Croácia lança sorvete com sabor Facebook

Acesse:http://www.techmestre.com/croacia-lanca-sorvete-com-sabor-facebook.html

Novidade vem fazendo sucesso entre moradores e turistas da região.

 

Um novo sabor de sorvete, denominado Facebook, está fazendo sucesso na Croácia. A ideia dos irmão Admir e Ibi Adili, donos de uma rede de sorveterias, certamente foi aliar modernidade ao sabor de seus produtos.
.
O exótico sorvete, porém, não tem nada de extraordinário. O que eles fizeram foi adicionar xarope azul ao sorvete de baunilha para conseguirem uma coloração que remetesse à rede social mais usada no mundo.
As pessoas que já experimentaram a novidade garantem que o sabor é uma mistura de baunilha com chiclete. Os irmãos já aumentaram as vendas depois da criação do novo sabor.
 .
Croácia lança sorvete com sabor Facebook
Curiosidades na internet

Os skates voadores estão a caminho. Entenda como é o sistema de levitação em três dimensões

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/os-skates-voadores-estao-caminho-entenda-como-e-o-sistema-de-levitacao-em-tres-dimensoesOs skates voadores estão a caminho | Notícias | The History Channel

Um grupo de pesquisadores japoneses criou um sistema de levitação aérea para pequenos objetos, com ondas acústicas que atuam contra a força gravitacional. Apesar de o princípio físico aplicado não representar propriamente uma novidade, a inovação está no fato de os objetos levitarem em três dimensões em vez de em um plano único.
.
O trabalho, publicado pela Universidade de Cornell sob o título “Manipulação do ar em três dimensões através de ultrassom”, é resultado de uma série de estudos e experiências, nos quais o eixo acústico do feixe de ultrassons ficava paralelo à força da gravidade. Assim, os objetos flutuantes podiam ser manipulados em apenas uma direção ao longo de eixos fixos graças ao controle de fases ou frequência de transdutores.
.
Com os novos avanços, os pesquisadores japoneses fizeram experiências com a manipulação acústica estendida, que permite a levitação e movimento em três dimensões. Para obter o resultado satisfatório, os cientistas utilizaram ondas fixas de ultrassom, provenientes de uma rede de ultrassom.
.
Quem sabe, em pouco tempo, não veremos skates que flutuam, como no filme De Volta para o Futuro.

Curiosidades na internet

Smartphones serão utilizados como chaves de quartos em rede de hotéis nos EUA

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/smartphones/Smartphones-serao-utilizados-como-chaves-de-quartos-em-rede-de-hoteis-nos-EUA/Smartphones como chaves de quartos

O surgimento dos smartphones não só revolucionou a forma como nos comunicamos, mas também como utilizamos a tecnologia para facilitar nosso dia-a-dia. Atualmente, não são raras as vezes em que ouvimos histórias e “causos” de pessoas que dizem não conseguir ficar longe do aparelho e que sem ele não conseguem sequer viver. Os motivos são inúmeros, mas os relatos apontam que os dispositivos inteligentes já são os principais responsáveis pela solução de várias tarefas e problemas.

Atenta a esse fato, a rede de hotéis e resorts Starwood resolveu oferecer a seus clientes a possibilidade de não só fazer check-in através do smartphone, mas também de utilizá-lo como chave da porta dos quartos. De acordo com o Ubergizmo, o programa ainda está em fase de testes e só foi implementado em dois hotéis: um em Cupertino, Califórnia, e outro no Harlem, Nova Iorque.

Neles, as fechaduras foram equipadas com um dispositivo que faz a leitura, via Bluetooth, de um código de chave que é enviado para o smartphone do hóspede antes que ele chegue ao local, eliminando a necessidade de fazer check-in e enfrentar filas. Para Fritz van Paasschen, CEO da Starwood, a novidade tecnológica transformará o ambiente da recepção, que passará a ser um lugar mais sociável, onde as pessoas se encontrarão para conversar e tomar um drinque. “Acreditamos que isso se tornará um padrão que as pessoas procurarão num hotel”, relatou Paasschen aoThe Wall Street Journal.

O sistema foi desenvolvido em parceria com a empresa sueca Assa Abloy AB, especialista em soluções de fechaduras, e é compatível com o iPhone 4S, 5, 5S e 5C, além dos dispositivos Android mais recentes. Através de um porta-voz, a rede de hotéis disse estar otimista sobre o sucesso do programa e espera poder disponibilizá-lo para os mais de 120 estabelecimentos nos Estados Unidos até o fim deste ano.

Curiosidades na internet

Impressionante rede de túneis é descoberta sob obra-prima da arquitetura romana

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/impressionante-rede-de-tuneis-e-descoberta-sob-obra-prima-da-arquitetura-romana

Impressionante rede de túneis é descoberta sob obra-prima da arquitetura romana
Uma elaborada e impressionante rede de túneis foi descoberta sobre as ruínas da Vila Adriana, em Tivoli, perto de Roma, na Itália. Considerada obra-prima da arquitetura, os túneis foram construídos no século 2 para o imperador Adriano (76-138 d.C.). Por ali eram movimentados suprimentos para diferentes edifícios do complexo ao redor. Uma equipe de especialistas em cavernas está fazendo o mapeamento dos túneis, que ficaram abandonados ao longo dos séculos. (foto ao lado: crédito de Marco Placidi)
.
Os pesquisadores acreditam que essa rede subterrânea foi construída para que o trabalho ficasse fora da vista do imperador, que preferia observar a calmaria e a beleza dos jardins do complexo.
.
A Vila Adriana (Villa Hadriana em latim) é um antigo complexo palaciano construído, no século II, para o imperador Adriano, um amante das artes. A construção está entre os mais ricos conjuntos da Antiguidade. O local foi incluído, em 1999, na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco.
.
Artigo relacionado
 (crédito de Marco Placidi)

Curiosidades na internet

Facebook muda configurações e impede que você se esconda na rede

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/38176/38176

(Foto: Reprodução/Mashable)
 Atenção, usuários do Facebook: em breve qualquer pessoa poderá encontrar o seu perfil pelo sistema de buscas da rede social. Atualmente, uma parcela dos usuários utiliza um recurso que evita que desconhecidos os encontrem pelas pesquisas, mas este recurso será desativado, conforme anunciou a empresa.
.
A companhia já havia anunciado que o recurso estava prestes a ser desativado desde dezembro do ano passado, mas começou a avisar os usuários de que a ferramenta não está mais ativa apenas agora.O aviso que os usuários recebem cita que “estão removendo o sistema por acreditar que não é mais tão útil como era antigamente, e agora há melhores formas de gerenciar sua privacidade”.

“O pequeno percentual de pessoas que ainda usam este recurso será avisado nas próximas semanas. Usando esta configuração ou não, a melhor forma de controlar o que as pessoas podem descobrir sobre você no Facebook é escolher quem pode ver as coisas individuais que você compartilha”, afirma a empresa em post no blog oficial.

O Facebook também argumenta de que a ferramenta dava às pessoas uma falsa sensação de segurança. “Nossa preocupação é de que as pessoas achem que isso proporciona um nível de segurança que não é verdadeiro”, afirmou Nicky Jackson Colaco, membro da equipe de privacidade do Facebook, em entrevista à CNET. Mesmo sem poder encontrar pelas buscas, era possível acessar o perfil por outras formas e ter acesso a todo o conteúdo.

Curiosidades na internet

Facebook pode ser proibido na Rússia

Acesse:http://www.techmestre.com/facebook-pode-ser-proibido-na-russia.html

Publicidade sobre tabagismo é o pivô da situação.

O sistema de vigilância da internet russo está ameaçando bloquear o Facebook no país caso se confirme o fato de que os anúncios da rede social tragam mensagens sobre o tabagismo.
 .
Segundo informações, os usuários russos, ao clicar nos anúncios, eram direcionados para um site onde se podia comprar uma mistura de fumo. Esta mistura continha diversas substâncias proibidas, como Salvia divinorum, que pode causar efeitos psicotrópicos.
 .
De acordo com o Facebook, os novos anúncios apareceram por uma falha técnica. “Neste momento os anúncios estão sendo removidos”, informou a assessoria de imprensa da rede social.
Facebook pode ser proibido na Rússia

Curiosidades na internet

Pesquisadores desenvolvem pílulas com sensores para monitorar pacientes PUBLICIDADE

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/2013/06/1300381-pesquisadores-desenvolvem-pilulas-com-sensores-para-monitorar-pacientes.shtml

NICK BILTON
DO “NEW YORK TIMES

The New York TimesParecem comprimidos comuns, alongados e um pouco menores que vitaminas diárias. Mas, se o seu médico prescrevê-los num futuro não muito distante, poderá haver uma reviravolta num antigo clichê: “Tome dois desses computadores digeríveis, e eles me mandam um e-mail pela manhã”.

Enquanto a sociedade luta contra problemas de privacidade relacionados a computadores vestíveis como o Google Glass, cientistas, pesquisadores e algumas start-ups já preparam a próxima e mais intrusiva onda da computação: aparelhos digestíveis e sensores minúsculos alocados dentro de comprimidos.

Embora esses dispositivos ainda não estejam disponíveis ao público, algumas pessoas já os engolem para monitorar dados de saúde e compartilhá-los, pela internet, com um médico. E existem ainda protótipos de aparelhos miúdos que podem fazer coisas como abrir as portas do carro ou preencher campos de senha.

Para trabalhadores de profissões extremas, como viagem ao espaço, várias versões dessas pílulas já são usadas há algum tempo. Mas, no próximo ano, o médico da sua família –se ele for adepto à tecnologia– poderá tê-las em seu kit de medicina.

Dentro desses comprimidos estão pequenos sensores e transmissores. Você os engole com água, leite, o que preferir. Depois disso, eles seguem ao estômago e percorrem o intestino intactos.

“Você irá –voluntariamente, devo dizer– tomar uma pílula que você pensa ser um medicamento, mas na verdade é um robô microscópico que irá monitorar seus sistemas” e transmitir o que está acontecendo pela rede, disse Eric Schmidt, presidente do conselho do Google, numa conferência da companhia no último outono. “Se eles fizerem a diferença entre a vida e a morte, você vai querer tomá-los.”

Uma das pílulas, feita pela Proteus Digital Health, uma pequena empresa em Redwood City, na Califórnia, não precisa de bateria. No seu caso, o corpo é a fonte de energia. Assim como uma batata pode acender uma lâmpada, a Proteus adicionou magnésio e cobre em cada lado de seu sensor, de forma que os ácidos estomacais gerem energia suficiente para fazê-lo funcionar.

Quando a pílula da Proteus atinge o fundo do estômago, envia os dados coletados para um aplicativo de celular. O computador pode monitorar o comportamento do uso dos medicamentos (“A Vovó já tomou seu remédio hoje? A que horas?”) e como o corpo do paciente está reagindo aos remédios. Ele também detecta os movimentos da pessoa e seu padrão de descanso.

Executivos da empresa, que arrecadaram, recentemente, US$ 62,5 milhões (R$ 141 mi) de investidores, acreditam que essas pílulas vão ajudar pacientes com problemas físicos e neurológicos. Pessoas com dificuldades relacionadas ao coração poderiam monitorar o fluxo sanguíneo e a temperatura corporal; aqueles com problemas no sistema nervoso, incluindo esquizofrenia e mal de Alzheimer, poderiam monitorar seus sinais vitais em tempo real.

A Administração de Drogas e Alimentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) aprovou o comprimido da Proteus na ano passado.

Uma pílula chamada CorTemp, feita pela HQ Inc., em Palmetto, na Flórida, tem uma bateria interna e transmite, em tempo real, a temperatura do corpo enquanto percorre o interior do paciente.

Bombeiros, jogadores de futebol, soldados e astronautas tem usado esses dispositivo, para que seus empregadores os monitorem e se certifiquem de que seus corpos não superaqueçam. Lee Carbonelli, chefe de marketing da HQ, disse que a companhia esperava ter, no ano que vem, uma versão para o público que se comunicasse com um app para smartphones.

Gerações futuras dessas pílulas poderiam ser ferramentas de conveniência.

No mês passado, Regina Dugan, vicepresidente sênior do grupo de tecnologia avançada da Motorola, exibiu um exemplo desse uso –junto com tatuagens de identificação de frequências de rádio que grudam à pele como adesivos– na conferência D:All Things Digital.

Tendo a pílula em seu corpo, você poderá ter acesso ao seu smartphone sem a necessidade de digitar uma senha. Porque, em vez disso, você será a senha. Sente no carro e ele será ligado. Toque a maçaneta da porta de casa e ela será destravada automaticamente. “Seu corpo se tornará um token de autenticação, disse Dugan.

Mas, se as pessoas estão preocupadas com privacidade por causa da ascensão dos computador vestíveis, espere só até elas descobrirem os computador digestíveis.

“Essa é apenas outra daquelas tecnologias que nos trazem opções maravilhosas e terríveis ao mesmo tempo”, disse John Perry Barlow, cocriador da Electronic Frontier Foundation, um grupo de advocacia especializado em privacidade.

“A vantagem é que há um grande número de coisas que você quer saber sobre si mesmo numa base contínua, especialmente se você é diabético ou sofre de alguma outra doença. A desvantagem é que a operadora do seu plano de saúde poderá saber todo o funcionamento do seu corpo.”

E se esse minúsculo computador dentro de você fosse hackeado? Digamos que isso seria um problema.

Existe ainda uma última pergunta para essa pílula. Depois que ela faz seu trabalho, passando pelo estômago e pelo intestino, o que acontece? “Ela atravessa o seu corpo naturalmente em 24 horas”, disse Carbonelli, da HQ. Mas, como cada pílula custa US$ 46 (R$ 104), “algumas pessoas escolhem recuperá-la e reciclá-la.

Curiosidades na internet