Estudo mostra programa de computador que escreve reportagem como jornalista

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/estudo-mostra-programa-de-computador-que-escreve-reportagem-como-jornalista-16032014

Revista importante de tecnologia divulgou novidade com uma provocação: “adeus, jornalismo”; descubra como a pesquisa foi feita

Estudo indica que robôs podem dominar as redaçõesThinkstock

O título do texto publicado na mais recente edição da Wired UK, versão inglesa da revista americana Wired, bíblia libertária dos feitos e efeitos da ciência e da tecnologia, foi propositalmente exagerado, agressivo e ousado:

— Robots have mastered news writing. Goodbye journalism

Algo como: Robôs dominam a redação de notícias. Adeus jornalismo.

A provocação da revista abre alas para um texto sobre uma experiência tão interessante quanto curiosa, liderada por Christer Clerwall, pesquisador e professor de mídia e comunicações da universidade da cidade de Karlstad, na Suécia.

Criativo e simples na sua estrutura, o trabalho prova que, em casos, situações e busca de objetivos determinados, textos jornalísticos escritos por programas de computador já podem ser tão bons – ou até melhores – do que outros produzidos por jornalistas.

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet

Usuário cria teclado de PC totalmente funcional só com peças de Lego

Acesse:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2014/03/usuario-cria-teclado-de-pc-totalmente-funcional-so-com-pecas-de-lego.html#

Um usuário famoso por criar objetos complexos com Lego, desta vez foi bem longe. Ele criou um teclado de computador completamente funcional usando as viciantes pecinhas. Jason Allemann usou o corpo de um teclado genérico e peças originais da empresa.

Lego lança bateria em formato de dock, compatível com qualquer smartphone

Teclado construído com peças de Lego é completamente funcional (Foto: Reprodução/JKBrickWorks)
Teclado construído com peças de Lego é completamente funcional (Foto: Reprodução/JKBrickWorks)

 

“O maior desafio foi criar uma moldura que encaixasse as peças com precisão nos espaços. Como eu mostro no vídeo, consegui isso com uma grade de conectores e eixos Technic [peças de LEGO que permitem criar objetos mais complexos]“, disse Jason Alleman.

“O segundo maior desafio foi encontrar peças com desenhos apropriados para todos os símbolos do teclado. Ainda bem que o grupo LEGO lançou todas as letras, números e até alguns símbolos especiais com o passar dos anos. Entretanto, tive que usar a criatividade para algumas das teclas, o que foi bastante divertido.”, completou Alleman. Por exemplo, para a tecla “Home” ele usou um pequeno telhado de uma casa.

Continue …lendo…clique aqui...

Curiosidades na internet

Novo vírus de computador se espalha da mesma forma que a gripe

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/40672/40672

Novo vírus de computador se espalha da mesma forma que a gripe
(Foto: reprodução)

Pesquisadores da Universidade de Liverpool criaram um vírus de computador que se comporta de forma semelhante ao da gripe, se espalhando pelo ar, sem ao menos depender de um computador para isso. Chamado “Chameleon”, ele usa redes Wi-Fi para alcançar suas vítimas.

O Chameleon não fica alojado no PC, mas sim no ponto de acesso, recolhendo informações de qualquer um que passar por ela. E é inteligente o suficiente para ignorar sistemas mais bem protegidos, assim, sempre que topa com informações criptografadas, o malware não se ocupa em descobri-la, passando para o próximo alvo.

Alan Marshall, professor de segurança de rede da Universidade de Liverpool, explicou ao Mashable que o vírus não afeta a forma como os dispositivos se comportam, ele só coleta e envia as informações contidas neles. Então usa as máquinas para chegar a outras redes Wi-Fi e continuar se espalhando. Tal qual uma gripe, ele atua mais rapidamente em regiões mais populosas.

Como o Chameleon fica alocado no ponto de acesso, e não num computador, smartphone, tablet, as soluções convencionais de segurança não são capaz de combatê-lo. A boa notícia é que o vírus existe somente num laboratório, onde os pesquisadores já trabalham para criar uma “vacina”.

Curiosidades na internet

Samsung anuncia novos modelos de Chromebook

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/samsung-anuncia-novos-modelos-de-chromebook-05032014

Aparelhos com Chrome OS serão vendidos com telas de 13,3 ou 11,6 polegadas

Chromebook será vendido em dois tamanhosDivulgação/Samsung

A Samsung anunciou o lançamento de uma nova série de aparelhos com sistema operacional Chrome OS, a Chromebook 2. As novas versões dos computadores com o sistema desenvolvido pelo Google serão vendidas em dois tamanhos de tela: 13,3 e 11,6 polegadas.

As principais características dos novos aparelhos são tela de alta resolução e chips aprimorados. O modelo maior tem tela full HD com resolução de 1920×1080, enquanto a tela do menor é de 1366×768.

Cada modelo terá processador octa-core Samsung Exynos (2.1 GHz para o maior e 1.9 GHz para o menor). A empresa também promete duração de bateria de oito horas e meia para o Chromebook maior e oito horas para o menor.

Artista transforma navegadores de internet em belas mulheres

Diferentemente da versão anterior do Chromebook, os novos computadores da Samsung não vão recarregar por meio de uma porta USB, mas por uma entrada de carregador comum. Todos os Chromebooks serão equipados com o sistema operacional Chrome OS e seus aplicativos.

Para os novos aparelhos, a Samsung aprimorou o messenger Google+ Hangouts. Cada Chromebook 2 terá uma webcam de 720p. Os dispositivos da empresa sul-coreana também vão vir com um pacote premium de aplicativos no valor de R$ 234,50, incluindo programas como Air Droid Premium, Wunderlist Pro e LittleBridge.com. Os novos modelos terão 100 GB de Google Drive por dois anos.

Os aparelhos virão com entrada USB 3.0, USB 2.0, HDMI, cartão micro SD, um fone de ouvido e um microfone. O modelo de 11 polegadas será vendido nas cores branca e preta, enquanto o de 13 polegadas estará disponível apenas na cor cinza. Nos Estados Unidos, o valor do Chromebook 2 menor será de R$ 748 e o maior custará cerca de R$ 935

Curiosidades na internet

Sensores corporais podem prolongar vida dos usuários e aumentar transparência na hora da consulta

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/sensores-corporais-podem-prolongar-vida-dos-usuarios-e-aumentar-transparencia-na-hora-da-consulta-21022014

A Carenet Longevity lança sensor e aplicativo que “faz raio-x” da saúde dos usuários

Sistema promete prolongar a vida dos usuáriosReprodução

Já parou para contar quantos passos você dá em um dia normal? Ou quantas calorias você queima durante o sono? Ou até mesmo que a qualidade das suas horas de descanso podem influenciar na sua expectativa de vida? Ao que tudo indica, as empresas de tecnologia têm muito interesse em entregar esses e vários outros dados para você –  com um bônus: seguindo as instruções e corrigindo comportamentos prejudiciais você pode aumentar em vários anos a sua expectativa de vida.

Monitorar todas uma parte extensa da sua atividade diária é o objetivo de vários sensores, pulseiras e outros acessórios lançados por gigantes da tecnologia, como LG, Sony e várias outras empresas. Entretanto, é de uma startup fundada por dois suíços que os brasileiros devem ter o primeiro contato com esse tipo de gadget voltado para a busca de uma vida mais saudável.

LG demonstra pulseira e fones de ouvido para usuário acompanhar saúde

Motivado a alcançar mais bem-estar, o empresário e sócio-presidente da Carenet Longevity,Immo Oliver Paul lançou o Klip Carenet– um sistema de monitoramento que deve usar a tecnologia para monitorar e melhorar a saúde dos usuários. A empresa se foca no desenvolvimento de um aplicativo que se comunica com um sensor, informando e incentivando os usuários a terem uma vida mais saudável.

— Estamos trazendo da Ásia, inicialmente, cinco mil biosensores para aprovar e apresentar o conceito da empresa e analisar a aceitação do consumidor brasileiro, que já está mais aberto para esse mercado e busca produtos para a qualidade de vida de toda família.

Suíço radicado no Brasil, o executivo explica que o sensor Klip é tem menos de 12 gramas e pode ser levado com o usuário em grande parte de seus dia, sem causar incômodo. A estratégia para transformar a atividade em algo divertido é usar a gameficação. Além disso, o aplicativo o compartilhamento de informações entre amigos, familiares, personal trainer e até mesmo com seu médico.

Gamificação e rede social

Enquanto o sensor Klip já pode ser comprado por R$ 199 na loja da Carenet Longevity, o aplicativo para monitoramento das informações estará disponível ainda em fevereiro nas lojas virtuais para Android (Google Play) e iOS (App Store). Immo explica que o aplicativo funciona filtrando informações e apresentar os dados de forma divertida, que deixe o usuário engajado com sua própria saúde.

Divulgação

Dentre os benefícios do sistema, o executivo comenta que está a possibilidade de cruzar dados de usuários. Por exemplo: imagine que você pegou uma gripe e o aplicativo explique para você que outros milhares de brasileiros com constituição parecida com a sua também se sentem gripados ao mesmo tempo. O aplicativo termina com uma indicação de que você durma melhor, tome mais líquido e não se preocupe. Parece legal, mas será que já é possível tornar essa situação em algo real?

— O desafio é pegar essa informação e filtrar, eliminar o que não é relevante e apresentar o que sobra de maneira estimulante, visual e instigante para o consumidor. Todos nós procuramos uma tecnologia que nos acompanhe de forma sutil, que não seja invasiva. No final do dia, nós queremos um sistema que diga: “Immo, você está bem, não vai morrer hoje, pode aproveitar o seu dia”. Acho quem daqui uns cinco anos vamos chegar lá.

O aplicativo também estará preparado para ser sincronizado com outros sensores semelhantes, informa o executivo. Paul aposta que a “computadores de vestir” chegaram para ficar e tem um grande diferencial: entregam para as pessoas informações que antes elas só poderiam obter em um consultório ou laboratório médico.

— Os dispositivos wearables são extremamente importantes para o consumidor no momento. Eles vão ser a porta de entrada e a melhor forma de explicar, demonstrar que é possível medir com esse tipo de device. Medir informações que antes não eram transparentes para as pessoas.

Curiosidades na internet

Vivo lança “banca digital” com acesso a jornais e revistas

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/40395/40395


Banca digital

(Foto: Divulgação)

A Telefônica Vivo e o Grupo Gol lançam hoje a “Nuvem do Jornaleiro”, serviço que disponibiliza aos clientes da operadora acesso ilimitado a publicações digitais por R$ 15 ao mês. Neste primeiro momento, são ofertadas mais de 200 revistas e 40 jornais disponíveis para leitura em smartphones, PCs ou tablets conectados à internet.
.
A plataforma também dá acesso ao conteúdo de mais de 150 países em diversos idiomas, gerado pelas agências internacionais EFE, da Espanha, e da francesa AFP, com seções de política, economia, cultura e esportes. O usuário recebe notificações via SMS, MMS e e-mail com novidades, destaques do acervo e recomendações de leitura.
A “Nuvem do Jornaleiro” pode ser acessada de computadores com qualquer sistema operacional, além de aplicativos para smartphones e tablets Android e iOS disponíveis gratuitamente no Google Play e na AppStore. A interface de leitura, no formato PDF, tem o mesmo visual da publicação impressa, e o serviço permite compartilhar nas redes sociais o que se está lendo. 
.
Entre os títulos disponíveis estão as revistas Caras, Scientific American, Faça Fácil, Viaje Sempre, Casa & Decoração, Viaje Mais e Surfar, além de jornais como Correio da Bahia, O Dia (Rio de Janeiro), O Tempo e Super Notícia, ambos de Belo Horizonte, Brasil Econômico e os diários da rede Bom Dia. Além da edição presente na banca física, o serviço traz as onze edições anteriores de cada revista e os onze últimos dias de cada jornal.
.
Curiosidades na internet

Calor: superaquecimento de eletrônicos pode causar prejuízos e acidentes graves

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/calor-superaquecimento-de-eletronicos-pode-causar-prejuizos-e-acidentes-graves-15022014

Especialista explicam que aparelhos contam com proteção especial, mas precisam de ventilação

Acidentes com celulares e outros eletrônicos podem causar ferimentos e até incêndiosReprodução/Daily Mail

Eletrônicos podem pegar fogo. Normalmente, eles não deveriam ter essa propriedade, mas smartphones (sejam iPhones ou Androids), tablets, computadores de mesa, notebooks e outros aparelhos podem causar acidentes graves, como incêndios e queimaduras a seus donos.

As altas temperaturas também contribuem para situações de risco. O contato entre o calor dos chips e componentes metálicos pode gerar faíscas e fazer o celular pegar fogo, de acordo com especialistas.

Confira imagens assustadoras de acidentes com eletrônicos

Engenheiro eletricista com mestrado em Engenharia da Computação, Julio Villarreal explica que essas situações são raras, já que os aparelhos contam com várias proteções. Entretanto, o mau uso ou defeitos de fabricação podem causar prejuízo para os donos e até gerar acidentes.

— Pequenos defeitos, mau uso e o fim da vida útil do aparelho podem causar superaquecimento ou até explosões. A boa notícia é que bons equipamentos são normalmente projetados com uma série de proteções contra esse tipo de situação.

Apesar de estarem envolvidos em uma quantidade menor de casos, também é necessário tomar cuidado para o aquecimento de computadores de mesa e notebooks. A ventilação correta desses equipamentos prolonga sua vida útil – e evita que eles iniciem incêndios.

Em alguns casos, os móveis não são projetados para permitir que o ar circule corretamente, gerando superaquecimento dos PCs.

No caso dos notebooks, o calor excessivo pode ser a razão para desligamentos repentinos. Além disso, o uso do aparelho no colo pode provocar manchas e até câncer de pele. Isso acontece por conta da temperatura do aparelho, que pode passar dos 100ºC no colo de uma pessoa – saiba mais sobre os problemas de saúde que podem surgir do uso excessivo de notebooks no colo.

Villarreal comenta que a refrigeração é um dos fatores mais negligenciados pelos usuários desse tipo de tecnologia.

— Para a maioria dos computadores, refrigeração propriamente dita não é indispensável, mas o computador precisa ficar em um ambiente bem ventilado. Para computadores muito potentes (e que consomem muita energia elétrica) será necessário investir em um sistema externo de refrigeração. Para notebooks, evitar colocar o mesmo em superfícies que favoreçam o aquecimento, como em cima da cama ou trabalhar com o computador no colo. O ideal é sempre uma mesa. Existem até alguns suportes de notebook com sistema de refrigeração na base.

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet