Scanner cerebral pode ser feito em casa com impressora 3D

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/39734/39734

(Foto: Divulgação)
Está em processo de desenvolvimento um scanner cerebral que pode ser impresso em casa e adaptado a diversos tipos de funcionalidade.

Chamado OpenBCI, o projeto é tocado por Conor Russomanno e Joel Murphy; ele teve uma pequena ajuda da DARPA para o pontapé inicial e também está no Kickstarter (onde já conseguiu o valor pretendido).

O produto é composto de sensores e um mini-computador que é conectado a outros sensores ligados a uma espécie de capacete – a parte que pode ser feita com uma impressora 3D. Isso tudo pode ser ligado a um computador para comando de jogos, por exemplo.

Os códigos do software que alimenta o capacete foram disponibilizados para download, então qualquer um pode fazer o scanner cerebral em casa. Basta comprar o hardware da OpenBCI, baixar os projetos para imprimir o que falta e calibrar o equipamento.

A versão básica leva cerca de sete horas para ser impressa. A mais robusta, que permite a ligação de pontos em 64 locais da cabeça (ligando no máximo 16 eletrodos por vez), demora um dia.

Continue lendo …clique aqui…

Curiosidades na internet

Jogos poderão ser controlados com os olhos

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/39595/39595

(Foto: Divulgação/ToQuem curte jogos pode se preparar para o que pode ser uma nova revolução do setor com o controle ocular. Em alguns meses chega ao mercado um periférico desenvolvido pela SteelSeries com tecnologia da Tobbi que permite o controle de aparelhos digitais com os olhos, o que inclui os games.

A promessa é que os gamers possam aproveitar de forma mais imersiva títulos de tiro, como Call of Duty, em que bastaria olhar para um inimigo para mirar nele e, então, disparar com um botão; a tecnologia também serviria para aumentar as possibilidades de jogos de esporte – ao olhar para um elemento dentro de campo no Fifa, por exemplo, você indicaria que pretende passar a bola para ele.

A ferramenta, que recebeu o nome de EyeX, está em pré-venda por US$ 195, sendo que as entregas começam em março. Com isso em mãos, os desenvolvedores poderão botar essas e outras ideias em prática.

Curiosidades na internet

Governo de SP antecipa férias de meio do ano para coincidir com Copa

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2013/10/1358401-governo-de-sp-antecipa-ferias-de-meio-do-ano-para-coincidir-com-copa.shtml

A Secretaria Estadual da Educação decidiu antecipar as férias de meio de ano de suas escolas em 2014, para que coincidam com o período da Copa do Mundo.

Tradicionalmente marcado para o início do mês de julho, o período de recesso começará em 12 de junho e terminará em 11 de julho.

Cerca de 4,3 milhões de estudantes de São Paulo estão na rede rede estadual.

De acordo com a Secretaria da Educação, a ideia é que a presença dos alunos às aulas não sofra interferência dos jogos.

A medida também pode ajudar na mobilidade na capital paulista, onde estão previstas seis partidas.

O calendário deverá balizar as redes municipais e particular do Estado.

Lei federal chegou a exigir que todas as escolas marcassem as férias de meio de ano para o período da Copa, mas o Ministério da Educação publicou regra que deixa a decisão a cargo dos colégios.

A Secretaria Estadual da Educação definiu ainda que o início das aulas será em 27 de janeiro -tradicionalmente é em 1º de fevereiro.

Curiosidades na internet

Valve lança sistema operacional próprio baseado em Linux

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/37751/37751

(Foto: Reprodução)
Após criar expectativas com uma misteriosa contagem regressiva, a Valve finalmente revelou uma de suas grandes novidade: o SteamOS, seu próprio sistema operacional, baseado em Linux e voltado a games.

“O SteamOS combina a arquitetura rígida do Linux com uma experiência de jogar criada para telas grandes”, diz a companhia. Quando fala em telas grandes, é provável que a Valve esteja se referindo ao “Steam Box”, seu esperado “console”, que deverá levar o Steam às televisões.

O novo sistema também terá sistemas de conteúdo on-demand. A Valve diz que está negociando com os principais serviços de entretenimento e, em breve, irá disponibilizá-los no SteamOS e no Steam já existente.

Agora, a cereja do bolo: o SteamOS fará streaming dos jogos para Windows e Mac. Ou seja, você não irá perder sua preciosa biblioteca de games instalados no seu PC.

Além de oferecer uma nova forma de utilizar o Steam, o novo SO promete “aumentos significativos de desempenho em processamento gráfico”. A Valve diz ainda que suas novidades já estão nas mãos de alguns desenvolvedores.

Vale lembrar que a Valve já afirmou anteriormente que imagina que o Linux será o futuro dos games, o que justifica o investimento pesado em uma plataforma própria de código aberto.

Enfim, essa era apenas um das três grandes novidades incluídas na contagem regressiva. Por enquanto, nada de hardware, como muitos apostavam. O que mais virá por aí?

 

Curiosidades na internet

PS4 terá suporte a comandos por voz e gestos, confirma Sony

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/2013/09/1344359-ps4-tera-suporte-a-comandos-de-voz-e-de-gestos-confirma-sony.shtml

Depois de assegurar que seu novo console responderia a comandos de voz, a Sony confirmou que o PS4 reconhecerá gestos dos usuários, assim como o Xbox One.

O anúncio foi feito pela empresa nesta quinta-feira (19) durante a apresentação de abertura da feira de jogos eletrônicos Tokyo Game Show, no Japão.

Para ter acesso ao recurso, o jogador precisará adquirir a PlayStation Camera, sensor de movimentos rival do Kinect, da Microsoft. Ambos os periféricos oferecerão reconhecimento facial.

Robyn Beck/AFP
Console PlayStation 4, com controles e câmera, expostos durante feira de games E3
Console PlayStation 4, com controles e câmera, expostos durante feira de games E3

A Sony planejava comercializar o acessório junto com o PS4, mas o excluiu do pacote de lançamento do console para manter o preço de US$ 399 (US$ 100 a menos que o concorrente Xbox One).

Por outro lado, a Microsoft decidiu vender a segunda geração de seu sensor de movimentos –que entende comandos de voz, reconhece batimentos cardíacos e “enxerga” no escuro– junto com o Xbox One.

Curiosidades na internet

Museu de Arte Moderna de NY preserva jogos e diverte público com acervo de games

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/2013/09/1341623-museu-de-arte-moderna-de-ny-preservar-jogos-e-divertir-publico-com-acervo-de-games.shtml

“Obra de arte: ‘Pac-Man’. Autor: Toru Iwatani, japonês, nascido em 1955.”

A inscrição acima pode ser lida em uma das paredes do MoMA (Museu de Arte Moderna de Nova York), ao lado de uma tela e um controle de fliperama, onde o visitante pode experimentar o game.

Próximo à estação de “Pac-man” também está um pôster com a representação gráfica do código do cartucho usado no console Atari 2600.

Games no MoMA

Ver em tamanho maior »

Divulgação

AnteriorPróxima

Exposição de games na galeria de design e arquitetura do MoMA, em Nova York

“Nosso critério de escolha passa pelo visual dos games, mas também por outros aspectos, como elegância do código do jogo”, diz Paola Antonelli, curadora do MoMA. O museu é um dos primeiros do mundo a ter videogames como parte do acervo permanente de obras de arte.

O clássico “Pac-Man” está ao lado de outros 11 jogos que fizeram história e são considerados por Antonelli “obras excepcionais de design interativo”, como “SimCity 2000” (1994), “Katamari Damacy” (2004), “Flow” (2006) e “Portal” (2007).

O próprio Alexei Pajitnov, o russo que criou “Tetris” (1984) quando trabalhava no Centro de Computação da Academia Soviética de Ciências, codificou uma versão do jogo especialmente para o MoMA, que simula a versão original e até os efeitos visuais dos raios catódicos dos televisores dos anos 80.

Alguns dos games adquiridos, como “EVE Online” (2003) e “Dwarf Fortress” (2006), ambientados em gigantescos universos, requerem milhares de jogadores e vários meses para serem plenamente explorados.

Nesses casos, o MoMA trabalhou com jogadores e produtores dos jogos para criar visitas guiadas, feitas via tradicional (com fone de ouvido). Nelas, um narrador conduz o visitante, que controla pelo joystick um avatar, pelos principais pontos e características desses mundos.

A exposição dos games faz parte da galeria de arquitetura e design, que ocupa todo o terceiro andar, de seis, do MoMA. O museu planeja ampliar para 40 o número de títulos “nos próximos meses”, incluindo “Super Mario Bros.” (1985), “Street Fighter 2″ (1991)” e “Minecraft” (2011).

Há uma semana, quando a Folha visitou o museu, centenas de visitantes aproveitavam o fim do verão americano para passear pelas galerias. Muita gente parava para observar e ler sobre os games, mas poucas jogavam por mais de alguns segundos.

Mais do que uma exposição em que as pessoas podem se divertir, Antonelli diz que “a aquisição de games para o acervo do MoMA são uma forma de preservar artefatos que fazem cada vez mais parte de nossas vidas”.

Continue lendo …clique aqui…

Curiosidades na internet