Como o karaokê virou febre mundial sem deixar seu inventor rico — Pop e Arte

“O que me deixa mais feliz é que, às vezes, quando saio para tomar uma bebida com meus amigos, ouço as pessoas rirem e aplaudirem de tanta empolgação quando alguém está cantando karaokê, e percebo que criei uma coisa tremenda. É quando me sinto profundamente emocionado”, diz músico e engenheiro Daisuke Inoue. Pessoas se divertem […]

Como o karaokê virou febre mundial sem deixar seu inventor rico — Pop e Arte