Nasa cria parte de motor de foguete com impressora 3D

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/noticias/nasa-cria-parte-de-motor-de-foguete-com-impressora-3

Impressoras 3D

A impressão tridimensional avança a cada dia e a Nasa, que já tinha investido em uma impressora de pizzas, decidiu usar a tecnologia em máquinas mais pesadas. A agência espacial norte-americana informou ter concluído testes envolvendo um motor de foguete.

O motor injetor do foguete foi inteiro feito por meio de uma impressora 3D.

Os testes foram realizados em parceria com a Aerojet Rocketdyne, em Cleaveland. A Nasa realizou uma série de disparos de oxigênio líquido e de hidrogênio gasoso na montagem do foguete para demonstrar que é possível fabricar componentes altamente críticos usando essa nova tecnologia.

A Aerojet projetou e fabricou o injetor com um método que utiliza feixes de laser de alta potência para derreter e fundir pós metálicos finos em estruturas tridimensionais. Ou seja, imprimiram em 3D usando materiais pesados.

Michael Gazarik, da Nasa, disse em nota que a agência pode, no futuro, usar a tecnologia para imprimir peças em 3D em missões no espaço, o que economizaria tempo e tornaria a tarefa mais fácil de ser executada.

Levaria mais de um ano para se produzir o injetor testado em Cleaveland, por exemplo, sendo que a impressora o fez em apenas quatro meses.

Curiosidades na internet

CES 2013: Impressoras 3D com preços acessíveis chegam ao mercado

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/ciencia/Academia-de-Ciencia-cria-selo-de-aprovacao-para-livros-com-fatos-cientificos/

As impressoras 3D já são uma realidade cada vez mais acessível ao consumidor doméstico. Na CES 2013, a MakerBot apresentou a quarta geração de suas impressoras 3D, a Replicator 2X, que consome menos energia e é capaz de criar objetos maiores .

.A impressora utiliza um projeto em CAD como base para desenhar os produtos desejados com filamentos plásticos produzido pela própria MakerBot. Aos poucos, a impressora vai derretendo o plástico e desenhando o objeto com tiras bem finas, moldando o produto aos poucos. A Replicator 2X pode utilizar até dois filamentos de cores diferentes por impressão. Mais de 15 cores já estão disponíveis e o fabricante promete desenvolver novos tons, inclusive metálicos, translúcidos e brilhantes. A máquina é capaz de imprimir objetos de até 28 cm x 15 cm x 15 cm (cerca de 6 mil cm cúbicos).

Com o projeto 3D em mãos, é possível imprimir o que você quiser. O fabricante também promete preços acessíveis: cada rolo de filamento plástico deve sair por apenas US$ 48 (cerca de R$ 97). Fazendo as contas, é possível imprimir a pulseira de um relógio por cerca de R$ 0,41, ou uma capinha de iPhone por R$ 2.

No futuro, poderemos compartilhar projetos em CAD em sites como o PirateBay e imprimir produtos customizados diretamente de casa. A impressora sairá por US$ 2,200 (R$ 4.482) e deve estar disponível a partir de março deste ano.

Replicator 2X consome menos energia e é capaz de criar objetos maiores . A máquina é capaz de imprimir objetos de até 28 cm x 15 cm x 15 cm Mais de 15 cores já estão disponíveis para impressão É possível imprimir a pulseira de um relógio por cerca de R$ 0,41, ou uma c A exemplo da Replicator 2X, outras empresas apresentaram impressoras 3D ace
Replicator 2X consome menos energia e é capaz de criar objetos maiores .

Replicator 2X consome menos energia e é capaz de criar objetos maiores . slideshow lupa
.
Curiosidades na internet