Tudo sobre retinóides

Um estudo da Biblioteca Cochrane, que reúne uma coleção de bancos de dados em medicina e outras especialidades da área da saúde, mostrou que os retinóides estão entre as substâncias mais eficazes do skincare, principalmente para o tratamento do fotoenvelhecimento cutâneo, mas você sabe exatamente o que eles são? Boa Forma te explica:

O QUE SÃO Esses ativos são encontrados em cosméticos e dermocosméticos e são derivados de vitamina A, segundo a dermatologista Luiza Archer.

QUAIS OS FORMATOS Os retinóides mais conhecidos e utilizados na dermatologia são: a isotretinoína, o retinaldeído e o retinol, sendo que odem ser encontrados em versões em gel, séruns, cremes e loções. Além disso, a substância também pode ser encontrada na composição de antibióticos, como o Roacutan.

PARA QUE SERVEM “Eles agem diretamente na renovação celular, esfoliação e na síntese de colágeno, o que garante uma pele mais firme e uniforme”, explica. Segundo Archer, esses derivados são recomendados também para o tratamento de acne, rugas, linhas finas e clareamento de manchas na pele, ajudando a regular o sebo e até o aspecto áspero da pele.

COMO USAR Atenção: para usar esse ativo, é essencial passar pela avaliação de uma dermatologista, uma vez que pode causar vermelhidão e descamação da pele, principalmente das mais sensíveis e alérgicas. “Apesar de ser indicado para uso noturno, ao aplicar algum tipo de retinóide, é muito importante redobrar os cuidados de proteção com o filtro solar durante o dia, já que esse ativo acaba trazendo alguns efeitos colaterais à pele, como hipersensibilidade ao sol, afinamento da pele, deixando o tecido mais frágil e exposto”, completa a dermatologista.

Tudo sobre retinóides