Saúde anuncia inclusão do teste rápido de tuberculose no SUS

Acesse:http://noticias.r7.com/saude/saude-anuncia-inclusao-do-teste-rapido-de-tuberculose-no-sus-24032014

Tecnologia detecta a presença do bacilo causador da tuberculose em duas horas

No Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose, lembrado nesta segunda-feira (24), o Ministério da Saúde anunciou a inclusão do teste rápido da doença no SUS (Sistema Único de Saúde). A tecnologia, denominada Gene Xpert, detecta a presença do bacilo causador da tuberculose em duas horas, além de identificar se há resistência ao antibiótico Rifampicina, usado no tratamento da doença.

Ao todo, 50 equipamentos devem ser distribuídos ainda nesta semana aos estados do Amazonas, de Pernambuco, do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul e de São Paulo. De acordo com a pasta, até maio, todos os estados brasileiros terão recebido os equipamentos. Ao todo, 160 máquinas devem entrar em funcionamento, com capacidade para realizar 640 mil testes rápidos.

Até maio, 92 cidades consideradas estratégicas para o controle da doença devem contar com os equipamentos. As localidades concentram 55% dos novos casos de tuberculose registrados no país e englobam todas as capitais e municípios com mais de 130 novos casos da doença.

Tuberculose afeta um milhão de crianças por ano

De acordo com o ministério, estão sendo investidos R$ 15 milhões na implementação da tecnologia no SUS. Os recursos são destinados à aquisição dos testes, das máquinas (computadores com leitor de código de barras e impressora) e para o treinamento dos profissionais de saúde. A técnica já foi testado em Manaus (AM) e no Rio de Janeiro (RJ).

No exame tradicional para detecção da tuberculose, são necessários 30 dias para realizar o cultivo da micobactéria e outros 30 dias para o diagnóstico de resistência à Rifampicina.

Curiosidades na internet

O Futuro dos Livros – MIT desenvolve livro que reproduz sentimentos dos personagens na pele do leitor [Vídeo]

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/o-futuro-dos-livros-mit-desenvolve-livro-que-reproduz-sentimentos-dos-personagens-na-pele-do-leitor

O Futuro dos Livros | Notícias | The History Channel

Um dos maiores nomes da literatura, o escritor Oscar Wilde, conhecido por suas frases espirituosas, já dizia que “Não existem livros morais ou imorais. Os livros são bem ou mal escritos.” Talvez, num futuro próximo, somente interpretar o texto não será mais suficiente para uma boa leitura no que depender da tecnologia. A ideia é que você também sinta na pele os sentimentos dos personagens ao longo da história, por meio de um livro que pode ser, digamos, vestido.

O Futuro dos Livros | Notícias | The History ChannelO projeto, chamado de Ficção Sensorial, foi desenvolvido por pesquisadores do Laboratório de Mídia do MIT (Massachusetts Institute of Technology), nos EUA. Trata-se de um livro, com um tamanho maior do que o comum, que é repleto de sensores conectados a um tipo de colete que você deverá usar durante a leitura. Assim que você vai lendo o livro, o dispositivo produz sensações físicas de acordo com o que se passa com os personagens.
.
Se o personagem está deprimido, luzes de LED na capa do livro irão se ajustar para criar uma iluminação que corresponda a este “estado de espírito”. Se o protagonista sentir medo, prepare-se: a roupa vai se contrair e você será apertado. Envergonhado? O dispositivo vai esquentar e alterar a temperatura da sua pele. Os cientistas não são os únicos a brincar com novas possibilidades para a leitura. A Disney já testou obras de realidade aumentada, em que imagens digitais interagem com objetos palpáveis, trazendo livros para a “vida” de um modo que mistura o físico com o virtual. A grande pergunta, no entanto, é: será que a tecnologia será capaz de um dia salvar um livro mal escrito?
.
 Curiosidades na internet

Anel transforma seu dedo em uma varinha mágica

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/fotos/anel-transforma-seu-dedo-em-uma-varinha-magica-08032014#!/foto/1

Acessório permite que usuários controlem itens domésticos e aplicativos usando gestos

O anel 'Ring' da Logbar é a mais recente inovação do ramo da tecnologia “de vestir”. Feito para ser usado no dedo indicador, o dispositivo pode ser utilizado para controlar itens domésticos, aplicativos e até fazer pagamentos via internet. O acessório foi criado por uma empresa californiana e tem previsão de lançamento para julho deste ano. As primeiras versões do dispositivo podem ser encomendadas no regime de pré-venda por cerca de R$ 290

O anel “Ring” da Logbar é a mais recente inovação do ramo da tecnologia “de vestir”. Feito para ser usado no dedo indicador, o dispositivo pode ser utilizado para controlar itens domésticos, aplicativos e até fazer pagamentos via internet. O acessório foi criado por uma empresa californiana e tem previsão de lançamento para julho deste ano. As primeiras versões do dispositivo podem ser encomendadas no regime de pré-venda por cerca de R$ 290

Continue lendo…clique aqui….

Curiosidades na internet

Estamos, cada vez mais, utilizando invenções da Nasa em nosso dia a dia

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/estamos-cada-vez-mais-utilizando-invencoes-da-nasa-em-nosso-dia-dia

Tecnologias da Nasa no dia a dia | Notícias | The History Channel
Por mais incrível que possa parecer, a ciência espacial está cada vez mais próxima da nossa realidade e até dentro do nosso estômago. Separamos para você algumas invenções da Nasa que  estão se tornando cada dia mais terrenas pela sua tecnologia, eficiência e praticidade. Qual delas você gostaria de experimentar?

Alimentos liofilizados

Tecnologias da Nasa no dia a dia | Notícias | The History Channel
É a popular “comida de astronauta” usada no dia a dia na Terra. Diante da nova técnica de secagem por congelamento, os alimentos podem ter seu peso total reduzido em até 80% sem grandes perdas em suas fontes nutritivas. A partir disso, várias empresas passaram a produzir, com uso desta técnica, frutas, sorvetes, batatas fritas, pizzas e outros alimentos desidratados.
Robô enfermeiro
Tecnologias da Nasa no dia a dia | Notícias | The History Channel
O QCbot, uma invenção robótica da Nasa para tarefas em estações especiais, já está realizando também serviços em hospitais nos Estados Unidos. As máquinas são responsáveis pelo transporte de instrumentos, entrega de medicamentos e limpeza em geral.

Agente antigelo

Tecnologias da Nasa no dia a dia | Notícias | The History Channel
A Nasa desenvolveu uma tecnologia, aplicada pela empresa Ohio Midwest Industrial Supply Inc., que deu origem a um agente que mantém os divisores de estrada e os metais livres da neve e do gelo durante o inverno, garantindo que a rotina das pessoas não seja profundamente afetada pelas nevascas.

Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet

Empresa lança impressoras 3D de doces

Acesse:http://www.baboo.com.br/hardware/empresa-lanca-impressoras-3d-de-doces/

As impressoras 3D são os aparelhos que mais vem tendo destaque nos últimos meses. O ano mal começou e já há lançamentos de novos aparelhos da categoria. Dois deles foram apresentados durante a CES (Consumer Electronics Shows) 2014, maior feira de tecnologia do mundo, que será realizada até 10 de janeiro em Las Vegas, EUA.

Empresa lança impressoras 3D de doces

Impressoras 3D só precisam de água e açúcar

Os dois aparelhos são de uma empresa norte-americana especializada em impressoras 3D, a 3D Systems. A linha se chamada Chefjet, e os aparelhos são Chefjet e Chefjet Pro. O foco dos dois é imprimir doces, mas a diferença é que o segundo pode produzir objetos maiores e em cores, enquanto o primeiro só em branco e preto.

Os dois modelos possuem algumas receitas pré-programadas – o que inclui formatos –, que estão no manual, mas o usuário pode criar algo próprio, se preferir. Também é possível inserir fotos de doces na máquina, para que ela faça igual.

Os materiais necessários são apenas água e açúcar, que são misturados pela impressora até formar um glacê que possa ganhar formas. No entanto, é possível adicionar alguns sabores, como chocolate, baunilha, hortelã, maçã, cereja e melão.

“Comida é uma incrível plataforma para a criatividade, experimentação e celebração, e nós estamos emocionados por fornecer essas poderosas impressoras 3D aos padeiros e chefes”, afirmou a Diretora de Criatividade para Produtos Alimentícios da 3D Systems, Liz von Hasseln, em comunicado enviado para a imprensa. No entanto, os aparelhos podem ser adquiridos por qualquer pessoa.

O modelo mais simples vai custar US$ 5 mil (cerca de R$ 12 mil de acordo com a cotação atual do dólar), enquanto o mais sofisticado sairá por US$ 10 mil (R$ 24 mil). As vendas de ambos devem começar no segundo semestre, nos EUA.

Impressora 3D de comida não é novidade

Apesar da linha Chefjet ter como diferencial a impressão de doces coloridos, esses aparelhos não são os primeiros destinados a alimentos. No final de 2013, a startup espanhola Natural Machines apresentou a Foodini, que produz bolos, pães e biscoitos em vários formatos, além de conseguir rechear ravióli e abrir massa de pizza, por exemplo

Curiosidades na internet

Tecnologia chega à gôndola de supermercado e facilita a vida do consumidor

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/12/1390040-tecnologia-chega-a-gondola-de-supermercado-e-facilita-a-vida-do-consumidor.shtml

Após um longo dia de trabalho, o dono ou a dona de casa moderna ainda tem que buscar os filhos na escola e se lembra de que a geladeira está vazia. Foi-se, na melhor das hipóteses, uma hora no supermercado: tempo de estacionar, comprar, enfrentar fila e levar tudo para o carro.

Para os atarefados e estressados das grandes cidades, supermercados como o francês Casino e o britânico Asda (do grupo norte-americano Walmart) já têm um aplicativo para fazer as compras pelo celular, além de superescâneres que mapeiam o carrinho todo -sem ter de passar produto por produto no caixa- e agilizam a vida de quem vai ao local.

Com o aplicativo, o cliente escolhe os itens, paga pelo cartão e passa numa espécie de drive-thru do supermercado mais próximo para pegar sua ecobag (devolvida depois na loja) pelo vidro do carro.

E nada de fast food engordurado, congelados insossos e enlatados vindos do outro lado do mundo. Frutas e verduras são orgânicas, vêm limpas, semi ou já preparadas para consumo imediato.

A comida pronta é saudável, light, recém-preparada e em pequenas porções para evitar desperdício. E tudo “razoavelmente” barato, uma vez que o consumidor que usa esses serviços pensa no preço, mas o que mais preza é o seu tempo.

As novidades não param por aí. No Brasil, o Walmart já tem um programa de rastreamento do gado para impedir o consumo de carne de áreas de desmatamento, como a da Amazônia.

O Carrefour também faz controle de procedência de carnes, hortifrútis e perecíveis. Por meio do chamado “query code” (veja quadro), o cliente descobre na gôndola de onde veio o produto, quando uma fruta foi colhida, o local em que o boi foi abatido e até a ração que o animal comia.

Luciano Veronezi/Editoria de Arte/Folhapress
Continue lendo…clique aqui…

Curiosidades na internet

História do Twitter será adaptada em série de TV

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/twitter/Historia-do-Twitter-sera-adaptada-em-serie-de-TV/

twitter

A produtora Lionsgate Television anunciou a compra dos direitos de Hatching Twitter: A True Story of Money, Power, Friendship and Betrayal, livro que conta a história de uma das principais redes sociais da atualidade. A história vai se transformar em série de televisão com roteiro do próprio autor, Nick Bilton.

Na publicação, as origens do serviço são contadas a partir de seus quatro fundadores e as mudanças nas relações pessoais e familiares sofridas por eles. É claro, não faltam seus momentos controversos ou ambíguos, justamente os aspectos que chamaram a atenção da Lionsgate na hora de adquirir a história para uso na TV.

A lembrança do filme A Rede Social, de David Fincher, é óbvia, mas a empresa afirma querer ir além disso. Segundo o diretor da Lionsgate Television, Kevin Beggs, em entrevista ao Hollywood Reporter, o formato televisivo permite que a trama se torne mais complexa e profunda, de forma mais continuada.

Além disso, Beggs considerou a mistura de personagens fortes, traições, amizade e a luta pelo poder contidas no livro como perfeitas para uma adaptação. E, claro, nada melhor do que transformar um dos assuntos mais recorrentes da tecnologia em uma série de televisão, exibindo a todos como um grupo de pessoas mudou a forma como a comunicação na internet acontece.

Apesar de ainda não ter elenco nem mais detalhes confirmados, Hatching Twitter parece estar em boas mãos. A produtora responsável é Allison Shearmur, a mesma que está por trás da recente franquia cinematográfica Jogos Vorazes. A Lionsgate também tem um bom histórico, produzindo séries de sucesso como Mad Men ou Orange is the New Black. O livro, por enquanto, não foi publicado no Brasil.

Curiosidades na internet