” Só porque a nuvem está focada na aplicação, de modo algum implica que a aplicação é tudo o que estiver sendo operado. Na verdade, assim como em qualquer tecnologia de computação desde os primeiros computadores eletrônicos, o aplicativo não pode existir sem miríade de coisas apoiá-lo.

E o mundo não consiste de um pedido único, mas, de fato, milhões de aplicações. A maioria destes estão interligados de alguma forma, ea matriz de código, dados, infra-estrutura, pessoas, políticas, requisitos e assim por diante que compõe modernas de TI é basicamente um sistema interligado muito complexo. Computação em nuvem é apenas uma forma (muito eficaz) de lidar com essa complexidade.

Nuvem como um sistema complexo

O que é interessante é que ele acaba a ciência tem um corpo inteiro de trabalho em torno de sistemas complexos. Um sistema complexo, de acordo com a Wikipedia, é “um  sistema composto de partes interligadas que apresentam como um todo uma ou mais propriedades (comportamento entre as propriedades possível) não é óbvio a partir das propriedades das partes individuais. “

Isso é certamente verdade do moderno ambiente de TI interligados. Basta olhar para sistemas automáticos de trading e do famoso “crash flash” para um exemplo de sistemas projetados para retornos do mercado reagiu aumentando uns aos outros de uma maneira que temporariamente caiu nesse mercado muito. Outros exemplos abundam, e tenho certeza que o seu próprio ambiente de TI, muitas vezes se comporta de forma que nenhuma aplicação única ou outro elemento foi projetado para fazer explicitamente.

O que a ciência nos ensina sobre sistemas complexos é que eles são feitos de muitos agentes individuais, cada qual efeito e são afetados pelos agentes em torno deles. Os loops de feedback de eventos criados por agentes que afetam uns aos outros, direta e indiretamente, combinado com os mecanismos que escolher comportamentos para, em resposta a esses eventos, se combinam para criar o comportamento do sistema que é tão imprevisível.

Nuvem como um sistema adaptativo

A coisa é, no entanto, uma certa classe de sistemas complexos, sistemas adaptativos complexos, têm a característica adicional de que eles podem mudar seu comportamento em resposta ao sucesso ou fracasso de comportamentos anteriores quando um determinado evento ocorre ou quando uma determinada série de eventos ocorre. Esta capacidade de “aprender” e se adaptar ao ambiente em torno do sistema cria resultados surpreendentes, incluindo muitos dos mais ricos, os sistemas duradoura e poderosa em nosso universo.

Pense biologia. Pensam que a econômia. Acho que os ecossistemas.

TI é adaptativo, em que a funcionalidade ganhar sobrevive e prospera, enquanto perder a funcionalidade morre e desaparece. Assim, aqueles que investem na construção de tecnologias de TI estão constantemente buscando formas para a sua tecnologia para sobreviver em um ambiente em mudança, muitas vezes hostil.

Se uma aplicação ou função ou até mesmo apenas uma linha de código não agregam valor ao meio ambiente ou, pior ainda, negativamente atrapalha o valor do meio ambiente será removido ou alterado, de uma forma ou de outra. Aqueles que dependem de TI estão constantemente buscando formas de otimizar aplicativos, dados e tecnologias para tirar o máximo proveito de seus ambientes de sistemas.

O resultado é a inovação constante, e uma constante adaptação às nossas necessidades como as empresas e indivíduos. Nem sempre é bonita, como dizem, mas até agora tem sido bastante eficaz. (Devo observar que este mesmo se aplica a pouca freqüência modificado “legado” aplicações, não há uma decisão em curso para não modificar essa aplicação, e assim continua a sobreviver.)

O desenvolvedor de DNA

Eu quero deixar você com um último pensamento, no entanto. Uma das coisas sobre os sistemas adaptativos complexos são os traços de aprendizagem ou adaptação dos agentes no sistema. No mundo da evolução, o principal agente de aprendizagem ou mudança do DNA. No mundo de TI, o agente da aprendizagem ou mudança é o engenheiro ou desenvolvedor de software.

Se algo der errado com um aplicativo, os desenvolvedores estão no gancho para corrigi-lo, alterá-lo ou matá-lo. Se hardware existente não conseguir criar novas oportunidades para inovar, engenheiros encontrar novas abordagens para introduzir no ecossistema para agitar as coisas.

No entanto, os desenvolvedores e engenheiros só pode fazer essas mudanças um, ou alguns, os componentes de cada vez. Ninguém pode configurar o “sistema” para trabalhar de forma esperada. Tudo que você pode fazer é monitorar constantemente o sucesso ea eficácia das tecnologias de implantar na nuvem, e constantemente ajustá-los para torná-los tão útil quanto eles podem estar naquele ambiente.

Cabe às pessoas para tornar as tecnologias que sobrevivem em nuvem como um sistema complexo componente de cada vez. Que é, bem, como você lida com isso.

Imagem cedida por usuário do Flickr gruntzooki
Curiosidades na internet

%d blogueiros gostam disto: