Google planeja criar táxis que dirigem sozinhos

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/37028/37028

 
(Foto: Divulgação)
O Google planeja montar sozinho os carros que dirigem sem precisar de um motorista, já que não consegue um parceiro grande para a empreitada. E a empresa vai além, com a montagem de linhas de táxis para serviços sob demanda.

Os táxis seriam robotizados, conforme reporta o jornalista Amir Efrati, escrevendo para Jessica Lessin. À princípio, condutores acompanhariam os carros por questões de segurança, mas com o tempo eles seriam dispensados.

Em 2012 o Google rodou algumas cidades norte-americanas para discutir sobre a criação de um serviço desses. Embora a empresa queira vender os veículos ao consumidor doméstico, colocá-los nas ruas em frotas pode ajudar a dar visibilidade ao produto, além de atestar que ele é seguro.

Além disso, o Google fez um investimento de US$ 258 milhões no Uber, aplicativo de solicitação de táxis – o que corrobora com as especulações. Foi, segundo o TechCrunch, a maior aposta do Google Ventures até hoje.

A ideia de fabricação própria seria uma forma de fazer pressão sobre as grandes montadoras para que adotem o sistema de direção da companhia – algo que o Google fez no passado para forçar fabricantes de smartphones a apostar no Android.

Enquanto isso, a empresa também corre para legalizar a tecnologia, nos Estados Unidos. Nevada, Califórnia, Flórida e Washington DC já liberaram (saiba mais).

Curiosidades na internet

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.