Robô Curiosity vai virar kit de peças Lego para montar

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/robo-curiosity-vai-virar-kit-de-pecas-lego-para-montar-29122013

Em Marte, a sonda verdadeira sofreu dano em uma de suas rodas

A partir de 2014: Kit Curiosity vai custar cerca de R$ 68 na Lego ShopDivulgação/Lego

Se você não gastou todo o seu dinheiro em presentes de Natal, uma boa gorma de gastá-lo é comprar o kit da Lego para montagem da sonda-robô Curiosity. Os fãs das missões de exploração espacial poderão adquirir por US$ 29 (cerca de R$ 68) o kit de 295 peças para montar o conjunto a partir da próxima quarta-feira (1° de janeiro).

A versão articulada de seis rodas do robô foi projetada por um dos engenheiros da Nasa (agência espacial norte-americana) que trabalhou no projeto oficial Mars Curiosity. O Mars Curiosity Rover kit pode ser considerado o mais recente sucesso do projeto de financiamento coletivo Lego Cuusoo, que já havia trazido de volta kit do carro DeLorean (do filme De volta para o futuro) e também um mundo Minecraft em miniatura.

Robô Curiosity encontra provas de antigo lago com micróbios em Marte

Jovens aprendem programação usando robôs feitos com Lego

Enquanto isso, em Marte, a sonda verdadeira teve sua roda de alumínio frontal esquerda danificada durante a passagem por buracos na superfície do planeta vermelho. A quantidade de desgaste parece ter acelerado nos últimos meses, mas não há motivos para preocupação, informa o resposável pelo projeto da Nasa, Jim Erickson.

Curiosity recebeu recentemente uma atualização de software da Nasa. Agora, o robô pode usar seu braço mesmo quando a sonda está em terreno inclinado, dentre outras coisas. A agência espacial norte-americana ainda planeja usar a câmera do braço do robô para para tirar novas fotos das rodas de alumínio e analisar a extensão dos danos.

Curiosidades na internet

Inteligência artificial: sites de bancos, lojas e empresas aéreas trocam atendentes por robôs no Brasil

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/fotos/inteligencia-artificial-sites-de-bancos-lojas-e-empresas-aereas-trocam-atendentes-por-robos-no-brasil-21122013#!/foto/1

Sonda chinesa chega à Lua; confira as primeiras fotos

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/39400/39400

(Foto: reprodução)
A China lançou no último final de semana uma sonda lunar, que se tornou o primeiro robô a pousar na Lua com sucesso em quase 40 anos. E após se estabelecer por lá, a sonda Yutu já começou a mandar suas fotos.
As imagens enviadas pelo robô incluem o seu “companheiro” Chang’e-3, que auxiliou na aterrissagem da Yutu. O material também mostra fotos do solo lunar e a expectativa é que novas fotos surjam conforme o tempo passe.

Enquanto isso não acontece, confira as melhores fotos já enviadas pela Yutu:

Sonda Yutu

Curiosidades na internet

Ekso Bionic Suit: robô para que paraplégicos andem

Acesse:http://www.mundodastribos.com/ekso-bionic-suit-robo-para-que-paraplegicos-andem.html

Criado por uma empresa norte-americana em parceria com universidades e órgãos governamentais, o robô auxilia na reabilitação motora de pessoas com limitações físicas.

Fundada em 2005 nos Estados Unidos, a Ekso Bionic é uma empresa que trabalha na produção de equipamentos especiais para ajudar às pessoas que apresentam algum tipo de limitação física.

665944 ekso bionoc suit robo para que paraplegicos andem 600x600 Ekso Bionic Suit: robô para que paraplégicos andem

O principal produto desenvolvido pela companhia, em parceria com algumas das maiores universidades do mundo e de órgãos ligados ao governo norte-americano é o Ekso Bionic Suit, um robô que ajuda paraplégicos a caminhar.

A invenção, criada com o que há de mais moderno na tecnologia e na engenharia, que já passou pelos primeiros testes com grande eficiência, consiste em um exoesqueleto robótico que aumenta a força e a resistência de quem está utilizando-o, possibilitando uma maior mobilidade.

COMO FUNCIONA O EKSO BIONIC SUIT

665944 ekso bionoc suit robo para que paraplegicos andem 1 600x600 Ekso Bionic Suit: robô para que paraplégicos andem

Ao ser “vestido” por alguém que apresente limitações físicas, o Ekso Bionic Suit é capaz de criar movimentos através de duas pernas eletrônicas, movidas a bateria. De acordo com os desenvolvedores do traje biônico, aprender a usar o equipamento não leva mais do que cinco minutos.

robô para que paraplégicos andem foi construído em uma estrutura de alumínio e titânio, que pesa 25 quilos e conta com design que facilita a sua utilização por pessoas que estejam na cadeira derodas, para que possam se levantar com facilidade ao vestir o equipamento. Confira, no vídeo abaixo, um pouco mais a respeito de como funciona o Ekso Bionic Suit.

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet

Robô absorve impactos e pode reconhecer terrenos difíceis

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/-robo-voador-absorve-impacto-e-pode-reconher-locais-de-dificil-acesso-20131030.html

Grupo de cientistas desenvolveu robô voador que, em vez de evitar obstáculos, se choca contra eles, e com isso pode reconhecer locais de difícil acesso

Cientistas americanos desenvolvem robôs insetos, inspirados em moscas

 

Insetos: objetivo dos inventores é que o robô, inspirado em insetos, possa operar em terrenos difíceis onde outras máquinas não conseguem

 

Genebra – Um grupo de cientistas suíços desenvolveu um robô voador inspirado em insetos, que em vez de evitar obstáculos, se choca contra eles, e com isso pode fazer o reconhecimento de locais de difícil acesso.

O robô, desenvolvido na Escola Politécnica de Lausanne (Suíça) e batizado com o nome de Gimball, é um autômato de 370 gramas de peso protegido por uma esfera elástica de um diâmetro de 34 centímetros que amortece os impactos, segundo informações divulgadas pelo centro em comunicado.

O objetivo dos inventores é que o Gimball possa operar em terrenos difíceis onde outros robôs não conseguem, como em um edifício derrubado, onde poderá recolher informações através de uma câmera acoplada. Por não ter que desviar, o protótipo não precisa de sensores.

O Gimball é propulsado por hélices e, enquanto a maioria dos robôs evita os obstáculos mediante sensores, este pode manter o rumo apesar das colisões, o que representa um conceito totalmente novo.

A maioria dos robôs navega mediante uma complexa rede de sensores que lhes permite detectar os obstáculos para evitá-los, o que, de acordo com os criadores, representa um inconveniente, já que os sensores são “pesados e frágeis” e não funcionam sob algumas circunstâncias, como em ambientes com fumaça.

Inspirado em insetos, o Gimball foi criado pelos pesquisadores Adrien Briod e Przemyslaw Mariusz Kornatowski, que desenvolveram um sistema de estabilização giroscópica que permite ao robô manter o equilíbrio.

“Os insetos voadores lidam muito bem com as colisões, para eles não são acidentes porque foram feito para encará-las”, disse Briod.

O robô será apresentado ao público em Tóquio, durante a Exposição Internacional de Robótica, IREX, que acontecerá de 5 a 9 de novembro.

 Curiosidades na internet

Aplicativos de celular que mudam voz

Acesse:http://www.mundodastribos.com/aplicativos-de-celular-que-mudam-voz.html

Não param de surgir novos aplicativos para transformar a experiência do usuário com o seu smartphone. Entre as novidades, vale ressaltar os apps que mudam a voz, inclusive durante a realização de uma chamada.

661154 Aplicativos de celular que mudam voz Aplicativos de celular que mudam voz

Os aplicativos que mudam a voz são divertidos, afinal, permitem ‘trollar’ um amigo ou parente através de um estilo de voz bem diferente. Eles também oferecem recursos para criar arquivos de áudio, que podem virar ringtones ou serem compartilhados através das redes sociais.

Os apps permitem fazer alterações de diferentes formas, como modificar o tom e deixá-lo parecido com uma assombração. Também é possível incluir barulhos, como o de trânsito.

APPS QUE MUDAM A VOZ NO CELULAR

Confira a seguir os aplicativos de celular que mudam voz:

Call Voice Changer – IntCall

O Call Voice Changer – IntCall oferece muitos recursos para mudar a voz, podendo deixá-la mais grossa ou mais fina e com diferentes efeitos sonoros. A modificação na voz pode ser efetuada durante a ligação, desde que a chamada seja efetuada através da internet.

Quem tem iPhone pode testar o Call Voice Changer – IntCall gratuitamente. Depois, para obter mais tempo de uso, é necessário pagar.

661154 Aplicativos de celular que mudam voz 1 Aplicativos de celular que mudam voz

Voice Changer Plus

O Voice Changer Plus permite transformar a voz de várias maneiras, deixando-a parecida com o som de um fantasma, de um rato e até mesmo de uma tartaruga. Também existe a possibilidade de incluir efeitos, como o barulho de trânsito.

voz modificada pode ser enviada por email ou Facebook. No entanto, o aplicativo não altera a voz durante as ligações. Para baixar o app, é necessário investir US$ 1,99.

Voicy Lite – Fun Voice Changer

O Voicy Lite – Fun Voice Changer é um aplicativo grátis para iPhone, capaz de modificar a voz em diferentes situações. O app faz com que o usuário fale como zumbi, robô, estilo e tantos outros estilos.

Depois de gravar a voz com efeito, é possível compartilhar o arquivo ou usá-lo como ringtone. A única desvantagem do app é que ele não funciona em integração com a chamada telefônica.

661154 Aplicativos de celular que mudam voz 2 Aplicativos de celular que mudam voz

Voice Changer Calling – Weird Voice

Através da internet, o usuário deste aplicativo realiza chamadas telefônicas, com a possibilidade de adicionar efeitos a sua voz. O timbre pode parecer engraçado ou até mesmo assustador.

Análises consideram o volume do app muito baixo, o que acaba comprometendo o entendimento da mensagem. No entanto, o recurso se revela uma ótima opção para quem tem Android.

A primeira ligação com Voice Changer Calling é gratuita. Depois, o usuário precisa pagar R$ 0,08 por minuto (para telefone fixo).

Curiosidades na internet

Cientistas criam robô que ‘aprende’ emoções com humanos

Acesse:http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/2010/08/100809_robot_emotion_mv.shtml

Robô. Crédito: Projeto Feelix GrowingRobô foi programado para reagir como criança de dois anos

Cientistas britânicos e de outros países europeus estão criando um robô que seria capaz de “aprender” emoções ao interagir com seres humanos.

O protótipo, batizado de Nao, foi programado para se comportar como uma criança de 2 anos.

Segundo a equipe de cientistas responsável pelo androide, o que distingue Nao de outros robôs em desenvolvimento no mundo é sua capacidade de aprender emoções, expressá-las e, interpretando sinais, perceber emoções nas pessoas.

Um dos objetivos do projeto é desenvolver o protótipo até um ponto em que ele possa ser usado para fazer companhia para crianças diabéticas em hospitais.

Bebês e Chimpanzés

O robô Nao foi programado para aprender a interagir e responder a humanos da mesma forma que uma criança. Ele incorpora os mesmos códigos de comportamento e de expressão que bebês aprendem em suas interações sociais e emocionais com outras pessoas.

Por exemplo, quando está triste, Nao abaixa a cabeça e contrai os ombros. Quando está alegre, ergue os braços e levanta a cabeça para pedir um abraço.

O protótipo foi criado a partir da observação de como bebês chimpanzés e humanos e os adultos que cuidam deles formam laços afetivos.

Assim como os bebês dessas duas espécies, Nao também é capaz de desenvolver uma preferência por uma das pessoas que cuidam dele.

Ele foi programado para se adaptar às ações e estados de humor dos humanos que cuidam dele e se torna mais ligado ao indivíduo que interage com ele de maneira particularmente apropriada ao seu tipo de personalidade e necessidades de aprendizado.

À medida que aumentam o número de interações, a quantidade de respostas adequadas ao temperamento de Nao e a dedicação do humano ao robô, mais forte se torna o vínculo entre a máquina e o indivíduo e também o nível de aprendizado do robô.

Feelix

As pesquisas com o protótipo integram o projeto europeu Feelix Growing (anagrama formado, entre outras, pelas palavras inglesasFeelInteract e Express (“Sentir, Interagir, Expressar”, em tradução literal).

O trabalho é liderado pela especialista em computação Lola Cañamero, da Universidade de Hertfordshire, na Inglaterra, em colaboração com universidades e empresas de robótica europeias.

O robô é capaz de expressar raiva, medo, tristeza, felicidade, excitação e orgulho. Ele fica visivelmente perturbado se a pessoa responsável por ele deixa de confortá-lo quando ele enfrenta uma situação estressante.

“Este comportamento é baseado no que uma criança pequena faz”, disse Cañamero. “Também é muito semelhante à forma como chimpanzés e outros primatas não humanos desenvolvem vínculos com os adultos responsáveis por eles.”

Segundo a equipe, esta é a primeira vez que modelos de formação de vínculos observados em primatas humanos e não humanos são usados para programar robôs que desenvolvem emoções a partir de interação com humanos.

“Estamos trabalhando em códigos de linguagem não verbal, e as emoções são reveladas por meio de posturas físicas, gestos e movimentos do corpo em vez de expressões faciais e verbais”, acrescentou Cañamero.

A ideia, no entanto, é que os robôs que servirão de acompanhantes para as crianças diabéticas nos hospitais sejam capazes de combinar comunicação verbal e não verbal para interagir com elas, tornando-se cada vez mais adaptados ao seu perfil individual.

O objetivo da equipe é que o robô não apenas auxilie no tratamento como também contribua para o bem estar emocional e social da criança.

Curiosidades na internet