Você sabe quais são os efeitos da pimenta no seu organismo?

Acesse:http://www.megacurioso.com.br/corpo-humano/42418-voce-sabe-quais-sao-os-efeitos-da-pimenta-no-seu-organismo-.htm

Confira uma divertida animação e fique por dentro de algumas curiosidades sobre alimentos picantes
Fonte da imagem: Shutterstock
Você sabe quais são os efeitos da pimenta no seu organismo?

Você é daqueles que gosta de pimenta ou não consegue nem chegar perto de alimentos picantes? Independente da sua preferência, um vídeo produzido pelo pessoal do TED Ed explica exatamente quais são os efeitos que pimentas, mostardas e outros temperos “quentes” têm no nosso organismo.

Então, se algum dia você já se perguntou por que parece que sua língua está queimando quando você come pimenta, se tentou entender por que wasabi faz sair água dos olhos ou já imaginou qual seria o tempero mais picante de todos, você está no lugar certo.

Confira a animação abaixo (com áudio e legenda em inglês) e em seguida veja algumas das curiosidades reveladas no vídeo:

 

 

  • A sensação picante vem de alguns compostos presentes nos alimentos que ativam os nociceptores polimodais presentes na língua, que são estimulados pelo calor;
  • São esses receptores sensoriais que mandam sinais para o cérebro, que por sua vez entende que sua língua está realmente queimando. É por isso que algumas pessoas começam a suar e sentem o coração acelerar;
  • Os alimentos picantes nos causam sensações diferentes. Isso acontece porque as pimentas possuem capsaicina e piperina, que são moléculas grandes e pesadas chamadas de alquilamidas e que costumam ficar na boca;
  • Já a mostarda e o wasabi são formados por moléculas menores chamadas de isocianatos que conseguem alcançar os seios nasais. É por isso que o wasabi queima o nariz e faz com que os olhos lacrimejem;

 

Fonte da imagem: Shutterstock

  • A escala de Scoville é usada para medir a ardência das pimentas. A partir dessa classificação, as pimentas mais fortes do mundo são a Trinidad Moruga Scorpion e a Carolina Reaper;
  • Não se sabe como ou porque a humanidade começou a consumir alimentos apimentados. Porém, arqueólogos encontraram mostarda – entre outros temperos – que datavam de 23 mil anos;
  • Também não se sabe ao certo qual era a função da pimenta em outras civilizações. Uma teoria defende que as pessoas adicionavam pimenta à comida para eliminar as bactérias. Nesse sentido, estudos mostram que os temperos se desenvolveram mais em regiões quentes do planeta, que são as mesmas onde os micróbios estão mais presentes;
  • E se você pensava que comer mais pimenta faria a ardência diminuir, está enganado. Estudos apontam que não é que a queimação diminui, mas sim a pessoa que se acostuma e parece gostar da sensação.

Curiosidades na internet

Cientistas descobrem que cérebro leva 300 milissegundos para gerar memórias

Acesse:http://www.megacurioso.com.br/neurociencia/42205-cientistas-descobrem-que-cerebro-leva-300-milissegundos-para-gerar-memorias.htm?utm_source=plus.google.com&utm_medium=referral&utm_campaign=plusg

Pesquisadores argentinos conseguem determinar quanto tempo demoramos em criar novas lembranças
Fonte da imagem: Shutterstock
Cientistas descobrem que cérebro leva 300 milissegundos para gerar memórias

Segundo uma notícia publicada pelo G1, cientistas argentinos descobriram que os chamados neurônios conceito demoram 300 milésimos de segundo para processar estímulos sensoriais e transformá-los em memórias, ou seja, esse é o tempo que o cérebro leva para formar lembranças.

De acordo com a publicação, a equipe de cientistas se dedica a avaliar o cérebro de pacientes que serão submetidos a cirurgias para curar a epilepsia, medindo sua atividade neurológica. Liderados pelo argentino Rodrigo Quian Quiroga, diretor do Centro de Neurociência Sistêmica da Universidade de Leicester, na Inglaterra, os cientistas explicaram que, basicamente, a formação de memórias envolve uma associação de conceitos.

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet

Macaco consegue controlar os movimentos de outro com o pensamento

Acesse:http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/02/140219_macaco_controle_cerebro_rb.shtml

Macaco consegue controlar braço de outro com pensamento (SPL)Tecnologia ainda dá seus primeiros passos, mas é avanço importante para contornar danos da medula espinhal

Cientistas americanos anunciaram ter conseguido fazer com que um macaco controle os movimentos do braço de outro com o pensamento.

Leituras do cérebro do primeiro macaco, chamado de mestre, foram usadas como guia para estimular eletricamente a medula espinhal do segundo macaco, chamado de avatar. Assim, o mestre pôde comandar os movimentos do avatar.

A equipe de cientistas espera que o método seja aperfeiçoado para permitir que pessoas paralíticas readquiram o controle de seus corpos. Danos à medula espinhal podem interromper o fluxo de informações entre o cérebro e o corpo e impedir uma pessoa de andar ou se alimentar sozinha. Os pesquisadores buscam contornar esse dano com a ajuda de máquinas.

Publicados na Nature Communications, os resultados do estudo foram descritos como “um passo importante” rumo a essa meta.

Conexão cerebral

Na pesquisa, cientistas da Escola de Medicina de Harvard se recusaram a provocar a paralisia de um macaco por considerar a atitude injustificável. Em vez disso, usaram dois macacos: um mestre e um avatar, que foi sedado para simular os efeitos da paralisia.

Um chip foi implantado no cérebro do mestre para monitorar qualquer atividade cerebral que envolvesse mais de cem neurônios. Durante o treinamento, os movimentos do mestre foram relacionados a padrões da atividade elétrica gerada por seus neurônios.

Por sua vez, o avatar teve 36 eletrodos implantados em sua medula espinhal. Testes foram realizados para verificar como o estímulo provocado por diferentes combinações de eletrodos afetava seus movimentos.

Só então os macacos foram conectados um ao outro para que as leituras cerebrais de um gerassem movimentos no outro em tempo real. O avatar segurava um controle que comandava um cursor em uma tela enquanto o líder pensava em mover este cursor para cima e para baixo.

Em 98% dos testes, o mestre conseguir controlar os movimentos do braço do avatar.

“Nossa esperança é obter um movimento totalmente natural”, disse o pesquisador Ziv Williams à BBC. “Acho que teoricamente é possível, mas para chegar a esse ponto serão necessários esforços adicionais e exponenciais”.

Para Williams, mesmo a menor capacidade de realizar movimentos novamente mudaria drasticamente a qualidade de vida de pessoas paralíticas.

Realidade ou ficção?

Cena do filme Avatar (AP)Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet

Veja como seu cérebro engana você com esta ilusão de ótica incrível

Acesse:http://www.megacurioso.com.br/ilusao-de-optica/40482-veja-como-seu-cerebro-engana-voce-com-esta-ilusao-de-optica-incrivel.htm

Se você acha que a imagem abaixo contém dois círculos tortos, está completamente enganado
Veja como seu cérebro engana você com esta ilusão de ótica incrível

O Ano-Novo chegou, você já comemorou tudo o que tinha para comemorar, já fez sua listinha de metas para 2014, já se empanturrou de panetone e, claro, já bebeu um pouco além da conta, provavelmente. Mas, se você não é do tipo que bebe – parabéns! –, pode se preparar: a imagem abaixo vai fazer com que você se sinta um pouco embriagado.

O que você vê são dois círculos, certo? Esses círculos, em um primeiro momento, parecem meio tortos, como se uma criança os tivesse desenhado. A grande surpresa é que você está vendo tudo errado! As duas circunferências estão perfeitamente corretas, simétricas e nada tortas!

Fonte da imagem: Reprodução/Sploid

A imagem é uma ilusão de ótica disponibilizada pelo Science Porn, com a intenção de confundir a sua cabecinha. Se você deixar seus olhos quase fechados e encarar a imagem novamente vai perceber como os dois círculos estão perfeitinhos. Esse tipo de representação nos engana por causa do mecanismo de percepção de profundidade existente em nosso cérebro, o mesmo que nos permite ver objetos em 3D.

Curiosidades na internet

Brasileiro pretende revolucionar a medicina com invenção que deve aposentar os termômetros

Acesse:http://noticias.r7.com/domingo-espetacular/brasileiro-pretende-revolucionar-a-medicina-com-invencao-que-deve-aposentar-os-termometros-22122013

Marc Abreu, que é médico e físico, conseguiu desenvolver uma técnica que permite medir a temperatura do corpo captando o calor diretamente do cérebro

A nova ferramenta já é considerada o “termômetro do futuro”Reprodução/Rede Record

Há mais de três séculos, o homem utiliza o termômetro ou ferramentas similares para medir a temperatura e principalmente conseguir diagnosticar uma febre. Entretanto uma invenção criada por um brasileiro pretende revolucionar a medicina ao usar uma nova tecnologia que permite 100% de precisão nas variações de temperatura.

A nova ferramenta, que ainda está em teste, já é considerada o “termômetro do futuro” e deve trazer benefícios para salvar vidas de atletas, bombeiros, crianças, mães e até de pacientes com câncer.

O inventor deste termômetro revolucionário é o brasileiro  Marc Abreu, que é médico e físico. Ele conseguiu desenvolver uma técnica que permite medir a temperatura do corpo com precisão captando o calor diretamente do cérebro. Ao contrário do mecanismo tradicional que revela apenas a média ignorando as alterações mais bruscas, o novo dispositivo faz a medição de forma contínua e assim identifica todas as modificações da temperatura.

Marc Abreu descobriu dois túneis no cérebro que funcionam como duas janelas para o cérebro, e são indicadores naturais de temperatura do corpo.  Trata-se de espaços com calor e luminosidade que permitem medições mais eficientes. Os túneis têm sete centímetros cada um. Eles partem do centro do cérebro, atravessam a parte frontal e terminam  no canto superior dos olhos, entre a testa e o nariz.

São pontos exatos, sem gordura, ou seja, sem nada que obstrua a medição. A descoberta ganhou o nome de BTT (as iniciais em inglês para túnel de temperatura cerebral).

— Basicamente o que eu descobri de uma forma simples, é o local no cérebro, no crânio que gera essa luz que nós captamos e que nessa informação térmica existe toda a fisiologia e mesmo a patologia do corpo.

Logo depois de encontrar os túneis, o médico brasileiro ajudou a desenvolver os equipamentos que conseguem captar a temperatura diretamente do cérebro.

Termômetro tradicional

O termômetro convencional foi muito importante para a história da humanidade. Mas por melhor que seja não consegue captar a real temperatura do corpo.

Isso acontece porque o corpo humano é coberto por camadas de gordura. O que impede que a temperatura seja registrada de forma exata pelos termômetros. Esse problema se agrava quando o paciente é um pouco mais gordo.

Quem faz essa revelação surpreendente é Marc Abreu. Ele estudou o assunto durante mais de duas décadas no centro de pesquisa que comanda na Universidade de Yale, uma das mais prestigiadas do mundo, nos Estados Unidos.

—Todos os termômetros, hoje esses digitais, eles não medem a temperatura eles adivinham. Existe um trabalho nos Estados Unidos dizendo que a maior falta dos pais no trabalho é por detecção errônea de temperatura. Então, o pai e a mãe ficam em casa porque a criança está com febre.

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet

Caminho para a cura da obesidade é descoberto na Suiça

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/caminho-para-cura-da-obesidade-e-descoberto-na-suica

Gene da obesidade | Notícias | The History Channel

Comer à vontade sem engordar já pode ser uma realidade. Ao menos para um seleto grupo de ratos. O estudo realizado com os roedores é resultado de 15 anos de pesquisa na Universidade de Lausanne (Unil), na Suíça.

Os cobaias submetidos à uma dieta rica em açúcar e gordura foram geneticamente modificados para apresentar deficiência do gene recém-descoberto. O MCR1 é responsável pelo transporte de lactatos para o cérebro e pela acumulação de gordura no fígado. No final de 12 semanas, o peso dos ratos transgênicos aumentou 7,7%, enquanto seus colegas selvagens engordaram 16,7%.

Os cientistas suíços sugerem que no futuro se poderia utilizar a descoberta para bloquear parcialmente o gene MCR1 através de um inibidor de sínteses, apesar dos estudos exigirem mais pesquisas.

Curiosidades na internet

Invenção do ano! Conheça os óculos que “devolvem” a visão aos cegos [VÍDEO]

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/invencao-do-ano-conheca-os-oculos-que-devolvem-visao-aos-cegos-video

 
oculos-cegos-tecnologia-visão-the-history-channel
Um dispositivo parecido com um óculos, que ajuda pessoas com níveis severos de cegueira a enxergar, recebeu o prêmio de “inovação do ano” da revista norte-americana Popular Science, na categoria saúde. Chamado de “Argus II”, este equipamento foi aprovado em fevereiro deste ano pela FDA (Food and Drug Administration), dos EUA.
 
O equipamento consiste em uma câmera em miniatura que é inserida em um par de óculos. A câmera envia as imagens gravadas para um microprocessador, que está em um cinto usado pelo paciente. O processador converte os dados do vídeo em sinais eletrônicos, que são transmitidos via wireless para um minúsculo eletrodo que é implantado na parte de trás do olho da pessoa. O nervo óptico captura estes sinais e os envia para o cérebro, que os interpreta numa escala primária de imagens em tons de cinza. 
 
O Argus II garante uma resolução suficiente para que pessoas possam ver faixas de pedestres, encontrar objetos e identificar portas, por exemplo. O produto foi aprovado para pessoas com retinite pigmentosa e algumas doenças degenerativas que afetam, aproximadamente, dois milhões de pessoas no mundo. Alguns testes estão previstos para tratamento da degeneração macular, a causa mais comum de cegueira em norte-americanos com mais de 60 anos. Em junho do ano passado, um dispositivo foi usado em fase de testes por 32 pessoas, pacientes com elevado grau de deficiência visual. Apesar de ter ocorrido uma melhora na visão, nenhum caso de cegueira foi completamente curado. Um pouco menos da metade das pessoas deste teste sofreu sérios efeitos colaterais. O equipamento é fabricado pela empresa Second Sight, da Califórnia. Uma unidade do Argus II custa em torno de US$ 100 mil. 

 

Veja o vídeo que explica o funcionamento dos óculos [EM INGLÊS]

 Curiosidades na internet