Tag: gravidez

Novo exame detecta sete tipos de câncer de mama

Acesse:http://www.mundodastribos.com/novo-exame-detecta-sete-tipos-de-cancer-de-mama.html

Novo exame promete diagnosticar sete tipos de câncer de mama e oferecer a possibilidade de um tratamento mais personalizado.
.
câncer de mama é considerado uma das doenças que mais matam mulheres no Brasil. O risco de morte aumenta quando o diagnóstico é tardio ou quando o tratamento não se mostra apropriado para o tipo de tumor.

663511 Novo exame detecta sete tipos de câncer de mama 2 Novo exame detecta sete tipos de câncer de mama

EXAME QUE DIAGNOSTICA 7 TIPOS DE CÂNCER DE MAMA

Pesquisadores da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, afirmam ter criado umexame capaz de detectar sete tipos de câncer de mama. Se tudo correr como o previsto, o método estará disponível em dois anos.

Um artigo sobre o novo exame foi publicado na revista especializada “British Journal of Cancer”.

Em 2012, os estudiosos britânicos descobriram que o câncer de mama pode se manifestar de 10 formas diferentes, variando de acordo com a genética do paciente.

Atualmente, sem um exame mais detalhado e completo, as variações do tumor maligno nos seios são identificadas apenas através de um exame genético detalhado, que tem preço elevado e não é acessível para a maioria dos pacientes.

663511 Novo exame detecta sete tipos de câncer de mama 1 Novo exame detecta sete tipos de câncer de mama

O exame capaz de diagnosticar sete tipos de câncer é realizado a partir de um método que avalia dez proteínas importantes para identificar a variação da doença.

Na pesquisa, os cientistas procuraram encontrar assinatura para cada tipo de câncer, considerando a análise de 1.073 amostras de tumores. Dos tecidos avaliados, 93% se enquadravam em um dos sete tipos possíveis do exame. Os outros 7% foram difíceis de classificar em uma categoria.

A descoberta dos cientistas britânicos vai ajudar os médicos a tornar os tratamentos mais personalizados e eficazes. Sendo assim, a taxa de sobrevivência dos pacientes com câncer de mama também tende a aumentar.

De acordo com Andy Green, líder do estudo, a escolha do tratamento mais adequado está ficando cada vez mais complexa, pois existem muitas opções para tratar o câncer de mama. O exame, por sua vez, permite encontrar a terapia mais apropriada para o caso de cada paciente.

Os cientistas estão otimistas quanto à descoberta do novo exame de câncer de mama, mas o departamento de informação científica da ONG britânica Cancer Research UK acredita que mais estudos precisam ser realizados.

663511 Novo exame detecta sete tipos de câncer de mama Novo exame detecta sete tipos de câncer de mama

SOBRE O CÂNCER DE MAMA

O câncer de mama é um tumor maligno que se desenvolve nos seios quando um conjunto de células começa a se dividir de forma descontrolada. O diagnóstico da doença normalmente é realizado através da mamografia, ressonância magnética, ecografia e exame de imagem. Quando o tumor é encontrado, um tecido da mama é coletado e enviado para biópsia. Somente assim é possível saber qual tipo de tratamento iniciar.

Os principais fatores de risco do câncer de mama são: histórico familiar, idade, menstruação precoce, menopausa tardia, obesidade, colesterol alto e ausência de gravidez.

Curiosidades na internet

Fumar durante a gravidez: perigos

Acesse:http://www.mundodastribos.com/fumar-durante-a-gravidez-perigos.html

O hábito de fumar traz grandes prejuízos à saúde. Conheça os perigos de fumar durante a gravidez.
.
O hábito de fumar traz grandes prejuízos a vida dos indivíduos. Isso se torna ainda mais intenso quando a mulher descobre que está grávida e, mesmo assim, não abandona o cigarro. Essa atitude pode trazer diversos problemas tanto a vida da futura mamãe, quanto a do bebê que está sendo gerado. Conheça os perigos de fumar durante a gravidez.
645520 Conheça os perigos de fumar na gravidez. Foto divulgação Fumar durante a gravidez: perigosTABAGISMO X GESTAÇÃO

Quando o feto está em formação, absorve tudo que está no sangue da mãe. A gestante fumante, além de enviar o oxigênio para o bebê, também envia monóxido de carbono, uma substância liberada pela fumaça do cigarro. Ou seja, o pequeno acaba “fumando” junto com a mãe. Além dessa substância, existem outras estão presentes no cigarro e que afetam de forma direta a chegada de oxigênio e nutrientes para o bebê, a mais conhecida delas é a nicotina.

RISCOS DE FUMAR NA GRAVIDEZ

A gestante que mantem o vício de fumar nos primeiros três meses de gravidez, pode apresentar diversas intercorrências durante todo o período gravídico. Conheça algumas delas:

Problemas maternos

  • Aborto espontâneo;
  • Sangramentos vaginais;
  • Descolamento prematuro da placenta.

Problemas no feto

  • Malformações do bebê;
  • Prematuridade;
  • Bebê com baixo peso.

645520 O filho de mães fumantes tem altas chances de desenvolver malformações. Foto divulgação Fumar durante a gravidez: perigosO filho de mães fumantes tem altas chances de desenvolver malformações. (Foto: divulgação)

AFETANDO DIRETAMENTE A CIRCULAÇÃO MATERNA

Além dos males que anteriormente citados, a saúde da gestante fumante também pode ser afetada de forma direta. A nicotina contida no cigarro ocasiona o estreitamento dos vasos sanguíneos. Como resultado, ocorre o aumento da pressão arterial, com consequente comprometimento das veias da perna, sendo um fator de risco direto para o desenvolvimento de problemas trombóticos (formação de coágulos). Caso essas patologias não sejam tratadas de forma adequada e precoce, pode ocasionar:

  • Embolia pulmonar – quando o coágulo da perna se solta e atinge o pulmão;
  • Insuficiência respiratória aguda;
  • Trombose de placenta – quando há formação de coágulos na placenta, evoluindo para insuficiência placentária. Como resultado, ela não consegue mais enviar os nutrientes necessários para o desenvolvimento do bebê, sendo que em alguns casos, pode levar à morte do feto.

 

645520 O tabagismo pode contribuir para o desenvolvimento de diversos problemas tanto para a mãe quanto para o bebê. Foto divulgação Fumar durante a gravidez: perigos

 

O cigarro pode ocasionar diversos problema à saúde do indivíduo. Essa situação se torna ainda mais grave quando o vício está presente nas gestantes. Isso porque elas estão colocando em risco a vida de não uma, mas de duas pessoas. Após conhecer os perigos de fumar na gravidez, é importante que a gestante fumante tome consciência do problema e cesse o tabagismo o quanto antes.

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.
Curiosidades na internet

Mulher gera bebê em um óvulo e trigêmeos em outro

Acesse:http://www.techmestre.com/mulher-da-a-luz-a-bebe-em-um-ovulo-e-trigemeos-em-outro.html

Caso raro aconteceu menos de 100 vezes até hoje nos Estados Unidos.

Uma mulher de Tilden, Nebraska (Estados Unidos) gerou quatro bebês, mas o mais incrível dessa história é que eles não são quadrigêmeos. As crianças foram geradas em dois óvulos, tendo um deles desenvolvido trigêmeos idênticos (Logan, Mason e Porter) e o outro Conoor, o irmão que dividiu o mesmo útero com os demais.
.
Esse tipo de gravidez é algo muito raro de se acontecer. “A gravidez de Sabrina Negus (mãe das quatro crianças) foi uma em um milhão. Houve menos de 100 gestações desse tipo já registradas nos Estados Unidos”, disse o obstetra Todd Lovgren ao jornal “Omaha World-Herald”. A mulher havia passado por tratamento de fertilização.
.
Mulher dá à luz a bebê em um óvulo e trigêmeos em outro

Curiosidades na internet

Novo método promete baratear fertilização in vitro

Acesse:http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/07/130708_novo_metodo_fertilizacao_invitro_an.shtml

James Gallagher

Repórter de Ciência e Saúde da BBC News

BBCOs pais de Connor Levy tentavam há 4 anos engravidar naturalmente.

Um novo método de fertilização in vitro, no qual é feita uma triagem de embriões durante o processo, pode reduzir drasticamente os custos desse tipo de tratamento, segundo pesquisadores.

Connor Levy, o primeiro bebê fruto do novo método, nasceu em maio nos Estados Unidos.

A triagem, elaborada na Universidade de Oxford, ajudou os médicos a escolherem um embrião com a melhor chance de sucesso.

Apenas uma em cada três tentativas de fertilização in vitro resulta em um bebê, já que anormalidades no DNA de um embrião são comuns.

Especialistas dizem que testes mais elaborados são necessários para comprovar a eficácia do método.

Se houver anormalidades com os cromossomos, as sequências de DNA, no embrião, ele não vai conseguir se implantar no útero, e se ele conseguir, o feto não vai se desenvolver.

É um problema que aumenta rapidamente com a idade. Um quarto dos embriões são anormais nos 30 e poucos anos de uma mulher, mas este número sobe para três quartos quando uma mulher atinge os 40 anos.

Algumas clínicas já oferecem alguma forma de triagem de cromossomo, mas isso pode adicionar entre 2 mil e 3 mil libras (cerca de R$ 7 mil) ao custo da fertilização in vitro no Reino Unido. A mãe de Connor, Marybeth Scheidts, disse que o teste teria custado US$ 6 mil (cerca de R$ 13 mil) na Pensilvânia.

O novo teste tira proveito dos avanços feitos no sequenciamento do genoma humano. Em 24 horas o teste pode garantir que o número correto de cromossomos está presente.

Dagan Wells da Universidade de Oxford, disse à BBC: “Os testes atuais encarecem significativamente um procedimento que já é caro e limitado. A maioria das pacientes tem que pagar pelo tratamento com dinheiro do próprio bolso.”

“O que a nossa técnica faz é dar o número de cromossomos e outras informações biológicas sobre o embrião, a um custo baixo – provavelmente cerca de dois terços do preço dos atuais métodos de triagem”.

Ele diz que os testes são necessários para ver se o método pode melhorar as taxas de sucesso da fertilização in vitro.

Lágrimas de alegria

BBCNovos testes devem ser realizados antes de o novo método poder ser amplamente utilizado

O nascimento de Connor, e outra gravidez resultante desse método de triagem, serão anunciados na conferência da Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia.

Marybeth Scheidts, de 36 anos, tentou engravidar de seu marido, David Levy, de 41 anos, naturalmente por quatro anos, antes de fazer uma tentativa por inseminação artificial.

Na triagem, três dos treze embriões produzidos eram saudáveis. Sem a triagem dos cromossomos, escolher o embrião certo teria sido uma questão de sorte.

Marybeth disse à BBC que os anos de tentativas foram difíceis: “Houve dias em que eu só chorava e só queria me esconder no quarto e acabar com tudo.”

“Mas depois de todo esse trabalho duro, nós finalmente temos o nosso pequeno Connor,” conta Marybeth.

Michael Glassner, médico de fertilidade do Main Line Health System, uma rede de hospitais e centros de saúde na Filadélfia, onde a fertilização in vitro ocorreu, disse que essas técnicas se tornarão mais comuns.

“Se você já se sentou em frente a um paciente que falhou, e você olha nos seus olhos, e ele mal consegue conter suas esperanças e sonhos – sabe que tudo o que puder mudar significativamente as taxas de gravidez vai se tornar padrão,” diz Glassner.

“Por isso eu acho que daqui a cinco anos esse método será o padrão”, conclui Glassner.

Curiosidades na internet

Câmara dos Deputados dos EUA aprova lei que proíbe aborto após 20 semanas

Acesse:http://portugues.christianpost.com/news/camara-dos-deputados-dos-eua-aprova-lei-que-proibe-aborto-apos-20-semanas-17163/

A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou, nesta terça-feira, a lei que proíbe o aborto para mulheres depois de 20 semanas. A chamada Lei de Proteção aos Não Nascidos Capazes de Sofrer Dor foi aprovada por 228 votos contra 196

pro vida

(Foto: Reuters)

Placa Anti-Aborto na Irlanda.

Apoiadores da lei alegam que cada vida é valiosa. “Temos a obrigação moral de defender os indefesos, e continuaremos lutando para garantir que as leis de nossa nação respeitem a santidade da vida humana por nascer”, afirmou John Boehner, presidente da Câmara.

A lei dá exceção para a gravidez por estupro ou incesto. Ela pode ainda ser vetada pela Casa Branca, que afirmou que o projeto é um “atentado ao direito da mulher de escolher”.

De acordo com o republicano Trent Franks, Arizona, patrocinador do projeto de lei, o número de estupros que terminam em gravidez é “muito baixo”, declaração que lhe gerou críticas.

O projeto é considerado o projeto de lei pró-vida mais importante da história dos EUA, segundo Penny Nance, presidente da organização Concerned Women for America.

Atualmente, a maioria dos estados americanos permite o aborto a até quando o feto torna-se viável, cerca de 24 semanas de gestação.

O projeto de lei de Frank prevê a proibição do aborto que acontece 20 semanas depois da concepção, o equivalente a cerca de 22 semanas de gravidez.

O caso vem depois de uma condenação por homicídio de Kermit Gosnell, médico da Filadélfia, que realizou procedimentos de abortos em sua clínica médica.

Curiosidades na internet

Bebês praticam choro dentro do útero, diz estudo

Acesse:http://noticias.r7.com/saude/bebes-praticam-choro-dentro-do-utero-diz-estudo-06062013

Pesquisa britânica diz que ao ensaiar expressões de dor e sorrisos, fetos vão aprendendo formas de se comunicar após o parto.

Bebês aprendem a se comunicar ainda na gravidez (Foto: Durham University/BBC)Bebês aprendem a se comunicar ainda na gravidez
(Foto: Durham University/BBC)

Pesquisadores britânicos afirmam que bebês fazem caretas, praticam choro e expressões faciais de dor ainda quando estão dentro do útero.

Os especialistas, das Universidades de Durham e Lancaster, acreditam que, ao fazer isso, eles vão aprendendo como devem se comunicar após o parto.

“É essencial para os bebês poderem demonstrar expressões de dor ou desconforto assim que nascem para que possam se comunicar com a mãe”, afirmou a pesquisadora Nadja Reissland.

Os cientistas analisaram ultrassonografias em 4D de oito fetos femininos e sete masculinos e observaram que durante o crescimento intrauterino, eles desenvolvem desde expressões simples, como um sorriso, a movimentos mais complexos, como o franzir das sobrancelhas e do nariz.

Sentimentos

Nadja Reissland diz que poder entender melhor o desenvolvimento normal dos bebês durante a gravidez pode ajudar os médicos a identificar problemas. “Não está claro se os fetos podem de fato sentir dor e também não sabemos se as expressões faciais estão ligadas aos seus sentimentos”, disse Reissland.

O estudo indica que os movimentos faciais podem estar mais ligados à maturidade do cérebro do que aos sentimentos, acrescentou a pesquisadora. O trabalho se segue a uma pesquisa anterior que sugere que expressões faciais de fetos saudáveis se desenvolvem e se tornam mais complexas durante a gravidez.

Curiosidades na internet

Método contraceptivo da temperatura: como funciona

Acesse:http://www.mundodastribos.com/metodo-contraceptivo-da-temperatura-como-funciona.html

O método contraceptivo da temperatura pode ser utilizado com segurança, quando realizado corretamente. Saiba mais sobre o assunto e veja como funciona.

O método contraceptivo da temperatura é uma excelente estratégia para evitar a gravidez. Porém, muitas mulheres têm dúvidas sobre como utilizar essa forma de contracepção. Saiba mais sobre o assunto e veja como funciona o método contraceptivo da temperatura.

612661 A temperatura basal é um método contraceptivo. Foto divulgação Método contraceptivo da temperatura: como funciona

Temperatura basal

temperatura corporal basal é aquela que o corpo atinge quando está em repouso, ou seja, antes que a pessoa faça qualquer atividade física. O ideal é medir a temperatura pelas regiões oral ou axilar. É importante dormir pelo menos de 4 a 6 antes de registrar os valores, para que não ocorram alterações.

Saber em quantos graus centígrados está o corpo é uma forma de identificar se houve ou não ovulação naquele ciclo. Se a temperatura sobe durante mais do que três dias seguidos, é provável que a ovulação tenha ocorrido.

O método funciona porque quando a mulher vai ovular algumas substâncias são liberadas no organismo, levando ao aumento discreto da temperatura. Porém, é importante ressaltar que quando há outros fatores que interferem no calor do corpo, como febre, o método perde seus parâmetros e deve ser suspenso.

Curiosidades na internet

Saiba como combater a queda de cabelos

Acesse:http://todaela.uol.com.br/cabelos/saiba-como-combater-a-queda-de-cabelos

Conheça as principais causas e como evitar o problema

Crédito: Thinkstock

Ao pentearmos os cabelos, é muito comum notarmos um acúmulo dos fios soltos que ficam na escova ou no pente. De acordo com os dermatologistas, essa perda é natural e muito comum. Entretanto, há uma diferença quando a quantidade perdida é muito grande e constante. Portanto, é preciso ficar de olho se os seus cabelos estão caindo demais, pois isso pode ser causado por vários fatores, inclusive por uma alimentação de má qualidade.

A queda de cabelo nas mulheres é um problema muito mais comum do que muitas pessoas imaginam. Algumas vezes são causadas por fatores como o stress e taxa hormonal, mas em outros casos o problema é hereditário.

Por isso, sempre que você notar uma perda grande com tufos mais cheios é importante procurar um dermatologista que irá avaliar o seu caso para chegar a uma definição de tratamento ou prevenção.

Para diagnosticar corretamente a causa da perda de cabelo, o profissional irá avaliar um histórico detalhado. Isto inclui medicamentos que você toma (ou já usou), alergias, antecedentes familiares e dieta, bem como registro de período menstrual, gravidez e menopausa. Além disso, é feito ainda um exame de inspeção no couro cabeludo.

Causas, prevenção e tratamento

De acordo com a dermatologista Fabiane Mulinari Brenner, algumas das principais causas de queda de cabelos em mulheres jovens são as deficiências nutricionais. “Uma das razões mais comuns é a falta de minerais, especialmente a de ferro. Além desse fator, outras doenças como as da tireoide também podem causar o problema. Situações como o período pós-parto ou pós-cirurgias em geral são motivos que também podem agravar a queda dos fios”, explica Fabiane.

No pós-parto, essa perda, também chamada de eflúvio telógeno, acontece porque durante a gravidez há uma concentração maior de estrógeno no organismo. Esse hormônio faz com que os fios fiquem mais fortes durante a fase de crescimento (anágena) por mais tempo. Quando a produção do estrógeno diminui após o nascimento do bebê, os folículos pilosos entram precocemente numa fase de desprendimento (telógena), fazendo com que haja uma queda mais acentuada dos fios.

Crédito: Thinkstock

A queda de cabelo em mulheres também é muito comum durante e após a menopausa devido a alterações hormonais desse período, que acontece geralmente após os 50 anos de idade. Dietas radicais e alguns medicamentos também podem ser pontos causadores da calvície feminina.

Além dos fatores acima, o stress também é um grande causador de queda de cabelos nas mulheres. Quando estamos estressadas, há um aumento de um neurotransmissor chamado noradrenalina, que interrompe o crescimento do cabelo. Essa ação ligada a outras alterações no sistema imunológico causa inflamações no couro cabeludo, afetando o processo natural do nascimento dos fios.

Para esses casos de queda de cabelos relacionados ao stress, primeiro é preciso investigar a causa psicológica (ansiedade, nervosismo ou depressão). Além disso, é possível fazer uma suplementação com uma substância chamada tirosina, que é um aminoácido que reduz as inflamações, diminuindo a concentração de noradrenalina no couro cabeludo.

Já quando a calvície é hereditária, chamada de alopecia androgenética, o volume da perda é determinado pela predisposição genética da mulher, podendo ser agravada por excesso de hormônio masculino.

De acordo com a dermatologista Fabiane, nesses casos é necessário o uso de medicamentos. “O fator hereditário da calvície feminina ocorre em cerca da metade das mulheres acima dos 50 anos, sendo necessária uma avaliação dermatológica adequada e acompanhamento, pois em geral é preciso tomar medicamentos por longos períodos para evitar a progressão da doença. Estes medicamentos são em geral bloqueadores de hormônio e nem todas as mulheres podem usar”, explica.

Crédito: Thinkstock

É importante ficar alerta aos sinais da queda. Segundo a dermatologista Fabiane, a perda normal diária é de até 100 fios. Se você notar que está perdendo mais do que isso, é importante procurar ajuda. É claro que você não tem como contar a quantidade de fios que caem. Mas, baseando-se numa mudança drástica de queda — em que os tufos mais espessos saem aos montes durante a lavagem e ao pentear — é possível perceber a perda.

Apesar de serem apontados como vilões, alguns tratamentos de beleza feitos nos salões, como escovas progressivas e tinturas, não influenciam diretamente no problema. De acordo com Fabiane Brenner, esses procedimentos não provocam a queda, e sim a quebra dos fios, o que pode confundir a mulher que fica com a sensação de que os cabelos caíram mais após esses fatores.

Alimentação e vitaminas

Nos casos em que a queda não é causada por fatores genéticos, é possível ajudar a fortalecer os fios e evitar o problema através da alimentação e até a inserção de suplementos vitamínicos na dieta.

A dermatologista Fabiane Brenner recomenda que as mulheres cuidem da reposição de ferro com o aumento no consumo de carnes magras, grãos e vegetais verdes escuros. A ingestão de proteínas é importantíssima para fortalecer os fios. A deficiência de alimentos proteicos pode ser até mesmo ser responsável pela perda capilar feminina em casos extremos.

Crédito: Thinkstock

Em mulheres que não recebem proteína suficiente, o corpo vai cortar o fornecimento para o cabelo. Afinal, os fios são compostos de 70 a 80% de queratina, que é uma proteína. Por isso uma dieta deficiente nessa substância vai levar a queda de cabelo. Entre as fontes já citadas acima, como a carne, é indicado aproveitar o valor proteico de peixes, além de grãos como a soja e o feijão, por exemplo. Laticínios, nozes e castanhas, além dos ovos, também são fontes importantes.

Suplemento com multivitaminícos também podem ser prescritos por especialistas para complementar as taxas de nutrientes que não são alcançados somente com a alimentação. Entre as vitaminas e minerais mais indicados para ajudar no fortalecimento dos cabelos estão o ferro, zinco, vitaminas E e do complexo B, além de ômega 3.

Para casos mais severos de queda, não sendo genéticos, é possível encontrar tratamentos com laser, loções manipuladas, carboxiterapia ou infiltrações com corticoide. No entanto, sempre procure um dermatologista antes de iniciar qualquer procedimento.

Curiosidades na internet

Maquiagem para disfarçar o inchaço

Acesse:http://bebe.abril.com.br/materia/truques-de-maquiagem-ajudam-a-disfarcar-o-inchaco-no-rosto?origem=home

maquiagem-gravidez

Getty Images

Pálpebras inchadas, nariz largo e bochechas saltadas, entre outras alterações características das últimas semanas de gestação podem ser camuflados

Se você já reduziu o consumo de sal, fez drenagem linfática e ainda assim o inchaço do rosto continua incomodando, a melhor saída é apelar para a maquiagem. “Não é preciso ser um expert em pincéis ou fazer uma superprodução para ter um bom resultado. O segredo é clarear o que você deseja valorizar e escurecer o que quer esconder”, diz o maquiador Sandro Borges, de São Paulo.

Vale lembrar que ficar com o rosto inchado durante a gravidez é para lá de normal, especialmente entre as mulheres que fizeram tratamento com hormônios para engravidar ou têm a circulação prejudicada – caso de quem está acima do peso, esperando gêmeos ou se encontra na segunda ou na terceira gestação. “A pele da face é mais fina do que a do restante do corpo e, por isso, mais suscetível ao aumento de líquidos nessa fase”, diz o ginecologista Claudio Emilio Bonduki, professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em São Paulo.

A fase mais crítica é o terceiro trimestre gestacional, quando o volume de sangue e fluidos chega a dobrar. “Apesar de essa mudança ser esperada, é bom ficar atenta se o inchaço for acentuado, o que pode indicar o aumento da pressão arterial”, alerta a ginecologista e obstetra Anna Bertini, da Unifesp e do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Para disfarçar o inchaço você vai precisar de:

Corretivo: use um líquido ou um cremoso se a sua pele for seca; em pó, se for oleosa; compacto ou bastão, no caso de ela ser mista ou normal

Pó compacto: ele tira o brilho excessivo e ainda faz a maquiagem durar mais.

Blush: a versão líquida vai bem em todos os tipos de pele, enquanto o pó é melhor para as oleosas e o em bastão ou creme, para as secas.

Base: a compacta ou em bastão dá acabamento uniforme e aveludado à pele seca; já a líquida deixa a pele oleosa com um aspecto mais natural; e a em pó pode ser usada em todos os tipos de pele e garante a melhor cobertura.

Reduzir os lábios

Boca grande é sexy, mas se você é adepta da discrição passe corretivo do mesmo tom da sua pele no contorno dos lábios e, por cima, pó facial. Com um lápis labial clarinho, refaça delicadamente o contorno cerca de 2 milímetros menor do que o tamanho original da boca. Arremate aplicando um batom claro, fosco e sem cintilância no centro dos lábios e esfregue-os – assim, os cantos ficam ainda mais suaves.

Amenizar o rosto redondo

Além das bochechas saltadas, o problema é a falta de definição do queixo? Aplique pó compacto um tom mais escuro que o da sua pele em todo o contorno do rosto. Para afinar ainda mais, espalhe um tiquinho de blush terracota na diagonal da bochecha. O resto de produto que sobrar no pincel pode ser passado na ponta do queixo, para deixá-lo menos pronunciado, e entre as narinas, para arrebitar o nariz.

Atenuar pálpebras inchadas

É mais comum as bolsinhas aparecem na parte de baixo dos olhos, o que acentua ainda mais as olheiras. Para dar cabo dos dois problemas de uma só vez, molhe o dedo anelar ou a ponta de uma esponja no corretivo do mesmo tom da sua pele e dê leves batidinhas na pálpebra inferior e superior. Por cima, espalhe pó facial para deixar o aspecto mais natural.

Suavizar o nariz largo

Geralmente, a ponta fica arredondada, e as narinas, abertas. Daí a indicação de passar corretivo um tom mais claro que a sua pele no dorso e usar base ou pó um tom mais escuro nas laterais.

Reduzir bochechas saltadas

Acredite se puder: a solução do problema está no blush terracota, mas ele deve ser passado de um jeito especial. Em vez de marcar o ponto alto das maçãs, passe o pincel largo na diagonal do rosto, indo do canto do lábio em direção às têmporas. E use uma pequena quantidade do produto para não deixar o traço marcado.

Acabar com a papada

A danada compromete a beleza do rosto, do pescoço e até do colo. Para fazê-la parecer menor, espalhe pó compacto (dois tons mais escuros que a cor da sua pele) tanto na ponta do queixo como embaixo dele. Só isso!

Curiosidades na internet

%d blogueiros gostam disto: