Tag: tecnologia

Apple libera novo sistema operacional de graça

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/38391/38391

(Foto: Divulgação)
O OS X 10 (Mavericks) foi o primeiro a ganhar destaque no evento de hoje da Apple. Craig Federighi, vice-presidente sênior de engenharia de software, subiu ao palco para mostrar as novidades do sistema operacional e avisar que ele estará disponível a partir de hoje gratuitamente.

Primeiro OS X que não tem nome de um animal, o Mavericks é capaz de tornar a bateria dos Macbooks mais eficiente, dando ao usuário 1 hora de navegação na internet e 1 hora e meia vendo vídeos no iTunes.

Ele vem com um recurso chamado “Compressed Memory” que consegue fazer com que 6 GB de dados sejam encaixados em apenas 4 GB de RAM. Graças à tecnologia OpenCL, as tarefas são realizadas 1,8 vez mais rapidamente.

Outra novidade é que ele vem com iBooks e Maps, e um sistema renovado de notificações. Agora é possível organizar arquivos no Finder por tag e o Safari tem links compartilhados e um novo modo de leitura. Além disso, o usuário poderá compartilhar direções do OS X para o iPhone pela iCloud e elas aparecem na tela de bloqueio.

Curiosidades na internet

Tecnologia de ‘Avatar’ será usada para criar retratos falados na Polícia de SP

Acesse:http://canaltech.com.br/noticia/geek/Tecnologia-de-Avatar-sera-usada-para-criar-retratos-falados-na-Policia-de-SP/

AVATAR

A Polícia Civil do Estado de São Paulo vai ganhar um aliado hollywoodiano para melhorar suas investigações relacionadas a crimes e pessoas desaparecidas. Um novo estúdio de artes forenses vai usar tecnologia de ponta para criar retratos falados mais precisos.

Além de computadores e outros equipamentos de hardware super modernos, os desenhistas do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) paulista vão contar com um software chamado ‘ZBrush’, que foi utilizado para criar os bonecos do famoso filme 3D de James Cameron, ‘Avatar’.

Isso vai facilitar muito na hora de criar retratos falados mais detalhados de pessoas desaparecidas e de suspeitos de crimes de acordo com a descrição de vítimas e testemunhas. “É como modelar em cima da argila, no barro. Você consegue uma simetria perfeita, mexe de um lado e já faz de outro”, disse Sidney Barbosa, o responsável pelo setor de retrato falado do DHPP, ao Estado de S. Paulo.

Além de incrementar a imagem com detalhes mais específicos (como cicatrizes, imperfeições etc) e que podem ajudar a encontrar com mais facilidade as pessoas desenhadas, o realismo das imagens criadas podem ajudar a aumentar o interesse na sua divulgação em diversos lugares.

Para conseguir modernizar esse processo, serão investidos cerca de R$ 150 mil no estúdio de artes forenses. A ideia é treinar intensivamente os policiais civis que vão trabalhar no local para que o laboratório se torne referência para o resto do país.

“O que pretendemos é dar um ‘boom’ na investigação policial. Os tempos modernos exigem essas mudanças e queremos oferecer o que há de melhor à população”, explica Elisabete Sato, diretora do DHPP.

Curiosidades na internet

Finalmente um vídeo 3D que não embaça se você estiver sem os óculos

Acesse:http://hypescience.com/finalmente-um-video-3d-que-nao-embaca-se-voce-estiver-sem-os-oculos/

k-bigpic

Para a felicidade de quem, por alguma razão, não pode ou quer usar óculos especiais para ver filmes em 3D, pesquisadores da Universidade da Califórnia em Santa Cruz (EUA) desenvolveram um sistema híbrido, que mostra imagens 3D para quem está com os óculos e 2D para quem não está, sem os típicos borrões que aparecem nos aparelhos atuais.

Normalmente, duas imagens (uma para o olho esquerdo e uma para o direito) são projetadas para criar a ilusão de tridimensionalidade – com o auxílio de óculos especiais. No novo sistema, porém, é projetada também uma versão negativa (ou seja, com os pixels claros e escuros invertidos) da imagem destinada ao olho direito, que a anula no caso de você não estar com os óculos.

Como resultado, você vê somente a imagem projetada para o olho esquerdo – o único problema, por enquanto, é que essa imagem fica mais brilhante do que o normal para compensar a falta de contraste, uma limitação que os pesquisadores estão trabalhando para resolver.

oculos
“Existem muitas razões para não querer que os óculos sejam necessários”, ressalta James Davis, um dos responsáveis pela pesquisa. “Eles podem ser caros, e você não iria querer ter que comprar pares extras, e também podem interferir com outras atividades”.

Davis e sua equipe construíram um protótipo e pretendem montar uma empresa para ampliar o alcance dessa tecnologia 3D/2D.

Curiosidades na internet

Desenvolvidas lentes de contato telescópicas com zoom de 2.8

Acesse:http://noticias.seuhistory.com/desenvolvidas-lentes-de-contato-telescopicas-com-zoom-de-28

Quando ainda nem nos refizemos do choque causado pela novidade das lentes de realidade aumentada, que permitem conhecer lugares longínquos com apenas uma olhada, a Ciência supera a ficção com uma notícia ainda mais surpreendente!

Cientistas da Universidade da Califórnia, trabalhando em colaboração com especialistas do Instituto Federal de Tecnologia da Suíça, estão desenvolvendo a criação de lentes de contato capazes de ampliar imagens em quase três vezes seu tamanho real, graças a um zoom ótico de 2.8 incorporado a elas.

Trata-se de um modelo de cristal suave que não possui nenhum tipo de aumento no centro, no entanto, conta com um periférico composto por uma série de mínimos anéis óticos, especialmente desenhados para produzir um aumento de tamanho do foco observado, cada vez que o usuário ativa uma espécie de obturador digital.

Apesar de ainda em fase de desenvolvimento e não haverem sido testadas em seres humanos, os resultados obtidos com as lentes até agora são bastante promissores, sobretudo para a medicina, que espera poder ajudar pessoas com grandes deficiências visuais.

Curiosidades na internet

Tecnologia promete trazer a cura da cegueira até 2014

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/noticias/tecnologia-promete-trazer-a-cura-da-cegueira-ate-2014

Implante no cérebro aliado a câmera faria pessoa reconhecer objetos
Reprodução
Cegueira

Monash Vision, projeto da australiana Monash University, promete trazer a cura para a cegueira. A tecnologia consiste em implante no cérebro que, associado a uma câmera, promete projetar imagens no córtex da pessoa.

A câmera captura e envia os dados a um processador digital implantado próximo ao crânio. O chip estimula o córtex visual via eletrodos e ajuda o cérebro interpretar as imagens.

“É o sistema mais avançado já criado para auxiliar pessoas a reconhecerem diferentes objetos e cores”, disse Arthur Lowery, diretor do projeto, aoGuardian australiano. “Isso significa que pessoas podem ir a um encontro e saber quem está lá e quantos estão lá. Elas poderão sair de casa tranquilamente, pois saberão onde há árvores, por exemplo”, continua.

A visão não será completa, ela deve funcionar mais como um radar, mostrando apenas algumas centenas de pixels. “Se você tem um pouco de visão, talvez não seja muito útil para você”, explica Loweri. A inovação é voltada a pessoas completamente cegas – mesmo as que não têm globo ocular.

Os pesquisadores responsáveis pretendem lançar protótipo até a primeira metade de 2014. Se tiver sucesso, a tecnologia deverá se popularizar ao longo da próxima década. O projeto recebeu US$ 8 milhões do governo australiano.

Curiosidades na internet

Asteroide passará próximo à Terra no fim deste mês

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/asteroide-passara-proximo-a-terra-no-fim-deste-mes-20130518.html

Corpo celeste não representa, porém, uma ameaça ao planeta

AteroideNASA/JPL-Caltech/UCLA

Asteroide chamado1998 QE2 não deve oferecer risco de colisão com a Terra

Da Agência Brasil
Publicidade

Um asteroide com 2,7 quilômetros de comprimento vai sobrevoar a Terra no próximo dia 31 de maio, informou a agência espacial norte-americana Nasa. O corpo celeste, denominado 1998 QE2, não representa uma ameaça para o planeta e passará a uma distância de 5,8 milhões de quilômetros da Terra, cerca de 15 vezes a distância entre a Terra e a Lua.

Essa será a menor distância que o 1998 QE2 ficará da Terra pelo menos nos últimos dois séculos. Segundo a Nasa, o 1998 QE2 não desperta muito interesse para astrônomos e cientistas que pesquisam asteroides considerados perigosos, mas para os que trabalham com astronomia de radar e têm um telescópio de pelo menos 70 metros à disposição.

A aproximação do asteroide à Terra será examinada por dois grandes telescópios — o Observatório Goldstone, na Califórnia, e o radiotelescópio de Arecibo, em Porto Rico.

O astrônomo Lance Benner, do Observatório Goldstone, explicou que os telescópios de Goldstone e de Arecibo esperam obter imagens de alta resolusão que possam revelar a riqueza característica da superfície do asteroide:

— Sempre que um asteróide se aproxima, ele fornece uma importante oportunidade científica para estudá-lo em detalhe para compreender o seu tamanho, forma, rotação, características da superfície, e o que eles podem nos dizer sobre sua origem. Também vamos utilizar as novas medidas de radar de distância e velocidade do asteróide para melhorar o nosso cálculo de sua órbita e calcular o seu movimento.

O asteroide 1998 QE2 foi descoberto em agosto de 1998 por astrônomos do projeto Linear (Lincoln Near-Earth Asteroid Research), do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts). O nome do asteroide vem da organização Centro de Planetas Menores, em Cambridge, que o nomeia de acordo com um sistema alfanumérico que demonstra a data em que o corpo celeste foi descoberto.

Curiosidades na internet

Engenheiro detecta chumbo em tampa de três marcas de iogurte em Campinas

Acesse:http://www.isaude.net/pt-BR/noticia/34433/geral/engenheiro-detecta-chumbo-em-tampa-de-tres-marcas-de-iogurte-em-campinas

Os testes foram realizados no Centro de Tecnologia de Embalagem do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), da UnicampFoto: Antonio Scarpinetti – Ascom – Unicamp

Embalagens analisadas: é grande o risco de o chumbo migrar para o iogurte Paulo Henrique Massaharu Kiyataka, autor da pesquisa
Embalagens analisadas: é grande o risco de o chumbo migrar para o iogurte
Paulo Henrique Massaharu Kiyataka, autor da pesquisa

Durante análises feitas em embalagens plásticas de 900 ml de iogurte de três marcas diferentes comercializadas em supermercados de Campinas foi detectada alta concentração de chumbo nas tampas dos frascos. Os testes foram realizados pelo engenheiro de alimentos Paulo Henrique Massaharu Kiyataka, no Centro de Tecnologia de Embalagem do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), da Universidade Estadual de Campinas( Unicamp).

 Na avaliação do pesquisador, essas tampas não poderiam ser utilizadas. ” Apesar de o contato entre a tampa e o alimento ser mínimo, não há como negar o risco de ocorrer a migração do chumbo para o iogurte, principalmente no manuseio. Um exemplo é o transporte deitado do produto ou estocado de ponta cabeça” , alerta.

Ele fez os testes em potes de sorvete de dois litros, e em embalagens de bebidas lácteas de 200 ml e 900 ml para verificar a presença de chumbo, cádmio, mercúrio e arsênio. Uma segunda etapa do trabalho foi verificar a migração dos elementos para os alimentos armazenados nas embalagens estudadas, de iogurte e sorvete, e a migração utilizando um simulante, solução de ácido acético 3%, conforme estabelecido pela da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Nos testes com alimentos e com o simulante, não se observou a migração, exceto nas tampas de frascos de 900 ml de iogurte, que apresentaram uma migração de chumbo que representa aproximadamente 0,01% do teor total de chumbo presente nas tampas avaliadas, índice superior ao limite estabelecido pela Anvisa.

Ele lembra que o uso de embalagens de polímero para contato com alimentos tem crescido muito nos últimos anos. O consumo de produtos industrializados é o motivo deste aumento, e os contaminantes inorgânicos, tais como os elementos analisados, cujas maiores fontes são aditivos, podem fazer parte da embalagem e migrar para o alimento.

Para o autor do estudo, a presença de tampas com alto teor de chumbo é uma falha verificada na indústria de embalagens, na indústria de alimentos e no órgão fiscalizador, demonstrando que o processo de fabricação precisa ser mais bem controlado.

Em sua opinião, é preciso estabelecer limites máximos de contaminantes inorgânicos em embalagens, semelhantes aos existentes nos Estados Unidos e na Europa.

Curiosidades na internet

%d blogueiros gostam disto: