Vídeo: Peça de alumínio se funde e levita, ao mesmo tempo, confundindo as pessoas

Acesse:http://www.jornalciencia.com/tecnologia/diversos/3812-video-peca-de-aluminio-se-funde-e-levita-ao-mesmo-tempo-confundindo-as-pessoas

 

Com uma corrente alternada e um espiral de cobre, você consegue criar um cilindro de levitação.

Deixe cair uma peça de alumínio dentro da estrutura e você verá o incrível fenômeno ocorrendo diante dos seus olhos!

Este cilindro de levitação funciona como um aquecedor por indução. Em poucas palavras: a corrente que flui através do cobre, que foi enrolado para formar um solenóide, cria um campo magnético alternado.

O campo magnético induz uma forma especial de corrente elétrica, conhecida como correntes de Foucault, na peça que paira em alumínio. Estas correntes de Foucault criam um fenômeno de levitação, chamado de efeito Joule, que, com poder suficiente, pode fazer com que o metal derreta, como mostra no vídeo.

É possível encontrar um tutorial muito detalhado sobre como fazer a bobina vista no vídeo, que opera a 1,6 kilowatts. No final desses tutoriais, você vai encontrar instruções sobre como fazer uma bobina de 10kW, que pode levitar e suspender cobre fundido e aço, que são mais densos que o alumínio. Confira no vídeo:

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet

Garoto de 13 anos constrói reator de fusão nuclear

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/40668/40668

(Foto: reprodução)
Você se lembra do que fazia na escola aos 13 anos? É bastante improvável que tenha sido algo tão incrível quanto o jovem Jamie Edwards, que se descreve como um “cientista nuclear amador”. Isso mesmo: em seu tempo livre, ele fica um tempo a mais na escola trabalhando em um reator de fusão nuclear.

 

Com seu trabalho, o jovem britânico quebrou o recorde de mais jovem da história a realizar esta tarefa, superando o anterior, um americano de 14 anos.

O feito de conseguir a fusão nuclear em sua escola, a Penwortham Priory Academy, colidindo dois átomos de hidrogênio para criar um de hélio, só foi possível graças ao apoio de sua escola, que ofereceu um orçamento de US$ 3.350 para que ele tocasse o projeto, e professores para auxiliar.

Para poder tirar o projeto do papel, Jamie precisou de algumas peças pouco usuais para o cotidiano da escola, como bombas e câmaras de vácuo, filamentos de tungstênio e um bastão de alumínio, entre outros. Ele também precisou passar por um curso de segurança com radiação antes de operar o reator.

O garoto manteve um blog durante o processo, onde ele lista seus passos com o reator. Seu principal desafio foi evitar os vazamentos na câmara de vácuo. Seus professores começaram a se preocupar quando uma vasilha de deutério, um isótopo radioativo do hidrogênio, chegou na escola por entrega especial.
O momento em que Jamie consegue o feito pode ser conferido no vídeo abaixo, feito pela BBC. Ao ser entrevistado, o garoto mal consegue conter a empolgação. “Eu não consigo acreditar”, afirma.

Curiosidades na internet

Estudantes criam carro para família movido a energia solar

Acesse:http://www.techmestre.com/estudantes-criam-carro-para-familia-movido-a-energia-solar.html

Batizado de Stella, automóvel acomoda quatro pessoas e viaja a 600 km/h.

Estudantes da Universidade de Tecnologia de Eindhoven, na Holanda, criaram o primeiro carro de “família” movido a energia solar. Batizado de Stella, o automóvel futurista acomoda até quatro pessoas e pode viajar a 600 Km/h através de energias captadas a partir do sol.
“O design do carro do futuro tem que satisfazer as necessidades dos consumidores modernos; o carro deve ser capaz de transportar a família da Holanda para a França em um dia, e para isto ele precisa ser adequado para o deslocamento diário para o trabalho, conseguindo tudo isso com conforto,” relata um integrante da equipe.
 .
O carro combina materiais leves, como carbono e alumínio, com design inovador e aerodinâmica que o possibilita ser veloz. Ele conta com painéis no teto para capturar a energia solar.
Estudantes criam carro para família movido a energia solar

Curiosidades na internet

Especialistas alertam para presença de metais tóxicos em batons

Acesse:http://www.isaude.net/pt-BR/noticia/34740/geral/especialistas-alertam-para-presenca-de-metais-toxicos-em-batons

Produtos podem conter chumbo, cádmio, cromo e alumínio, alguns em níveis que podem aumentar risco de problemas de saúde

Foto: Valua Vitaly

Batom e gloss são de especial preocupação, porque são ingeridos ou absorvidos, pouco a pouco, pelo usuário
Batom e gloss são de especial preocupação, porque são ingeridos ou absorvidos, pouco a pouco, pelo usuário

 Pesquisadores da Escola de Saúde Pública da Universidade da Califorbia, em Berkeley, nos EUA, detectaram a presença de metais tóxicos em batons e brilhos labiais vendidos em farmácias e lojas de departamento.

A pesquisa sugere a presença de chumbo, cádmio, cromo, alumínio e outros cinco metais, alguns dos quais encontrados em níveis que poderiam aumentar o risco de problemas de saúde.

“Apenas encontrar esses metais não é a questão, é o nível que importa. Alguns dos metais tóxicos estão ocorrendo em níveis que poderiam ter um efeito prejudicial a longo prazo”, “, afirma a investigadora principal S. Katharine Hammond.

<link=3717>

Segundo os pesquisadores, batom e gloss são de especial preocupação, porque são ingeridos ou absorvidos, pouco a pouco, pelo usuário.

Os pesquisadores desenvolveram definições para utilização média e alta de batons e gloss com base em dados de uso relatados em um estudo anterior. Utilização média foi definida como a ingestão diária de 24 miligramas de maquiagem dos lábios por dia. Aqueles que reaplicam o batom várias vezes podem se encaixar na categoria de alto uso, ingerindo 87 miligramas por dia.

Usando as doses diárias aceitáveis deste estudo, a média de utilização de alguns batons e brilhos labiais resultaria em exposição excessiva ao cromo, substância cancerígena relacionada a tumores de estômago. Alta utilização destes produtos de maquiagem pode resultar em potencial exposição excessiva ao alumínio, cádmio e manganês. Com o tempo, a exposição a concentrações elevadas de manganês tem sido associada à toxicidade no sistema nervoso.

O chumbo foi detectado em 24 dos 32 produtos analisados, mas a uma concentração que foi geralmente menor do que o nível de ingestão diária aceitável. No entanto, os níveis de chumbo ainda levantaram preocupações para crianças, que às vezes brincam com maquiagem, já que nenhum nível de exposição ao chumbo é considerado seguro para elas.

Os autores do estudo dizem que, para a maioria dos adultos, não há nenhuma razão para jogar o batom ou o gloss fora, mas a quantidade de metais encontrada sinaliza a necessidade de mais fiscalização pelos órgãos reguladores de saúde.

No momento, não existem normas americanas para conteúdos de metal em cosméticos. Os autores observam que a União Europeia considera o cádmio, cromo e chumbo ingredientes inaceitáveis, em qualquer nível, em produtos cosméticos.

Curiosidades na internet

Nokia planeja sucessor do Lumia 920 com corpo em aluminio

Acesse:http://www.nokiatividade.com/nokia-planeja-sucessor-do-lumia-920-com-corpo-em-aluminio/comment-page-1/lumia-passarela-destacada

Segundo o The Verge, a Nokia já estaria planejando o sucessor do Lumia 920, o Smartphone com codinome “Passarela” deixaria de lado o policarbonato dos Lumia atuais para usar Alumínio, com isso o Smartphone seria mais leve e mais fino que seu antecessor, o velho 920  . Com isso a Nokia voltaria aos tempos em que lançou o N8 em alumínio anodizado. A vantagem do alumínio seria um corpo mais leve e fino, o que não foi possivel com o indestrutível Lumia 920.  Mas o que há de se reclamar de um celular desses que só a Forbes acha defeito?

vendas lumia 920

O Nokia “Passarela” está previsto para estrear ainda este ano, o que você espera dele? Pureview, NFC, Puremotion HD, Windows phone 9 ?? deixe sua opinião e sugestão nos comentários.

 P.S: A imagem destacada deste post é somente um conceito, não é uma imagem real .

Curiosidades na internet

Cientistas criam ouro colorido usando nanotecnologia

Acesse:http://hypescience.com/cientistas-criam-ouro-colorido-usando-nanotecnologia/

Quem disse que ouro precisa ser necessariamente dourado? Depois de fazer modificações em escala nanométrica (1 nanômetro = a bilionésima parte de 1 metro), cientistas da Universidade de Southampton (Reino Unido) alteraram a cor de amostras de ouro.

A técnica envolve fazer pequenas saliências para mudar a forma como o material reflete a luz, e pode ser aplicada em outros metais, como prata e alumínio. “É a primeira vez que a cor visível de um metal é alterada dessa forma”, destaca o pesquisador Nikolay Zheludev.

A luz branca é composta por diversas ondas eletromagnéticas, cada uma com uma cor. Quando um objeto é atingido, ele absorve determinadas ondas e reflete outras, que são percebidas por nós. Por exemplo, se um tecido reflete luz azul e absorve as outras, nós o enxergamos azul.

“Este é o princípio fundamental que exploramos neste projeto. Ao criar em metais saliências com dimensões de cerca de 100 nanômetros, nós percebemos que é possível controlar quais comprimentos de onda de luz o metal absorve e quais ele reflete”, explica.

Zheludev e sua equipe pretendem vender a técnica, que poderia ser usada na confecção de joias, por exemplo. Outra possibilidade seria incorporar em documentos amostras de metal com cor modificada, dificultando a falsificação.

Curiosidades na internet