Smartphones e tablets são novo alvo do cibercrime

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/997805-smartphones-e-tablets-sao-novo-alvo-do-cibercrime.shtml

Cada vez mais populares, smartphones e tablets estão na mira de cibercriminosos.

E, segundo estudos e especialistas de segurança ouvidos pelaFolha, os usuários não estão cientes dos riscos que correm e não têm com os dispositivos móveis os cuidados que dispensam aos computadores tradicionais.

Gus Morais

O Android, do Google, é hoje o alvo preferencial dos malfeitores, por ser o sistema para smartphones mais popular do mundo e por sua natureza aberta –é possível instalar nele aplicativos de qualquer origem.

“Vemos com muita preocupação o desenvolvimento de malware nos smartphones. Há muita informação confidencial nesses dispositivos, e nós nem sempre tomamos consciência de como devemos protegê-los”, afirmou à Folha o diretor da BitDefender nas Américas, Alejandro Musgrove.

“As pessoas ainda encaram os celulares como se estivéssemos nos anos 40, ou seja, como se fossem simples objetos destinados apenas a fazer ligações”, afirmou o diretor-sênior de segurança móvel da McAfee, John Dasher, durante o evento Focus 11, promovido pela empresa em Las Vegas, na semana passada.

Segundo Dasher, os usuários não se dão conta de que carregam no bolso um computador completo, com vulnerabilidades equivalentes às dos PCs tradicionais ou até mais graves do que elas.

O perigo, porém, não deve se limitar a celulares e tablets, estendendo-se aos mais variados tipos de dispositivo, desde televisores até aparelhos de ginástica, que começam a ser equipados com sistemas operacionais completos e acesso à internet –a Cisco prevê que, em 2015, haverá 15 bilhões de dispositivos conectados, ou cerca de dois por habitante do planeta.

Gus Morais/Editoria de Arte/Folhapress

ANDROID

Entre dezembro de 2010 e julho de 2011, houve um crescimento de 238% no número de malware destinado ao Android, segundo a McAfee, que registrou cerca de 200 novas ameaças móveis no segundo trimestre de 2011.

Apesar de o Symbian ainda ser a plataforma com maior número total de malware registrado até hoje, o sistema do Google é o que mais reúne novos ataques.

Isso quer dizer que há algo intrinsicamente errado com o Android?

Para John Dasher, diretor-sênior de segurança móvel da McAfee, não. Segundo ele, o sistema do Google tem bons recursos de segurança, mas é natural que cibercrimosos priorizem a plataforma mais popular.

No mesmo período, a McAfee não registrou nenhum caso em aparelhos com iOS, da Apple –com exceção daqueles em que foi realizado jailbreak, procedimento que permite, entre outras coisas, a instalação de aplicativos de fora da App Store, rigidamente controlada pela empresa.

O diretor de informática da Kaspersky, Grant Cresswell, diverge de Dasher ao alegar que o Android tem, sim, problemas sérios de segurança.

“Depois de ter mexido em alguns aparelhos com Android por um tempo, creio que são dispositivos muito perigosos”, afirmou ele neste mês, durante o lançamento de um produto da empresa na Austrália.

O Android permite que se instalem programas de qualquer fonte, não só do Android Market, repositório oficial do Google. Segundo Dasher, porém, o sistema faz um “trabalho decente” em informar ao usuário os dados a que os aplicativos têm acesso.

Ele afirma que as pessoas não atentam à lista de permissões que surge quando se instala um programa no celular. “Se um simples jogo de xadrez pede acesso à sua câmera e a seus contatos, por exemplo, você deve desconfiar dele”, afirma Dasher.

Editoria de Arte/Folhapress

E A SENHA?

“A tecnologia sozinha não vai resolver os problemas de segurança móvel”, diz o executivo da McAfee, ressaltando que os usuários não estão atentos nem aos procedimentos mais básicos para manter seus aparelhos seguros –menos de 20% o protegem com senha, por exemplo.

Um caso recente de malware no Android foi revelado pela Symantec neste mês.

Aproveitando-se do fato de o aplicativo do serviço de vídeo Netflix estar disponível apenas para um número limitado de aparelhos com Android, cibercriminosos distribuíram na rede uma versão falsa, com o objetivo de roubar dados de assinantes.

À Folha o Google disse que não comenta estudos de terceiros e, citando o sistema de permissões do Android, afirmou que a plataforma é segura.

Advertisements

TV da Apple terá comandos de voz do Siri, diz ‘The New York Times’

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/997893-tv-da-apple-tera-comandos-de-voz-do-siri-diz-the-new-york-times.shtml

Novos detalhes sobre o possível projeto de um televisor da Apple foram apresentados pelo jornalista Nick Bilton, do “New York Times”, que diz que a empresa adicionará os comandos de voz do aplicativo Siri ao aparelho.

Para Bilton, quando Jobs diz em sua biografia “I’ve finally cracked it” (frase traduzida para “finalmente bolei” na versão brasileira do livro) ao ser questionado sobre televisores, ele se referia ao sucesso da Apple em adaptar o sistema de voz a uma grande tela. Assim, a TV não teria apenas um controle remoto convencional e seria controlada por meio de pedidos, usando a mesma habilidade adicionada ao iPhone 4S.

Montagem sobre arte de Éber Evangelista
Concepção artística de como seria o televisor da Apple
Concepção artística de como seria o televisor da Apple

O livro escrito por Walter Isaacson ainda afirma que Jobs buscava a interface mais simples possível para um televisor – algo que tivesse conexão e sincronia instantânea com os outros aparelhos da empresa, como tablets e smartphones. Segundo Bilton, a Apple já trabalha no projeto de um televisor há mais de um ano, e o aparelho pode chegar ao mercado entre 2012 e 2013.

Nokia exibe protótipo de smartphone com tela flexível

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/997245-nokia-exibe-prototipo-de-smartphone-com-tela-flexivel.shtml

Durante o Nokia World 2011, evento realizado em Londres, a empresa finlandesa exibiu um protótipo de aparelho com tela flexível, o Nokia Kinetic.

Com o aparelho ligado, o usuário consegue dobrar a tela do aparelho para frente e para trás, contorcendo o protótipo, mesmo com ele em funcionamento – é possível, por exemplo, pausar e tocar músicas dobrando partes da tela.

A Nokia não deu detalhes sobre a tecnologia utilizada, nem previsões de uso comercial do formato. Segundo o site SlashGear, que fez o vídeo abaixo, o conceito é baseado em tecnologia criada pela empresa Synaptics, e o aparelho estava conectado a um computador para exibir as imagens na tela.

Siri, do iPhone 4S, pode demorar 5 anos para chegar ao Brasil

Acesse:http://itweb.com.br/48538/siri-do-iphone-4s-pode-demorar-5-anos-para-chegar-ao-brasil/

O Siri – tecnologia de Inteligência Artificial embarcada no iPhone 4S, novo modelo do smartphone da Apple anunciado na terça-feira (04/10) – pode demorar até cinco anos para chegar a uma versão em língua portuguesa. A opinião foi passada por Bráulio Medina Dias, especialista no tema, sócio da e-Brane e Advisor na Lifeboat Foundation, organização mundial focada em prevenir a humanidade de qualquer tipo de catástrofe que possa colocá-la em risco, inclusive no caso de problemas envolvendo o tema de Inteligência Artificial. Na opinião do especialista, é muito mais fácil o Google apresentar algo do tipo no Brasil antes que a companhia de Tim Cook.

De acordo com a Apple, em um primeiro momento o produto estará disponível em inglês, alemão e francês. Não foi dado um prazo para a introdução de línguas ou quando chegaria em português. Mas já é de conhecimento que as novidades da Maçã demoram um tempo considerável para aportar em terras tupiniquins.

Nos Estados Unidos, a encomendas serão recebidas a partir desta sexta-feira (07/10), e o produto estará disponível no varejo a partir da sexta-feira da semana que vem, dia 14 de outubro. Relembrando a euforia para comprar o iPad 2, já é esperado um grande tumulto para comprar o dispositivo, cuja versão de 64GB sairá por US$ 399.

A ideia do Siri é ser um assistente pessoal. Desta forma, você pode, em vez de pesquisar coisas na web, fazer questões diretamente a ele, que, utilizando-se da conectividade, busca tanto em seu conhecimento próprio quanto em dados disponíveis na web, informações para responder às perguntas – por meio, inclusive, de voz. É possível, por exemplo, questionar a ele como está o trânsito, naquele momento, em determinada cidade. Qual é a previsão do tempo para o dia seguinte. Outra coisa interessante é a capacidade de buscar informações contidas na Wikipedia. Isso facilita, e muito, o relacionamento usuário/dispositivo móvel.

Conforme o especialista, quando se fala em inteligência artificial para o mercado brasileiro, o estágio atual do País é de atraso em relação a outras localidades.

“Estamos muito atrasados aqui no Brasil, porque quando se fala de inteligência artificial, se fala de linguagem semântica em português – e estamos muito atrasados em geração de ontologia, léxicos e semânticos de forma organizada. Vai haver um gap de linguagem”, pontuou.

O assunto é mais complexo do que se imagina. Vamos fazer uma explicação mais simples quanto possível (espero que atenda). Para ensinar um cérebro artificial, é preciso utilizar de algoritmos matemáticos que criem uma espécie de conexão neural, de uma forma que, com base em tais experiências simuladas, seja possível uma conexão com o problema apresentado no momento. No caso de reconhecimento de linguagem é preciso garantir que haja compreensão das nuances de sotaques regionais, por exemplo, o que envolve muito treino para reconhecimento de voz. “O Siri promete não precisar de um treino para a voz de comando. É um processamento de ondas muito pesado, com matemática intensa envolvida”, explicou.

“Quem processa melhor informações em língua portuguesa é o Google”, explicou, citando que pelo fato de o buscador estar completamente consolidado no Brasil – cerca de 90% das buscas realizadas na internet são feitas por meio dele – o conhecimento da linguagem é muito maior, o que facilitaria o processo. “Eles são muito avançados em português, têm um mercado gigantesco, e são uns dos que melhor processam a nossa língua”, disse.

Para o Google, seria questão de sobrevivência apostar em inteligência artificial e aproveitar para ganhar espaço nos mercados nos quais a Apple ainda precisaria se desenvolver em termos de semântica. “Eles precisam trazer algo, se não, perderão muito com o Android”, ponderou.

Aqui vai um dado que o leitor já está cansado de conferir, mas que resume bem o mercado de mobilidade. Conforme dados do Gartner, o Android ficou com 43% da fatia do mercado de sistemas operacionais vendidos no segundo trimestre do ano, muito a frente do segundo colocado, o Symbian, com 22,1%, e do iOS, da Apple, com 18,2%. E vale lembrar que o futuro do segundo colocado é incerto, uma vez que dispositivos da Nokia, empresa detentora do Symbian, devem vir com a nova versão do sistema operacional da Microsoft a partir de 2012, modificando, mais uma vez, a situação do mercado em questão. Ter, ou não, Inteligência Artificial é o que define se a companhia continuará, ou não, em primeiro lugar.

300 dpi não é alta resolução

Acesse:http://www.clix.fot.br/blog/?p=221

A modelo Carol Scippel em editorial de inverno da Revista Where Curitiba. A foto feita em 8 megapixels, 72ppi, foi utilizada numa página inteira da revista e em um poster de 70x105cm, que está na agência de modelos.

A modelo Carol Scippel em editorial de inverno da Revista Where Curitiba. A foto feita em 8 megapixels, 72ppi, foi utilizada numa página inteira da revista e em um poster de 70x105cm, que está na agência de modelos.

Este é um assunto que muito confunde a cabeça das pessoas.

Volta e meia recebo uma ligação ou email me pedindo para enviar minhas imagens em alta resolução, pois estão com 72 dpi.

Peço pra pessoa repetir, porque digo a ela que isso é impossível. Ela repete e eu repito: é impossível eu te mandar uma imagem em 72 dpi.

Ela continua: “tá aqui, ó, no computador… eu abro e está escrito 72 dpi!”.

Nesta hora eu respiro fundo, xingo o miserável do Bill Gates e digo, com toda a paciência do mundo: “esta informação está errada e, mesmo corrigida, por si só não significa absolutamente nada com relação a qualidade da imagem”.

A pessoa do outro lado acha que estou enganando ela, pensa que sou algum tipo de picareta e começa a discutir comigo, dizendo que minhas imagens não tem qualidade.

Bem, tirando a qualidade da imagem em si, no quesito beleza, composição e luz, as imagens que faço tem muita qualidade.

Mas muita mesmo!!!!!!

A imagem, gerada na menor resolução de minha câmera ainda é quase que o dobro do que as televisões FullHD de hoje utilizam.

Mas vamos lá, vou explicar, pra tentar acabar com a confusão.

Antes de mais nada. É impossível eu fazer uma imagem de 72dpi em minha câmera. DPI (dots per inches – ou pontos por polegada) é uma unidade de impressão e, por conta disso, só depende da impressora.

Minha câmera gera imagens de até 8.3 megaPixels. Coloquei o P com letra maiúscula, porque é justamente aí que há a confusão. Minha câmera (e todas as câmeras do mundo, sem exceção alguma!) geram imagens em Pixels e não em Dots. O miserável do Bill Gates também não sabia disso e nomeou a informação em seu Windows de forma errada.

A qualidade da imagem depende de seu tamanho, em PPPPPPPPPPPPPixels (letra P, letra P!!!!) e sua compactação, que é gerenciada pela câmera. Se a imagem for feita em JPG, será compactada. Os fabricantes fazem isto justamente por ser um tipo de arquivo facilmente legível pelos computadores e pela internet, além de poder aumentar a capacidade dos cartões de memória e dos computadores. A resolução maior se dá aumentado o tamanho na captura (7, 8 , 10, ou quanto maior melhor, megapixels) .

As imagens que faço em minha câmera são de 8 megapixels, portanto de alta resolução. Só pra você ter ima idéia, a imagem em uma TV fullHD é de 2 megapixels.

Então vamos ao famoso e cabalístico número 300.

Para a surpresa da grande maioria eu posso até dizer que os tais 300 dpi que todo mundo pede como sendo alta resolução, na verdade é uma resolução bem baixa (ooohhhhh!!!!).

É sério!!! Este número começou a ser usado na metade da década de 90, quando começaram a sair as primeiras impressoras para uso doméstico da HP.

Elas tinham uma capacidade de impressão em alta resolução de 300 dpi, ou seja, elas jogavam 300 micropingos de tinta numa área de 1 polegada quadrada.

Isso foi em 1990, há quase 20 anos atrás!!!!!!!!!!!!

Hoje qualquer impressora mais fraquinha que você compre imprime em pelo menos 920dpi.

Então, seguindo esta fórmula, eu deveria receber ligações me pedindo para que eu enviasse meus arquivos em 920dpi.

E eu responderia da mesma forma: “não tem nada a ver maçã com banana. Tá certo que as duas são frutas, mas uma é completamente diferente da outra”.

E então, o que é o certo?

O certo é verificar se o menor tamanho da imagem é superior a 2000 pixels na altura ou na largura. Isso é o suficiente para impressões de altíssima resolução em papéis de 20x30cm (tamanho A4), ou banners de 2 metros, ou ainda outdoors, pois cada um deles imprime as imagens com resoluções diferentes. O ideal é sempre perguntar para quem irá fazer a impressão.

É somente nessa hora que os Pixels serão convertidos em Dots e aí poderemos dizer de quantos DPIs é aquela imagem.

Antes disso, estamos falando bobagem.

Ah! E também não adianta pedir para que se envie uma imagem com mais de 2MB de peso. Isso é outra coisa que não quer dizer muito sobre o arquivo, pois este peso, numa imagem em JPG, depende da quantidade de cores na imagem, do ISO que foi utilizado, da compactação que a câmera aplicou e do tamanho, em pixels, que você selecionou na hora da captura.

Não é difícil! Basta ler o que está escrito.

E então? Clareei a confusão ou aumentei ainda mais?

A NET, a Claro e a Embratel se juntaram para oferecer a solução completa para você.

Acesse:http://www.combomulti.com.br/?gclid=CMLRh-6D9qsCFYZn5Qod9mrwHA

Integramos seu mundo com economia e inteligência. Combo Multi. Você queria, a gente fez primeiro.

Voz à vontade + smartphone + navegação à vontade + TV à vontade + modem

Você queria que alguém entendesse que tecnologia só existe para facilitar sua vida. A gente entendeu e fez primeiro.

NET, a Claro e a Embratel se uniram para integrar TV, telefone fixo, celular e banda larga.

Combo Multi. Isso é só o começo.

Produtos combo multi

Conheça a nova estrela do novo iPhone, o aplicativo Siri

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/multimidia/videocasts/992203-conheca-a-nova-estrela-do-novo-iphone-o-aplicativo-siri.shtml

Acompanhe a programação da TV Folha pelo Facebook

Meu novo assistente tem na ponta da língua uma lista com 13 restaurantes brasileiros em Los Angeles. Ele entende bem meu inglês com sotaque, toma notas das minhas observações, manda email e ajusta o despertador.

Mas, quando pergunto sobre Steve Jobs, ele diz não ter ideia de quem seja. E, quando solto um palavrão, ele retruca: “Estou fazendo o meu melhor, Fernanda Ezabella”.

Passei a noite “conversando” com Siri, um programa de inteligência artificial que promete fazer tudo por comando de voz e é a grande novidade do iPhone 4S, celular que a Apple lançou nos EUA na semana passada.

Mais de 4 milhões de unidades foram vendidas nas lojas americanas –no Brasil, ainda não há previsão de chegada do gadget.

Por fora, o aparelho é igual ao anterior, o iPhone 4. Dentro, é um produto mais potente, graças ao processador A5, mesmo usado no iPad 2.

Essa rapidez surge ao baixar um aplicativo ou checar uma rota entre endereços no mapa. A bateria tem vida um pouco mais longa que o 4.

A câmera também melhorou, tem agora 8 Mpixels, 60% mais resolução do que o modelo anterior, o que aposenta a câmera digital de pequeno porte que deixava sempre à mão dentro da bolsa.

Para quem tem iPhone 3G, é uma diferença gritante e vale considerar a troca (o usuário ganha um miniflash, zoom e a segunda câmera frontal, por exemplo).

Mas, para quem tem o iPhone4 e já o atualizou com o novo sistema operacional iOS 5, a única novidade do iPhone 4S é mesmo o Siri.

ASSISTENTE E PIADISTA

Apelidado pela Apple de “assistente pessoal”, Siri impressiona, mas não é perfeito.

Tem resposta para quase tudo e mostra senso de humor para perguntas esdrúxulas, mania entre usuários após o lançamento.

Segundo o site PC Mag, o serviço cruzadados de 20 fontes. A Apple estaria ampliando essa base de informações.

Ao contrário de outros programas de reconhecimento de voz, Siri é mais maleável nos sotaques. Entende inglês da Austrália, dos EUA e do Reino Unido, além de francês e alemão. Mas nada de português, ao menos por ora.

Ele fica “escondido” no celular, não tem um ícone específico na tela. Basta apenas segurar apertado o botão da frente do iPhone e fazer sua pergunta ou pedido. Ele manda e-mails, checa cotações da Bolsa, conta calorias e diz até mesmo o tempo no Brasil.

Quer dizer, quando perguntei sobre o clima em São Paulo, ele respondeu sobre Brasília e me aconselhou levar um guarda-chuva.

Quando assuntei sobre cinemas no bairro, ele me devolveu uma lista perfeita.

Mas, quando quis saber sobre um filme específico em cartaz, ele simplesmente repetiu a lista anterior.

Após horas de conversa, dá para perceber que até mesmo Siri se cansa e fica repetitivo.

Ou, talvez, esteja apenas fingindo que não me entende.

Google+ tem dificuldade para cativar seus usuários

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/993192-google-tem-dificuldade-para-cativar-seus-usuarios.shtml

O Google+, rede social do gigante das buscas, pode ter 40 milhões de usuários, de acordo com anúncio feito na última sexta-feira por Larry Page, executivo-chefe da empresa. Mas, segundo dados da companhia de análise Chitika, o tráfego no site é como o trem de uma montanha-russa em fase de descida.

Editoria de Arte/Folhapress

Como indica o infográfico acima, menos usuários têm entrado no Google+, sinal da dificuldade que a rede enfrenta para consolidar um grupo de internautas fiéis.

O serviço obteve um pico de acessos após liberar o cadastro a todos os usuários no último dia 20 –antes o ingresso na rede só era possível por convite. Mas o tráfego caiu poucos dias depois.

Há ainda outro fator que enfraquece o dado divulgado por Page: são 40 milhões de pessoas que já acessaram contas na rede. Ou seja, o número inclui usuários ativos e inativos, mesmo os que se logaram apenas uma vez e nunca mais voltaram.

A conta é diferente da utilizada por Facebook e Twitter para divulgação de usuários. As redes têm, respectivamente, 800 milhões e 100 milhões de usuários ativos.

CRÍTICA INTERNA

Além da queda de audiência, o Google+ teve de lidar com ataques de seus próprios funcionários. Steve Yegge, engenheiro da empresa, publicou uma longa mensagem em seu perfil no Google+ com duras críticas à rede social.

No texto, Yegge diz que o Google+ é “uma falha completa no entendimento do que é uma plataforma, desde os mais altos níveis hierárquicos até os trabalhadores comuns”. Na comparação com o Facebook, o Google+ é classificado como um “pensamento patético e atrasado”.

O engenheiro diz ainda que o Google tenta prever desejos dos internautas. Mas, segundo ele, poucas pessoas conseguiram isso. “Steve Jobs foi uma delas. Mas não temos um Jobs no Google. “

O post foi apagado, e Yegge afirmou que o texto era para ser compartilhado só com seu círculo de trabalho. O Google não comentou as críticas do engenheiro.

Também na sexta, o Google anunciou em seu blog a descontinuação de cinco produtos, entre eles, o Google Buzz, investida anterior da empresa no campo das mídias sociais. A empresa afirma que estará focada no desenvolvimento do Google+.

Novo sistema operacional da Apple gera reclamações de usuários

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/992931-novo-sistema-operacional-da-apple-gera-reclamacoes-de-usuarios.shtml

A atualização do sistema operacional da Apple para dispositivos móveis provocou problemas para usuários de iPad e iPhone.

O iOS 5, nova versão do software, foi disponibilizado na semana passada.

Desde então, surgiram relatos de problemas. O número 3200 –que surgia na tela de quem tentava, sem sucesso, fazer o download– chegou a ser um dos tópicos mais comentados do Twitter.

As reclamações se dividem em dois tipos. Primeiro, houve problemas com o processo de atualização em si, que era muito lento. Segundo a Apple, o número elevado de acessos nos primeiros dias causou falhas nos servidores.

Além disso, o novo sistema operacional atrapalhou o funcionamento de diversos aplicativos, incluindo o da Folha para iPad.

No caso da Folha, houve instabilidade na “versão digital”, fac-similar à do jornal impresso. Na grande maioria dos casos, o problema tem sido resolvido desinstalando o aplicativo, reiniciando o iPad e instalando novamente o aplicativo –disponível gratuitamente na loja da Apple.

Editoria de Arte / Folhapress

A nova versão do iOS ainda atrapalhou o funcionamento da rádio Folha no tablet.

O bug não atingiu a leitura das reportagens publicadas em formato exclusivo para iPad –a edição de abertura do aplicativo, com as editorias distribuídas em “tiras”.

Houve também relatos de problemas com os aplicativos do Facebook e do Twitter.

O bug atingiu ainda a revista “The Economist”, que publicou um alerta sobre as ferramentas que deixaram de funcionar, como o marcador de leitura e o envio de notícias para a conta do Twitter.

A revista “Wired” e o jornal “The New York Times” disponibilizaram atualizações para tornar seus aplicativos compatíveis com o iOS 5.

Uso de cães beagle em experiências científicas é suspenso no PR

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/992841-uso-de-caes-beagle-em-experiencias-cientificas-e-suspenso-no-pr.shtml

A Justiça Estadual do Paraná suspendeu preventivamente o uso de cães da raça beagle em experiências científicas na UEM (Universidade Estadual de Maringá).

A decisão acata pedido do Ministério Público do Paraná, que acusou a universidade de maus-tratos contra animais.

Os beagles são usados em experimentos de periodontia e implantodontia, porque têm os tecidos da boca semelhantes aos dos humanos. De acordo com a UEM, os animais têm entre um e dois anos de idade e, após os experimentos, são acompanhados por até seis meses. Depois, são sacrificados com uma overdose de anestésico.

O Ministério Público afirma que os cachorros são mantidos “em condições precárias de higiene” e recebem doses insuficientes de anestésico, passando por “sofrimento óbvio e desnecessário”.

A universidade nega os maus-tratos e afirma que os protocolos de pesquisa são feitos para anular sofrimento dos cães, e que todos os procedimentos passam pelo crivo do comitê de ética em pesquisa da instituição.

O juiz da 5ª Vara Cível de Maringá, Siladelfo Rodrigues da Silva, entendeu que “os preceitos mínimos de cuidado com os animais não estão sendo observados” pela UEM, com base nos fatos apresentados pelo Ministério Público.

“A lei […] possibilitou que pesquisadores pudessem realizar experimentos científicos em animais desde que não haja outro meio alternativo capaz da obtenção dos mesmos resultados”, afirmou o juiz. “Porém, as pesquisas científicas realizadas pela ré já estão sendo empregadas em humanos.”

A decisão, que suspendeu o uso de cães beagle e de qualquer outro animal pelo curso de odontologia, é liminar (tem caráter temporário) e vale até que se julgue o mérito da ação. Silva determinou multa de R$ 5.000 por dia caso haja descumprimento da determinação.

A UEM informou que não foi notificada da decisão e que, portanto, não vai se manifestar a respeito.

Tempestade de poeira deixa cidade do Texas parecida com Marte

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/bbc/992634-tempestade-de-poeira-deixa-cidade-do-texas-parecida-com-marte.shtml

Uma tempestade de poeira vermelha deixou uma cidade do Texas, nos Estados Unidos, mais parecida com Marte.

Veja vídeo.

BBC Brasil
Tempestade de poeira vermelha deixa cidade do Texas parecida com Marte
Tempestade de poeira vermelha deixa cidade de Lubbock, no Texas, parecida com Marte

A cidade de Lubbock foi atingida por ventos de cerca de 100 km/h e por uma nuvem de poeira vermelha que chegou a mais de 2 km de altura.

A camada de poeira que cobriu a cidade, mais parecida com uma muralha, escureceu o céu e parou o trânsito em algumas áreas.

A tempestade também derrubou árvores e linhas de fornecimento de energia elétrica e danificou os telhados das casas.

Ninguém ficou ferido, mas os ventos foram tão fortes que um avião parado no aeroporto da cidade ficou apoiado apenas nas rodas de trás e na cauda.

Cancela de pedágio não abre e provoca acidente; um morre em SP

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/992738-cancela-de-pedagio-nao-abre-e-provoca-acidente-um-morre-em-sp.shtml

Um motorista morreu na madrugada desta terça-feira após a batida entre dois caminhões na altura do km 115 da rodovia Carvalho Pinto, na região de Caçapava (112 km de SP), no sentido São Paulo.

O acidente ocorreu por volta das 4h30 por causa de uma possível falha no sistema “Sem Parar” do pedágio. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a cancela não abriu para o primeiro caminhão, e o outro que vinha logo atrás –apesar de reduzir a velocidade– não conseguiu parar.

O motorista do veículo de trás morreu na hora. Seu nome não foi informado.

Segundo a concessionária que administra a via, a perícia foi chamada no local. A pista ficou bloqueada até as 10h30.

Procurada, a empresa responsável pelo “Sem Parar”, por meio da assessoria de imprensa, afirmou que aguardará a perícia para se pronunciar.

Sal ajuda a aumentar capacidade de armazenamento de disco rígido

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/992561-sal-ajuda-a-aumentar-capacidade-de-armazenamento-de-disco-rigido.shtml

Cientistas em Cingapura disseram na sexta-feira (15) que descobriram um método que pode expandir a capacidade de armazenamento de dados de HDs (discos rígidos) de computadores utilizando um ingrediente comum na cozinha: o sal.

O processo “pode aumentar a densidade de gravação de discos rígidos para 3,3 Tbits por polegada quadrada, seis vezes a densidade de gravação dos modelos atuais”, segundo um comunicado das instituições envolvidas no projeto –a Agência para Ciência, Tecnologia e Pesquisa de Cingapura, a Universidade Nacional de Cingapura e o Instituto de Armazenamento de Dados.

Com essa tecnologia, um HD com 1 Tbyte de dados hoje poderia, no futuro, armazenar 6 Tbytes em uma unidade do mesmo tamanho, disseram os cientistas.

Eduardo Knapp-10.jan.2009/Folhapress
Sal de cozinha pode multiplicar por seis capacidade de armazenamento de HDs
Sal de cozinha pode multiplicar por seis capacidade de armazenamento de HDs

Os cientistas conseguiram aumentar a capacidade de armazenamento ao colocar mais bits –estruturas em miniatura que contêm informações– em padrões mais organizados do que as configurações aleatórias usadas em discos rígidos atuais.

“É como arrumar roupas em uma mala quando você viaja. Quanto mais você organiza os itens dentro dela, mais coisas pode carregar”, disse a equipe.

Esse método –chamado de bit patterning (padronização de bits)– era difícil de ser executado porque os cientistas não eram capazes de ver os contornos dos bits claramente após eles serem impressos em um filme, em um processo muito parecido com revelação de fotografias.

Mas a adição de sal na solução usada para geração de imagens permitiu destacar os contornos.

“Isso pode dar um contraste muito alto. Agora conseguimos ver as linhas finas que normalmente estariam borradas”, disse Joel Yang, o cientista que descobriu a receita com sal, à France-Presse.

O processo de padronização de bits com sal deve ser adotado pela indústria por volta de 2016, acredita Yang, quando as técnicas atuais se esgotarem, o que levaria fabricantes de disco rígido a procurar métodos alternativos para aumentar a capacidade de armazenamento de dados.

Seis vacinas que os adultos precisam tomar

Acesse:http://msn.minhavida.com.br/conteudo/12814-seis-vacinas-que-os-adultos-precisam-tomar.htm

Nesta segunda-feira, dia 17, é comemorado o Dia Nacional da Vacinação para lembrar que não são apenas as crianças que devem estar com a carterinha em dia. Ninguém reluta em levar o filho para tomar uma vacina contra sarampo ou paralisia infantil, mas na hora de cuidar da própria saúde, muitos adultos negligenciam as campanhas de vacinação. Não é apenas o organismo da criança que está sujeito a doenças que o corpo não está preparado para combater.

Em todas as fases de nossa vida, estamos suscetíveis a infecções por vírus e bactérias que, se não tratadas, podem causar muitos problemas. “Faz parte da cultura dos brasileiros achar que vacinação é assunto de criança. Mesmo que esse quadro esteja mudando, os adultos ainda não tratam as vacinas com seriedade”, diz o infectologista Paulo Olzon, da Unifesp.

Vacinação adultos- Foto Getty Images

As doenças crônicas que se manifestam mais na vida adulta são fortes indicadores de que o individuo precisa se vacinar. “As pessoas que estão em grupos de risco, como as pessoas com mais de 60 anos ou aquelas que têm doenças crônicas, devem sempre estar informadas sobre a vacinação”, explica o especialista.

Existem vacinas tanto para bactérias como para vírus. “No primeiro caso, a vacinação é feita para controlar surtos epidemiológicos. Já no caso dos vírus, a imunização normalmente dura a vida toda, sendo necessárias apenas algumas doses de reforço para garantir que a doença não vai mais voltar”, diz Paulo Olzon.

Vacina dupla tipo adulto – para difteria e tétano
A difteria é causada por uma bactéria, que é contraída pelo contato com secreções de pessoas infectadas. Ela afeta o sistema respiratório, causa febres e dores de cabeça, em casos graves, pode evoluir para uma inflamação no coração.A toxina da bactéria causadora do tétano compromete os músculos e leva a espasmos involuntários. A musculatura respiratória é uma das mais comprometidas pelo tétano. Se a doença não for tratada precocemente, pode haver uma parada respiratória devido ao comprometimento do diafragma, músculo responsável por boa parte da respiração, levando a morte. Ferir o pé com prego enferrujado que está no chão é uma das formas mais conhecidas do contágio do tétano. A primeira parte da vacinação contra difteria e tétano é feita em três doses, com intervalo de dois meses. Geralmente, essas três doses são tomadas na infância.
Então confira a sua carteira de vacinação para certificar-se se a vacinação está em ordem. Depois delas, o reforço deve ser feito a cada dez anos para que a imunização continue eficaz. É nesse momento que os adultos cometem um erro, deixando a vacina de lado.
.
Vacina Tríplice-viral ? para sarampo, caxumba e rubéola
Causado por um vírus, o sarampo é caracterizado por manchas vermelhas no corpo. A transmissão ocorre por via respiratória. De acordo com dados do Ministério da Saúde, a mortalidade entre crianças saudáveis é mínima,
ficando abaixo de 0,2% dos casos. Nos adultos, essa doença é pouco observada, mas como a forma de contágio é simples, os adultos devem ser imunizados para proteger as crianças com quem convivem.Conhecida por deixar o pescoço inchado, a caxumba também tem transmissão por via respiratória. Mesmo que seja mais comum em crianças, a caxumba apresenta casos mais graves em adultos, podendo causar meningite, encefalite, surdez, inflamação nos testículos ou dos ovários, e mais raramente no pâncreas.

“Faz parte da cultura dos brasileiros achar que vacinação é assunto de criança. Mesmo que esse quadro esteja mudando, os adultos ainda não tratam as vacinas com seriedade”

Já a rubéola é caracterizada pelo aumento dos gânglios do pescoço e por manchas avermelhadas na pele, é mais perigosa para gestantes. O vírus pode levar à síndrome da rubéola congênita, que prejudica a formação do bebê nos três primeiros meses de gravidez. A síndrome causa surdez, má-formação cardíaca, catarata e atraso no desenvolvimento.

O adulto deve tomar a tríplice-viral se ainda não tiver recebido as duas doses recomendadas para a imunização completa quando era criança e se tiver nascido depois de 1960. O Ministério da Saúde considera que as pessoas que nasceram antes dessa data já tiveram essas doenças e estão imunizados, ou já foram
vacinados anteriormente.

Mesmo que todos com essas características devam ser vacinados, as mulheres que pretendem ter filhos, que não foram imunizadas ou nunca tiveram rubéola devem tomar a vacina um mês antes de engravidar, já que a  rubéola é bastante perigosa quando acomete gestantes, podendo causar deformidade no feto.

Vacina contra a hepatite B
A Hepatite B é transmitida pelo sangue, e em geral não apresenta sintomas. Alguns pacientes se curam naturalmente sem mesmo perceber que tem a doença. Em outros, a doença pode se tornar crônica, levando a lesões do fígado que podem evoluir para a cirrose. “A imunização contra essa doença é importante, pois ela pode causar problemas sérios, como câncer no fígado”, diz Paulo Olzon.De acordo com o especialista, há algumas décadas, o tipo B da hepatite era o mais encontrado, já que ela pode ser transmitida através da relação sexual  e as pessoas não tomavam cuidado com a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Depois de uma campanha de vacinação e imunização, e da classificação da hepatite C pelos médicos, ela não pode ser vista como epidemia, mas ainda é preciso tomar cuidado com essa doença.

Até os 19 anos, todas as pessoas podem tomar a vacina contra hepatite B, gratuitamente, em qualquer posto de saúde. A aplicação da vacina também continua de graça, quando o adulto faz parte de um grupo de risco. “Pessoas que tenham contato com sangue, como profissionais de saúde, podólogos, manicures, tatuadores e bombeiros, ou que tenham relacionamentos íntimos com portador da doença são as mais expostas a essa doença”, diz o especialista. Fora isso, qualquer adulto pode encontrar a vacina em clínicas particulares.

Idoso gripado - Foto Getty Images

Pneumo – Pneumonia
O pneumococo, bactéria que pode causar a pneumonia, entre outras doenças, pode atacar pessoas de todas as idades, principalmente indivíduos com mais de 60 anos. “Pessoas com essa idade não podem deixar de tomar a vacina pneumo 23”, diz Paulo Olzon.A pneumonia é o nome dado a inflamação nos pulmões causada por agentes infecciosos (bactérias, vírus, fungos e reações alérgicas). Entre os principais sintomas dessa inflamação dos pulmões, estão febre alta, suor intenso, calafrios, falta de ar, dor no peito e tosse com catarro. Adultos com doenças crônicas em órgãos como pulmão e coração -alvos mais fáceis para o pneumococo, devem tomar essa vacina sempre que há uma campanha de vacinação.Mesmo que ela seja uma das vacinas mais importantes para ser tomadas é a única vacina do calendário que não é oferecida em postos de saúde. É preciso ir a um Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais, em locais como o Hospital das Clínicas e a Unifesp.
.
Vacina contra a febre amarela
A febre amarela é transmitida pelo mesmo mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti. A doença rem como principais sintomas febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia (pele e olhos amarelados) e hemorragias. “Se a febre amarela não for tratada, pode levar a morte”, explica o especialista.Por ser uma doença grave, e com alto índice de mortalidade, todas as pessoas que moram em locais de risco devem tomar a vacina a cada dez anos, durante toda a vida. Quem for para uma dessas regiões precisa ser vacinado pelo menos dez dias antes da viagem. No Brasil, as áreas de risco são: zonas rurais no Norte e no Centro-Oeste do país e alguns municípios dos Estados do Maranhão, do Piauí, da Bahia, de Minas Gerais, de São Paulo, do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Mesmo que os efeitos colaterais mais sérios sejam muito raros, a vacina contra febre amarela deve ficar restrita aqueles indivíduos que moram ou irão viajar para
algum lugar de risco. “Nesse sentido, a preocupação dos médicos está relacionada ao risco de reação alérgica grave ou anafilática, que pode levar a morte os pacientes propensos”, explica o infectologista Paulo Olzon.
.
Vacina contra o influenza (gripe)
A vacina contra gripe deve estar na rotina de quem está com mais de 60 anos.
“Muitas pessoas deixam de tomá-la com medo da reação que ela pode causar. Mas isso é um mito, já que a suposta reação do corpo não tem nada a ver com a vacina, e sim com a própria gripe. Isso porque, o vírus da gripe fica semanas em nosso corpo sem se manifestar e a proteção da vacina não é imediata como as pessoas imaginam”, diz o especialista.A gripe é transmitida por via respiratória, leva a dores musculares e a febres altas. Seu ciclo costuma ser de uma semana. Pessoas com mais de 60 anos podem tomar a vacina nos postos de saúde, enquanto os mais jovens podem ser vacinados em clínicas particulares.”Os idosos que não querem esperar até a campanha anual de vacinação contra a gripe podem tomar a vacina em clínicas particulares em todas as épocas do ano”, diz Paulo Olzon.

Quinto “Duro de Matar”, com Bruce Willis, estreia em 2013

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/989789-quinto-duro-de-matar-com-bruce-willis-estreia-em-2013.shtml

O quinto episódio da franquia “Duro de Matar” já tem data de estreia.

De acordo com a produtora e distribuidora Fox, o longa-metragem chegará aos cinemas norte-americanos no dia 14 de fevereiro de 2013.

Por lá, o filme dirigido por John Moore e estrelado por Bruce Willis, o eterno John McClane Jr., será lançado com o título “A Good Day to Die Hard”.

A maior parte das gravações tem como locação a Rússia e tem início com a viagem de McClane ao país para tirar seu filho da prisão.

Divulgação
O ator Bruce Willis em cena do filme "Duro de Matar - A Vingança"
O ator Bruce Willis em cena do filme “Duro de Matar – A Vingança”

Carro que polui menos terá juros mais baixo

Acesse:http://classificados.folha.uol.com.br/veiculos/989591-carro-que-polui-menos-tera-juros-mais-baixo.shtml

O Crédito Auto Ecoeficiente, criado neste mês pela Caixa Econômica Federal, promete facilidades de financiamento e taxas de juros mais baixa para veículos que poluem menos.

O crédito vale apenas para veículos novos que tenham obtido a melhor nota (5 estrelas) no Programa Nota Verde, do Ibama. A nota é atribuída aos modelos de acordo com teste de emissão de poluentes durante a homologação, onde o número máximo de estrelas significa o menor índice.

Os veículos podem ser financiados com taxa de juro a partir de 1,39% ao mês. Segundo a Caixa, o objetivo é incentivar a comercialização de veículos ecoeficientes e a utilização de tecnologias limpas pelas montadoras.

Modelos de diferentes marcas, com motores de 1.0 a 2.0, e modelos que variam do esportivo ao off-road atendem aos requisitos. As notas dos veículos podem ser verificadas no site do Ibama. A Nota Verde 2012 será divulgada no início do ano.

 

Brasileiro de 17 anos supera Slater e vence Circuito Mundial

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/esporte/989572-brasileiro-de-17-anos-supera-slater-e-vence-circuito-mundial.shtml

O surfista brasileiro Gabriel Medina, 17, conquistou nesta quarta-feira o título da etapa francesa de Hossegor do Circuito Mundial. Na final, ele somou 17.00 pontos, contra 16.10 do australiano Julian Wilson.

Antes de bater o australiano na final, Medina passou na semifinal pelo norte-americano Taylor Knox. O brasileiro somou 19.57, contra 7.00.

No caminho para faturar o título, Gabriel Medina teve que superar também o norte-americano Kelly Slater, dez vezes campeão mundial, nas quartas de final. No duelo, ele obteve 16.66 pontos -quase o dobro de Slater, dez vezes campeão mundial, que teve 8.60 pontos.

Kelly Cestari/Efe
Gabriel Medina comemora vitória durante a etapa do Circuito Mundial
Gabriel Medina comemora vitória durante a etapa do Circuito Mundial
Kirstin Scholtz/Efe
O surfista brasileiro Gabriel Medina em ação em Hossegor, na França
O surfista brasileiro Gabriel Medina em ação em Hossegor, na França

Disney e Marvel divulgam o primeiro trailer de ‘Os Vingadores’

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/folhateen/989660-os-vingadores-ganha-primeiro-trailer-veja.shtml

Mais um time de super-heróis dos quadrinhos está prestes a ganhar os cinemas. “Os Vingadores”, filme da Disney com um esquadrão de personagens da Marvel, teve seu primeiro trailer divulgado na última terça-feira (11).

No longa-metragem, a trinca Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Capitão América (Chris Evans) e Thor (Chris Hemsworth) é recrutada pelos agentes da S.H.I.E.L.D para ajudar a salvar o planeta das ações de Loki (Tom Hiddleston) e sua banca de inimigos.

Entre os outros super-heróis envolvidos na trama dirigida por Joss Whedon estão Hulk (Mark Ruffalo) e Viúva Negra (Scarlett Johansson).

A estreia está prevista para maio de 2012.

Assista ao trailer:

Divulgação
Still of Robert Downey Jr. and Chris Evans in Os Vingadores
Chris Evans e Robert Downey Jr. em cena de “Os Vingadores”

%d bloggers like this: