Dogecoin, a moeda nascida de um meme, é a nova moda na internet

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/39537/39537

(Foto: reprodução)
 Nos últimos meses, Bitcoin e, em menor escala, Litecoin, tomaram o noticiário de tecnologia e economia. As criptomoedas, no entanto, não se restringem a estes dois nomes. A moeda da vez é outra, tem uma origem no mínimo curiosa e se chama Dogecoin.
.
Se você é como nós do Olhar Digital e está sempre conectado, você provavelmente se deparou com o meme “Doge”, que mostra um gracioso cão da raça Shiba inu falando coisas desconexas com um inglês quebrado. E alguém achou interessante criar uma moeda com base no meme, que está se valorizando de forma galopante.Tudo começou com um tuíte de Jackson Pallmer, funcionário do marketing da Adobe em Sydney, na Austrália. Ele resolveu falar que investiria em Dogecoins, que ele tinha “certeza de que seria a próxima moda”. Um seguidor, Billy Markus, nos Estados Unidos, decidiu que era uma boa ideia alterar o código das Bitcoins para criar uma própria moeda.Desde então, ela vem ganhando popularidade no Reddit e fóruns internet afora como forma de dar “gorjetas” para outros usuários. Mas o que tem acontecido é uma valorização rápida.

Na última quinta-feira, 19, a Dogecoin chegou a ser trocada com uma alta de 250%, mas já viu uma queda brusca nesta sexta-feira, 20, com uma desvalorização de 30%.

Uma Dogecoin, atualmente, não vale muita coisa. Segundo o site Crypto-Currency Market Capitalizations, ela vale US$ 0,00096. Já existem cerca de 10 bilhões de Dogecoins no mundo, totalizando um valor cerca de US$ 9 milhões. Entretanto, para uma moeda que nasceu de uma piada, ser cotada como a 10ª maior criptomoeda do mundo, certamente já é bastante coisa.

Curiosidades na internet

Positivo lançará smartphones por R$ 220 no Natal deste ano, afirma ministro

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/smartphones/Positivo-lancara-smartphones-por-R-220-no-Natal-deste-ano-afirma-ministro/

Smartphone

Os brasileiros que planejam compra um smartphone até o final deste ano já podem comemorar. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou nesta quarta-feira (21), durante um evento da Ericsson, que a Positivo prepara o lançamento de dispositivos inteligentes por R$ 220 para o Natal.

A novidade é pautada com base na regulamentação da Lei do Bem, que cortará cerca de 9,25% de todos os tributos das empresas de tecnologia que já estão instaladas no Brasil. E as novas companhias ainda terão 15% de redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para incentivar a produção e a venda de eletrônicos no Brasil.

Smartphones PositivoA Lei do Bem irá beneficiar diretamente o consumidor brasileiro

“Saiu até no jornal. Com certeza veremos modelos mais baratos até o Natal”, afirmou Bernardo ao Olhar Digital. “Existe demora. Nesta questão dos smartphones temos que fazer um trabalho de convencimento na parte fiscal, algo que não é fácil. Mas, com certeza, vai sair. Estamos a ponto de resolver isso”.

Ainda durante sua apresentação, o ministro relembrou que o governo deixará de arrecadar R$ 500 milhões por ano pela Lei do Bem. No entanto, Paulo Bernardo afirmou que o recurso legal visa beneficiar o consumidor que poderá adquirir produtos mais baratos.

Curiosidades na internet