Metrô de São Paulo lança aplicativo oficial para Android

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/38068/38068

(Foto: Reprodução)
O Metrô de São Paulo anunciou nesta sexta-feira, 4, o lançamento de seu aplicativo para Android, que tem objetivo de auxiliar os usuários do transporte público a se localizarem quando utilizarem os sistema de trens subterrâneos da cidade.
.
Por enquanto ainda não há uma versão do app para iOS, mas ele deve ser lançado “em breve”, sem previsão de data
.
.As funcionalidades do aplicativo incluem a atualização em tempo real do status da operação de cada linha do metrô; o caminho entre as estações, incluindo tempo e custo necessários para o trajeto; mapa da rede; linhas e estações, com sua localização via Google Maps, horário de funcionamento e telefones úteis.
.
Para conferir o aplicativo, basta baixá-lo por aqui
.
Curiosidades a internet

Em dois anos, 57% dos paulistanos trocam carro por outro meio de transporte

Acesse:http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/sp/2013-08-13/carro-nao-e-o-principal-meio-de-locomocao-para-57-dos-paulistanos.html

 Enviado por J A C A N I E L L O

Pesquisa do Ipespe reforça que trânsito na capital é motivo de infelicidade entre 58%. Dados são do guia “Como Viver em São Paulo sem Carro” que ganhou versão atualizada

A pesquisa do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) revelou que 57% dos paulistanos deixaram nos últimos dois anos de usar o carro como principal meio de locomoção. O levantamento foi realizado com exclusividade para a versão 2013 do guia “Como viver em São Paulo sem Carro?”, que será lançado ainda nesta semana na capital paulista.

Divulgação

Capa do guia 2013 que deve chegar às livrarias até o dia 15 de agosto em São Paulo

Entre os entrevistados pelo instituto, no período de 2011 ao início de 2013, 19% abandonaram totalmente o veículo e 38% restringiram uso aos finais de semana na capital. No lugar do carro, essas pessoas passaram a se locomover a pé (78%), de ônibus (70%) e de metrô (61%). Além disso, o trânsito revelou-se como a causa de infelicidade para 58% dos paulistanos.

Idealizado pelo empresário Alexandre Frankel e escrito pelo jornalista Leão Serva, a publicação tem ainda a participação da jornalista Mariana Castro e conta com fotos de Roberta Dabdad e ilustrações por Eva Uviedo. Para Serva, a pesquisa do Ipespe revela uma mudança extrema em uma cidade que era conhecida por ser o “templo do automóvel”. “Estamos acompanhando o começo de uma nova década”, disse Serva ao iG.

O guia “Como Viver em São Paulo sem Carro?” foi lançado em julho do ano passado e reforçou os primeiros debates sobre mobilidade urbana. Se a primeira versão provou ser possível uma “libertação de vícios”, como o uso do carro, o novo guia pretende agora indicar os meios para isso com o depoimento e dicas de novos 12 “heróis da mobilidade” – pessoas com iniciativas que têm provocado mudanças.

Especialistas:  Conheca as dez maiores gafes na Ciclofaixa de Lazer

‘Anjos’ ajudam ciclistas novatos a enfrentar o trânsito de São Paulo

Mais: Ciclofaixas de lazer ajudam a popularizar bicicleta como meio de transporte

Entre os entrevistados da nova edição estão Renata Falzoni (cicloativista), JP Amaral (criador do Bike Anjo ), Márcio Nicro (fundador do sistema colaborativo Caronetas), Ângelo Leite (do Bike Sampa no Rio e SP) e Georgia Halal (estilista).

Divulgação

Estilista Georgia Halal criou uma coleção para mulheres que pedalam em SP

Gaúcha, Georgia veio para São Paulo há oito anos e decidiu criar no ano passado uma coleção primavera-verão para mulheres que pedalam, seguindo a tendência bikechic. “A mulher não precisa perder a feminilidade para andar de bike. Pode andar até de salto, se quiser”, diz um trecho do seu depoimento.

Moradora de Pinheiros, na zona oeste, a estilista diz ser privilegiada por trabalhar e morar no mesmo bairro. “Quando vou a um lugar mais distante, vou de ônibus e metrô”. Ao andar de bike, segundo Georgia, seu roteiro passa a ser influenciado pela bicileta. “Escolhe lugares por onde possa parar a bicicleta, evita aqueles que não têm”.

Para ela, o novo ciclista não pode ter medo de encarar a cidade, mas sempre com cautela. “Não tenho medo de andar de bicicleta, mas é preciso tomar muito cuidado. O ciclista tem de pensar que é o cara mais fraco da história”. Após o relato de cada personagem, o leitor pode encontrar indicações de roteiros com conexões com as estações de metrô e principais corredores de ônibus.

Como Viver em São Paulo sem Carro?
Autores: Alexandre Frankel e Leão Serva
Editora: Neotropica
Ano: 2013
Preço: R$ 29,00
Noite de autógrafos com os autores dia 29 de agosto, na Livraria da Vila
(Alameda Lorena, 1.731 – a partir das 19 horas)

Curiosidades na internet

Tubarão é encontrado no metrô de Nova York

Acesse:http://f5.folha.uol.com.br/bichos/2013/08/1323416-tubarao-e-encontrado-no-metro-de-nova-york.shtml

BBC Brasil

Autoridades responsáveis pelo transporte em Nova York confirmaram que um tubarão morto foi encontrado dentro de um vagão de metrô.

O improvável passageiro tinha cerca de 1,2 m de comprimento, e foi encontrado debaixo do banco de um trem que ia em direção ao bairro do Queens.

O condutor pediu que os passageiros saíssem do trem e continuou até o final da linha, quando um supervisor retirou o tubarão.

Segundo as autoridades, pombos, e até mesmo um gambá, já foram encontrados no metrô, mas essa é a primeira vez que um tubarão é descoberto.

Isvett Verde/BBC
Tubarão é encontrado no metrô de Nova York
Tubarão é encontrado no metrô de Nova York

‘Um pouco demais’

No entanto, o mistério continua, e ninguém sabe de onde veio o animal.

Isvett Verde, que tirou uma foto do tubarão, disse que quando ela embarcou na estação da 8th Street notou que o vagão vazio do trem N “cheirava fortemente a peixe”.

“É difícil se surpreender, pois há sempre coisas malucas acontecendo na cidade, mas isso foi um pouco demais”, disse Verde à BBC.

Curiosidades na internet

Watch2Pay, o relógio que faz pagamentos, chega ao Brasi

Acesse:http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/watch2pay-o-relogio-que-faz-pagamentos-chega-ao-brasil?utm_source=abril.Com&utm_medium=referral&utm_campaign=abril.com

Com o Watch2Pay, que deve chegar ao Brasil em setembro, será possível pagar passagens de metrô e ônibus (e, futuramente, compras) aproximando o pulso da catraca

Relógio Watch2Pay sendo usado para pagamento móvel

O Watch2Pay é usado para pagamentos em diversos países da Europa

anterior

São Paulo — Quando se fala em pagamentos móveis, muita gente pensa no uso do smartphone como carteira digital. Mas há outras opções. Uma das mais práticas é embutir o sistema de pagamento num relógio de pulso, como fez a empresa austríaca Laks em seu Watch2Pay.

Os relógios Watch2Pay permitem fazer pagamentos aproximando o pulso de um terminal. Eles devem começar a ser vendidos no Brasil em setembro ou outubro. No início, poderão ser usados para pagar passagens de metrô, trem e ônibus.

Importados pela distribuidora Yellowgreen, os relógios serão vendidos pela Ponto Certo, empresa que fornece sistemas de passagens de transporte coletivo, além de atuar em recarga de celulares pré-pagos.

A empresa já está testando o Watch2Pay em Recife e Ribeirão Preto (SP). O relógio traz embutido um minúsculo cartão de identificação por radiofrequência (RFID). Funciona da mesma maneira que os cartões pré-pagos empregados para pagamento de passagens em São Paulo e em outras cidades.

Basta aproximar o pulso do sensor instalado na catraca para liberar a passagem. O usuário poderá repor os créditos no relógio em máquinas de autoatendimento. E o plano da empresa é, numa etapa posterior, possibilitar o uso do Watch2Pay também em compras e outros pagamentos.

“Já estamos discutindo isso com empresas de cartões de pagamento. Elas estão muito interessadas. O relógio pode funcionar como cartão de crédito ou de débito”, disse, a EXAME.com, Eduardo Muniz, diretor da Ponto Certo.

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet

Rumores de greve geral na 2.ª-feira circulam na internet

Acesse:http://www.estadao.com.br/noticias/geral,rumores-de-greve-geral-na-2-feira-circulam-na-internet,1048127,0.htm

CARLA ARAÚJO – Agência Estado

Rumores de que haverá uma grande paralisação no País começaram a circular nesta semana nas redes sociais na internet. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo e a Polícia Militar (PM) ainda não possuem nenhum tipo de estratégia ou esquema especial por conta do burburinho virtual. A página do grupo AnonymousBrasil, que possui mais de um milhão de seguidores, tem compartilhado banners com a “chamada” para protestos às 17 horas, em todas as cidades do País.

De acordo com a assessoria da SSP, não há “até o momento” nenhuma informação de passeata ou protestos na segunda-feira. A assessoria da PM também afirmou que “como não há nada de concreto e confirmado, ainda não foi estabelecido nenhum esquema especial de segurança”.

O Movimento Passe Livre (MPL) em São Paulo, que promoveu sete protestos na capital paulista desde o dia 6, afirmou no dia 21 feira que não convocaria novas manifestações na cidade. Além disso, há diversos avisos de usuários do Facebook pedindo boicote à suposta greve e alertando que a paralisação seria convocada por “oportunistas”. Muitos criticam que o primeiro evento no Facebook denominado “Greve Geral”, que chegou a ter milhares de seguidores e fazia referência ao ato de segunda-feira, teria sido feito por um internauta ligado a questões como a defesa do porte de armas. A falta de liderança explícita dos atos é o que tem causado incertezas sobre a ua realização.

Metrô

O Sindicato dos Metroviários da capital divulgou uma nota nesta sexta-feira afirmando que não participará de nenhuma paralisação na segunda-feira e que essa mobilização não tem caráter oficial. Segundo o sindicato, “diante da falsa informação que circula nas redes sociais sobre uma possível greve geral, marcada para o dia 1.º de julho, segunda-feira, os metroviários, que desde abril tem participado de toda as mobilizações pela redução das tarifas dos transportes coletivos, informam que não vão parar no dia 1.º”. A entidade afirma ainda que a categoria fará uma assembleia na quinta-feira, 4, para discutir como será a participação dos metroviários no Dia Nacional de Luta, marcado para o dia 11, pelos sindicatos e centrais sindicais.

CUT

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) já havia divulgado nota na segunda-feira, 24, afirmando que “nem a CUT nem as demais centrais sindicais, legítimas representantes da classe trabalhadora, convocaram greve geral para o dia 1.º de julho”. Conforme a CUT, a convocação para a suposta greve “surgiu numa página anônima do Facebook e é mais uma iniciativa de grupos oportunistas, sem compromisso com os/as trabalhadores/as, que querem confundir e gerar insegurança na população”, diz o comunicado.

Curiosidades na internet

Comissão aprova cães e gatos em ônibus de SP

Acesse:http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/comiss%C3%A3o-aprova-c%C3%A3es-e-gatos-em-%C3%B4nibus-de-sp

SÃO PAULO – O transporte de cães e gatos de até 10 kg nos 14 mil ônibus coletivos de São Paulo foi aprovado pela…
Comissão aprova cães e gatos em ônibus de SP

Werther Santana/AE

“Passeio. Medida tem apoio de entidades de defesa animal”

SÃO PAULO – O transporte de cães e gatos de até 10 kg nos 14 mil ônibus coletivos de São Paulo foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal e deve entrar na pauta de votação na terça-feira, 11. De autoria do governista e líder evangélico David Soares (PSD), a proposta prevê que o animal seja levado em “gaiolas” usadas hoje nos aeroportos nacionais, sem “dejetos, água e alimentos”.

A nova regra tem o apoio de entidades de defesa da proteção animal e dos principais líderes do Legislativo. “A lei é um avanço, mas 10 quilos ainda é muito pouco. Acho que deveria ser permitido para cães maiores. Muitas pessoas na periferia querem socorrer um cachorro e levá-lo até um hospital, mas não conseguem pela falta de opção para transportá-lo”, avalia Anna Soghomonian, da entidade MMSP, uma rede de protetores independentes que atua na Grande São Paulo.

Soares, filho do líder evangélico R.R. Soares, concorda: “A iniciativa beneficia, principalmente, a população de baixa renda que, muitas vezes, não tem condições financeiras de custear o transporte até o posto de vacinação ou mesmo ao veterinário”. Entre as raças de cães que poderão circular nos ônibus, estão yorkshire, poodle, shitszu, dachhund, pug e vira-latas de pequeno porte.

O passageiro terá de apresentar ao motorista a carteira de vacinação em dia do animal que será transportado. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Legislativo avaliou que a proposta tem fundamento jurídico. “A Constituição Federal atribuiu ao município competência para organizar e prestar, diretamente ou sob regime de concessão ou permissão, os serviços públicos de interesse local”, diz o parecer pela legalidade da nova regra emitido pela CCJ.

De acordo com relatos de usuários de ônibus feitos à Câmara Municipal, muitas pessoas já levam hoje animais domésticos escondidos em sacolas e bolsas nos ônibus. “Eu já levei meu gato no ônibus e até no metrô”, diz a bancária Luciane Seren Franco. Hoje, apenas o cão-guia, usado para auxiliar deficientes visuais, pode entrar nos ônibus e nos vagões do Metrô.

Melhoria. Autor do projeto que criou o primeiro hospital público para cães e gatos, Roberto Tripoli (PV) também elogiou o projeto. “Muitas pessoas já levam seus cães na linha que atende a região perto do hospital público de cães no Tatuapé. Vamos agora discutir a proposta no plenário e analisar com as entidades como aperfeiçoá-la.”

Curiosidades na internet

Metroviários aceitam proposta de reajuste do Metrô e cancelam greve

Acesse:http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,metroviarios-aceitam-proposta-de-reajuste-do-metro-e-cancelam-greve,1038472,0.htm

Paralisação estava marcada para esta terça-feira, dia 4; aumento da categoria foi de 8%

O Metrô aceitou conceder um aumento de 8% aos metroviários para evitar a greve da categoria, que poderia ocorrer nesta terça-feira, dia 4. Em assembleia na noite desta segunda-feira (3), os metroviários decidiram cancelar a paralisação.

O porcentual de reajuste foi sugerido pelo Tribunal Regional do Trabalho da 2.ª Região (TRT2), em audiência de conciliação, e a liderança do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários de São Paulo concordou.

A primeira proposta da companhia, de 6,95% de aumento, havia sido rejeitada pelos metroviários. Nesta terça, porém, ainda haverá a definição sbre uma possível greve dos funcionários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Curiosidades na internet

Metroviários decidem hoje se entram em greve em SP

Acesse:http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/metro-e-cptm-tem-nova-assembleia-marcada-para-hoje

A greve, inicialmente marcada para o dia 28, foi adiada em reunião da última segunda-feira

Passageiros tentam embarcar em trem da CPTM em São Paulo

Passageiros tentam embarcar em trem da CPTM, em São Paulo

São Paulo – Os funcionários do Metrô de São Paulo e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) realizam na noite desta segunda-feira, 3, nova assembleia para decidir se paralisam as atividades a partir da 0h desta terça-feira, 4.

A greve, inicialmente marcada para o dia 28, foi adiada em reunião da última segunda-feira. A categoria espera uma nova proposta do governo do Estado, que na semana passada ofereceu um reajuste de 6,42% – os metroviários reivindicam uma reposição salarial de 7,43%.

Às 15h desta segunda, o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários de São Paulo, o Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo e a Companhia do Metrô tentam, novamente, chegar a um acordo no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT2).

Segundo os sindicatos, além do aumento dos salários, a categoria pede reajuste de benefícios como vale-alimentação, vale-refeição e auxílio creche. Na pauta de reivindicações, estão também reclamações contra a privatização de algumas linhas, melhores condições de trabalho, plano de carreira e revisão da jornada.

Caso não cheguem a um acordo nesta tarde e decidam pela greve, o TRT já definiu que a categoria deverá manter 100% dos trabalhadores nos horários de pico (das 6h às 9h e das 17h Às 19h) e um efetivo de, no mínimo, 70% nos demais horários.

Na última semana, a categoria chegou a propor ao governo que a paralisação fosse substituída pela “catraca livre”, alegando que essa mobilização não afetaria os usuários.

 Curiosidades na internet

Transporte público de SP terá tecnologia biométrica

Acesse:http://www.baboo.com.br/2013/01/transporte-publico-de-sp-tera-tecnologia-biometrica/

De acordo com o secretário Municipal de Transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, o transporte público de SP terá tecnologia biométrica. Ou seja, o bilhete único, cartão usado para utilizar ônibus, trens e metrô na região contará com leitura de digitais.

Transporte público de SP terá tecnologia biométrica

A informação foi divulgada ontem em um evento que reuniu não só o secretário, mas também o prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e o governador Geraldo Alckmin (PSDB).

A coleta das digitais de cada passageiro será realizada a partir de abril deste ano pela prefeitura municipal. Para usar o serviço, o usuário do sistema de transporte público terá de encostar a mão em um validados biométrico antes de aproximar o cartão para leitura.

O motivo principal para a inserção deste novo sistema é por causa das fraudes que ocorriam com os bilhetes únicos. Recentemente foi descoberta uma falha que permitia a clonagem dos créditos de cartões de forma instantânea.

Além disso, há relatos de práticas de aluguel de cartões, onde os donos recebem uma quantia abaixo do preço oficial para emprestar os bilhetes únicos no período apto a realizar quatro viagens em até três horas.

Este processo será obrigatório para quem desejar utilizar o Bilhete Único Mensal, novo projeto do prefeito Fernando Haddad, o qual permite viagens ilimitadas de ônibus durante 30 dias pelo pagamento de R$ 140. Para estudantes, o serviço sai pela metade do preço, R$ 70. Já no caso do uso de metrô, ônibus e trens, o valor vai para R$ 280

Curiosidades na internet

Google lança aplicativo de mapas para iPhone; programa já é o mais baixado da App Store

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/1200431-google-lanca-aplicativo-de-mapas-para-iphone-programa-ja-e-o-mais-baixado-da-app-store.shtml

O Google lançou nesta quinta-feira (13) seu aplicativo gratuito de mapas para o iPhone, que inclui navegação GPS curva a curva com orientação por voz. O programa já é o mais baixado na App Store, loja virtual de aplicativos da Apple.

O app chega quase três meses depois de a Apple ter substituído os mapas de seu sistema iOS, fornecidos pelo Google desde o lançamento do iPhone, em 2007, por uma solução própria, que tem sido alvo de críticas de usuários por causa de erros de informação e imagens distorcidas.

O deslize da Apple dá ao Google a oportunidade de voltar a coletar informações valiosas dos milhões de usuários de iOS.

Além de contar com dados mais completos e precisos do que os da Apple, o novo Google Maps para iPhone oferece como vantagem rotas de transporte público –no programa da Apple, é preciso recorrer a aplicativos de terceiros para obter informações sobre metrô e ônibus.

O Street View (vista da rua), que permite fazer passeios virtuais em cidades por meio de fotografias panorâmicas, também está presente no novo app para iPhone.

Novo Google Maps para iPhone

 Ver em tamanho maior »

Navegação GPS curva a curva em San Francisco

É a primeira vez que o Google fornece navegação GPS curva a curva com orientação por voz no iOS. Disponível desde 2009 no Android, sistema móvel do Google, o recurso nunca foi implementado no iOS no período em que o Google forneceu mapas para a Apple.

Enquanto o Google Maps para Android evoluía rapidamente, a versão para iOS ficou praticamente estagnada entre 2007 e 2012.

O aplicativo de mapas da Apple oferece navegação GPS curva a curva, mas não no Brasil –o Google disponibiliza o recurso no país.

Assim como no Android, usuários que fizerem login com sua conta do Google no novo app para iPhone poderão consultar seu histórico de buscas feitas tanto em dispositivos móveis quanto em computadores tradicionais.

Nesta primeira versão, não estarão disponíveis algumas funções presentes no aplicativo para Android, como acesso off-line, rotas de bicicleta e mapas internos de estabelecimentos.

Segundo o diretor do Google Maps para dispositivos móveis, Daniel Graf, porém, o novo app para iPhone contempla mais de 90% dos tipos de uso mais comuns observados pelo Google.

“Não há decisão estratégica de deixar recursos de fora do iPhone em prol do Android. Nosso objetivo é oferecer a melhor experiência em todas as principais plataformas”, diz Graf, que demonstrou o novo aplicativo para a Folha.

“Nós focamos os principais tipos de uso porque queríamos lançar o app o mais rápido possível, obviamente. Acho que acertamos em cheio nisso, mas é claro que, ao longo do tempo, vamos acrescentar recursos.”

NOVA INTERFACE

Em alguns aspectos, o novo aplicativo para iPhone é mais simples e eficiente que a versão para Android.

Quase toda a navegação é feita por meio de “swipes” –ato de deslizar o dedo na tela sensível ao toque.

Para navegar entre resultados de uma busca (restaurantes italianos no Rio de Janeiro, por exemplo), basta deslizar o dedo de um lado para o outro.

Segundo Graf, o aplicativo para Android será atualizado no futuro com uma interface semelhante à do novo app para iPhone.

“Com o iPhone, tivemos a oportunidade de começar do zero, e foi o que fizemos. Acreditamos ter melhorado bastante em relação ao que tínhamos no passado. No futuro, pretendemos ter experiências similares [no iOS e no Android].”

Assim como ocorre com praticamente todos os aplicativos para iPhone, é possível instalar o novo Google Maps no iPad, mas a interface ainda não foi otimizada para o tablet da Apple.

“A maioria das buscas em mapas é feita em smartphones”, justifica Graf. “Por enquanto, o foco é o iPhone.”

Para relatar um erro de informação em um mapa, basta chacoalhar o celular. Uma captura da tela é enviada automaticamente ao Google.

Desenvolvedores de iOS poderão acrescentar em seus apps a opção de abrir links de mapas no Google Maps em vez de no aplicativo de mapas da Apple, como ocorre hoje com o Chrome no iOS –alguns programas permitem que links da web sejam abertos no navegador do Google em vez de no browser padrão dos aparelhos da Apple, o Safari.

O Latitude, serviço do Google que permite ver a localização de seus amigos em tempo real em um mapa, continuará sendo oferecido como aplicativo separado na App Store, mas isso pode mudar. “Nós vamos ver o que faremos no futuro”, diz Graf.

Um dos motivos que levaram a Apple a não renovar o contrato de mapas com o Google é que a gigante das buscas teria insistido em incluir o Latitude no app, segundo o “AllThingsD”.

MAPAS DA APPLE

A decisão da Apple de criar um aplicativo próprio de mapas para substituir o programa do Google, lançado na versão 6 do iOS, em setembro deste ano, foi uma das consequências do embate cada vez mais acirrado entre as duas empresas no mercado de smartphones e tablets.

Os mapas do iOS resultaram na pior crise da Apple desde a morte do cofundador Steve Jobs, em outubro de 2011.

A empresa chegou a publicar uma carta aberta pedindo desculpas e recomendando apps de concorrentes.

O fiasco dos mapas da Apple foi o estopim da demissão, em outubro deste ano, do executivo então responsável pelo iOS, Scott Forstall, que se negou a assinar a carta.

O documento acabou saindo em nome do excecutivo-chefe da empresa, Tim Cook.

Falhas dos mapas do iOS 6

Ver em tamanho maior »

The Amazing iOS6 Maps/Reprodução

Nesta imagem, quase todos topos de arranha-céus são apontados como postos de gasolina pelo aplicativo
.
Curiosidades na internet

Metrô e CPTM ganham integração gratuita na Zona Leste de SP

Acesse:http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/10/metro-e-cptm-ganham-integracao-gratuita-na-zona-leste-de-sp.html

Integração ocorrerá nas estações Corinthians-Itaquera e Tatuapé.De segunda a sexta, integração valerá das 11h às 15h, e a partir das 21h.

O Metrô e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) realizam a partir desta segunda-feira (22) a integração gratuita em mais duas estações. Quem pagava R$ 3 para passar das estações Corinthians-Itaquera e Tatuapé, da Linha 3-Vermelha do Metrô, para as linhas 11-Coral e 12-Safira, da CPTM, pode fazer a transferência de graça em alguns horários.

De segunda a sexta-feira, a integração gratuita valerá das 11h às 15h, e a partir das 21h. Aos sábados, a transferência livre acontecerá a partir das 15h. Já nos domingos e feriados, o serviço será liberado durante todo o dia.

Segundo a Secretaria de Estado de Transportes Metropolitanos, a nova medida tem como objetivo proporcionar economia e mais opções para a população que utiliza o transporte metroferroviário.

Curiosidades na internet

Horário de verão começa à meia-noite e altera voos no país

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1172459-horario-de-verao-comeca-a-meia-noite-e-altera-voos-no-pais.shtml

O horário de verão, que passa a valer a partir da meia-noite de hoje, vai provocar alterações na programação de voos em todo o país.

Desde 2008, um decreto presidencial estabelece datas fixas para o início e término do horário de verão.

Neste ano, o relógio deve ser adiantado em uma hora no Centro-Oeste, Sul e Sudeste, além do Estado do Tocantins.

A Bahia, que no ano passado aderiu à mudança, voltou atrás neste ano. As decolagens no Estado serão adiantadas em uma hora.

No Tocantins, que adota o horário pela primeira vez, as partidas serão atrasadas em uma hora. As alterações foram anunciadas na segunda.

Nos Estados em que o horário de verão já é adotado todos os anos, as mudanças nos voos já era prevista e não deve atrapalhar os viajantes.

De acordo com a Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), os passageiros que têm viagem programada neste fim de semana devem entrar em contato com a companhia aérea e verificar se houve alteração no horário do voo.

Com o horário de verão, a expectativa é que a economia de energia neste ano seja 56% maior que no ano passado.

Editoria de Arte/Editoria de Arte/Folhapress

METRÔ

Em São Paulo, metrô e CPTM vão funcionar em ação especial para ajustar a programação. Os trens vão circular até as 2h de domingo, o equivalente a 1h do horário antigo, quando normalmente a operação é encerrada

Curiosidades na internet

%d bloggers like this: