Em vídeo, designer mostra como iPhone 6c deveria ser

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/40674/40674

(Foto: OvalPicturE)
Certo de que a Apple pode vir a lançar um substituto ao 5c, o designer holandês Joseph Farahi criou um conceito para mostrar como gostaria que fosse o smartphone – que, aliás, seria renomeado para “C”.

Na visão de Farahi, o aparelho da Apple tem de ficar mais fino e leve do que é atualmente. Por outro lado, sua tela precisa crescer.

Enquanto o iPhone 5c pesa 132 gramas, o C pesaria 116; a espessura de 8,97 milímetros passaria para 7,1; e a tela, de 4 polegadas, saltaria para 4,7.

O celular contaria ainda com câmera de 8 MP, gravação de vídeo em 120 fps e sensor biométrico (que só existe no iPhone 5s). E estaria disponível na cor preta, o que não ocorre com o 5c.

Confira no vídeo abaixo como o designer imagina o aparelho:

Curiosidades na internet

Android supera sistema da Apple no mercado de tablets

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/android-supera-sistema-da-apple-no-mercado-de-tablets-04032014

Sistema operacional do Google cresceu 127% e ocupa a primeira posição

Sistema operacional do Google representa 62% do mercado de tablets Getty Images

O Android ultrapassou o iOS, da Apple, e se tornou o sistema operacional mais usado em tablets no mundo. Os dados são do instituto de pesquisa Gartner. O sistema operacional do Google agora representa 62% do mercado. Cerca de 121 milhões de tablets com Android foram vendidos em 2013.

Em comparação com o ano de 2012, as vendas de tablets equipados com Android mais que dobraram. O sistema operacional teve um crescimento de 127%. Embora as vendas de tablets da Apple tenham aumentado no quarto trimestre de 2013, a participação do sistema iOS caiu de 53% para 36% no último ano.

Windows Phone ultrapassa sistema da Apple no Brasil

A empresa fundada por Steve Jobs vendeu 70 milhões de unidades de iPad em 2013. Vale lembrar que o iOS equipa apenas os tablets da Apple, enquanto que o Android aparece em aparelhos de diversas marcas e faixas de preço. A americana Apple mantém a liderança como fabricante de dispositivos, enquanto a Samsung aparece em segundo lugar.

Cerca de 195 milhões de tablets foram vendidos no mundo em 2013. As vendas tiveram aumento de 68% em relação a 2012. Segundo análise da Gartner, a  demanda pelos tablets foi impulsionada pela melhora na qualidade dos aparelhos de baixo custo.

Curiosidades na internet

Apple apresenta novo sistema para carro

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/40614/40614

(Foto: Divulgação)
 inShare1

A Apple anunciou como funcionará seu novo sistema para carros, e já existe uma lista grande de montadoras que pretendem usar a novidade. Chamado CarPlay, o software permite que se conecte o iPhone ao veículo, com a promessa de tornar as viagens mais inteligentes e seguras.

Com o CarPlay, o condutor consegue atender e fazer ligações telefônicas, ouvir e ditar mensagens de texto, consultar rotas pelo Maps e fazer consultas usando o Siri, ou seja, sem usar as mãos. Também há acesso a músicas e programas de streaming como Spotify e o iTunes Radio.

Além disso, conforme analisa viagens recentes via contatos, e-mails e mensagens de texto, o CarPlay é capaz de antecipar rotas e encontrar os melhores caminhos com o Maps.

As primeiras marcas a incorporar o sistema são Ferrari, Honda, Hyundai, Jaguar, Mercedes-Benz e Volvo.  Depois entrarão BMW, Ford, General Motors, Kia, Mitsubishi, Nissan, Peugeot Citroën, Subaru, Suzuki e Toyota.

O CarPlay roda junto com o iOS7, mas apenas em iPhones com conector Lightning: 5, 5c e 5s.

Curiosidades na internet

Conheça o aplicativo que promete melhorar a visão

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/40542/40542

(Foto: Reprodução)
Um neurocientista da Universidade da Califórnia criou um aplicativo que promete melhorar a visão, inclusive fazendo com que os usuários enxerguem melhor em ambientes escurecidos.

Conforme explica o Mashable, o app, chamado UltimEyes, pede à pessoa que complete tarefas a fim de reprogramar o cérebro para interpretar as informações recebidas dos olhos, algo chamado de neuroplasticidade. As tarefas são atreladas a pontuações, o que mantém o estímulo do usuário em efetuá-las.

Quem desenvolveu a tecnologia por trás do app foi a Carrot Neurotechnology, empresa especializada em ferramentas para melhorar a visão.

Aaron Seitz, professor associado de psicologia da universidade, testou a eficácia do UltimEyes em 19 jogadores de beisebol, fazendo com que cada um usasse o app 30 vezes em intervalos de 25 minutos. O resultado foi uma melhora média de 31% na visão.

Por enquanto, o aplicativo só está disponível para download na App Store da Apple, em que pode ser comprado por US$ 5,99 para ser usado no iPad.

Empresa israelense cria capa de celular que substitui chip telefônico

Acesse:http://www1.folha.uol.com.br/tec/2014/02/1417450-empresa-desenvolve-tecnologia-que-elimina-o-chip-telefonico.shtml

Para a Simgo, uma pequena empresa israelense presente no MWC, os SIM cards (também conhecidos como chip de celular) são coisa do passado –especialmente em viagens internacionais.

A start-up desenvolveu uma tecnologia que permite o usuário a trocar de operadora telefônica, inclusive em países diferentes, sem precisar de um novo chip. E o número não muda. Seus contatos podem continuar a ligar, como se você estivesse sempre na mesma rede telefônica.

Assim, em viagens a outros países, as altas taxas de deslocamento para ligações e rede de dados podem ser evitadas.

Divulgação
Simgo, capa que elimina necessidade de usar de chips telefônicos no celular
Simgo, capa que elimina necessidade de usar de chips telefônicos no celular

“Achavamos que seríamos barrados pelas operadoras, mas elas perceberam que a rotatividade de pessoas trocando de rede não resulta em perdas nos números absolutos de clientes”, explicou à Folha Avi Yashar, diretor de operações da companhia.

A solução da Simgo funciona da seguinte forma: um case com uma espécie de chip é colocado no celular (há modelos para Galaxy S2, S3 e S4 e iPhone 4, 4s, 5 e 5s) e o usuário indica em que país está.

O chip virtual, então, faz contato com uma espécie de fazendas de cartões SIM, um banco de dados com chips telefônicos do mundo todo. Por fim, o usuário pode indicar a rede de qual operadora deseja usar.

A Simgo, claro, cobrará pelo serviço. A empresa diz que, tipicamente, a conta fica de 50% a 90% mais barata do que as taxas de deslocamento das operadoras.

Atualmente, a empresa diz estar expandindo suas operações, mas a disponibilidade do serviço depende de acordos com o varejo local. Eles dizem estar presentes em 30 países.

APPLE

A tecnologia da Simgo chama a atenção, pois foi algo que já interessou Apple. No ano passado, foi revelada uma patente da empresa em que ela planejava uma espécie de SIM virtual, com o qual o usuário sempre manteria sua identidade – independentemente da rede telefônica.

Por enquanto, porém, a solução parece não ter avançado. A Simgo diz que já ouviu falar do projeto da Apple, mas que nunca foi procurada. “Nós adoraríamos”, afirma Yashar.

Curiosidades na internet

Sensores corporais podem prolongar vida dos usuários e aumentar transparência na hora da consulta

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/sensores-corporais-podem-prolongar-vida-dos-usuarios-e-aumentar-transparencia-na-hora-da-consulta-21022014

A Carenet Longevity lança sensor e aplicativo que “faz raio-x” da saúde dos usuários

Sistema promete prolongar a vida dos usuáriosReprodução

Já parou para contar quantos passos você dá em um dia normal? Ou quantas calorias você queima durante o sono? Ou até mesmo que a qualidade das suas horas de descanso podem influenciar na sua expectativa de vida? Ao que tudo indica, as empresas de tecnologia têm muito interesse em entregar esses e vários outros dados para você –  com um bônus: seguindo as instruções e corrigindo comportamentos prejudiciais você pode aumentar em vários anos a sua expectativa de vida.

Monitorar todas uma parte extensa da sua atividade diária é o objetivo de vários sensores, pulseiras e outros acessórios lançados por gigantes da tecnologia, como LG, Sony e várias outras empresas. Entretanto, é de uma startup fundada por dois suíços que os brasileiros devem ter o primeiro contato com esse tipo de gadget voltado para a busca de uma vida mais saudável.

LG demonstra pulseira e fones de ouvido para usuário acompanhar saúde

Motivado a alcançar mais bem-estar, o empresário e sócio-presidente da Carenet Longevity,Immo Oliver Paul lançou o Klip Carenet– um sistema de monitoramento que deve usar a tecnologia para monitorar e melhorar a saúde dos usuários. A empresa se foca no desenvolvimento de um aplicativo que se comunica com um sensor, informando e incentivando os usuários a terem uma vida mais saudável.

— Estamos trazendo da Ásia, inicialmente, cinco mil biosensores para aprovar e apresentar o conceito da empresa e analisar a aceitação do consumidor brasileiro, que já está mais aberto para esse mercado e busca produtos para a qualidade de vida de toda família.

Suíço radicado no Brasil, o executivo explica que o sensor Klip é tem menos de 12 gramas e pode ser levado com o usuário em grande parte de seus dia, sem causar incômodo. A estratégia para transformar a atividade em algo divertido é usar a gameficação. Além disso, o aplicativo o compartilhamento de informações entre amigos, familiares, personal trainer e até mesmo com seu médico.

Gamificação e rede social

Enquanto o sensor Klip já pode ser comprado por R$ 199 na loja da Carenet Longevity, o aplicativo para monitoramento das informações estará disponível ainda em fevereiro nas lojas virtuais para Android (Google Play) e iOS (App Store). Immo explica que o aplicativo funciona filtrando informações e apresentar os dados de forma divertida, que deixe o usuário engajado com sua própria saúde.

Divulgação

Dentre os benefícios do sistema, o executivo comenta que está a possibilidade de cruzar dados de usuários. Por exemplo: imagine que você pegou uma gripe e o aplicativo explique para você que outros milhares de brasileiros com constituição parecida com a sua também se sentem gripados ao mesmo tempo. O aplicativo termina com uma indicação de que você durma melhor, tome mais líquido e não se preocupe. Parece legal, mas será que já é possível tornar essa situação em algo real?

— O desafio é pegar essa informação e filtrar, eliminar o que não é relevante e apresentar o que sobra de maneira estimulante, visual e instigante para o consumidor. Todos nós procuramos uma tecnologia que nos acompanhe de forma sutil, que não seja invasiva. No final do dia, nós queremos um sistema que diga: “Immo, você está bem, não vai morrer hoje, pode aproveitar o seu dia”. Acho quem daqui uns cinco anos vamos chegar lá.

O aplicativo também estará preparado para ser sincronizado com outros sensores semelhantes, informa o executivo. Paul aposta que a “computadores de vestir” chegaram para ficar e tem um grande diferencial: entregam para as pessoas informações que antes elas só poderiam obter em um consultório ou laboratório médico.

— Os dispositivos wearables são extremamente importantes para o consumidor no momento. Eles vão ser a porta de entrada e a melhor forma de explicar, demonstrar que é possível medir com esse tipo de device. Medir informações que antes não eram transparentes para as pessoas.

Curiosidades na internet

Lançado app que mede qualidade das operadoras

Acesse:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/40404/40404


(Foto: Divulgação)
 Foi lançado um aplicativo para Android que mede a qualidade das operadoras de telefonia e ajuda o usuário a decidir qual delas se encaixa melhor às suas necessidades.

Durante três dias, o Glove monitora o uso do celular para saber em quais lugares a pessoa mais usa o aparelho. Então ele encontra a operadora com o sinal mais forte nessas regiões.

A empresa que criou o app argumenta que três a cada quatro pessoas poderiam usar operadoras melhores, se soubessem qual delas se enquadra melhor às suas rotinas. Então, ao invés de trocar de celular achando que ele tem problemas de recepção ou contratar outra operadora no escuro, o ideal seria analisar a concorrência e escolher conscientemente.

Aqui no Brasil existe um aplicativo que faz exatamente a mesma coisa; chamado CrowdMobi, ele se difere por estar disponível também para iOS (conheça).

O Glove ainda está em fase beta e por enquanto só funciona na área da baía de São Francisco, em Nova York e em Israel. A versão para iOS será lançada até o fim do ano, segundo o The Next Web

Curiosidades na internet