Fim do horário de verão pode causar estresse e perda de apetite, afirmam especialistas

Acesse:http://noticias.r7.com/saude/fim-do-horario-de-verao-pode-causar-estresse-e-perda-de-apetite-afirmam-especialistas-15022014

Médicos dão dicas de como readaptar o corpo ao novo horário 

Insônia, estresse e irritabilidade são os problemas mais comuns com o final do horário de verãoDivulgação/ Mundo das Tribos

Na virada deste sábado (15) para domingo (16), termina o horário de verão e todos os Estados da região Sul, Sudeste e Centro-Oeste devem atrasar o relógio em uma hora.

Para algumas pessoas, esta mudança tende a causar alterações no sono, irritabilidade, estresse e diminuição do apetite, afirmam especialistas.

De acordo com a professora de fisiologia da Santa Casa de São Paulo, Cristiane Lopes a maioria das pessoas leva poucos dias para voltar à rotina e ao padrão de sono normal. No entanto, outras necessitam de um tempo maior para regular o relógio biológico.

— Os sinais da má adaptação ao novo horário aparecem aos poucos. Pode começar com um cansaço excessivo, dores musculares e, algumas vezes, até insônia.

Cada pessoa tem seu próprio ritmo biológico e o responsável é o hormônio chamado melatonina. Esse hormônio é produzido naturalmente pelo organismo ao anoitecer com a alteração da quantidade de luz solar.

— Em dez dias, o nosso organismo está totalmente adaptado ao novo horário, mas crianças e idosos podem demorar mais tempo na adaptação. No caso da criança, isso ocorre pois seu sistema nervoso não está completamente desenvolvido e, nos idosos, por ele já estar fraco devido à idade.

Veja dicas e se adapte mais fácil

Uma das dicas para conseguir se adaptar melhor à mudança é controlar melhor os horários das refeições, de acordo com a diretora do HSPE (Hospital do Servidor Público Estadual), Vera Soibelman.

— Na primeira semana, as pessoas devem aumentar a ingestão de líquido e fazer refeições leves, mantendo o mesmo horário, assim o cérebro entende mais rápido possível a mudança.

Conforme sugestão da diretora, para acelerar ainda mais o processo, o ideal é dormir com as janelas abertas, pelo menos nos primeiros dias da alteração do horário, para que seja possível despertar com a claridade naturalmente.

Crianças

As crianças, com mais de quatro anos, por ainda não terem seu sistema nervoso completamente formado, tendem a sofrer mais. Por isso, é comum que nos primeiros dias elas demorem a sair de suas camas e tenha dificuldades para dormir.

— Enquanto os adultos demoram cerca de dez dias, as crianças podem demorar de 12 a 14.

Curiosidades na internet

televisão com sabor está mais perto do que se imagina

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/a-televisao-com-sabor-esta-mais-perto-do-que-voce-imagina-20131121.html

Um novo dispositivo transmite sabores para a boca sem comida nenhuma envolvida!

sabor elétricoReprodução/NewScientist

Ainda é bem estranho usar o computador com um eletrodo na língua…

Você assiste aquele delicioso programa de culinária, com um armário cheio de macarrão instantâneo e salsicha.

— Tudo o que eu precisava é que minha TV tivesse sabor.

Seus problemas podem acabar num futuro próximo.

Um time de pesquisadores da Universidade Nacional de Singapura desenvolveu um dispositivo que já consegue imitar os quatro sabores primários: Salgado, doce, azedo e amargo, por meio de um eletrodo colocado na língua de quem for corajoso o suficiente para testar.

O aparelho ainda é grande e precisa estar ligado a uma tomada, mas medidas estão sendo tomadas para aperfeiçoar o resultado.

As aplicações são muitas e vão desde a utilização em videogames e televisão, para maior imersão, até o alívio de alguns problemas de saúde. O diretor do projeto, Nimesha Ranasinghe fala sobre algumas aplicações.

— Pessoas com diabetes poderão utilizar o aparelho para sentirem sensações doces, sem que isso altere o açúcar no sangue delas, enquanto pacientes com câncer poderiam usar o aparelho para diminuir a perda do paladar, que ocorre durante a quimioterapia.

Curiosidades na internet

Como carimbar unhas passo a passo

Acesse:http://www.mundodastribos.com/como-carimbar-unhas-passo-a-passo.html

Os carimbos para unhas são recursos que a cada dia mais tomam espaço no cotidiano das mulheres, por assegurarem praticidade e rapidez na aquisição de unhas perfeitas. Por isso, para você que deseja montar um pelos, saiba mais sobre como usar este produto da maneira correta:

Ter unhas decoradas é algo que se torna cada vez mais em voga, de forma que a criatividade é sem limites para as inúmeras possibilidades existentes na criação de designs e elementos personalizados em nail art.

Neste mesmo contexto, um recurso simples e muito fácil de ser usado é o carimbo para unhas, que além de conferir um visual atraente às suas mãos, também são baratos e altamente práticos, evitando assim a perda de tempo e o excesso de sujeira. Por isso, para você que deseja ter unhas bonitas com desenhos perfeitos, saiba a seguir como usar um carimbo de unhas corretamente:

664034 Como carimbar unhas passo a passo Como carimbar unhas passo a passo

PREPARAÇÃO DAS UNHAS

Para assegurar o bom acabamento das unhas é muito importante fazer uma boa hidratação caseira das cutículas, retirando-as ou empurrando-as posteriormente, da forma que mais lhe agradar. Feito, aplique uma camada fina de base fortalecedora, seguindo posteriormente pelo esmalte da cor de sua preferência.

Ao usar um carimbo de unhas, é muito importante que o esmalte não esteja sobreposto em muitas camadas, visto que a pressão exercida pelo produto pode danificar a sua pintura. Sendo assim, aguarde no mínimo três horas de secagem antes iniciar a aplicação dos desenhos.

664034 Como carimbar unhas passo a passo 4 Como carimbar unhas passo a passo

USANDO O CARIMBO DE UNHAS PASSO-A-PASSO

Depois que as unhas estiverem bem secas, em suas mais profundas camadas, limpe bem com acetona o carimbo de unhas e sua respectiva placa de desenhos. Siga a seguir as etapas e as repita em todas as unhas:

  1. Passe o esmalte de sua preferência na placa, lembrando-se de escolher uma cor que se destaque bem em sobreposição ao tom usado sobre as unhas.
  2. Com a espátula que consta no próprio kit, retire o excesso do produto, deixando apenas a estrutura do desenho completa com esmalte.
  3. Pressione bem o carimbo sobre a placa e gire rapidamente para a esquerda e para a direita
  4. Transfira imediatamente o desenho para a unha, visto que o produto seca rapidamente.

664034 Como carimbar unhas passo a passo 3 Como carimbar unhas passo a passo

Por fim, lembre-se de finalizar com uma base extra brilho, a fim de proteger a sua produção por mais tempo. O óleo secante também contribui para que as unhas não sofram nenhum dano à presença de pelos ou pó.

Agora, é só investir em um look arrebatador e inovar com suas criativas produções de nail art. Aproveite!

Curiosidades na internet

Proteína oferece pista importante sobre perda de memória com idade

Acesse:http://www.bbc.co.ukoticias/2013/09/130830_memoria_proteina_dg.shtml/portuguese/n

CérebroNão se sabe se resultado da pesquisa teria mesmo efeito em cérebros humanos

Cientistas americanos dizem ter encontrado uma pista importante sobre o porque a memória se deteriora com a idade.

Experiências feitas com camundongos sugerem que baixos níveis de proteína no cérebro podem ser responsáveis por perda de memória.

O estudo publicado pela revista científicaScience Translational Medicine afirma que a perda de memória não tem relação com Alzheimer.

A equipe do Columbia University Medical Centre começou analisando o cérebro de oito pessoas já falecidas, com idades de 22 a 28 anos, que doaram seus órgãos para pesquisa médica.

Eles encontraram 17 genes cujas atividades variavam com a idade. Um deles continha instruções para fazer a proteína RbAp48, que ficou menos ativo com o tempo.

Camundongos jovens criados com baixos níveis de RbAp48 em laboratório tiveram desempenho mais fraco em testes de memória.

Usando um vírus para melhorar o nível de RbAp48 em camundongos mais velhos pareceu melhorar a memória e reduzir o nível de deterioração.

“O fato de que nós fomos capazes de reverter a memória relacionada ao envelhecimento em camundongos é bastante animador”, disse o professor Erica Kandel, que trabalhou na pesquisa.

“No mínimo, mostra que essa proteína é um fator importante, e faz alusão ao fato de que a perda de memória relacionada à idade acontece em função de uma mudança de algum tipo nos neurônios. Ao contrário do Alzheimer, não existe perda signigicativa (no número) de neurônios.”

Ainda não se sabe o impacto que o ajuste no nível de RbAp48 tem no cérebro humano, que é mais complexo. Nem mesmo se entende se seria possível manipular estes níveis com confiança.

Simon Ridley, da entidade Alzheimer Research UK, que não participou da pesquisa, disse que os resultados do estudo avança em uma área desafiadora para a ciência, que é a compreensão sobre os mecanismos que causam Alzheimer e os que provocam perda de memória em relação à idade.

Curiosidades na internet

Como a carne gordurosa prejudica a saúde

Acesse:http://www.mundodastribos.com/como-a-carne-gordurosa-prejudica-a-saude.html

O consumo excessivo de carne gordurosa pode ser prejudicial à saúde. Saiba mais sobre o assunto.

Não há quem resista a uma carne gordurosa, como as deliciosas picanhas. Porém, é importante ter cuidados com a quantidade e qualidade de carne vermelha que colocamos no prato para que ela não prejudique nossa saúde. Saiba mais sobre o assunto e veja como a carne gordurosa prejudica a saúde.

626874 A carne gordurosa oferece riscos à saúde. Foto divulgação Como a carne gordurosa prejudica a saúde

CARNE GORDUROSA

Quem resiste ao cheiro de uma deliciosa carne cozida na panela? Além de muito saborosa, ela é rica em nutrientes e proteínas, como creatina e ácido linoleico, que promove a perda da gordura, controla o açúcar no sangue e facilita o transporte de oxigênio para os músculos.

Para aproveitar os benefícios sem prejudicar a saúde, é necessário escolher bem os tipos de carne vermelha. As opções gordurosas, como picanha e alcatra, podem trazer mais riscos do que benefícios

Outro cuidado importante é com a quantidade adequada a ser consumida. De acordo com especialistas em nutrição, a porção não deve ultrapassar o tamanho da carta de baralho e o consumo deve ser limitado. O excesso pode levar a várias complicações, como colesterol alto e aumento da pressão arterial.

626874 É preciso moderar no consumo de carne gordurosa. Foto divulgação Como a carne gordurosa prejudica a saúde

 

COMO A CARNE GORDUROSA PREJUDICA A SAÚDE

A carne é muito importante, mas os exageros podem oferecer alguns perigos. A carne vermelha é mais gordurosa. Além da oleosidade visível, que pode ser evitada, ela também é fonte de fibras. E como toda a fonte de proteína animal, o alimento contém gordura saturada e colesterol. Sendo assim, é importante consumir de forma moderada para que não prejudique o coração.

Estudos recentes associam o consumo de carne ao desenvolvimento de vários tipos de câncer, como cólon e intestino. Essa preocupação é ainda maior entre homens, porque o consumo é elevado.

Além disso, a gordura presente na carne oferece riscos para o surgimento de doenças cardiovasculares, tornando o indivíduo mais predisposto aos infartos. O colesterol é uma das doenças mais comuns que acometem os adeptos ao consumo de gordura.

626874 A carne grelhada e magra é a mais indicada para a saúde. Foto divulgação Como a carne gordurosa prejudica a saúde

Veja também churrasco saudável, dicas de como preparar 

carne gordurosa é um prato muito delicioso para a maioria das pessoas. Porém, quando consumida em excesso pode provocar sérios problemas a saúde dos indivíduos. O ideal é reduzir o consumo de carne gordurosa e apostar nas mais magras, grelhadas ou assadas.

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.
Curiosidades na internet

Uma possível cura para a calvície

Acesse:http://www.vocesabia.net/saude/uma-possivel-cura-para-a-calvicie/

capa_calvicie

Cientistas encontraram uma proteína na qual é responsável pela queda de cabelo, mais conhecida como calvície.

Esta proteína, pode inibir a queda, mas onde já houve a perda do cabelo é irreversível.

Foram realizados testes com o couro cabeludo de mais de 20 homens com queda. Os resultado foi que as áreas calvas revelaram altos níveis da proteína PGD2, três vezes maiores do que as áreas com cabelo.

Por existir em média 10 medicamentos que bloqueiam os receptores de PGD2, a partir, os cientistas poderiam desenvolver um creme ou óleo.

Futuros estudos são esperados para investigar se os inibidores da proteína também poderiam ajudar nos casos de calvície feminina.

Curiosidades  na internet

Dicas de segurança para o dispositivo iOS dos seus filhos

Acesse:http://canaltech.com.br/dica/ios/Dicas-de-seguranca-para-o-dispositivo-iOS-dos-seus-filhos/

Criança no ipad

As crianças estão aprendendo cada dia mais cedo como usar dispositivos eletrônicos, mas isso pode ser perigoso e até mesmo custar muito caro para os pais. Confira algumas dicas para proteger o dispositivo iOS das pequenas e ágeis mãozinhas dos seus filhos, e também os seus filhos dos riscos de uma internet por vezes perigosa.

Protegendo o cartão de crédito

Já vimos por aí alguns casos onde crianças estouraram o limite do cartão de crédito dos pais por meio de compras realizadas em lojas de aplicativos. Uma boa maneira de proteger seu cartão desses gastos indesejados é usar a configuração de conta no iTunes a seu favor. Vincular seu dispositivo a uma conta sem um método de pagamento definido pode ajudar. Confira como criar uma conta no iTunes sem um cartão de crédito vinculado a ela:

  1. Abra o iTunes no seu desktop e encontre um aplicativo gratuito qualquer na App Store.
  2. Clique no botão de compra e selecione “Criar ID Apple” na caixa de diálogo que será aberta.
  3. Digite as informações que forem solicitadas – endereço de e-mail, senha e perguntas de segurança. Lembre-se de escolher uma senha que seu filho não seja capaz de adivinhar.
  4. Na tela “Escolha uma forma de pagamento”, selecione a opção “Nenhum” e informe seu endereço.
  5. Depois, basta seguir o restante das instruções para configurar o seu ID Apple.

Criar ID Apple sem cartão de crédito

Código de acesso e Restrições

Muitas pessoas já utilizam esse recurso em seu dispositivo móvel, afinal é uma questão de segurança geral, e não apenas contra crianças. Para definir uma senha de acesso para o seu iPhone ou iPad, vá até Ajustes > Geral > Bloqueio por Código, e defina uma senha de quatro dígitos que será solicitada para a tela do aparelho ser desbloqueada.

Bloqueio por código iPhone e iPad

Outra boa opção para o controle parental  é restringir o acesso a determinados aplicativos do aparelho. Para isso basta ir até Ajustes > Geral > Restrições e selecionar “Ativar Restrições” e insira seu código. No topo da tela de restrições existe uma lista de aplicativos que podem ser restritos, entre eles a câmera, o Safari, iTunes etc. Basta selecionar aqueles que deseja “desligar” e assim eles não aparecem em sua tela inicial. Além disso, o recurso permite restringir acesso a determinados tipos de conteúdo (Filmes, Apps, Livros, Podcasts etc).

Remova suas contas

Antes de entregar um dispositivo iOS na mão dos seus filhos é interessante realizar uma limpeza em suas configurações. É interessante remover contas de e-mail que estejam configuradas no aparelho, bem como contas de redes sociais, iCloud etc.  Para realizar a remoção de contas de e-mail e redes sociais, basta ir até o menu “Ajustes” e selecione a conta que deseja remover. Role a barra até a opção “Apagar conta”.

Deletar conta do Twitter do iPhone

Aplicativos que envolvam compras também devem ser evitados, como o PayPal e eBay, por exemplo, mas vale lembrar que apps como o ‘Find My iPhone’ devem sempre permanecer ativos, pois eles permitem bloquear e localizar o dispositivo em caso de perda ou roubo.

Curiosidades na internet

Acesse: Novo implante substitui ouvido médio danificado e restaura audição

Acesse:http://www.isaude.net/pt-BR/noticia/33147/ciencia-e-tecnologia/-novo-implante-substitui-ouvido-medio-danificado-e-restaura-audicao

Dispositivo em testes vai fornecer audição completa até mesmo para pacientes que nasceram sem o ouvido médio

Foto: Chalmers University of Technology
O implante possui menos do que seis centímetros de comprimento. Por meio de procedimento cirúrgico é inserido imediatamente atrás da orelha, sob a pele, no próprio osso
O implante possui menos do que seis centímetros de comprimento. Por meio de procedimento cirúrgico é inserido imediatamente atrás da orelha, sob a pele, no próprio osso

Equipe de cientistas da Chalmers University of Technology, na Suécia, desenvolveu um novo implante que substitui o ouvido médio e devolve a audição a pacientes surdos.

Com o novo implante auditivo, o paciente passa por uma operação para inserir um implante com menos de seis centímetros de comprimento atrás da orelha, sob a pele e ligado ao osso do crânio em si. A nova técnica usa o osso do crânio para transmitir vibrações sonoras ao ouvido interno, chamado condução óssea.

“Você ouve 50% da sua própria voz através da condução óssea, assim você percebe esse som como muito natural”, explica o professor Bo Håkansson.

Ao contrário do tipo de dispositivo de condução óssea utilizado hoje em dia, o novo implante não precisa estar ancorado no osso do crânio pode meio de um parafuso de titânio através da pele. O paciente não tem necessidade de medo de perder o parafuso e não existe o risco de infecções da pele que surgem em torno da fixação.

A primeira operação foi realizada em um paciente em dezembro de 2012.

“Uma vez que o implante estava no local, testamos sua função e tudo parece estar funcionando como esperado. Agora, a ferida precisa cicatrizar por seis semanas antes que possamos transformar o processador de som em audição”, afirma o pesquisador Måns Eeg-Olofsson.

A técnica foi desenvolvida para tratar a perda de audição mecânica em indivíduos que foram afetados pela inflamação crônica do ouvido externo ou médio, ou doença óssea, ou que têm malformações congênitas do ouvido externo, canal auditivo ou no ouvido médio. Essas pessoas muitas vezes têm grandes problemas com a audição. Aparelhos auditivos normais, que compensam os problemas neurológicos no ouvido interno, raramente funcionam para esses pacientes. Por outro lado, dispositivos ligados ao osso muitas vezes proporcionam uma melhora dramática.

Além disso, o novo dispositivo também pode ajudar as pessoas com deficiência no ouvido interno.

Testes indicam que o volume pode ser de cerca de 5 dB mais alto e a qualidade do som melhor com BCI do que com as técnicas anteriores.

Agora, a equipe espera o momento de ativar o implante do primeiro paciente, e adaptá-lo para a audição. Em seguida, testes de audição e verificações serão realizados a cerca de cada três meses, até um ano após a operação.

Os pesquisadores antecipam a possibilidade de apresentar os primeiros resultados clínicos no início de 2013.

Curiosidades na internet

AVC: entenda as causas e consequências

Acesse:http://www.mundodastribos.com/avc-entenda-as-causas-e-consequencias.html

O Acidente Vascular Cerebral ocorre quando acontece um rompimento ou um entupimento dos vasos que levam sangue para o cérebro.

272442 avc 2 300x300 AVC: entenda as causas e consequênciasAinda continua sendo a maior causa de morte no mundo os acidentes vascular cerebral. Parece que as pessoas não levam a sério as consequências que a doença pode proporcionar. O Acidente Vascular Cerebral ocorre quando acontece um rompimento ou um entupimento dos vasos que levam sangue para o cérebro. Pode acontecer dois tipos de AVC, são eles:- AVC Isquêmico que consiste no entupimento dos vasos que levam o sangue para o corpo

– AVC hemorrágico que consiste no rompimento do vaso que provoca um sangramento no cérebro.

Quais são os sintomas?

Podem ocorrer os seguintes sintomas:

– Dor de cabeça repentina;

– Diminuição ou perda repentina da força da face, do braço, da perna ou de um lado do corpo;

– Alteração repentina da sensibilidade com formigamento na face, perna, braço ou um lado do corpo;

– Perda repentina da visão em um olho ou nos dois olhos;

– Vertigem repentina intensa e desequilíbrio que são associados a náusea e vômitos;

– Dificuldade para articular as palavras, assim como para se expressar ou compreender.

272442 avc 3 300x300 AVC: entenda as causas e consequênciasProblemas que podem ocasionar um AVC

Uma série de fatores pode gerar um AVC, como por exemplo, pessoas que sofrem de pressão alta, diabetes, doenças cardíacas, enxaqueca, mulheres que usam anticoncepcionais hormonais, pessoas que fumam, sedentárias e a obesidade. Outros fatores que também podem provocar a doença e que não podem ser alterados são a idade, a raça, a genética e o sexo das pessoas.

As consequências de um AVC vão depender da intensidade do problema e de pessoa para pessoa. Algumas têm o AVC e ficam sem sequelas enquanto que outros o têm e em poucas horas conseguem reverter o caso, mas também têm aqueles casos mais sérios que dependem de fisioterapia e medicamentos com acompanhamento psicológico para poder melhorar o seu estado de saúde.

O estresse e o sedentarismo fazem com que as pessoas fiquem muito mais vulneráveis a esse tipo de problema. Ninguém se importa com a sua saúde até que tenha sentido algo que abale a sua vida, a sua estrutura física.

272442 avc 1 300x300 AVC: entenda as causas e consequências

 

O que fazer para evitar um AVC?

É importante mudar os hábitos alimentares, perder peso e praticar um esporte, mas não pode ser aquele tipo de atividade que é praticada apenas uma vez por semana como o futebol. É preciso ter continuidade e praticar no mínimo três vezes por semana.

Viver bem e com qualidade é muito importante para que a saúde seja boa, pesquisas feitas comprovaram que as pessoas que riem mais e que vivem em família são pessoas mais saudáveis. Poder dividir os problemas com alguém ajuda a aliviar a tensão e traz a calma e tranquilidade.

Em caso de AVC quanto mais rápido o paciente for medicado menor serão as chances de ficar com sequelas. O AVC ataca principalmente pessoas que sofrem de pressão alta, por isso ter uma alimentação balanceada e controlar o sal nos alimentos faz com que a pessoa possa controlar a pressão arterial.

Para uma pessoa que já teve um AVC e mudou seu estilo de vida e seus hábitos alimentares as chances de ele se repetir serão muito remotas, mas para quem não optou pela mudança, com certeza ele irá se repetir e com maior intensidade. A idade de maior risco é a partir dos 45 anos.

Por fim o melhor remédio para não ter um AVC é a prevenção, por isso, nunca é tarde para começar a se cuidar e mudar os hábitos do dia-a-dia e optar por ter saúde e viver mais.

Curiosidades na internet

Saiba como combater a queda de cabelos

Acesse:http://todaela.uol.com.br/cabelos/saiba-como-combater-a-queda-de-cabelos

Conheça as principais causas e como evitar o problema

Crédito: Thinkstock

Ao pentearmos os cabelos, é muito comum notarmos um acúmulo dos fios soltos que ficam na escova ou no pente. De acordo com os dermatologistas, essa perda é natural e muito comum. Entretanto, há uma diferença quando a quantidade perdida é muito grande e constante. Portanto, é preciso ficar de olho se os seus cabelos estão caindo demais, pois isso pode ser causado por vários fatores, inclusive por uma alimentação de má qualidade.

A queda de cabelo nas mulheres é um problema muito mais comum do que muitas pessoas imaginam. Algumas vezes são causadas por fatores como o stress e taxa hormonal, mas em outros casos o problema é hereditário.

Por isso, sempre que você notar uma perda grande com tufos mais cheios é importante procurar um dermatologista que irá avaliar o seu caso para chegar a uma definição de tratamento ou prevenção.

Para diagnosticar corretamente a causa da perda de cabelo, o profissional irá avaliar um histórico detalhado. Isto inclui medicamentos que você toma (ou já usou), alergias, antecedentes familiares e dieta, bem como registro de período menstrual, gravidez e menopausa. Além disso, é feito ainda um exame de inspeção no couro cabeludo.

Causas, prevenção e tratamento

De acordo com a dermatologista Fabiane Mulinari Brenner, algumas das principais causas de queda de cabelos em mulheres jovens são as deficiências nutricionais. “Uma das razões mais comuns é a falta de minerais, especialmente a de ferro. Além desse fator, outras doenças como as da tireoide também podem causar o problema. Situações como o período pós-parto ou pós-cirurgias em geral são motivos que também podem agravar a queda dos fios”, explica Fabiane.

No pós-parto, essa perda, também chamada de eflúvio telógeno, acontece porque durante a gravidez há uma concentração maior de estrógeno no organismo. Esse hormônio faz com que os fios fiquem mais fortes durante a fase de crescimento (anágena) por mais tempo. Quando a produção do estrógeno diminui após o nascimento do bebê, os folículos pilosos entram precocemente numa fase de desprendimento (telógena), fazendo com que haja uma queda mais acentuada dos fios.

Crédito: Thinkstock

A queda de cabelo em mulheres também é muito comum durante e após a menopausa devido a alterações hormonais desse período, que acontece geralmente após os 50 anos de idade. Dietas radicais e alguns medicamentos também podem ser pontos causadores da calvície feminina.

Além dos fatores acima, o stress também é um grande causador de queda de cabelos nas mulheres. Quando estamos estressadas, há um aumento de um neurotransmissor chamado noradrenalina, que interrompe o crescimento do cabelo. Essa ação ligada a outras alterações no sistema imunológico causa inflamações no couro cabeludo, afetando o processo natural do nascimento dos fios.

Para esses casos de queda de cabelos relacionados ao stress, primeiro é preciso investigar a causa psicológica (ansiedade, nervosismo ou depressão). Além disso, é possível fazer uma suplementação com uma substância chamada tirosina, que é um aminoácido que reduz as inflamações, diminuindo a concentração de noradrenalina no couro cabeludo.

Já quando a calvície é hereditária, chamada de alopecia androgenética, o volume da perda é determinado pela predisposição genética da mulher, podendo ser agravada por excesso de hormônio masculino.

De acordo com a dermatologista Fabiane, nesses casos é necessário o uso de medicamentos. “O fator hereditário da calvície feminina ocorre em cerca da metade das mulheres acima dos 50 anos, sendo necessária uma avaliação dermatológica adequada e acompanhamento, pois em geral é preciso tomar medicamentos por longos períodos para evitar a progressão da doença. Estes medicamentos são em geral bloqueadores de hormônio e nem todas as mulheres podem usar”, explica.

Crédito: Thinkstock

É importante ficar alerta aos sinais da queda. Segundo a dermatologista Fabiane, a perda normal diária é de até 100 fios. Se você notar que está perdendo mais do que isso, é importante procurar ajuda. É claro que você não tem como contar a quantidade de fios que caem. Mas, baseando-se numa mudança drástica de queda — em que os tufos mais espessos saem aos montes durante a lavagem e ao pentear — é possível perceber a perda.

Apesar de serem apontados como vilões, alguns tratamentos de beleza feitos nos salões, como escovas progressivas e tinturas, não influenciam diretamente no problema. De acordo com Fabiane Brenner, esses procedimentos não provocam a queda, e sim a quebra dos fios, o que pode confundir a mulher que fica com a sensação de que os cabelos caíram mais após esses fatores.

Alimentação e vitaminas

Nos casos em que a queda não é causada por fatores genéticos, é possível ajudar a fortalecer os fios e evitar o problema através da alimentação e até a inserção de suplementos vitamínicos na dieta.

A dermatologista Fabiane Brenner recomenda que as mulheres cuidem da reposição de ferro com o aumento no consumo de carnes magras, grãos e vegetais verdes escuros. A ingestão de proteínas é importantíssima para fortalecer os fios. A deficiência de alimentos proteicos pode ser até mesmo ser responsável pela perda capilar feminina em casos extremos.

Crédito: Thinkstock

Em mulheres que não recebem proteína suficiente, o corpo vai cortar o fornecimento para o cabelo. Afinal, os fios são compostos de 70 a 80% de queratina, que é uma proteína. Por isso uma dieta deficiente nessa substância vai levar a queda de cabelo. Entre as fontes já citadas acima, como a carne, é indicado aproveitar o valor proteico de peixes, além de grãos como a soja e o feijão, por exemplo. Laticínios, nozes e castanhas, além dos ovos, também são fontes importantes.

Suplemento com multivitaminícos também podem ser prescritos por especialistas para complementar as taxas de nutrientes que não são alcançados somente com a alimentação. Entre as vitaminas e minerais mais indicados para ajudar no fortalecimento dos cabelos estão o ferro, zinco, vitaminas E e do complexo B, além de ômega 3.

Para casos mais severos de queda, não sendo genéticos, é possível encontrar tratamentos com laser, loções manipuladas, carboxiterapia ou infiltrações com corticoide. No entanto, sempre procure um dermatologista antes de iniciar qualquer procedimento.

Curiosidades na internet

Evitar sobremesa e fritura é a melhor forma de mulheres na pós-menopausa emagrecerem

Acesse:http://veja.abril.com.br/noticia/saude/evitar-sobremesa-e-fritura-e-a-melhor-forma-de-mulheres-na-pos-menopausa-emagrecerem

Pesquisadores americanos identificaram quais são os hábitos alimentares que mais contribuem para a perda e a manutenção de peso nessa fase

Ganho excessivo de peso: o controle das taxas de colesterol e de pressão sanguínea não refletiram no controle dos índices mundiais de obesidade

Menopausa: Hábitos alimentares corretos podem ser aliados na perda e na manutenção de peso (Hemera Technologies/Thinkstock)

Diminuir o consumo de açúcar e frituras pode ser a melhor maneira de mulheres que passaram pela menopausa perderem peso.  Essa é a conclusão de um estudo americano publicado na edição do mês de setembro do periódico Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics. Ainda de acordo com a pesquisa, evitar carnes e queijos e comer mais frutas e vegetais são hábitos que também podem promover um benefício adicional, contribuindo para a manutenção do peso.

 CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Establishing Content Validity for the Nutrition Literacy Assessment Instrument

Onde foi divulgada: periódico Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics

Quem fez:  Bethany Gibbs e Karen Chapman-Novakofski

Instituição:  Universidade de Pittsburgh, Estados Unidos

Dados de amostragem: 508 mulheres com mais de 50 anos e com sobrepeso

Resultado: Para emagrecer e manter o peso a longo prazo na pós-menopausa, a melhor estratégia é cortar sobremesas, bebidas açucaradas e frituras, além de reduzir o consumo de carne e queijo e ingerir mais frutas e vegetais. Comer mais peixe e menos fora de casa é benéfico apenas a curto prazo

A perda de peso a longo prazo pode ser especialmente difícil entre mulheres que passaram pela menopausa, uma vez que nesse período há alterações no organismo que diminuem a atividade do metabolismo e, consequentemente, o gasto de energia. “Além disso, o apetite relacionado à atividade hormonal aumenta nessa fase”, diz a pesquisadora da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, e coordenadora do estudo, Bethany Gibbs. Ela explica que é comum que uma pessoa se sinta desmotivada a seguir adiante com uma dieta após perder peso, tornando ainda mais difícil que esse benefício se mantenha por mais tempo.

Por esses motivos, Gibbs e uma equipe de pesquisadores desenvolveram um estudo para identificar quais comportamentos são mais eficazes em ajudar essas pessoas a emagrecer e a manter o peso quais são benéficos apenas a curto prazo. Durante quatro anos, eles acompanharam 508 mulheres maiores do que 50 anos que já haviam passado pela menopausa e que tinham sobrepeso. Todas estavam inscritas em algum programa de emagrecimento.

Conclusões — Os pesquisadores observaram que o menor consumo de sobremesas, alimentos fritos e bebidas açucaradas, a maior ingestão de peixes e menos idas a restaurantes foram os comportamentos associados à perda de peso em um período de quatro meses. No entanto, após quatro anos, esses dois últimos hábitos não se mostraram eficazes em manter a redução de peso. Além disso, os autores concluíram que comer mais frutas e vegetais e menos carnes e queijos podem ter um efeito positivo adicional na manutenção do peso.

Segundo os pesquisadores, esses resultados podem melhorar as estratégias do tratamento contra a obesidade entre mulheres na pós-menopausa. “Se o objetivo é reduzir o fardo da obesidade, o foco deve ser em estratégias a longo prazo, pois as alterações no comportamento alimentar apenas associados à perda de peso a curto prazo perda costumam ser ineficazes e insustentáveis”, diz Gibbs.

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet