Microsoft lança atualização para Windows 8, com ‘falso’ botão Iniciar; veja as novidades

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/2013/06/1301606-microsoft-apresenta-windows-81-com-falso-botao-iniciar-saiba-o-que-muda.shtml

A Microsoft mostrou nesta quarta-feira (26), em San Francisco, a versão de testes do Windows 8.1, atualização gratuita de sistema operacional para PCs e tablets, já disponível para download em português brasileiro e em outras 11 línguas.

Em um PC com Windows 8, usuários devem acessar a página preview.windows.com, onde deve ser solicitada a instalação de um pequeno arquivo que permite a atualização do sistema por meio da Windows Store.

Ao final da instalação, deve-se reiniciar a máquina. No momento em que o sistema for acessado novamente, deve-se prosseguir com a instalação.

Nessa página, também estarão disponíveis a partir de amanhã arquivos para a instalação manual da atualização.

NOVIDADES

Entre as novidades estão a esperada volta parcial do botão “Iniciar”, uma reformulação no design da sua loja de aplicativos, a Windows Store, e o novo Internet Explorer 11.

Outras mudanças abrangem a ferramenta de buscas, o sistema de gerenciamento de janelas e a integração com o serviço de armazenamento na nuvem SkyDrive.

Na sua página de ajuda sobre a atualização, a Microsoft adverte que a versão ainda não está totalmente acabada, o que pode acarretar em alguns problemas de funcionamento, e que o pacote só poderá ser desinstalado com a restauração do sistema.

Divulgação
Imagem da versão atualizada do Windows 8, o Windows 8.1
Imagem da versão atualizada do Windows 8, o Windows 8.1

Veja o que mudou:

INICIAR

Quem queria o menu iniciar de volta, se decepcionará. Na verdade, o reformulado botão iniciar é apenas um atalho para levar o usuário da interface tradicional-chamada de “desktop”-para a nova -chamada Metro ou Modern.

Talvez até mais importante seja que agora o usuário pode escolher se que inicializar o computador na interface antiga ou na nova -o Windows 8 só permitia a Metro.

WINDOWS STORE

A principal mudança na loja de aplicativos do Windows até agora parece ser mesmo visual -o site abandonou a organização em blocos coloridos, deixando mais espaços brancos.

Ainda não está claro se (ou como) aplicativos feitos para o Windows 8 vão funcionar no Windows 8.1.

INTERNET EXPLORER 11

A Microsoft disse que o navegador “ficou mais rápido”, mas não deu detalhes técnicos. A interface sofreu alterações pequenas e o app ganhou o recurso “Reading List”, que permite marcar páginas interessantes para o usuário ler quando tiver tempo.

BUSCA

O sistema ganhou uma barra que usa o buscador Bing tanto para procurar tanto arquivos e apps do computador quanto para pesquisar na web.

No último caso, ao invés de serem abertos uma janela do navegador, os resultados são mostrados organizados em uma interface estilizada com cara de app.

SISTEMA DE JANELAS E MULTITAREFAS

O sistema de gerenciamento de janelas agora permite abrir até quatro aplicativos diferentes ao mesmo tempo, dependendo do tamanho e resolução da tela usada. O usuário ainda pode escolher a proporção do visor que cada app pode usar.

Divulgação
SkyDrive está mais profundamente integrado ao sistema operacional, podendo ser selecionado como destino padrão de documentos salvos
SkyDrive está mais profundamente integrado ao sistema operacional, podendo ser selecionado como destino padrão de documentos salvos

SKYDRIVE

O serviço de armazenamento na nuvem da Microsoft está mais integrado ao sistema operacional como um todo. Além de funcionar com o aplicativo de fotos, por exemplo, o SkyDrive pode ser configurado como destino padrão de documentos e imagens.

RESPOSTA ÀS CRÍTICAS

Desde que foi lançado, há menos de um ano, o Windows 8 vem sendo criticado por usuários e pela imprensa especializada por funcionar melhor em dispositivos com tela sensível ao toque do que em PCs tradicionais, que ainda são a maioria dos usuários Windows.

As mudanças mostradas nesta quarta são uma resposta a essas críticas. Durante a apresentação, executivos da empresa fizeram questão de justificar cada novidade anunciada dizendo que “ouviram o feedback dos usuários”.

Curiosidades na internet