Tag: livros

Veja a fachada de estacionamento que parece uma estante de livros gigante

Acesse:http://www.megacurioso.com.br/literatura/42439-veja-a-fachada-de-estacionamento-que-parece-uma-estante-de-livros-gigante.htm

A população ajudou a conceber a ideia e escolher os livros que fariam parte da bela fachada da Biblioteca Pública de Kansas City

Fonte da imagem: Reprodução/Sweet Station
Veja a fachada de estacionamento que parece uma estante de livros gigante

Quem visitar Kansas City, nos Estados Unidos, não pode deixar de conferir a biblioteca central da cidade. Além do aspecto cultural da visita, vale a pena ir até o local para admirar a bela fachada que foi construída para o estacionamento anexo ao prédio.

Coberta com painéis de mylar – uma resistente película de poliéster que tem propriedades térmicas e de isolamento –, a garagem parece uma prateleira de livros enfileirados, com o único detalhe de que os “livros” têm 7,6 metros de altura e 2,7 metros de largura cada um.

Fonte da imagem: Reprodução/Sweet Station

Mais do que uma fachada bonita, o visual da Biblioteca Pública de Kansas Cityrepresenta a ligação do espaço público com a sociedade. A população foi convidada a dar seus palpites de projetos para deixar a biblioteca ainda mais bonita e assim nasceu a ideia da estante de livros.

Além disso, os moradores da cidade contribuíram com sugestões dos títulos que deveriam aparecer na fachada. Então foram escolhidas 22 obras variadas que refletem os diversos gostos dos leitores que frequentam o espaço.

Fonte da imagem: Reprodução/Sweet Station

Entre elas estão “O Senhor dos Anéis”, de J. R. R. Tolkien, “Fahrenheit 451”, de Ray Bradbury, “Cem Anos de Solidão”, de Gabriel García Márquez, “Romeu e Julieta”, de William Shakespeare, e muitos outros. Ainda, os visitantes podem identificar na fachada alguns volumes de fábulas infantis e livros que contam a história de Kansas City.

Curiosidades na internat

Artistas criam câmeras fotográficas usando casco de tartaruga e tatu

Acesse:http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2013/04/artistas-criam-cameras-fotograficas-usando-casco-de-tartaruga-e-tatu.html

Criadores da coleção ‘Camera Collection’ dizem que máquinas funcionam.
Livros e chifre de animal foram usados em obras de arte.

Artistas criaram câmera fotográfica usando casco de tartaruga para obra de arte (Foto: Divulgação/tonk.ch)Artistas criaram câmera fotográfica usando casco de tartaruga para obra de arte (Foto: Divulgação/tonk.ch)

Os fotógrafos e artistas Nico Krebs e Taiyo Onorato criaram câmeras fotográficas diferentes para uma exposição. Eles desmontraram as máquinas e as remontaram usando casco de tartaruga e de tatu como o corpo da câmera em vez de plástico, criando uma obra de arte diferente. Livros e até montagens que usam chifres de animais foram usados na exposição chamada “Camera Collection”.

De acordo com os criadores, as câmeras fotográficas nestes corpos estranhos funcionam normalmente, embora tenham sido usadas poucas vezes para capturar imagens.

Mais imagens da criação da dupla pode ser encontradas no site oficial (clique aqui para acessar).

Caso de tatu também foi usado pelos artistas para construir máquina fotográfica (Foto: Divulgação/tonk.ch)Caso de tatu também foi usado pelos artistas para construir máquina fotográfica (Foto: Divulgação/tonk.ch)
Chifre foi usado para criar máquina fotográfica diferente (Foto: Divulgação/tonk.ch)Chifre foi usado para criar máquina fotográfica diferente (Foto: Divulgação/tonk.ch)
Artistas usaram livro para criar câmera fotográfica (Foto: Divulgação/tonk.ch)Artistas usaram livro para criar câmera fotográfica (Foto: Divulgação/tonk.ch)
Curiosidades na internet

Como trocar livros pela internet

Acesse:http://www.mundodastribos.com/como-trocar-livros-pela-internet.html

Renove a sua prateleira de livros fazendo trocas com leitores de todo o Brasil e também do exterior, através de sites e redes sociais especializados no assunto.

Se você é fã de leitura e quer renovar a sua estante de livros, uma boa dica é trocar aquelas obras que já estão há um bom tempo na prateleira, servindo apenas para acumular poeira, por outras que vão lhe trazer novos conhecimentos.

605942 como trocar livros pela internet Como trocar livros pela internet

Resultado de uma compra compulsiva, de um presente do qual você não gostou ou de um estilo que não lhe agrada, sempre há aquele livro que fica esquecido na prateleira. Para se desfazer dele, muita gente tenta negociá-lo com proprietários de sebos, mas nem sempre o valor oferecido por eles chega perto da quantia desejada.

Surge então a alternativa de trocá-lo com alguém, e para facilitar esse intercâmbio, tem crescido bastante a troca de livros pela internet, realizada através de sites especializados no assunto ou por meio das redes sociais.

Quais são: 100 melhores livros de todos os tempos

Sites para trocar livros

605942 como trocar livros pela internet 1 Como trocar livros pela internet

Existem diversas opções de sites para trocar livros, que reúnem pessoas de todas as regiões do Brasil e até do exterior, como:

– LivraLivro: o LivraLivro possui milhares de usuários cadastrados, oferecendo livros para trocar. Totalmente gratuito, o único custo é a postagem do livro nos Correios, que pode variar de R$ 3,00 a R$ 8,00. Basta se cadastrar e montar uma lista com as obras que possui para trocar e outra contando os títulos que quer obter.

Assim que alguém solicita um dos seus livros, você o envia e recebe um ponto, que poderá ser usado para pedir outro livro em troca.

– Trocando Livros: com funcionamento similar ao anterior, esse site para a troca de livros também se baseia no sistema de pontuação. O cadastro é gratuito.

– BookMooch: o diferencial desse site é que ele reúne leitores de outros países, tornando-se uma boa opção para quem está procurando por livros estrangeiros e que são difíceis de encontrar no Brasil. O cadastro também é gratuito e o sistema de trocas é o da pontuação.

Trocar livros pelas redes sociais

605942 como trocar livros pela internet 2 Como trocar livros pela internet

Há também quem prefira utilizar as redes sociais para trocar livros. Nesse caso, algumas das opções são:

– Skoob: outra opção muito usada por quem tem interesse em trocar livros pela internet, o Skoob tem funcionamento similar a uma rede social, já que permite adicionar contatos ao seu perfil, trocar mensagens, participar de grupos de discussão e, é claro, oferecer e solicitar livros para trocar.

Saiba mais: Como trocar livros no Skoob

– Página Virada: o Facebook também conta com páginas especiais para a troca de livro, como é o caso da Página Virada. Basta postar as informações dos livros que possui e daqueles que quer em troca, negociando diretamente com outros usuários interessados

 

Curiosidades na internet

Como editar a nova linha do tempo do Facebook

Acesse:http://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/noticia/2013/04/como-editar-a-nova-linha-do-tempo-do-facebook.html

A nova linha do tempo (Timeline) do Facebook já está ativa para alguns usuários brasileiros. Assim que a novidade foi anunciada, a rede social liberou um cadastro de espera que permitia aos internautas experimentarem antecipadamente a nova mudança. A nova linha do tempo traz todas as suas informações, como páginas que você curte e amigos, do lado esquerdo. Já as postagens feitas ficam do lado direito. Em breve, a nova página estará disponível para quem ainda não recebeu a atualização. Veja como é simples editá-la.

Passo 1. Começando do topo, para alterar a foto, basta passar o mouse por cima da imagem que o botão “Alterar capa” vai aparecer. Os botões de “atualizar informações” e “Registro de atividades” ficam agora em cima da foto de capa, mas não aparecem para seus amigos. Agora, a opção “Amigos”e “Fotos” ficam posicionadas no rodapé da foto de capa, assim como a opção “Sobre”, que ganhou mais destaque, e o novo botão “Linha do Tempo”, que mostra suas preferências de filmes, músicas, livros, além das páginas que você curte, entre outros.

Nova linha do tempo do Facebook está sendo ativada aos poucos (Foto: Reprodução/Aline Jesus)Nova linha do tempo do Facebook está sendo ativada aos poucos (Foto: Reprodução/Aline Jesus)

Passo 2. Na linha do tempo, ao descer a barra de rolagem, você vai ver que as opções “Sobre”, “Amigos”, “Fotos”, “Locais” (check-in), “Livros”, “Músicas”, “Filmes”, “Programas de TV”, “Livros”, “Opção de Curtir” e os aplicativos que você utiliza e que têm integração com o Facebook como, por exemplo, o Instagram e o Pinterest, estão do lado esquerdo. Em qualquer um, ao clicar no ícone de um lápis, você vai ver a opção “Editar seções”, como mostra a  imagem abaixo.

Opção “Editar Seções” do Facebook (Foto: Reprodução/Aline Jesus)Opção “Editar Seções” do Facebook (Foto: Reprodução/Aline Jesus)

Então, escolha quais seções você deseja que apareça em sua linha do tempo e a ordem. Se não quiser que “Filmes” e “Livros” apareçam, basta desmarcar esta opção. “Sobre”, “Amigos” e “Fotos” não podem ser deslocados do lugar. Para organizar a ordem das opções que você deseja, basta clicar em uma delas e movimentar na ordem que você preferir. Não se esqueça de clicar em “Salvar” no final das opções para que as mudanças sejam aplicadas.

face2Editando as ordens das seções mais importantes (Foto: Reprodução/Aline Jesus)
 

Passo 3. Em todas as opções que você decidiu exibir na linha do tempo, há o ícone de um lápis ao lado para que você edite suas preferências como, ocultar seção, verificar o registro de atividades, entre outros.

Nova linha do tempo do Facebook está mais personalizável (Foto: Reprodução/Aline Jesus)Nova linha do tempo do Facebook está mais personalizável (Foto: Reprodução/Aline Jesus)

Passo 4. A coluna do lado direito exibe todas as publicações que você fez. Ao deixar um comentário, a única novidade fica por conta só dos amigos que curtem suas postagens. Agora, é possível visualizar o nome das últimas três pessoas que curtiram.

Postagens na nova linha do tempo do Facebook recebeu poucas mudanças (Foto: Reprodução/Aline Jesus) (Foto: Postagens na nova linha do tempo do Facebook recebeu poucas mudanças (Foto: Reprodução/Aline Jesus))Postagens na nova linha do tempo do Facebook recebeu poucas mudanças (Foto: Reprodução/Aline Jesus)
Curiosidades na internet

Google começa a disponibilizar novo visual da Play para os usuários Android

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/google-play/Google-comeca-a-disponibilizar-novo-visual-da-Play-para-os-usuarios-Android/

Google play

No começo desta semana, o Canaltech noticiou que o Google estaria testando entre seus funcionários um novo visual para sua loja virtual para o Android, a Google Play, e nesta terça-feira (9), a empresa anunciou em seu blog oficial o lançamento do novo design da loja de aplicativos. A atualização será lançada ao longo das próximas semanas e chegará aos usuários do Android 2.2 Froyo ou superior.

“Hoje, nós começamos a implantar um novo visual na Google Play para os telefones e tablets Android que é simples, limpo e – mais importante – ajuda os usuários a encontrarem novos conteúdos mais rápido”, afirmou Michael Siliski, gerente de produtos para a Google Play.

Novo visual Google PlayFoto: Divulgação

A loja recebeu uma tela de fundo mais clara do que sua versão anterior e está mais organizada, com ícones para as opções de conteúdos da Play aparecendo na parte superior da tela e enfileirados como, por exemplo, Música, Livros, Aplicativos, Games entre outros. O novo formato também traz imagens maiores e conteúdos com temas similares aparecem agrupados em categorias, garantindo acesso mais rápido às novidades.

Curiosidades na internet

Kindle Paperwhite começa a ser vendido no Brasil

Acesse:http://tecnoblog.net/127157/kindle-paperwhite-brasil/

Modelo com Wi-Fi custa R$ 479 e possui tela capacitiva iluminada.
Paperwhite com 3G gratuito da Amazon é vendido por R$ 699.

A Amazon iniciou hoje as vendas do Kindle Paperwhite no mercado brasileiro. O e-reader traz tela sensível ao toque, iluminação integrada para facilitar a leitura durante a noite e bateria com oito semanas de duração. No Brasil, ele estará disponível nos modelos Wi-Fi e 3G por preços a partir de R$ 479. A notícia chega três meses após a Amazon iniciar suas operações no Brasil, com a venda de livros digitais.

Diferentemente do Kindle mais simples, que hoje é vendido por R$ 299, não há botões físicos para trocar de página ou navegar na interface. Todas as interações no Kindle Paperwhite são feitas na tela capacitiva, que é de 6 polegadas e possui resolução de 1024×768 pixels (212 ppi).

O painel do Kindle Paperwhite é de e-ink, que não emite luz própria, mas há LEDs na parte inferior que tornam possível a leitura mesmo quando você estiver no escuro – a iluminação é distribuída de maneira uniforme através de uma malha de fibra óptica. A Amazon diz que a iluminação vem “de cima para baixo”, ou seja, ela não é projetada diretamente nos seus olhos, o que deixa a leitura mais confortável.

kindle-paperwhite-brasil

Segundo a Amazon, a bateria é capaz de durar até oito semanas com Wi-Fi desligado, 30 minutos de uso por dia e iluminação da tela no nível 10 (o máximo é 24). Ele tem 2 GB de armazenamento, o que é suficiente para guardar 1.100 livros, e suporta diversos formatos, incluindo *.azw (da própria Amazon), *.txt, *.pdf e *.docx, além de imagens JPEG, GIF e PNG.

O Kindle Paperwhite está sendo vendido na Livraria da Vila, no Ponto Frio e nos quatro quiosques do Kindle no Brasil, que estão localizados na cidade de São Paulo (Shopping Iguatemi e Morumbi Shopping) e do Rio de Janeiro (Shopping Leblon e Barra Shopping).

O modelo com Wi-Fi custa R$ 479, enquanto que o modelo com 3G será vendido por R$ 699. Não há slot para SIM card e você não precisa assinar um plano de dados: a conexão é fornecida por uma empresa parceira da Amazon (que aqui no Brasil parece ser a Telefônica Vivo) e funciona em mais de 100 países. A ideia da Amazon é que você aproveite o 3G para comprar e-books e acessar alguns sites de consulta, como a Wikipédia.

Já era possível comprar o Kindle Paperwhite através da Amazon americana, mas o frete e os impostos de importação, que são cobrados no momento da compra, encareciam bastante o produto. O modelo Wi-Fi, que custa US$ 139 nos EUA, saía por R$ 664 para os brasileiros, enquanto que o modelo com 3G, de US$ 199, chegava a R$ 912.

Segundo a Info, a Amazon também começará a vender os modelos do tablet Kindle Fire no Brasil ainda este ano. Alexandre Szapiro, vice-presidente da empresa no Brasil, evitou comentar os rumores sobre o início das operações de e-commerce da Amazon por aqui – no momento, ela só vende livros digitais, e toda a distribuição dos Kindles é feita através de parceiros.

Curiosidades na internet

Kim Dotcom lança Mega e promete muitos serviços gratuitos na web

Acesse:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2013/01/kim-dotcom-lanca-mega-e-promete-muitos-servicos-gratuitos-na-web.html

Acabou o mistério. Neste domingo (20), foi lançado o Mega, novo site de Kim Dotcom, fundador do extinto Megaupload, com serviços premium e muitos outros gratuitos. O portal entrou em serviço às 6h48 (horário local, 15h48 do sábado em Brasília), exatamente um ano após as forças de segurança da Nova Zelândia invadirem a mansão de Dotcom em Auckland, obedecendo a um comando do FBI.

Novo Mega, site de Kim Dotcom, promete revolucionar armazenamento em nuvem (Foto: Reprodução / Mega)Mega, site de Kim Dotcom, promete revolucionar o
armazenamento em nuvem (Foto: Reprodução)

Com 50GB iniciais de armazenamento online grátis, o Mega vai muito além dos 5GB gratuitos oferecidos pelo Drive (Google), ou dos 7GB do SkyDrive (Microsoft). O Dropbox, outro concorrente, oferece apenas 2GB. O Mega conta ainda com três opções de assinatura mensal: Pro I, por €9,99 (para 500GB), Pro II, por €19,99 (para 2TB), e Pro III por €29,99 (para até 4TB). Em reais os valores são R$ 27, R$ 54 e R$ 81.

Parecido com os concorrentes no modelo de negócio, o Mega chama a atenção em vários outros aspectos e promete revolucionar o setor de nuvem. Sua interface é simples e oferece uma ferramenta de arrastar e soltar para fazer o upload de arquivos. Extremamente rápidos, o upload e o download são processados diretamente na plataforma online do Mega, pelo próprio site, sem o uso de softwares adicionais.

É possível ainda compartilhar pastas inteiras, gerar links de download e enviar para os contatos, entre outras ações, em poucos cliques, num simples gerenciador de nuvem.

Ainda em versão beta, o Mega tem muito a melhorar. Na lista de atualizações pós-lançamento se encontram ambições como acesso móvel, ferramentas de processamento de texto e planilhas estilo Office, mensagens instantâneas, calendário e muito mais. Está previsto também para o Mega o suporte a outras línguas além do inglês.

Mais seguro e mais rápido

Baseado em criptografia, o serviço ficou também mais seguro e à prova de disputas de por direitos autorais. O objetivo é não repetir os erros do Megaupload.com, fechado em janeiro de 2012 pelo governo americano, numa caça às bruxas contra a pirataria digital.

O usuário terá seus arquivos criptografados de forma local antes que sejam enviados aos servidores do serviço. Isso quer dizer que o Mega não é responsável pelo que armazena já que não sabe do que se tratam os pacotes enviados pelos usuários – sejam eles fotos e arquivos pessoais ou músicas, filmes, livros ou conteúdo protegido por direitos autorais.

Mas como o Mega não sabe? Simples: o Mega não tem a chave necessária para “descriptografar” os arquivos. Apenas o dono, que enviou os pacotes, tem o acesso. Ao Mega restam apenas pastas trancadas, e cabe ao usuário controlar o acesso a elas.

Tal medida de segurança sugere que, mesmo cooperando com a lei ou mediante ações judiciais, a empresa pouco possa fazer quando forem solicitados os dados dos usuários. Diferente de serviços rivais, o Mega não tem conhecimento dos arquivos, não consegue abri-los e, mesmo que os entregue para autoridades, haverá dificuldade para decifrá-los.

Múltiplos datacenters

A criptografia dos arquivos interfere também na velocidade de acesso ao que já foi enviado ao Mega. Antes, serviços como o Megaupload operavam com datadcenters gigantes, que costumavam ser caros. Graças à criptografia, é possível conectar um grande número de parceiros de hospedagem em todo o mundo, sem se preocupar com violações de privacidade. “Nossos servidores vão estar mais perto de nossos clientes e a transferência de dados será mais rápida”, defende o Mega, na nova página do serviço.

Novo Mega, site de Kim Dotcom, lança novo modelo de armazenamento grátis em nuvem (Foto: Reprodução / Mega)Novo Mega, site de Kim Dotcom, lança novo modelo de armazenamento grátis em nuvem (Foto: Reprodução / Mega)

A Instra Corporation, uma investidora do Mega que fornece hospedagem, disse em um comunicado que está preparada para suportar os acessos diante da forte demanda. Brian Clarkson, CEO da Instra, disse que, durante a fase de lançamento, a empresa dará o apoio técnico necessário no dia a dia as operações, até que o serviço se estabilize.

Curiosidades na internet

%d blogueiros gostam disto: