Tag: NASA

Pedra gigante atinge a Lua e cria maior explosão lunar já vista

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/pedra-gigante-atinge-a-lua-e-cria-maior-explosao-lunar-ja-vista-25022014

Rocha de 40kg se chocou contra a superfície lunar a cerca de 90 mil quilômetros por hora

Os telescópios registraram o impacto de um meteorito pesando dez vezes maisSTR / AFP

Já imaginou o som de uma pedra gigante colidindo com a Lua? Agora você pode, clicando no vídeo abaixo, que é o registro da a maior explosão lunar já observada da Terra.

O satélite natural que registrou a explosão foi surpreendido por pedaços minísculos de meteoritos e alguns pedaços maiores de rochas espaciais.

E se os sinais de celular fossem visíveis?

Em maio de 2013, cientistas registraram o que era então a maior explosão já vista na Lua, quando uma pedra de 40kg se chocou contra a superfície lunar a cerca de 90 mil quilômetros por hora.

Dessa vez, os telescópios registraram o impacto de um meteorito pesando dez vezes mais, cujo clarão foi quase tão brilhante quanto a luz da Polaris, a estrela do pólo norte. A explosão ocorreu em 11 de setembro de 2013 em uma área lunar chamada de Mare Nubium, e um meteoro de aproximadamente 1,5 metro de largura foi originado da colisão. O impacto gerou uma cratera lunar com um diâmetro de cerca de 40 metros.

Asteroide em rota de colisão com a Terra some e surpreende cientistas

Saber como essas colisões acontecem na Lua pode ser importante para futuros exploradores lunares, e essa foi a razão pela qual a NASA, agência do Governo dos EUA responsável pela pesquisa e desenvolvimento de tecnologias e programas de exploração espacial, criou um programa específico para estudá-las.

A campanha começou em 2005 e estudos comprovaram que os impactos lunares acontecem cerca de dez vezes mais do que os cientistas esperavam. Sendo a Lua o nosso satélite natural, esta constatação sugere que a Terra pode ser atingida com mais frequência do que se pensava anteriormente.

Veja o vídeo aqui.

Curiosidades na internet

CONHEÇA A OUTERNET: A NOVA INTERNET GRATUITA VIA SATÉLITE QUE PODERÁ CHEGAR EM 2015

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/conheca-outernet-nova-internet-gratuita-satelite-que-podera-chegar-em-2015

Outernet | Notícias | The History Channel

O projeto Outernet promete utilizar a mesma tecnologia de transmissão de dados que já é feita através das bandas largas dos sinais de rádio. Isso possibilitaria, inclusive, levar a democratização da web até os países que atualmente censuram o acesso à rede, como Coreia do Norte, China e Cuba.

Segundo a equipe responsável pelo projeto, apenas 60% da população mundial conta com acesso à internet e suas infinitas possibilidades. Seja por fatores políticos ou econômicos, o certo é que muitos países não investem na infraestrutura necessária para possibilitar o acesso universal à rede.

O revolucionário plano da Outernet prevê o lançamento de milhares de satélites em miniatura de baixo custo, conhecidos como CubeSats, na órbita mais baixa de nosso planeta. Cada um deles serviria como interface de transmissão de dados com uma rede de estações terrestres. Utilizando o protocolo conhecido como UDP (protocolo de datagramas de usuários em inglês), esses satélites compartilhariam informações entre os usuários da rede no mundo inteiro.

 

O projeto será financiado através de doação privada, sistema bastante comum nos Estados Unidos. O objetivo é realizar os primeiros testes na Estação Espacial Internacional, e para isso a entidade já deu entrada no pedido de autorização junto à NASA. Se tudo der certo, o lançamento dos satélites poderá ocorrer em junho de 2015.

Curiosidades na internet

Nasa tentará ‘fabricar’ água e ar na Lua

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/40165/40165

(Foto: Reprodução)
 inShare8

A Nasa pretende lançar um robô à Lua para criar água e oxigênio com elementos presentes no satélite natural da Terra. O projeto está previsto para 2018, quando a missão RESOLVE pousará por lá.

A máquina coletará punhados de terra lunar e os aquecerá a tal ponto que hidrogênio, oxigênio e vapor de água sejam expelidos. Os dois componentes, então, podem ser combinados para a formação da água, conforme explicado pela Wired.

De acordo com a revista, um experimento assim também será feito em Marte, mas só em 2020. Lá o robô extrairá dióxido de carbono, filtrando o pó para depois processar o CO2 em oxigênio.

Será a primeira vez que se tenta converter lugares fora da Terra em habitáveis sem a ajuda de equipamento especializado. Se der certo, missões futuras poderão tentar industrializar o método para, quem sabe, um dia os humanos possam morar fora de seu próprio planeta.

Curiosidades na internet

Estamos, cada vez mais, utilizando invenções da Nasa em nosso dia a dia

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/estamos-cada-vez-mais-utilizando-invencoes-da-nasa-em-nosso-dia-dia

Tecnologias da Nasa no dia a dia | Notícias | The History Channel
Por mais incrível que possa parecer, a ciência espacial está cada vez mais próxima da nossa realidade e até dentro do nosso estômago. Separamos para você algumas invenções da Nasa que  estão se tornando cada dia mais terrenas pela sua tecnologia, eficiência e praticidade. Qual delas você gostaria de experimentar?

Alimentos liofilizados

Tecnologias da Nasa no dia a dia | Notícias | The History Channel
É a popular “comida de astronauta” usada no dia a dia na Terra. Diante da nova técnica de secagem por congelamento, os alimentos podem ter seu peso total reduzido em até 80% sem grandes perdas em suas fontes nutritivas. A partir disso, várias empresas passaram a produzir, com uso desta técnica, frutas, sorvetes, batatas fritas, pizzas e outros alimentos desidratados.
Robô enfermeiro
Tecnologias da Nasa no dia a dia | Notícias | The History Channel
O QCbot, uma invenção robótica da Nasa para tarefas em estações especiais, já está realizando também serviços em hospitais nos Estados Unidos. As máquinas são responsáveis pelo transporte de instrumentos, entrega de medicamentos e limpeza em geral.

Agente antigelo

Tecnologias da Nasa no dia a dia | Notícias | The History Channel
A Nasa desenvolveu uma tecnologia, aplicada pela empresa Ohio Midwest Industrial Supply Inc., que deu origem a um agente que mantém os divisores de estrada e os metais livres da neve e do gelo durante o inverno, garantindo que a rotina das pessoas não seja profundamente afetada pelas nevascas.

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet

Buraco negro deve devorar nuvem de gás, sua ‘maior refeição’ em séculos

Acesse:http://www.bbc.co.uk/portuguese/videos_e_fotos/2014/01/140110_buraco_negro_dg.shtml

Astrônomos estão se preparando para observar o fenômeno de um buraco negro engolindo uma nuvem de gás dentro da Via Láctea.
Buraco negro engolindo nuvem de gás. Cortesia: ESO/MPE/M.SchartmannAstrônomos fizeram uma animação de como seria o fenômeno

A expectativa dos cientistas é de que “fogos de artifício” sejam observados no processo.

O fenômeno deve acontecer a partir do mês de março, segundo cientistas que participam de um encontro da Sociedade Americana de Astronomia, em Washington.

O fenômeno será capturado por um telescópio da missão Swift, da Nasa, e transmitido para o público em geral pela internet.

“Esta pode ser a maior ‘refeição’ deste buraco negro em centenas de anos”, disse Leo Meyer, da Universidade da Califórnia. “Isso pode provocar ‘fogos de artifício’ – e queremos que todos consigam ver isso.”

“Todos querem ver isso acontecer, porque é muito raro”, disse Nathalie Degenaar, da missão Swift.

A nuvem de gás tem três vezes a massa da Terra. Ela foi observada pela primeira vez em 2011, rumando em direção ao buraco negro Sagittarius A*.

Imagens são cortesia de ESO/MPE/M.Schartmann

Curiosidades na internet

Nasa prevê ‘chuva de ferro derretido’ e ‘neve’ de areia quente em estrela anã

Acesse:http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/01/140108_estrela_marrom_dg.shtml

Ilustração do clima na estrela anã marrom. Foto: NasaIlustração mostra como seria o clima na estrela anã marrom

A primeira previsão do tempo para uma estrela anã marrom acaba de ser divulgada – e os prognósticos não são bons. Astrônomos preveem chuva de ferro derretido e “neve” de areia quente, com possibilidade de trovoadas e furacões.

Novas observações do telescópio Spitzer, da agência espacial americana Nasa, revelam nuvens turbulentas que circulam ao redor da estrela anã marrom.

Estrelas anãs marrons são consideradas uma espécie de versão “fracassada” de um astro normal, já que elas não conseguiram adquirir massa suficiente para sustentar o contínuo processo de fusão de átomos.

A previsão meteorológica foi divulgada no 23º encontro da Sociedade Americana de Astronomia, em Washington.

‘Deixe nevar’

É o retrato mais detalhado já feito de um planeta fora do sistema solar.

Ao comentar o estudo, o professor Adam Burgasser, da Universidade da Califórnia, fez uma brincadeira com a canção de jazz “Let It Snow! Let It Snow! Let It Snow!”.

“Vamos todos cantar a previsão de nossa estrela anã mais próxima: deixe nevar pedras, deixe nevar areia, deixe nevar minerais”, disse Burgasser.

Os astrônomos usaram o Spitzer para analisar 44 estrelas anãs marrons diferentes no sistema de Luhman 16AB – o mais próximo da Terra com presença de estrelas anãs, a 6,5 milhões de anos-luz do nosso sistema.

Eles encontraram evidências de clima em apenas metade delas.

“As tempestades em estrelas marrons são muito mais violentas e variáveis”, diz Aren Heinze, da Stony Brook University, de Nova York.

“A chuva é quente demais para virar água. Provavelmente se trata de ferro derretido e silicatos (areia).”

Estrela anã marrom. Foto: NasaEstrela anã marrom é uma espécie de astro “fracassado”, que não adquiriu massa suficiente

Na medida em que os astros giravam ao redor do próprio eixo, os astrônomos observaram mudanças no brilho da superfície – sinais da existência de nuvens.

“Isso faz de nós ‘astro-meteorologistas’. Nós conseguimos prever quão encoberto o tempo ficará, qual será a temperatura e quanto vento haverá em um determinado dia”, disse Burgasser.

Os ventos detectados possuem velocidades de 160 a 640 quilômetros por hora. As temperaturas alcançam 1,2 mil graus e há nuvens cobrindo metade da superfície do planeta.

Uma nuvem chega sozinha chega a cobrir 20% da estrela. Astrônomos a compararam com a Grande Mancha de Júpiter, uma gigantesca tempestade que cobre 1% do planeta.

“Ao que tudo indica, a Grande Mancha Vermelha não é tão grande assim”, diz Burgasser.

Curiosidades na internet

Primeira chuva de meteoros de 2014 dá show de belas imagens

Acesse:http://mandobrasa.blogspot.com.br/2014/01/primeira-chuva-de-meteoros-de-2014-da.html

 Nasa e internautas compartilham fotos do fenômeno Quadrantídeas em redes sociais

Comum no início de janeiro, a chuva de meteoros Quadrantídeas é uma das mais intensas e breves demonstrações da beleza espacial. O fenômeno que acontece por algumas horas todos os anos e atingiu seu pico de intensidade na última sexta-feira (3). Saiba mais sobre esse evento astronômico e confira as belas fotos que ele gerou.

Um dos eventos que fazem parte do calendário astronômico da maioria dos amantes da observação do espaço, a chuva de meteoros Quadrantídeas não pode ser vista em boa parte da América do Norte, já que o evento atingiu seu pico durante a parte da tarde, quando o brilho do Sol “esconde” a maioria dos meteoros.

No pico da chuva de meteoros Quadrantídeas é possível observar entre 60 e 120 meteoros rasgando o céu em apenas uma hora.

Em 2014, os privilegiados com a exibição da chuva de meteoros estavam nas regiões central e leste da Ásia, incluindo o Japão.

Para ajudar aos admiradores dos fenômenos astronômicos, a Nasa (agência espacial norte-americana) disponibilizou até mesmo uma transmissão em tempo real em vídeo da chuva de meteoros

 

chuva de meteoro 2014imageimage

Curiosidades na internet
%d blogueiros gostam disto: